WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  



drupal counter

:: ‘Fórmula 1’

No duelo de Mercedes, Hamilton bate Nico e é pole na Espanha. Massa é 9º

Globo Esportes

489100725_1

A já soberana Mercedes parece ter sido a equipe que melhor fez o trabalho de casa durante as três semanas de intervalo antes do início da chamada “temporada europeia”. No treino classificatório deste sábado no circuito rebatizado como “Barcelona-Catalunya” as “Flechas de Preta” colocaram cerca de um segundo na concorrência – uma eternidade quando o assunto é Fórmula 1. E aí, o que se viu foi mais um duelo particular entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg pela pole position. E o britânico, mais uma vez, levou a melhor. Com o tempo de 1m25s232 – dois décimos mais veloz que o companheiro -, o campeão mundial de 2008 conquistou sua quarta pole em cinco etapas, a terceira consecutiva.

Já Felipe Massa teve que amargar o nono lugar no grid. Após dominar seu parceiro de Williams, Valtteri Bottas, durante todo o fim de semana, o brasileiro acabou cometendo um erro no último setor de sua última tentativa de volta rápida e viu o finlandês se classificar cinco posições à frente, em quarto.

Confira o grid de largada do GP da Espanha, válido pela 5ª etapa de 2014:
1) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 1m25s232 (Q3)
2) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1m25s400 +0s168 (Q3)
3) Daniel Ricciardo (AUS/RBR-Renault) 1m26s285 +1s053 (Q3)
4) Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 1m26s632 +1s400 (Q3)
5) Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) 1m26s960 +1s728 (Q3)
6) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 1m27s104 +1s872 (Q3)
7) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1m27s140 +1s908 (Q3)
8) Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) 1m27s335 +2s103 (Q3)
9) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 1m27s402 +2s170 (Q3)
10) Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) sem tempo (Q3)
11) Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 1m27s685 (Q2)
12) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 1m28s002 (Q2)
13) Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) 1m28s039 (Q2)
14) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) 1m28s280 (Q2)
15) Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) sem tempo (Q2)
16) Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) 1m28s563 (Q1)
17) Max Chilton (ING/Marussia-Ferrari) 1m29s586 (Q1)
18) Jules Bianchi (FRA/Marussia-Ferrari) 1m30s177 (Q1)
19) Marcus Ericsson (SUE/Caterham-Renault) 1m30s312 (Q1)
20) Kamui Kobayashi (JAP/Caterham-Renault) 1m30s375 (Q1)
21) Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault) sem tempo (Q1)
22) Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Renault)* sem tempo (Q2)

Hamilton vence o GP da China; Massa termina em 15º

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.WMlgHOvHeV

O inglês Lewis Hamilton venceu o GP da China disputado neste domingo (20) de ponta a ponta. O piloto da Mercedes largou na pole e não teve dificuldades até a bandeirada final. Nico Rosberg, companheiro de Hamilton e líder do campeonato com quatro pontos à frente dele, foi o segundo colocado.

Já Fernando Alonso mostrou evolução da Ferrari e completou a etapa de Xangai na terceira colocação, à frente das duas Red Bull. Daniel Ricciardo terminou em quarto, enquanto Sebastian Vettel foi o quinto colocado.

O brasileiro Felipe massa teve uma corrida para esquecer. Ele sofreu com um erro da Williams nos boxes, que inverteu a posição dos pneus e depois teve problemas com encaixe de um, completando a prova na 15ª colocação.

Confira a classificação final do GP da China

1 – Lewis Hamilton (ING) – Mercedes
2 – Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – +18.6s
3 – Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – + 25.7s
4 – Daniel Ricciardo (AUS) – Red Bull – + 26.9s
5 – Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – + 51s
6 – Nico Hulkenberg (ALE) – Force India – + 57.5s
7 – Valtteri Bottas (FIN) – Williams – + 58.1s
8 – Kimi Raikkonen (FIN) – Ferrari – + 83.9s
9 – Sergio Perez (MEX) – Force India – + 86.4s
10 – Daniil Kvyat (RUS) – STR – + 1 volta
11 – Jenson Button (ING) – McLaren – + 1 volta
12 – Jean-Eric Vergne (FRA) – STR – + 1 volta
13 – Kevin Magnussen (DIN) – McLaren – + 1 volta
14 – Pastor Maldonado (VEN) – Lotus – + 1 volta
15 – Felipe Massa (BRA) – Williams – + 1 volta
16 – Esteban Gutierrez (MEX) – Sauber – + 1 volta
17 – Kamui Kobayashi (JAP) – Caterham – + 1 volta
18 – Jules Bianchi (FRA) – Marussia – + 1 volta
19 – Max Chilton (ING) – Marussia – + 2 voltas
20 – Marcus Ericson (SUE) – Caterham – + 2 voltas

Não completaram:
Romain Grosjean (FRA) – Lotus
Adrian Sutil (ALE) – Sauber

Altitude e Strongest acabam com o sonho do Atlético-PR na Libertadores

Gazeta Esportiva

300x235_2014-04-08_d2e3a487e1

A altitude boliviana fez mais uma vítima na Libertadores da América. Desta vez foi o Atlético Paranaense que não teve fôlego para segurar o The Strongest, que acabou com o sonho rubro-negro no Grupo 1 com uma vitória por 2 a 1, em La Paz. Nem mesmo o reencontro do Imperador com as redes foi suficiente para impedir o primeiro brasileiro de ser eliminado na edição 2014.

Depois de aguentar a pressão do Tigre com uma sequência de defesas espetaculares, aos 38 minutos, Weverton tirou a bola da área e entregou nos pés de Soliz, que levantou para Manoel testar contra o próprio patrimônio e balançar as redes. O empate veio aos 47 minutos, com o Imperador, que mostrou o velho oportunismo. Na segunda etapa, aos nove minutos, Soliz, por cobertura, fez o segundo.

Agora, o Furacão terá tempo para uma intertemporada visando a Série A do Campeonato Brasileiro, próximo compromisso que começa neste primeiro semestre, e, na sequência, sua entrada na fase final da Copa do Brasil. Se a pressão iniciada pelo torcedor após a derrota em casa para o Vélez crescer, a permanência do técnico Miguel Ángel Portugal pode estar comprometida.

Hamilton vence com dobradinha da Mercedes; Massa é sétimo

Terra

03hamiltonrosberg3003ap

Lewis Hamilton venceu com sobras o Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1, neste domingo, no Circuito de Sepang. Pole position da prova, o britânico praticamente não foi ameaçado durante toda a corrida e cruzou a linha de chegada à frente de seu companheiro, o alemão Nico Rosberg. Sebastian Vettel, em final de semana competitivo, completou o pódio com a terceira posição.

O brasileiro Felipe Massa, da Williams, cruzou a linha de chegada na sétima posição, à frente do companheiro de equipe, Valtter Bottas. Massa e o finlandês disputaram entre si a colocação nas últimas voltas, inclusive com orientações da equipe de que Bottas vinha mais rápido, mas o brasileiro segurou a posição até cruzar a linha de chegada, somando seus primeiros pontos no ano.

Logo atrás dos três primeiros, vieram Fernando Alonso (Ferrari), Nico Hulkenberg (Force India) e Jenson Button (McLaren). Kevin Magnussen (McLaren) e Daniil Kvyat (Toro Rosso) completaram as dez primeiras colocações.

Raikkonen vence o GP da Austrália na estratégia, e Massa fica em 4

Uol

17mar2013---kimi-raikkonen-comemora-no-podio-a-vitoria-no-gp-da-australia-ao-lado-do-segundo-colocado-fernando-alonso-e-do-terceiro-sebastian-vettel-1363510373727_615x300

Depois de largar apenas em sétimo lugar, Kimi Raikkonen contou com a estratégia para sair com a vitória no GP da Austrália, a primeira corrida da temporada de 2013 da Fórmula 1. O finlandês da Lotus fez apenas duas paradas nos boxes, e mesmo assim colocou 12 segundos de vantagem no segundo colocado Fernando Alonso. Sebastian Vettel completou o pódio, e Felipe Massa chegou na quarta colocação.

Entre os primeiros colocados, Raikkonen foi o único que optou por fazer apenas duas paradas, e acabou deixando os favoritos para trás. O finlandês chegou às últimas voltas com Alonso ensaiando uma pressão atrás dele, mas viu a bandeirada com folga. O espanhol fez três pit stops, mas parou na hora certa, e por isso deixou Vettel e Massa para trás.

Para o brasileiro, ficou a sensação de que o pódio era possível. Ele saltou da quarta para a segunda posição na largada e se posicionou logo à frente do companheiro de equipe nas primeiras voltas. Alonso pressionou, mas desta vez Massa não cedeu. O espanhol só ganhou a posição por ter parado antes em seu segundo pit stop, tendo sido favorecido pela estratégia.

Massa liderava a prova, mas ficou três voltas a mais com pneus gastos, e acabou perdendo tempo. Na volta de seu pit stop, ele voltou atrás de Alonso e Vettel, perdendo as posições que tinha ganhado na largada. Prejudicado pela estratégia, ele chegou a reclamar com seu engenheiro Rob Smedley pelo rádio.

opcao-468x60

Hamilton vence o GP dos EUA e decisão do título fica para Interlagos

Lancenet

Em corrida que poderia ter decidido o título mundial antecipadamente, o britânico Lewis Hamilton, da McLaren, roubou a cena e cruzou a linha de chegada na primeira posição no GP dos Estados Unidos, em Austin. Sebastian Vettel, da Red Bull, não aguentou a pressão do britânico e ficou apenas com a segunda posição, seguido de Fernando Alonso.

Com o resultado, Vettel ampliou sua diferença para Vettel para 13 pontos e deixou o tricampeonato da Fórmula 1 bem encaminhado. A decisão do título ficou para o próximo domingo, quando acontece o GP do Brasil, em Interlagos. Absoluto na primeira posição durante todos os treinos, Vettel não teve um ritmo de corrida tão bom como o esperado e acabou pressionado durante quase toda a corrida por Hamilton, que conseguiu a ultrapassagem restando cerca de 15 voltas para o fim.

Confira os dez primeiros da prova:
1º) Lewis Hamilton (GBR) – McLaren-Mercedes – 56 voltas
2º) Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull-Renault – a 0s600
3º) Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – a 39s200
4º) Felipe Massa (BRA) – Ferrari – a 46s000
5º) Jenson Button (GBR) – McLaren-Mercedes – a 56s400
6º) Kimi Raikkonen (FIN) – Lotus-Renault – a 1m04s400
7º) Romain Grosjean (FRA) – Lotus-Renault – a 1m10s300
8º) Nico Hulkenberg (ALE) – Force India-Mercedes – a 1m13s700
9º) Pastor Maldonado (VEN) – Williams-Renault – a 1m14s500
10º) Bruno Senna (BRA) – Williams-Renault – a 1m15s100

Vettel lidera primeira fila da RBR no grid da Índia; Alonso é 5º e Massa, 6º

Globo Esportes

Bem que a Ferrari tentou. Fez teste secreto, alugou um túnel de vento na Alemanha e prometeu “recuperar o terreno perdido” para a RBR na temporada. Porém, pelo menos em treinos classificatórios, parece que os esforços não adiantaram muito A primeira fila do grid de largada do GP da Índia deste domingo será como nas duas últimas etapas, com os dois carros do time austríaco na frente. Soberano em todos os treinos livres, o líder do campeonato Sebastian Vettel confirmou o favoritismo e, com o tempo de 1m25s283, assegurou a pole position com certa tranquilidade. Seu companheiro Mark Webber fez o segundo tempo, garantindo a terceira dobradinha seguida da RBR.

Sem imprimir ameaça ao rival, o vice-líder do campeonato, Fernando Alonso, ficou apenas com a quinta colocação. O único que ensaiou bater o tempo marcado pelo alemão foi Felipe Massa. Na superpole, o brasileiro chegou a fazer uma primeira parcial bem melhor que a de Vettel. Porém, não manteve o mesmo rendimento no restante da volta e ficou com a sexta posição no grid. Confira os melhores momentos do treino no vídeo acima.

Na segunda fila, entre os carros da RBR e da Ferrari, ficaram as duas McLarens. Lewis Hamilton larga em terceiro, e Jenson Button em quarto. Kim Raikkonen (Lotus), Sergio Pérez (Sauber), Pastor Maldonado (Williams) e Nico Rosberg (Mercedes) completaram os dez primeiros. Bruno Senna caiu fora no Q2 e parte da 13ª posição.

Hamilton brilha na noite de Cingapura e marca quarta pole consecutiva da McLaren. Massa é 13º

Esportes.br

Todo o favoritismo apresentado pela Red Bull nos treinos livres foi esnobado por Lewis Hamilton. Vencedor de duas das últimas três corridas, o inglês não deu chances nem a Sebastian Vettel e nem a ninguém quando a disputa pela pole-position foi para valer, neste sábado (22), em Cingapura, palco da 14ª etapa da temporada de 2012.

Com uma volta voadora no começo do Q3, Hamilton chegou a ficar 1s à frente de seus principais rivais. Nos instantes finais, os adversários até se aproximaram, mas não chegaram a ficar perto. Pastor Maldonado surpreendeu e beliscou um lugar na primeira fila, mas foi 0s5 mais lento que o britânico.

Esta foi a segunda pole seguida de Hamilton e quarta da McLaren – desde a Hungria que apenas os carros produzidos em Woking largam na posição de honra do grid. É a primeira vez desde 1999 que a equipe consegue tal sequência.
Sebastian Vettel e Jenson Button formarão a segunda fila do grid de largada e Fernando Alonso, líder do Mundial, largará na quinta colocação. O top-10 será completado por Paul di Resta, Mark Webber, Romain Grosjean e as Mercedes de Michael Schumacher e Nico Rosberg, que não deixaram os boxes na terceira parte da sessão classificação.

Os brasileiros não foram. Bruno Senna encontrou o muro no começo do Q2, quebrou a suspensão traseira direita e nem tempo marcou. Com isso, largará apenas em 17º. Felipe Massa, por sua vez, não conseguiu a volta ideal e ficou somente em 13º.

Webber herda a pole de Schumacher em Mônaco; Massa larga em 7°

Terra

Michael Schumacher surpreendeu a todos no final da última sessão do treino qualificatório para o GP de Mônaco, na manhã deste sábado, e conseguiu o melhor tempo. Punido no GP da Espanha, no entanto, perdeu cinco posições no grid de largada, deixando a pole position nas mãos de Mark Webber. Massa conseguiu seu melhor desempenho na temporada, com a 7ª colocada.

Schumacher se sagrou o mais rápido nas ruas de Monte Carlo ao cravar 1min14s301, desempenho muito comemorado com a Mercedes após o término da sessão. No entanto, o alemão heptacampeão mundial da Fórmula 1 vai largar na sexta colocação, já que se envolveu em acidente com Bruno Senna durante o GP da Espanha, na última etapa, e acabou punido pela FIA.

Webber acaba herdando a pole, sua primeira em 2012 e a segunda da Red Bull, que largou na primeira colocação com Sebastian Vettel no GP do Bahrein. Felipe Massa, que terminou o Q2 na liderança, conseguiu sua melhor colocação na temporada: pela primeira vez foi ao Q3 e, apesar de andar o final de semana todo à frente de Alonson, vai largar atrás: é 7° colocado, com o companheiro de Ferrari na 5ª posição. Bruno Senna sairá na 13ª colocação.

Após descobrir sabor da vitória, Nico Rosberg prevê: ‘Vem mais por aí’

Globo Esportes

Com uma atuação impecável, Nico Rosberg venceu pela primeira vez em seu 111º GP na Fórmula 1. Agora que descobriu o sabor da vitória na categoria máxima do automobilismo, o alemão de 26 anos, que havia obtido no sábado a primeira pole na carreira, quer mais. Feliz com a evolução da Mercedes, Rosberg comemorou o resultado e projetou mais sucesso na temporada.

– Foi um fim de semana perfeito. É um sentimento inacreditável. Estou muito feliz, muito extasiado. Foi um longo tempo de espera para eu e para a equipe. Finalmente conseguimos. Agora a equipe precisa se acostumar, porque vem mais por aí. Estou ansioso para saber aonde podemos chegar – celebrou.

Foi a primeira vitória da Mercedes após seu retorno à categoria em 2010, a décima na história da escuderia, quebrando um jejum de 57 anos desde a conquista de Juan Manuel Fangio, na Itália, em 1955.

Alonso faz o impossível e leva Ferrari à vitória na Malásia; Bruno Senna é 6º

Globo Esportes

Nem o mais otimista dos ferristas poderia imaginar o que aconteceu no GP da Malásia deste domingo. Nem o próprio Fernando Alonso. Em uma corrida tumultuada no circuito de Sepang, o bicampeão mundial deixou os rivais para trás, segurou a pressão de um surpreendente Sergio Pérez, da Sauber, e levou o tão criticado carro da Ferrari a uma improvável vitória. O espanhol, que chegou a sugerir o encerramento da prova durante a paralisação pela forte chuva, satisfeito com a quinta colocação, guiou com perfeição na pista molhada e manteve o ritmo no piso seco para cruzar em primeiro lugar. Com o resultado, o espanhol assumiu a liderança do campeonato com 35 pontos, cinco à frente de Lewis Hamilton, terceiro colocado na prova.

O brasileiro Felipe Massa teve um domingo bem mais complicado que o do companheiro de Ferrari. O brasileiro chegou apenas na 15ª posição. Mas o país teve motivos para festejar. Bruno Senna fez uma boa corrida e se aproveitou das confusões dos rivais ao longo da prova para levar sua Williams ao sexto lugar, somando oito pontos na classificação. O pódio foi completado por Pérez, que fazia corrida brilhante, mas errou a poucas voltas do fim, quando pressionava Alonso, e Lewis Hamilton, que largou na pole mas só conseguiu chegar em terceiro.

Primeiro colocado no GP da Austrália, Jenson Button jogou fora as chances de vitória ao errar quando tentava ultrapassar o retardatário Narain Karthikeyan, da HRT. O inglês precisou parar nos boxes para trocar o bico da McLaren e terminou apenas em 14º. Destino semelhante teve Sebastian Vettel. O bicampeão mundial teve o pneu furado ao tentar superar uma HRT e ficou apenas com o 11º lugar. Seu companheiro de RBR, Mark Webber, foi o quarto colocado. Uma das melhores equipes nos treinos de Sepang, a Mercedes foi uma das mais lentas no piso molhado. Michael Schumacher, terceiro no grid, foi apenas o 10º na corrida, três posições à frente do compatriota Nico Rosberg.

Os pilotos voltam à pista daqui a três semanas, para o GP da China no dia 15 de abril.

Button domina e abre temporada com vitória na Austrália

Terra

A McLaren fez o que dela se esperava e venceu com folga o Grande Prêmio da Austrália, neste domingo, em Melbourne. Depois de um amplo domínio da equipe de Ron Dennis nos treinos de sexta-feira e sábado, a prova deste domingo foi mais um passeio prateado, com vitória de Jenson Button praticamente de ponta a ponta. Sebastian Vettel, da Red Bull, e Lewis Hamilton, também da McLaren, completaram o pódio na primeira corrida de 2012.

Apesar do segundo lugar de Vettel e do quarto lugar de Mark Webber, a equipe austríaca contou muito com a estratégia de pit stops e com um safety car decisivo para evitar a dobradinha da McLaren. Fernando Alonso (Ferrari) veio em quinto, com bom desempenho. Kamui Kobayashi (Sauber), Kimi Raikkonen (Lotus), Sérgio Perez (Sauber), Daniel Ricciardo (Toro Rosso) e Paul di Resta (Force India) completaram os dez primeiros lugares, formando a zona de pontuação.
justamente na última, quando tentava roubar o quinto lugar de Alonso.

Os pilotos da Fórmula 1 voltam a se encontrar no próximo final de semana para o Grande Prêmio da Malásia, em Sepang.

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia