WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



drupal counter

:: ‘Notícias’

Na CBF, clubes tratam de direitos de transmissão e pedem ajuda para a Série C

Futebol Interior

A efetiva valorização do maior produto do futebol brasileiro, está sendo desenhada em reuniões que projetam o futuro das transmissões de imagens dos jogos da Série B do Campeonato Brasileiro.

Nesta segunda-feira (27), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) o presidente interino da entidade, Ednaldo Rodrigues Gomes, recebeu a Associação Nacional de Clubes de Futebol (ANCF) e representantes do Sistema Globo para tratar do assunto.

No encontro foi ratificado o desejo dos clubes em tratar antecipadamente das negociações para a temporada de 2023, visando além da valorização dos jogos, criar condições para o melhor aproveitamento comercial e técnico de um produto que é considerado em permanente crescimento pelo mercado.

Para o presidente Francisco Battistotti, o encontro realizado na CBF ratificou a importância da competição para o futebol brasileiro. “A realidade da Série B é diferente do que muitos imaginam e extremamente superior ao que projetaram até hoje” disse o presidente da ANCF.

Participaram pela CBF, além do presidente Ednaldo Rodrigues, os vices, Fernando Sarney e Gustavo Feijó, o Secretário Geral Eduardo Zebini e o Diretor Financeiro, Gilnei Botrel.?A Associação Nacional de Clubes de Futebol, foi representada pelo seu presidente Francisco José Battistotti (Avaí), o vice-presidente, Edno Melo (Náutico), o Diretor Executivo Leonardo de Oliveira e os presidentes Marcus Vinícius Salum (América-MG), Adson Batista (Atlético-GO) e Flávio Horta (Volta Redonda).

Outra preocupação manifestada pelo presidente Francisco José Battistotti na reunião de hoje na CBF, diz respeito ao delicado momento que vivem os clubes que participaram ou continuam na disputa do Campeonato Brasileiro da Série C.

Considerada uma competição desgastante e onerosa, a Série C também tem tido a constante preocupação da Associação Nacional de Clubes de Futebol. Antes de encerrar o encontro, Battistotti apelou à sensibilidade do presidente interino Ednaldo Rodrigues, à quem reivindicou uma ajuda financeira suplementar para minimizar a situação dos clubes, recebendo um aceno positivo por parte da CBF.

Na foto, da esquerda para a direita, Francisco José Battistotti, presidente da ANCF; Ednaldo Rodrigues Gomes, presidente interino da CBF; e Edno Melo, vice-presidente da ANCF.

Premiação da final da Libertadores tem forte impacto para Palmeiras e Galo

Uol

Com o aumento da cotação do dólar, a Libertadores se tornou a competição mais atraente financeiramente para os clubes brasileiros. Decidida em dois jogos, a classificação para a final terá um peso significativo para os orçamentos e receitas de Palmeiras ou Atlético-MG. Para chegar a esta conclusão, é só comparar a premiação com as receitas dos dois clubes. Ao chegar à final, um clube garante US$ 6 milhões (R$ 32 milhões). Obviamente, tem a chance de levar ainda mais US$ 15 milhões (R$ 80 milhões).

E o que representa esse valor garantido de R$ 32 milhões para alviverdes e alvinegros? Bem, o Galo teve de receita no futebol no primeiro semestre R$ 144,3 milhões —incluídos aí R$ 39 milhões referentes à renda de 2020. Só a classificação à final, portanto, seria igual a um quinto da receita total em metade do ano. O orçamento atleticano acrescenta outros dados para comparação. A projeção é de R$ 377,5 milhões em receitas. Só o dinheiro da classificação representaria 8% da renda prevista. É provável que, caso avance também na Copa do Brasil, o time tenha mais premiações, mas depende da venda de atletas também.

Se confirmado, o dinheiro da final representaria mais do que o montante previsto com o Galo na Veia (R$ 24 milhões) e o marketing (R$ 22,2 milhões). A importância cresce porque o futebol atleticano é deficitário. O Palmeiras tem uma receita maior do que a atleticana, mas as premiações são igualmente importantes. O clube obteve R$ 424,6 milhões em receitas com o futebol no primeiro semestre. Pois bem, deste total, quase metade foi obtido com os bônus de classificações e títulos da Copa do Brasil e da Libertadores.

São competições referentes à temporada 2020 que invadiram o ano atual. No balancete alviverde, não está discriminado quanto do total da receita é de campeonatos do ano passado. Uma outra comparação é que só a classificação para a final representaria 39% do contrato de patrocínio da Crefisa (R$ 81 milhões). Já o prêmio pelo título iguala o acordo de marketing, que é o maior do clube fora receitas de televisão. O futebol palmeirense foi superavitário em R$ 60 milhões no primeiro semestre, em grande parte por causa das premiações dos campeonatos.

Em resumo, além da “glória eterna”, o jogo do Mineirão tem em jogo um dinheiro que impacta toda uma temporada.

Hulk e Dudu são apostas de Atlético e Palmeiras por vaga na final da Libertadores

Isto É

O primeiro finalista da Libertadores 2021 será conhecido nesta terça-feira. Depois de empatar sem gols no Allianz Parque, há uma semana, Atlético-MG e Palmeiras voltam a se enfrentar às 21h30, no Mineirão. A expectativa é de que o futebol pobre tecnicamente apresentado no primeiro duelo não se repita em Belo Horizonte. Duas apostas para mudar esse cenário, uma de cada lado, são Hulk e Dudu, dois dos jogadores com mais recursos em campo. Quem vencer garante um lugar na decisão em Montevidéu, no Uruguai, marcada para 27 de novembro. Novo empate sem gols leva a definição para as penalidades. Igualdade com gols classifica o time alviverde.

Hulk e Dudu têm perfis diferentes, bem como as histórias em seus clubes. O meia-atacante palmeirense retornou à equipe na metade desta temporada e, diante da austeridade financeira da diretoria, foi considerado o grande “reforço” do time. Ídolo da torcida, ele ainda não conseguiu mostrar a consistência mostrada nas cinco temporadas e meia anteriores à sua saída para o Catar, mas sua importância continua a mesma.

Neste ano, Dudu atuou em 14 jogos e balançou as redes somente uma vez, contra o São Paulo, nas quartas de final da Libertadores. Pelo que construiu no passado até o caminho da idolatria, a torcida confia que o jogador seja mais vezes decisivo, ao contrário do que ocorreu no primeiro encontro no Allianz Parque. Na ocasião, teve atuação apagada e saiu irritado com Abel Ferreira ao ser substituído por Wesley. Ouviu do treinador que “ninguém está acima dos interesses da equipe” e reagiu dizendo que o “Palmeiras é muito maior do que todos, sim”, e que cada um deve trabalhar para fazer a equipe evoluir. Os dois conversaram e o episódio foi superado.

Dudu é o jogador do elenco com mais jogos (319), vitórias (182), gols (71) e assistências (79), o maior goleador do Allianz Parque (136), artilheiro do Palmeiras no século, segundo com mais jogos no mesmo período, atrás apenas de Marcos (392) e o primeiro com mais vitórias no século, ao lado também do goleiro (182).

Hulk, por sua vez, é certamente um dos destaques, senão o principal, do futebol brasileiro. Pretendido pelo Palmeiras antes de chegar ao Atlético-MG, o atacante conseguiu voltar à seleção brasileira em virtude de seu brilhantismo em 2021. Ele é o vice-artilheiro da Libertadores, com sete gols, e na temporada já soma 21 gols e 11 assistências em 41 partidas.

O Mineirão terá 30% de sua capacidade ocupada depois que o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, voltou a autorizar a presença de público. Abel Ferreira não se importa com o fato de o rival poder contar com o apoio de sua torcida e o Palmeiras não. Na sua avaliação, quem “faz a diferença são os jogadores”. No entanto, ele diz que vai acreditar na mobilização “dos verdadeiros torcedores palmeirenses”, mesmo distantes.

SÉRIE B: Coritiba quer dar novo passo rumo ao acesso; CRB e Avaí lutam pelo G4

Futebol Interior

O Coritiba abriu vantagem na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro e, nesta terça-feira pela 27.ª rodada, pretende dar mais um passo rumo ao acesso. Ainda na parte superior da classificação, CRB e Avaí vão brigar pelo G4 – zona de acesso.

Invicto há cinco jogos após ter vencido o Guarani por 1 a 0, o Coritiba receberá o ameaçado Confiança no Couto Pereira, às 21h30. Dono da segunda melhor campanha como mandante, o Coritiba lidera com 52 pontos, nove a mais do que o quinto colocado. A situação do Confiança, por outro lado, exige atenção redobrada. Vice-lanterna com 21 pontos, o clube sergipano está a seis do primeiro rival fora da degola. O Confiança, ao menos, vem de quatro partidas sem derrota e de vitória sobre o Operário (1 a 0).

Em São Lourenço da Mata, o CRB fará o duelo nordestino contra o Náutico às 19 horas para defender sua posição no G4. Derrotado pelo Avaí, por 2 a 1, o clube alagoano se manteve no limite da zona de acesso com 44 pontos. O Náutico, por sua vez, chegou à quarta derrota seguida ao perder do Remo por 1 a 0 e ao sexto jogo sem vitória. Os pernambucanos acumulam 35 pontos no 11º lugar.

E é bom o CRB não bobear novamente. O Avaí, com a vitória no Rei Pelé, pulou para o quinto lugar com 43 pontos. Vindo de duas vitórias seguidas, o Avaí receberá o Londrina em Florianópolis, às 16 horas. O Londrina também tem motivos para sorrir após ter deixado a degola depois de cinco rodadas. Com dois triunfos seguidos, sendo o último por 1 a 0 sobre o Vitória, o Londrina parou na 16ª posição com 27 pontos, a um do 17º colocado.

Em Goiânia, às 21h30, o Vila Nova quer embalar diante do Operário após ter vencido o clássico diante do Goiás (2 a 1). O clube goiano, no entanto, segue próximo da zona do medo, no 15º lugar com 30 pontos. Já o Operário não vence há seis jogos, tendo perdido as últimas duas rodadas, e ocupa a 12ª colocação com 34 pontos.

A rodada seguirá na quarta-feira com quatro jogos. O Botafogo visitará o Vitória, em Salvador, para seguir na caça ao líder. Em Campinas, o Guarani receberá o Cruzeiro para não perder o G4 de vista. Já a Ponte Preta vai tentar manter a boa fase contra o CSA, em Maceió. Em Pelotas, Brasil-RS e Brusque farão duelo de desesperados contra a degola. Por fim, na quinta, Sampaio Corrêa e Remo vão encerrar a rodada em São Luís.

Com gols de cabeça, Vasco bate o Goiás e vence a segunda seguida na Série B

Globo Esportes

Com o poder aéreo afiado e festa da torcida em São Januário, o Vasco venceu o Goiás na noite desta segunda-feira por 2 a 0, conquistou a segunda vitória consecutiva na Série B do Brasileirão e se recolocou na briga pelo acesso. Morato e Gabriel Pec, ambos de cabeça, fizeram os gols vascaínos na partida. Já o Goiás perdeu a terceira seguida e definitivamente não vive um bom momento na competição.

Depois de ficar quatro rodadas sem vencer, o Vasco conquistou a segunda vitória consecutiva na Série B e voltou à briga por umas das vagas na elita do ano que vem. A equipe de Fernando Diniz chegou aos 40 pontos, pulou para a sétima posição e está a quatro pontos de distância do CRB, que é o primeiro clube na zona de classificação.

A partida deste segunda-feira marcou o reencontro da equipe com a torcida. Um total de 3.189 torcedores foi a São Januário, fez muito barulho, cantou praticamente o tempo todo e, no fim, comemorou com os jogadores a vitória que deixa a equipe viva na briga pelo acesso – no entanto, também foram identificados pontos de aglomeração e desrespeito aos protocolos.

Depois de um excelente primeiro turno, o Goiás vai derrapando na reta final da competição e, nesta segunda, conheceu sua terceira derrota consecutiva. A sorte do time de Marcelo Cabo é que existe gordura para queimar: a equipe segue na zona de classificação, com 45 pontos, em terceiro lugar. Mas pode terminar a rodada fora do G-4. Basta que CRB e Avaí vençam suas partidas.

Os gols que selaram a vitória do Vasco pelo Goiás foram parecidos: ambos saíram de cruzamentos pela esquerda e foram finalizados de cabeça dentro da área. Primeiro, Riquelme cruzou na medida para Morato mergulhar e guardar. E, no segundo tempo, Nenê deu a assistência, e Gabriel Pec completou de cabeça.

As duas equipes voltam a campo pela Série B do Brasileirão no próximo fim de semana. No sábado, o Goiás recebe o Vitória às 16h (de Brasília), na Serrinha. No domingo, é a vez de o Vasco enfrentar o Confiança, às 18h15, fora de casa.

Público nos estádios não será liberado nessa semana, diz Rui Costa

Bahia Notícias

O torcedor baiano terá de esperar mais um pouco para ver os jogos dos seus times nos estádios. Na manhã desta segunda-feira (27), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse que ainda não vai liberar a presença de público nas partidas de futebol nessa semana. Na próxima quarta (29), o Vitória recebe a visita do Botafogo, no Barradão, pela Série B, enquanto o Bahia encara o Ceará, na Arena Fonte Nova, no sábado (2), pela Série A.

“Não haverá anúncio de jogos com público nessa semana. Seria um contrassenso da minha parte”, declarou.

Rui Costa explicou que a decisão de segurar um pouco mais os portões fechados se deve ao número de casos ativos da Covid-19 no estado.

“Como eu disse há 10 dias, já estava analisando a abertura de público nos estádios. Cheguei a dizer isso publicamente uma ou duas vezes. Mas passado 10 dias, naquela data que falei estava com 2 mil casos ativos. Se hoje tivessem 1.300, provavelmente estaria anunciando a abertura de jogos com público nos estádios. Mas ocorreu o contrário. Tinha 2 mil e aumentou para 2.700, então seria um contrassenso anunciar hoje a abertura de público nos estádios. Só acontecerá se mantiver a queda no número de contaminados. Se nesses 10 dias, ao invés de aumentar, tivesse diminuído, provavelmente estaria anunciando. Se os números voltarem a cair, a chance da gente em breve liberar”, disse.

Porém, o chefe de estado declarou que apenas os torcedores que completarem o processo de imunização, isto é já tiverem recebido as duas doses da vacina contra a Covid-19 ou a dose única, poderão entrar nos estádios.

“Quando for liberado aviso de antemão, nós exigiremos a segunda dose aplicada. Inclusive, farei diferente do que outros estados estão fazendo, admitindo a primeira dose com teste de Covid. Aqui não, exigiremos uma segunda dose, já que estamos antecipando bastante a aplicação da segunda dose. Quem estava para ser vacinado em outubro, já está sendo chamado para ser vacinado”, afirmou.

A última vez que o torcedor baiano entrou num estádio para acompanhar uma partida de futebol foi no dia 15 de março de 2020, quando o Vitória goleou o River-PI por 4 a 1, no Barradão, pela sétima rodada da Copa do Nordeste daquele ano, sob os olhares de 6.247 pagantes. No mesmo dia em Riachão do Jacuípe, a Arena Valfredão recebeu 1.737 pessoas para ver o Jacuipense derrotar o time de aspirantes do Leão por 1 a 0, pelo Baianão. Desde então, com o início da pandemia do novo coronavírus, todos os jogos no estado estão sendo realizados com os portões fechados.

Cessão de Pituaçu para gestão privada volta a ser discutida, diz secretário

Correios

O secretário Davidson Magalhães, titular da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia (Setre), disse nesta segunda-feira (27) que o plano de abrir Pituaçu para iniciativa privada acabou sendo suspenso por conta da pandemia, mas agora vai voltar a ser discutido.

“Pituaçu estava em projeto para a gestão ser aberta à participação da iniciativa privada. O que aconteceu? Com a pandemia, tudo retrocedeu. Estávamos em plano avançado, já existem estudos, de uma visão integrada, levando em consideração o parque, Pituaçu, aquela área do Bahia Café Hall. A pandemia efetivamente atrasou todos esse debate e agora a gente está retomando”, disse ele.

Magalhães destacou que o interesse é de transformar o estádio em arena, incluindo realização de shows, e não apenas jogos. “A situação de Pituaçu ficou em standy em função da pandemia e da parada de atividades. Porque quem tinha interesse em Pituaçu tinha interesse não só por futebol, mas transformar em arena que envolvesse não só futebol, mas também eventos. Que foi justamente o setor que mais sofreu”, lamentou.

Vasco e Goiás se enfrentam nesta segunda (27)

Globo Esportes

Com a presença de público em São Januário, Vasco e Goiás se enfrentam nesta segunda, às 20h, em São Januário, pela 27ª rodada da Série B. Foram colocados à venda 7.700 ingressos, e cerca de 3.300 foram vendidos antecipadamente. Apesar da distância na tabela, será o confronto entre dois clubes que lutam para voltar à elite do futebol brasileiro.

Oito pontos separam Vasco x Goiás na classificação. O time carioca é o 8º colocado, com 37 pontos, enquanto o Esmeraldino está em 2º, com 46.

A missão do Vasco é complicada, mas o time entra em campo aliviado após vencer o Brusque, na última sexta e encerrar o jejum de quatro rodadas sem vitórias. No reencontro com o técnico Marcelo Cabo, a ideia é ganhar para se aproximar do pelotão da frente e do próprio Goiás.

Já o Esmeraldino ligou o sinal de alerta depois de perder dois jogos seguidos pela primeira vez na Série B. Pressionado, o Verdão tenta vencer nesta segunda-feira para não correr riscos de sair do G-4 e evitar uma crise na reta final do Brasileirão. Marcelo Cabo, ex-Vasco, tem alguns problemas para escalar a equipe.

Bahia e Doce Mel largam na frente na semifinal do Baianão Feminino

FBF

Bahia e Doce Mel largaram na frente na corrida pelas duas vagas na decisão do Baianão Feminino 2021. As equipes venceram, neste domingo (26), os jogos de ida da semifinal da competição.

No Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista, o Tricolor derrotou o Juventude por 1 a 0. Já no Waldomiro Borges, em Jequié, as donas da casa venceram o Vitória por 2 a 1.

Com os triunfos, ambos ficaram em vantagem e jogarão as partidas de volta por um empate. Vitória e Juventude, para reverterem a vantagem e conquistarem as vagas, precisam vencer por dois ou mais gols de diferença. Triunfos por um gol de diferença levam as decisões para os pênaltis.

Os duelos decisivos serão realizados no próximo sábado (2). O Bahia receberá o Juventude no CT Praia do Forte. Já o Vitória enfrentará o Doce Mel no CT Manoel Tanajura. Os jogos serão iniciados às 15h.

Corinthians volta a vencer o Palmeiras e conquista o Brasileirão Feminino

CBF

O Corinthians é tricampeão do Brasileirão Feminino Neonergia! Na noite deste domingo (26), o Timão voltou a vencer o Palmeiras, desta vez por 3 a 1, e levantou a taça na Neo Química Arena. Agustina (contra), Adriana e Victoria Albuquerque balançaram as redes para as donas da casa, enquanto Camilinha descontou para as palestrinas.

Este é o terceiro título do Corinthians, que também foi campeão nas edições de 2018 e 2020. Para levantar o caneco nesta edição, o time comandado por Arthur Elias disputou 21 jogos, com 18 vitórias, dois empates e apenas uma derrota. Além disso, marcou 64 gols e sofreu 17.

BRASILEIRÃO: Flamengo vacila e Santos fica na beira do Z4

Futebol Interior

O domingo foi bastante movimentado com sete partidas encerrando a 22ª rodada do Brasileirão. A decepção foi o Flamengo, que perdeu a chance de diminuir a vantagem do líder Atlético-MG ao ficar no empate com o América-MG, na Arena Independência.

O Flamengo chegou a abrir o placar no fim da partida com golaço de Michael, mas sofreu o empate pouco tempo depois. O resultado faz o Mengo cair para a quarta colocação, com 35 pontos, sendo ultrapassado pelo Fortaleza, que chegou aos 36 com a vitória sobre o Sport, por 1 a 0, na Ilha do Retiro.

A terceira derrota seguida mantém o Leão da Ilha em situação delicada, na penúltima colocação, com 17 pontos. Já o América-MG continua fora da zona de rebaixamento, em 15º lugar, com 24. O Coelho foi beneficiado pelas derrotas de Santos, Bahia e Grêmio para Juventude, Internacional e Athletico-PR, respectivamente.

No Alfredo Jaconi, o Ju se reabilitou ao golear o Santos, por 3 a 0. O Peixe está na beira da zona de rebaixamento, com 24 pontos, um a mais que o Bahia, que foi derrotado pelo Internacional, por 2 a 0, no Beira-Rio. Ainda na degola está o Grêmio, derrotado por 4 a 2 pelo Athletico-PR, na Arena da Baixada.

Ainda neste domingo, o Fluminense entrou de vez na briga por uma vaga na Copa Libertadores ao ganhar dos reservas do Red Bull Bragantino, por 2 a 1, no Maracanã. O Tricolor tem os mesmos 32 pontos do Internacional. No Antônio Accioly, em Goiânia, Atlético-GO e Cuiabá ficaram no empate sem gols e seguem no meio da tabela.

Cruzeiro perde invencibilidade com Luxemburgo e no segundo turno da Série B

Super Esportes

Com a derrota para o CSA, por 2 a 1, de virada, neste domingo, no Independência, o Cruzeiro perdeu a invencibilidade sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo e também no returno da Série B do Brasileiro. Até então, o time celeste era o único que não perdera no segundo turno da competição.

O Cruzeiro vinha de seis jogos sem derrota no segundo turno, com duas vitórias e quatro empates. No total, foram 12 confrontos sem perder (oito igualdades e quatro triunfos). A derrota para o CSA, que marcou a volta da torcida ao Independência, esfriou os ânimos da Raposa, que contava com os três pontos para não se distanciar do acesso, o que ficou ainda mais difícil depois da virada em casa.

Com o revés de virada, o Cruzeiro parou nos 31 pontos e ocupa o 13º lugar na Série B. O time celeste está a 13 do CRB, o último integrante do grupo de acesso, o G-4, que tem ainda Coritiba, Goiás e Botafogo. Para manter esperança de retornar à elite, a Raposa precisa de campanha perfeita, mas agora terá 12 partidas para alcançar o objetivo.

Pelo segundo ano consecutivo, o Cruzeiro repetiu erros no início da competição nacional. No primeiro turno, a equipe teve aproveitamento de apenas 36,8% – foram 21 pontos em 19 jogos. Antes da chegada de Luxemburgo, que assumiu o clube na 16ª rodada, a Raposa havia somado apenas 13 pontos em 15 jogos sob comando de Felipe Conceição e depois Mozart.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia