WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: ‘Notícias’

Após pausa para o São João, futebol amador movimenta o final de semana

Da Redação

Após dar uma pausa para as comemorações do São João, o futebol volta a movimentar o final de semana com rodadas do municia do da zona rural.

Pelo municipal, três jogos serão realizados pela última rodada da fase de classificação. Confira:
Sábado
Jurema x Vila da Conquista
Domingo
Santos x Portuguesa
Ponte Preta x Comercial

Enquanto que pela zona rural acontecerão os confrontos de abertura do Zonal I. Confira
Domingo
Em Itapirema

Itapirema x Cabeceira
Na Lagoa das Flores
Unidos x Grêmio
Na Caiçara
Caiçara x Palmeiras
Em José Gonçalves
Barcinha x Flamengo
Em Xavier
Xavier x Guigó
Na Baixa do Cedro
Baixa do Cedro x Itaipu
Na Lagoa da Pedra
Lagoa da Pedra x Catarina
Na Lagoa da Visão
Lagoa da Visão x Roseira

Obs: Aspirante as 13h45 e titular as 15h30

Neymar já tem acordo verbal com o Barcelona, diz jornal

MSN

Tudo certo entre Neymar e Barcelona. Ao menos é isso o que garante o jornal Sport. Segundo a publicação, o jogador aceitou a oferta salarial menor e já tem acordo verbal para voltar ao time catalão.

Isso não ainda significa que o retorno é mesmo tão iminente. Afinal de contas, resta agora a parte mais difícil do negócio: convencer o PSGa vender o brasileiro por um valor não tão exorbitante.

A que tudo indica, Neymar deve ter aceitado uma considerável redução salarial para chegar a um pré-acordo com o Barcelona. Segundo a mídia espanhola, o clube ofereceria a ele o mesmo que ele ganhava antes de deixar o clube: 22 milhões de euros (R$ 96 mi).

Esse valor é 14 milhões (R$ 61 mi) a menos do que ele ganha por ano atualmente no PSG.

Segundo o mesmo Sport, Neymar estaria disposto a aceitar redução tão grande “para voltar a ser feliz como jogador de futebol”.

Renda de jogos da Copa América tem dobro de receita do Brasileiro: cifras passam de R$ 100 milhões

Globo Esportes

As cifras arrecadadas na Copa América ultrapassaram os oito dígitos. No total, as 18 partidas da competição geraram R$ 110.823.925. O tamanho do montante acumulado pode ser medido quando comparado com o Campeonato Brasileiro. Em 89 partidas deste ano, o valor total arrecadado foi de R$ 58.749.612 – cerca de metade da receita do torneio continental.

Conforme publicado pelo GloboEsporte.com no último sábado, a receita já se equiparava ao que o Palmeiras faturou com bilheteria em 2018. Clube com maior arrecadação do futebol brasileiro com bilheteria no ano passado, o Verdão teve renda de R$ 79 milhões em 37 jogos. Com metade das partidas, Copa América já superou com larga vantagem o faturamento do clube paulista com público pagante.

Vale lembrar, porém, que os borderôs divulgados até aqui mostram prejuízo em parte das partidas. Mesmo com a renda alta arrecadada, os gastos também são grandes. Por exemplo, no duelo entre Uruguai e Equador, no Mineirão, houve um prejuízo de R$ 1.662.658,12. No total, foram arrecadados R$ 1.534.010, mas as despesas chegaram a R$ 3.196.669,12. O que terminou em déficit para a organização.

Com exceção das vendas dos camarotes, todo o montante fica com o Comitê Organizador Local (COL) da competição.

Copa América define confrontos das quartas de final e cruzamentos

Futebol Interior

Os dois jogos realizados nesta segunda-feira pelo Grupo C definiram os últimos cruzamos das quartas de final da Copa América. O Uruguai venceu o Chile por 1 a 0 e garantiu a liderança da sua chave e o Equador, ao empatar com o Japão por 1 a 1, avançou como um dos dois melhores terceiros colocados.

Com esses resultados, a seleção brasileira enfrentará o Paraguai, que ficou em terceiro no Grupo B. A partida será na quinta-feira, na Arena do Grêmio, às 21h30.

A Argentina terá pela frente a Venezuela, em duelo marcado para sexta-feira, às 16h, no Maracanã. Os times que venceram esses confrontos vão se enfrentar em uma das semifinais, em 2 de julho, no Mineirão.

Ainda na próxima sexta-feira, às 20 horas, na Arena Corinthians, Colômbia e Chile duelam por um lugar na semifinal. Quem ganhar, terá pela frente o time que triunfar no último jogo das quartas de final. Esse compromisso será no sábado, às 16h, na Fonte Nova, em Salvador, quando o Uruguai, de Suárez e Cavani, enfrentará a seleção peruana, de Guerrero. Essa segunda semifinal está agendada para a Arena do Grêmio, em 3 de julho.

A Arena do Corinthians será o palco da disputa de terceiro lugar da Copa América, em 6 de julho. No dia seguinte, o Maracanã receberá a final da competição.

Seleção brasileira movimenta mercado e mantém livre acesso a empresários

Folhapress

Com os principais jogadores de diversos times pelo mundo, a seleção brasileira vive no centro do mercado da bola. Embora o discurso dos jogadores seja sempre o de “foco total na Copa América”, os atletas são constantemente avisados de propostas que já estão nas mãos dos respectivos empresários.

A política da atual comissão técnica repete o que foi feito na Copa do Mundo. Os atletas podem receber a visita de seus agentes, amigos e familiares em quase todos os dias, mas sempre com horários estabelecidos. Em cada hotel em que o Brasil se concentra, há uma sala reservada para os encontros. Idealmente, o técnico gostaria que os atletas entrassem nas competições com o futuro já resolvido, mas ele sabe que isso não é possível.

Vale lembrar que antes da entrada de Tite, a seleção se fechava completamente para a entrada de empresários na concentração. Em certos momentos, inclusive, Dunga e companhia fecharam totalmente o cerco para evitar a presença de agentes do mercado. O treinador foi a público para afirmar que não gostaria de ver “um balcão de negócios”.

A flexibilidade atual permite que atletas consigam pensar no seu futuro enquanto não tem atividade com a seleção. Daniel Alves, por exemplo, anunciou que não continuará no PSG, confirmando a tendência revelada pela reportagem. Ele tem propostas de outras equipes europeias e mexe com o imaginário dos times brasileiros. É muito provável, no entanto, que ele continue no Velho Continente.

Outro atleta do PSG que começa a discutir a sua situação é Thiago Silva. Ele só tem contrato até junho de 2020 e quer pelo menos mais duas temporadas para continuar na França. Neymar é mais um que engordaria a lista, mas a lesão no tornozelo o tirou da seleção.

Willian também recebe sondagens a todo instante. O atleta do Chelsea só tem contrato até o meio do ano que vem e já recusou diversas propostas, como a do Shanghai, da China. Sua intenção é se manter na Europa. Atlético de Madri e Barcelona já foram especulados pela imprensa europeia como possíveis destinos.

Por falar em Espanha, lá estão Philippe Coutinho e Filipe Luís. O primeiro ainda tem contrato com o Barcelona, mas sua última temporada fez a equipe catalã repensar seu posicionamento. Jornais espanhóis afirmaram que ele estava à venda.

Já o lateral esquerdo fica sem contrato em mais uma semana e é desejo do Lyon, da França. Sylvinho, agora técnico da equipe francesa, quer usar o seu bom relacionamento para reforçar a sua equipe. O Flamengo está entre os brasileiros que já manifestaram interesse em repatriá-lo.

Miranda tem contrato na Inter de Milão só até o meio do ano que vem e já começou a perder espaço entre os titulares. O zagueiro é outro que desperta o interesse de times brasileiros que pensam em se reforçar.

A seleção ainda tem Allan na mira de equipes como o PSG, mas o Napoli faz jogo duro e pede mais de R$ 300 milhões por um negócio. David Neres, do Ajax, também é sondado após a boa temporada, mas os holandeses pensam em renovação.

Por fim, Éverton, do Grêmio, fica cada vez mais longe de continuar no Brasil. Com a ótima atuação na seleção e a conquista da titularidade durante a Copa América, os empresários de Cebolinha relatam que o telefone – que já tocava antes – não para de tocar.

Após eliminação, Vadão aponta que seleção só será reformulada após a Olimpíada

Futebol Interior

Eliminada pela França no Mundial Feminino, a seleção brasileira só vai passar por reformulação após a Olimpíada de Tóquio, que será disputada no ano que vem. O aviso foi dado pelo técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, neste domingo, em entrevista coletiva, após a partida em que a equipe nacional perdeu por 2 a 1 para as anfitriãs da competição, em confronto definido apenas na prorrogação e válido pelas oitavas de final.

“Eu não posso chegar aqui e dizer que não vou usar jogadoras do nível de Formiga, Cristiane e Marta. Uma grande renovação na seleção só vai acontecer após a Olimpíada”, disse Vadão, que elogiou a atuação de suas jogadoras. “Chegamos desacreditados. Sem tempo para treinar, com jogadoras machucadas, mas sabíamos que conseguiríamos um bom nível após apenas 15 dias de treinos em Portugal.”

O treinador, que pela segunda vez consecutiva é eliminado nas oitavas de final de um Mundial com a seleção brasileira – caiu para a Austrália em 2015 -, disse que gostou da produção da equipe na competição. “Jogamos bem os quatro jogos. Oscilações acontecem dentro de um campeonato. Ninguém consegue jogar bem o tempo todo. As disputas são equilibradas, pois temos as melhores equipes do mundo em ação.”

Seleção Feminina deixa legado com campanha na Copa do Mundo da França

CBF

Foram 120 minutos de um jogo parelho, aguerrido e que vai ficar para sempre na história da Seleção Brasileira Feminina. Caímos, mas de cabeça erguida. Diante das anfitriãs, o Brasil foi eliminado na Copa do Mundo da França ao perder por 2 a 1, placar definido apenas na prorrogação.

O título inédito não veio, mas o sonho de levantar uma taça do Mundial seguirá vivo com a Seleção Feminina. Marta, nossa eterna Rainha e seis vezes melhor do mundo, resumiu bem o sentimento que fica após a despedida da Copa do Mundo. Dói, mas não há tanto tempo para se lamentar: é preciso reunir os pedaços e seguir lutando pelo futebol feminino.

– É um momento especial e a gente tem que aproveitar. O momento é muito emocionante. Queria estar sorrindo aqui ou até chorando de alegria. A gente pede tanto, pede apoio, mas a gente também precisa valorizar. A gente está sorrindo aqui e acho que esse é o primordial, ter que chorar no começo para sorrir no fim. É treinar mais, estar pronta para jogar 90 minutos e quantos mais forem. Não vamos ter Formiga, Marta e Cristiane para sempre. O futebol feminino depende de vocês. Pensem nisso, valorizem mais! Chorem no início para sorrir no fim – disse a camisa 10.

A campanha na fase de grupos e o desempenho diante da França mostrou uma equipe sólida, com um futebol consistente. Para a lateral Tamires, a Seleção Brasileira passou uma importante mensagem com a performance apresentada em campo.

– A gente sai de cabeça erguida. O Brasil fez um jogo muito bom, mostrou sua força, temos time para bater de frente com grandes seleções. Esperamos que mesmo com a derrota fique a mensagem de que somos sim meninas vitoriosas que tem muita garra e um talento que precisa ser explorado – declarou.

A história do futebol feminino no Brasil mudou. Mesmo com a eliminação. Nesta Copa do Mundo, tivemos recordes de audiência com a Seleção. Nunca se falou tanto sobre as mulheres nos gramados, e é esse legado que precisamos aproveitar.

Milhares de meninas viram o Brasil em campo e agora irão vislumbrar o mesmo futuro para si. Alguns desses sonhos já existiam, outros foram descobertos durante esse Mundial. Nos campinhos de várzea, nas escolinhas, nos clubes… As meninas estarão lá, visualizando o dia em que sentirão toda a glória que o futebol pode trazer. É também por elas que jogamos.

Que possamos sentir a dor da eliminação, mas que saibamos também que o futebol feminino passou por uma de suas maiores transformações nesta Copa do Mundo – e o futuro é promissor. A todas que representaram tão bem a Seleção Brasileira Feminina, ficam os nossos agradecimentos mais sinceros. Seguimos juntos. Valeu, guerreiras!

Série D: Juazeirense encara o Iporá e Jacuipense pega o América-RN nas oitavas

Bahia Notícias

No último domingo (23), a Juazeirense precisou dos pênaltis para garantir a classificação nas oitavas de final da Série D do Brasileiro. Após vencer o primeiro jogo por 1 a 0, o Cancão de Fogo perdeu do Patrocinense pelo mesmo placar, mas foi melhor na disputa na marca da cal vencendo por 5 a 4. Agora, o adversário será o Iporá, de Goiás. Já o América-RN vai pegar o Jacuipense. O time potiguar ganhou do América-PE por 2 a 0, depois de perder na ida por 1 a 0.

Pelo regulamento da Série D, o clube com melhor campanha até o momento, somando as duas primeiras fases terá a vantagem de decidir o confronto das oitavas de final em casa. Com isso, Jacuipense fará o jogo de volta nos seus domínios, enquanto a Juazeirense terá que viajar para decidir com o Iporá. Outro baiano que já estava a classificado e também conhecia o seu adversário é o Flu de Feira que mede forças com o Itabaiana, sendo o primeiro duelo no Joia da Princesa. A CBF ainda não definiu as datas dos confrontos, mas os próximos dois domingos, 30 de junho e 7 de julho, estão reservadas para as partidas desta fase.

Vale lembrar que os quatro semifinalistas conquistam o acesso à Série C do Brasileiro do ano que vem.

Brasil enfrenta a França nas oitavas de final da Copa do Mundo

CBF

Todos os olhos estão nas anfitriãs da Copa do Mundo. Próxima adversária da Seleção Brasileira, a França é a quarta equipe no ranking da FIFA, e tem no plantel oito jogadoras atuais campeãs da Champions League Feminina pelo Olympique de Lyon. O encontro pelas oitavas de final do Mundial será no próximo domingo (23), no Estádio Oceáne, em Le Havre, às 16h (Horário do Brasil).

A Seleção Brasileira viaja de ônibus, nesta sexta-feira (21), às 12h30 (Horário da França), para Le Havre. A equipe ficará hospedada no Novotel Le Havre Center. A previsão de chegada é às 15h30 na cidade-sede do duelo.

O jogo será o segundo entre as duas equipes em uma competição oficial. O primeiro foi na Copa do Mundo de 2003, nos Estados Unidos. Ainda na fase de grupos, Brasil e França empataram em 1 a 1, com gols de Katia Cilene e Marinette. Neste domingo, as duas seleções irão escrever um novo capítulo dessa história.

Confira todos os confrontos das oitavas de final, com horários de Brasília
Sábado, 22 de junho
12h30
Alemanha x Nigéria (Grenoble)
16h
Noruega x Austrália (Nice)
Domingo, 23 de junho
12h30
Inglaterra x Camarões (Valenciennes)
16h
França x Brasil (Le Havre)
Segunda, 24 de junho
13h
Espanha x EUA (Reims)
16h
Suécia x Canadá (Paris)
Terça, 25 de junho
13h
Itália x China (Montpellier)
16h
Holanda x Japão (Rennes)

Classificação às quartas de final da Copa América renderá R$ 7,7 milhões à CBF

Futebol Interior

Uma possível classificação do Brasil às quartas de final da Copa América, sábado, diante do Peru, em Itaquera, renderá à CBF US$ 2 milhões (R$ 7,7 milhões). Esse é o valor que a Conmebol pagará a cada seleção que avançar à fase mata-mata do torneio. Se o Brasil for campeão, a premiação será de US$ 7,5 milhões (R$ 28,9 milhões).

Independentemente do desempenho da seleção brasileira no torneio, a CBF tem garantidos US$ 4 milhões (R$ 15,4 milhões), divididos em três faixas: US$ 2 milhões (R$ 7,7 milhões) por participação, US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões) para preparação e US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões) por logística.

Esses valores totais são pagos apenas para seleções da América do Sul. Japão e Catar, que disputam o torneio como convidados, recebem cada um US$ 1,25 milhão (R$ 4,8 milhões). As quatro seleções eliminadas na primeira fase só ganharão o dinheiro por participação, logística e preparação, sem recebimento de prêmio.

Um empate contra o Peru, sábado, é o suficiente para o Brasil garantir a classificação às quartas de final. É possível que a equipe avance até em caso de derrota dependendo de uma combinação de resultados. Assim, a vaga pode ser definida no saldo de gols.

Ao todo, a Conmebol repartirá US$ 70 milhões (R$ 268,7 milhões) entre as 12 seleções participantes da Copa América. De acordo com o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, o valor é recorde na história da competição. Em relação à última edição, disputada em 2016, nos Estados Unidos, o valor da premiação mais do que triplicou. Há três anos, foram distribuídos US$ 21 milhões (R$ 80,6 milhões pelo câmbio atual). O aumento faz parte da nova política da Conmebol, que fez o mesmo com a Libertadores e a Sul-Americana.

SÉRIE D: Dupla baiana elimina pernambucanos e classifica às oitavas

Futebol Interior

Jacuipense e Fluminense de Feira são os primeiros classificados às oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. A dupla baiana venceu respectivamente, na noite desta quinta-feira, Central-PE e Salgueiro-PE, e avançaram.

Após perder por 2 a 0 fora de casa, e sair atrás do placar em pleno Eliel Martins, no Riachão do Jacuípe, o Jacuipense encontrou forças para reagir, fazer 3 a 1 no Central e carimbar a vaga nos pênaltis. Leandro Costa fez o gol do time pernambucano, enquanto Jhuliam, Wesley e Thiago Lima fizeram para a equipe baiana.

O adversário do Jacuipense sairá do duelo entre América-PE e América-RN, em partida marcada para domingo, às 17h, na Arena das Dunas, em Natal. No jogo de ida, vitória do time pernambucano por 1 a 0.

No outro jogo do dia, o Fluminense-BA eliminou o Salgueiro com um triunfo por 1 a 0, no Joia da Princesa. O único gol do duelo foi marcado por Peixoto, aos 48 minutos do segundo tempo. A partida de ida, em Salgueiro, terminou empatada por 1 a 1.

Assim como o Jacuipense, o Fluminense não sabe ainda qual será seu adversário nas oitavas de final, que sairá da partida entre ASA e Itabaiana neste sábado, às 20h, no Etelvino Mendonça. O time alagoano venceu o jogo de ida por 2 a 0.

Aposta de Osasco-SP leva sozinha prêmio de R$ 124 milhões da Mega-Sena

Bahia Notícias

Um apostador da cidade de Osasco em São Paulo, levou sozinho o prêmio de R$ 124.209.628,25, sorteado na útima quarta-feira (19). As dezenas sorteadas foram : 08 – 09- 10 – 24 – 42 – 44.

Outras 255 apostas acertaram a quina; cada uma levou R$ 22.718,64. A quadra teve 15.769 apostas ganhadoras; cada um receberá R$ 524,83.

O próximo concurso será no próximo sábado (22). O prêmio é estimado em R$ 2,5 milhões.

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia