WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: ‘Notícias’

Jorge Jesus está pronto para o Barcelona

FOX

Alguns minutos após a noticia do interesse do Barcelona ser publicada no Brasil, nesta quinta-feira (2), o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, publicou em seu Twitter: “Continuo dormindo bem tranquilo. Segue o jogo, e lembrando, final de semana tem jogo. Boa noite a todos”.

Assim tem sido a vida do dirigente nas redes sociais quando algum problema ou interesse por atletas e ou técnico do Flamengo surge na imprensa. Os flamenguistas deliram com notícias do porta-voz e ídolo do clube. A bola da vez é novamente Jorge Jesus e a informação vem do país de origem do treinador.

A notícia do interesse do Barcelona por Jorge Jesus não é de qualquer jornalista. A informação foi divulgada por Vítor Pinto, chefe de redação do jornal “Record”, em entrevista ao programa Liga D’Ouro, do “Correio da Manhã TV”.

A negociação seria para a próxima temporada, ou seja, é possível de acontecer, pois esse é o maior desejo do Mister. É bom lembrar que Jesus renovou o contrato com o Flamengo recentemente, até junho de 2021. E para ajudar o sonho do treinador português, não há uma multa rescisória e, no contrato, o treinador poderia deixar o Rubro-Negro caso surgisse uma proposta da Europa.

Jorge Jesus está pronto para o Barcelona, por coincidência, o seu time está voando, e na ativa, no único campeonato estadual disputado no Brasil. Dos 11 titulares do comandante rubro-negro, a maioria atuou no futebol europeu e ajudam o treinador a impor o seu estilo. A experiência no Benfica também ajuda o treinador. Com o clube português, Jesus disputou torneios importantes no Velho Continente como a Champions League e a Europa League.

Enquanto o jornalista português coloca Jesus no Barça, outro jornalista, Francesc Aguilar, do “Mundo Deportivo” afirma que o novo técnico do time catalão será Xavi Hernández, atual comandante do Al Sadd, do Catar, e um dos maiores ídolos do clube. Segundo o repórter, o ex-jogador está acordado com a atual diretoria para assumir o time a partir de 2020/21. Talvez a única verdade nessa história é que o atual treinador do Barcelona Quique Setién não vingou no Barcelona e está com os dias contados.

Por aqui penso o seguinte… Se um dia, o brasileiro Vanderlei Luxemburgo foi cobiçado para dirigir o Real Madrid, na Espanha, devido ao grande sucesso no futebol brasileiro, por que o Mister não poderia comandar o rival Barcelona? Fico até imaginando qual dos titulares do Flamengo poderiam atuar nesse novo Barcelona. Agora, se o português faria sucesso no time catalão é outra história. Pronto ele está!

Na Europa, negociação das transmissões dos jogos e divisão do bolo são coletivas

Isto É

Nas principais ligas da Europa as negociações de direitos de transmissão são coletivas, assim como a distribuição do dinheiro arrecadado. O campeonato de maior sucesso é o Inglês, com arrecadações bilionárias e audiência global.

A Premier League centraliza, organiza e comercializa os pacotes de transmissão de todo o campeonato. O dinheiro é repartido entre clubes de maneira a não provocar grande desequilíbrio. Metade das receitas é dividida igualmente para todos os clubes da Primeira Divisão; 25% varia conforme a posição da equipe na tabela de classificação e o restante é distribuído de acordo com o número de partidas transmitidas na TV.

Essa regra vale para as transmissões internas. Com relação ao mercado exterior, o dinheiro da TV é dividido igualmente para todos os clubes do torneio.

O modelo inglês, que começou a ser implantado ainda na década de 1990, virou exemplo para outros campeonatos, que seguem o formato com pequenas variações. Na Espanha, por exemplo, a diferença está nos 25% referentes à presença do público nos estádios e audiência televisiva gerada. As regras foram feitas para tentar minimizar o domínio da dupla Real Madrid e Barcelona e não “estrangular” financeiramente as demais equipes do país.

A mesma coisa ocorre na Itália. A diferença é que no Campeonato Italiano o porcentual dos fatores de torcida e audiência é menor, de 20%.

Essa mesma lógica, no entanto, não funciona em Portugal, onde a negociação dos direitos de transmissão se assemelha ao Brasil e é feita individualmente. O Benfica, por exemplo, criou o seu próprio canal de televisão, onde transmite seus jogos como mandante. A estratégia foi seguida pelo Porto, outro grande clube do país. Assim, as duas equipes dominam as transmissões esportivas e arrecadam bem mais do que os seus adversários, que não possuem o mesmo potencial para atrair parceiros.

Diretor do IBOPE avalia transmissão da FlaTV como ‘gol de placa’, mas faz ressalva em relação à TV aberta

MSN

Celebrada internamente, entre a direção da Gávea, e efusivamente pela torcida do Flamengo nas redes sociais, a inédita transmissão da FlaTV do jogo contra o Boavista, na última quarta-feira, promete ter sido o primeiro passo de uma transformação significativa na forma como o futebol brasileiro é promovido, transmitido e comercializado pelos clubes, e consumido pelos fãs. Na visão de José Colagrossi, diretor-executivo do IBOPE, a experiência do Flamengo foi um “gol de placa”, com números expressivos, mas há ressalvas importantes a serem feitas, especialmente na comparação entre o alcance e penetração da transmissão digital e da transmissão “tradicional”, ou seja, pela TV aberta.

– Foi um extraordinário sucesso (a transmissão de Flamengo e Boavista). Não existe outra maneira de apresentar isso. Agora, dito isto, tem dois aspectos importantes: era de se esperar. Não deveria ser surpresa para ninguém. É uma torcida gigantesca, uma nação, que estava sem assistir jogos há mais de três meses, uma demanda reprimida extraordinária. Nem em Copa do Mundo isso acontece. O clube está vivendo seu melhor momento da história, comparável ao time do Zico e Andrade, quase ganhou o Mundial. No Brasil, ganhou tudo. É um momento extraordinário e uma torcida engajadíssima. Os números não devem ser surpreendentes. Era de se esperar – afirmou ao L!.

Além de destacar os resultados expressivos alcançados na transmissão da partida, válida pela Taça Rio, José Colagrossi fez uma comparação com a TV aberta no Brasil. Conforme o diretor do IBOPE explica, o alcance do digital ainda está distante. Como exemplo, Colagrossi usou o jogo entre Botafogo e Portuguesa, disputado na mesma hora que Flamengo e Boavista, e alcançou quase o dobro de espectadores. Isso sem ter sido transmitida nacionalmente.

– Há outro lado que é igualmente importante. Em relação a audiência, quantidade de pessoas e o tempo médio, ainda não há comparação entre TV e digital. O digital é super interessante, é novo, permite que a pessoa que não tem TV na hora assista da forma que quiser. Sou fã de carteirinha, mas não há como comparar a penetração e alcance do digital com a TV, especialmente aberta. A audiência de Botafogo e Portuguesa, em cinco praças (Grande Rio, DF, Grande Belém, e Grande Vitória e Manaus), nos lembra disso. O jogo do Flamengo foi para o Brasil inteiro, e teve 2,1 milhões espectadores simultâneos de pico. O jogo do Botafogo foi de 3,9 milhões. Mesmo com toda preparação do clube e os aspectos (citados acima), a audiência da TV em um jogo modesto, com o Botafogo atrás da classificação, a audiência foi quase o dobro. Isso não é desmérito ao Flamengo, ao show que fizeram, muito menos da torcida, Isso mostra que a alcance e a penetração da TV é muito superior ao digital. Com o tempo, essa diferença tende a diminuir.

Na avaliação do especialista, a implementação da rede 5G no Brasil ajudará a equiparar o meio digital à TV aberta em relação ao seu alcance e penetração.

Colagrossi também ressalta que as transmissões digitais, por ora, estão limitadas a poucos clubes e jogos, apesar da Medida Provisória nº 984, publicada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 18, garantindo aos mandantes os direitos sobre a transmissão. Afinal, a maioria dos clubes, inclusive o Flamengo, têm os direitos do Campeonato Brasileiro negociados até 2023. A grande mudança – para melhor ou pior – acontecerá a partir deste ano.

Real vence Getafe com gol histórico de Ramos e abre vantagem no Espanhol

Uol

O Real Madrid venceu Getafe por 1 a 0, hoje, no no Alfredo Di Stéfano, em jogo de encerramento da 33ª rodada do Campeonato Espanhol. No segundo tempo, Sergio Ramos marcou de pênalti um gol histórico em sua carreira. O capitão se tornou o zagueiro com mais gols na história da La Liga, com 68 marcados, superando o holandês Ronald Koeman, ex-Barcelona.

Há cinco rodadas para o fim da competição, o Real chegou à sexta vitória consecutiva e abriu vantagem de quatro pontos do vice-líder, Barcelona. Agora, o time de Zinédine Zidane segue com 74 pontos, diante dos 70 do Barça na tabela. O Getafe ficou na sexta posição, com 54 pontos.

O gol saiu aos 33 minutos do segundo tempo. Carvajal foi derrubado na área por Mathías Olivera e o árbitro marcou pênalti. O zagueiro Sergio Ramos bateu e marcou o único gol do jogo.

Na terça-feira (30), o Barcelona, que seguia na cola do líder, empatou com o Atlético de Madri por 2 a 2.

Agora, o Real encara o oitavo colocado Athletic Bilbao, fora de casa, no domingo (5). No mesmo dia, o Barça pega o Villareal, que está na quinta posição na tabela. O Getafe enfrenta o Osasuna, também fora de casa.

Semifinais da Taça Rio têm confrontos definidos

Globo Esportes

A fase de grupos da Taça Rio terminou nesta quinta-feira e definiu os confrontos da semifinal do segundo turno do Campeonato Carioca:

Primeiro colocado do Grupo A, o Flamengo vai enfrentar o Volta Redonda, que venceu o Resende por 2 a 1 e terminou em segundo da Chave B com dois pontos à frente do Vasco;

Primeiro classificado do Grupo B, o Fluminense empatou por 0 a 0 com o Macaé e terá pela frente o clássico com o Botafogo, segundo colocado da Chave A.

Os dois jogos serão disputados neste domingo. Flamengo x Volta Redonda será às 16h (de Brasília), no Maracanã. Fluminense x Botafogo será no mesmo horário no Estádio Nilton Santos. Líderes de seus grupos, Rubro-Negro e Tricolor terão a vantagem do empate para irem à final.

Como o Flamengo venceu a Taça Guanabara e teve a melhor campanha na classificação geral dos turnos, se o time rubro-negro ganhar também a Taça Rio será automaticamente campeão carioca.

Segundo jogo confirma caminho positivo do Vasco, agora de Ramon

Terra

Duas vitórias em dois jogos. Quatro gols marcados e apenas um sofrido. Apesar de não ter sido suficiente para classificar o time à semifinal da Taça Rio, o Vasco de Ramon Menezes começou inegavelmente bem. E agora precisa se aprimorar, conforme palavras do próprio treinador.

– É uma construção. Muito pouco tempo de trabalho. Depois tem a busca pelo equilíbrio. Talles vem de lesão, adaptação do Benítez. (O time) vem crescendo… fixar o Henrique ali (na defesa) faz parte da ideia, mas ele também teve a chance de passar – explicou Ramon, citando, sobre o lateral, “passar” ao ataque.

O “novo Vasco” tem lado direito repleto de associações entre Fellipe Bastos, Yago Pikachu e Vinícius. O lado esquerdo, conforme o técnico explicou acima, tem Talles Magno recuperando ritmo, Benítez cada vez mais entrosado e Henrique adaptado.

O Cruz-Maltino de Ramon tem um porto seguro no ataque. Os nove gols em 13 jogos, contra adversários de diferentes níveis e em diferentes competições, mostram que a contratação do argentino foi um acerto.

A equipe de São Januário, se valendo da possibilidade de cinco substituições por jogo, valoriza o elenco. Claudio Winck e Bruno César tiveram chances, Lucas Santos participou com algum perigo e Raul deu a assistência para Cano. Se falta aprimorar, o caminho até aqui é positivo.

Globo se baseou em autorização da Ferj e ‘inércia’ para rescindir contrato do Campeonato Carioca

ESPN

Nesta quinta-feira, a TV Globo anunciou que rescindiu o contrato do Campeonato Carioca e salientou que não irá mais transmitir os jogos do torneio.

A emissora resolveu tomar a ação por causa da exibição do jogo Flamengo x Boavista na FlaTV, canal oficial do clube rubro-negro, no YouTube.

A ESPN teve acesso ao documento enviado nesta quinta pela Globo aos clubes e à Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro), no qual ela explica os motivos em que se baseou para rescindir o contrato do Estadual do Rio.

A emissora inicia dizendo que a “exclusividade das transmissões acordadas no contrato era elemento essencial daquele pacto” e que “seria considerada grave violação contratual a transmissão por terceiros de qualquer partida de um dos clubes cedentes no Campeonato Carioca, podendo levar à rescisão do contrato”.

Segundo a organização, a “Medida Provisória 984/20 em nada alterou as obrigações ajustadas no contrato, notadamente a exclusividade concedida à Globo em todas as tranmissões”.

“Isso porque o contrato é um negócio jurídico perfeito, protegido pela Constituição Federal contra qualquer alteração legislativa superveniente à sua celebração”, explicou.

Em seguida, a Globo salienta que “se não detinha dos direitos de transmissão sobre os jogos do Flamengo, é certo que continuou a ser titular exclusiva de tais direitos sobre todas as equipes que poderiam enfrentar aquele clube, mesmo após a edição da Medida Provisória 984/30”.

“Portanto, era ilícita, à luz de contrato, a transmissão de qualquer jogo do Flamengo com um dos clubes cedentes sem a autorização da legítima titular dos direitos de transmissão de todos os clubes cedentes, a Globo”, afirmou.

A emissora, então, diz que, na última quarta-feira, o Fla exibiu o jogo contra o Boavista no YouTube, o que só poderia ter acontecido com autorização da Ferj, de acordo com o artigo 136 do regulamento do Carioca, que diz que “não será permitida a transmissão de TV, aberta, pay per view, vídeo tape, internet ou por qualquer outro meio existente ou que venha a ser criado, das partidas das competições, sem que haja autorização da Ferj”.

“Somente a Ferj pode autorizar a tranmissão das partidas do Campeonato Carioca, o que significa que V. Sas. autorizaram a transmissão do jogo, apesar de devidamente notificados da ilicitude desta conduta”, observa a empresa.

A Globo segue dizendo que os clubes que tinham contrato com ela “falharam no dever contratual de garantir à Globo a exclusividade na transmissão de jogo de um clube cedente, o que por si só já justifica a rescisão do contrato, não havendo garantia alguma em relação às próximas partidas da competição, neste ano e nos vindouros, dada a alardeada disposição do Flamengo de continuar a realizar as tranmissões dos jogos da competição e à inércia de V. Sas.”.

“Por esse motivo, não resta alternativa à Globo que não dar por finda a relação contratual, sem prejuízo da futura reparação das perdas e danos causados pelo inadimplemento da obrigação contratual de exclusividade, que dá causa a esta rescisão”, encerra.

Na carta, a emissora salienta, porém, que manterá os pagamentos proporcionais acertados com as equipes para 2020.

Em contato com a ESPN, a Ferj informou que o caso está entregue ao seu departamento jurídico para análise.

Prefeitura de Salvador já discute retomada dos jogos de futebol na capital

Galáticos Online

O prefeito de Salvador, ACM Neto, revelou, durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (1), que já avalia a possibilidade de retomar os jogos de futebol na capital baiana.

Neto também informou que já houve reunião com os presidentes de Bahia e Vitória, além de representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para discutir a realização de partidas no âmbito da Copa do Nordeste em Salvador.

“Estamos convencidos de que a prática do futebol pelos clubes profissionais com os protocolos que definimos não é um vetor que traga sério risco de contaminação do coronavírus. […] Já sentei pra conversar com o presidente do Bahia e do Vitória. Estamos conversando com a CBF a respeito de Salvador sediar as partidas da Copa do Nordeste. Não há decisão nesse sentido, porém, hipótese e possibilidade existe”, disse o prefeito.

Também tem sido levadas em consideração as condições de alojamento das delegações dos clubes de outras cidades que viriam para Salvador.

Em 15 de junho, os times de futebol que treinam em Salvador foram liberados para voltar às atividades. Antes de os treinos começarem, os clubes foram obrigados a testar os funcionários e vacinar contra a H1N1. Os treinos foram retomados cumprindo algumas exigências, como: proibição de atividades em ambiente fechado, obrigatoriedade de medir temperatura diariamente e a proibição da presença de convidados, torcedores e imprensa nos treinamentos.

Times da Série C pedem início do torneio e fazem novo apelo financeiro à CBF

Futebol Interior

Os 20 clubes da Série C do Campeonato Brasileiro, em videoconferência, elaboraram um protocolo, enviado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pedindo o início da competição nos mesmos moldes das Séries A e B. As agremiações entendem que o torneio irá minimizar os danos financeiros causados pela paralisação do esporte devido ao novo coronavírus.

“Diante da situação de incerteza vivenciada pelos clubes que disputam o Campeonato Brasileiro da Série C, representantes dos 20 times, em comum acordo, se reuniram e elaboraram um protocolo encaminhado junto à CBF, comunicando que todos são favoráveis ao retorno da competição na mesma data prevista para os clubes das Séries A e B”, falou o documento divulgado pelos clubes à imprensa.

“Reforçando que nossa principal preocupação é a saúde dos atletas, nos comprometemos a seguir com responsabilidade os protocolos de higienização, bem como cumpriremos as exigências estabelecidas pela CBF para a rotina de treinos e jogos’, completou.

Além do início da competição, em agosto, os clubes pedem também um novo aporte financeiro da CBF, que já fez um repasse, em abril, de R$ 200 mil para cada clube da divisão.

“Comunicamos também a solicitação de uma nova ajuda financeira, tendo em vista as adversidades enfrentadas pelos gestores para o pagamento dos salários de atletas, funcionários e colaboradores, nos meses de junho e julho. O pedido se embasa no entendimento da própria CBF, ciente das dificuldades de honrarmos os contratos e compromissos, já que tivemos grande perda de receita (patrocínios e sócios, etc). Sabendo de que podemos contar com mais esse apoio, aguardamos o retorno da CBF sobre o documento caminhado”, finalizou em nota.

‘Na nossa visão, o pedido é pertinente, tanto para o início da competição, junto com as demais divisões, quanto para o pedido de auxílio financeiro, uma vez que todos os clubes estão passando por muitas dificuldades financeiras por conta da pandemia”, falou o presidente do Manaus, Luis Mitoso.

Vasco e Botafogo estudam transmitir jogos; Fluminense decide não fazer

Futebol Interior

Com a decisão da Rede Globo de não transmitir mais o Campeonato Carioca, outros clubes estudam a possibilidade de transmitir os jogos restantes no YouTube. Vasco, Botafogo e Fluminense afirmaram ter condições de transmissão. Os dois primeiros estão avaliando com seus departamentos jurídicos, enquanto o Tricolor já decidiu por não realizar a transmissão.

Vasco e Fluminense jogam nesta quinta-feira. O Vasco é mandante no confronto com o Madureira, mas o presidente Alexandre Campello disse estar analisando o cenário jurídico pois entende que a rescisão da Globo é muito recente. Além disso, a emissora ainda pagará as cotas de 2020.

O Fluminense já decidiu por não transmitir. Caso quisesse, teria que entrar em acordo com o Macaé, pois o Tricolor joga como visitante.

O Botafogo, que já jogou na rodada, tem posição parecida com a do Vasco e analisa juridicamente a situação.

A tendência é de que nenhum clube transmita os jogos.

Conmebol cria protocolo para retomada, mas diz: ‘Não será do dia pra noite’

Uol

A Conmebol afirmou que criou um protocolo com especialistas para a retomada de seus campeonatos, mas afirmou que isso não acontecerá “do dia para a noite”. Entre as medidas, está previsto que o retorno aconteça em partidas sem público.

Durante a Cúpula do Mercosul, o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, afirmou que a vida dos jogadores, comissão técnica, árbitros e torcedores é a prioridade no momento, mas deu argumentos econômicos para que se pense na volta das partidas, depois da paralisação por conta do coronavírus.

“São tempos difíceis, que exigem decisões enérgicas, mas também equilíbrio. Desde o início, a prioridade é a vida das jogadoras, jogadores, árbitros, técnicos e torcedores”, afirmou Domínguez. Ele defendeu em seu discurso que o futebol é “um alívio nas tensões sociais, é um canalizador de energias que dissipam o mal-estar e reanimam o espírito. Em circunstâncias como vivemos, o retorno do nosso esporte fica mais importante”. Abordou também a importância econômica e os empregos gerados pelo futebol.

O presidente da Conmebol ainda afirmou que a saúde vem primeiro, mas estes outros fatores precisarão ser considerados. Segundo Domínguez, a volta depende dos presidentes dos países envolvidos.

“Nós, da Conmebol, queremos estar preparados para o dia da volta. Para isso, uma equipe de especialistas elaborou um protocolo para treinamentos, viagens, competições, assim como um manual operativo de saída e chegada de voos de delegações”, explicou ele.

“Ele foi concebido para um primeiro momento que começará com partidas sem público. Nossa intenção não é voltar da noite para o dia. O futebol precisa voltar com total segurança, quando vocês, senhores presidentes, com suas autoridades sanitárias, considerarem seguro”, concluiu.

Assinantes revoltados prometem ir ao Procon e processar a Globo

R7

Primeira reação após a desistência da Globo de transmitir os jogos do Campeonato Carioca.

Nas redes sociais, torcedores que pagaram a assinatura do pay-per-view Premiere prometem procurar seus direitos na Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor, o Procon. Afinal, pagaram pela transmissão do Carioca e não poderão assistir.

Ainda hoje, no site oficial do Premiere, consta o anúncio que o canal mostra os principais estaduais, jogos do Brasileirão A e B e um canal 24h de futebol nacional. E uma foto com destaque de Nenê, do Fluminense.

No ano passado, o Procon já havia notificado a Globo por começar o Brasileiro sem os jogos do Palmeiras.

Agora, a situação é mais radical. Na fase final, na decisão do Carioca, a emissora avisa que o seu canal pay-per-view não mostrará os jogos que tinha direito. Menos o do Flamengo, por não ter contrato.

A pandemia já havia feito com que o Premiere perdesse 20% de seus assinantes. Foram cerca de 350 mil desistências. Restaram ainda um milhão e meio de pessoas.

Entre esse universo, várias estão revoltadas. E já começam a procurar o Procon, depois do anúncio da rescisão de contrato com o Carioca.

A situação jurídica é complicada. O Procon analisará a posição dos consumidores. E avaliará se foram lesados ou não. A Globo poderá sofrer processos.

O Carioca trazendo mais problemas à emissora…





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia