WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  



drupal counter

:: ‘Notícias’

Futebol vai precisar de ‘nova pré-temporada’ após fim da quarentena, explica preparador

Terra

A pandemia do coronavírus assola o mundo e teve impacto direto no futebol com boa parte dos campeonatos pelo planeta suspensos . No Brasil, enquanto a bola não rola, alguns clubes tentam manter seus atletas em atividade em suas respectivas casas com planilhas e uma série de treinamentos desenvolvidos e monitorados pelos profissionais das comissões técnicas .

Mas é inegável a preocupação de torcedores e até mesmo dos próprios jogadores sobre a efetividade desses exercícios, uma vez que longe dos Centros de Treinamentos e do contato físicio do dia a dia, eles também ficam distantes da intensidade alta das atividades diárias em seus respectivos clubes.

“Elas funcionam sim (as planilhas de atividades), desde que sejam individualizadas e montadas de acordo com a realidade que o atleta vai ter dentro de sua casa. Deve haver uma análise do que tem disponível, não só de material como de espaço para desenvolver as atividades. A partir disso, depende do atleta seguir aquilo ali, para manter a base do que vinha desenvolvendo no dia a dia”, explica Daniel Felix, preparador físico com passagens por Flamengo, Botafogo e Atlético-MG.

Apesar do empenho das equipes e dos clubes para manter os jogadores em bom nível durante o isolamento social, Daniel alerta para o nível de competitividade, que naturalmente deve cair quando as competições forem retomadas.

“O que vai acontecer depende muito do tempo de inatividade, de destreinamento. Treinando apenas em casa é impossível manter o nível de competitividade. Vai ficar faltando os estímulos de jogo, de tomada de decisão, questões técnicas, de como reagir a cada situação de jogo. Na minha opnião, as equipes que têm bons padrões táticos estabelecidos vão voltar ao nível de competitividade mais rapidamente. O que me preocupa é se todos vão ter a possibilidade de treinar velocidade, por questões de espaço, não sei se a casa de todos os atletas do Brasil tem essa condição, a gente precisa de pelo menos 20 a 30 metros para manter essa valência de velocidade”.

Um dos pontos mais importantes para Daniel Felix, no entanto, é o cuidado com o retorno dos atletas. Para ele, o futebol vai precisar de uma nova “pré-temporada” depois da quarentena, com um conceito um pouco diferente da que é feita normalmente em janeiro. Segundo ele, o movimento precisa ser progessivo para que não haja uma onda de lesões no futebol brasileiro.

Um dos maiores problemas do futebol brasileiro na atualidade é o calendário, que pode ficar ainda mais complicado por conta das competições suspensas. Para se ter uma ideia, os estaduais pelo Brasil foram paralisados na metade ou até mesmo no começo em alguns casos. Em maio, estava previsto o início do Campeonato Brasileiro, há ainda Copa do Brasil e Libertadores.

Contraproposta vai pedir garantias de clubes e adiar discussão salarial; acordo coletivo fica mais distante

Globo Esportes

A Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol vai enviar até esta quarta-feira resposta à Comissão Nacional de Clubes sem admitir corte de salário dos jogadores neste início de paralisação. Depois da segunda proposta dos clubes, no qual houve ajuste de proposta de 50% para 25% de desconto do salários dos atletas, jogadores de futebol querem discutir, primeiro, garantias para receberem pela antecipação das férias coletivas.

A contraproposta, que vai ser enviada à Comissão de clubes até esta quarta, prevê também alguma garantia de pagamento pela antecipação de férias – além de prazo menor para os clubes efetuarem esta repasse de verba a atletas.

– Não vamos discutir redução salarial agora. Alguns jogadores comentam que tem clube que não pagou o que tem do ano passado, como vou falar de redução salarial? O que vamos dizer na contraproposta, que ainda vai passar por sindicatos e grupos de jogadores, é pedir ampliação das férias, receber mais rápido e ter garantias sobre esses pagamentos – explicou o advogado Décio Neuhaus, da FENAPAF.

Os atletas não admitem discutir 25% de desconto, pois a maioria dos clubes no país tem dois, três meses de atrasos salariais – quando não há situações piores, inclusive em clubes grandes. A FENAPAF não representa diretamente os atletas, mas negocia com a Comissão Nacional de Clubes, que representa 46 times em todo país, por alguns sindicatos. Por isso a resposta às duas propostas dos clubes vai vir através dela.

Representantes de jogadores entendem que ainda não há prejuízo financeiro aos clubes – ou seja, não houve cortes de verba de transmissão, de patrocinadores nem outras receitas que só viriam em meses mais adiante (como janela de transferências para o futebol internacional, por exemplo) -, por isso não concordam com os futuros descontos em remuneração de atletas. Pelo menos não inicialmente.

Adiamento olímpico cria verdadeiro quebra-cabeça para organizadores

Atarde

A histórica decisão tomada nesta terça-feira, 24, para adiar por um ano os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 devido à pandemia do coronavírus apresenta novos desafios para os organizadores.

“Adiar os Jogos Olímpicos não é como reagendar uma partida de futebol para o próximo sábado”, previa no último fim de semana Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), em referência à magnitude do desafio.

Seguem alguns exemplos para dar uma ideia da amplitude do quebra-cabeça que os organizadores olímpicos terão pela frente:

Tudo depende das novas datas que ainda serão definidas, mas encaixar Jogos Olímpicos em uma agenda esportiva de 2021 já sobrecarregada é um pesadelo logístico para o próximo verão boreal (Hemisfério Norte): estão agendados Mundiais de atletismo e natação, além da Eurocopa e a Copa América de futebol, que também foi adiada para 2021.

A lenda americana do atletismo Carl Lewis sugeriu organizar os Jogos de Tóquio em 2022, mesmo ano dos Jogos de Inverno de Pequim, para criar “um ano de celebração olímpica”, mas esta opção foi descartada e o evento acontecerá em 2021.

As Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) e Natação (Fina) já anunciaram suas predisposições a colaborar para criar um espaço no calendário para os Jogos, modificando as datas de seus respectivos Mundiais de 2021, previstos em Eugene (Estados Unidos) e Fukuoka (Japão), respectivamente.

Principais equipes da Liga Alemã aceitam redução de salário para ajudar os clubes

Terra

Com as equipes de futebol paradas em quase todo o mundo, os clubes vêm buscando estratégias para economizar em meio a crise. A equipe do Borussia Dortmund aceitou a proposta de ter redução dos seus salários temporariamente para ajudar o clube. A medida foi apresentada na última segunda-feira (23) e confirmada em comunicado nesta terça (24). Segundo a imprensa alemã, o Bayern de Munique também fará o mesmo e vai reduzir em 20% os pagamentos, sendo toda a equipe voluntária a decisão.

De acordo com o anúncio do Borussia, a ação dos jogadores, comissão e funcionários é de solidariedade. O clube alemão possui 850 profissionais e a redução nas folhas salariais ajudaram com uma economia prevista de 2,3 milhões de euros por mês.

A Liga Alemã, campeonato que o time estava disputando, está suspensa desde o dia 16 de março e tinha previsão para retornar em abril, mas representantes já anunciaram que isso não deve acontecer. Na classificação atual da competição paralisada, o Bayern ocupa a liderança e o Borussia Dortmund está na segunda colocação.

Conmebol pede à Fifa adiamento do início das eliminatórias da Copa de 2022 para setembro

Atarde

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vai pedir à Fifa que adie o início das eliminatórias regionais para a Copa do Mundo do Catar-2022 até setembro devido à expansão da nova pandemia de coronavírus, informou a entidade nesta quinta-feira, 19.

“A Confederação toma precauções contra a evolução mundial e regional do Coronavírus (Covid-19), de acordo com as recomendações indicadas pelas autoridades internacionais em matéria de Saúde Pública”, afirmou a Conmebol em um comunicado.

A Fifa, a pedido da Conmebol, adiou o início das eliminatórias sul-americanas na última quinta-feira, cujas duas primeiras rodadas estavam marcadas para os dias 26, 27 e 31 de março.

Grande parte dos jogadores sul-americanos que jogam em suas respectivas seleções atuam em países europeus, muito afetados pela pandemia.

As eliminatórias sul-americanas cobrem um extenso calendário de 18 rodadas, que começaria no final do mês e termina em novembro de 2021.

O torneio garante quatro vagas diretas e uma quinta é disputada com uma seleção de outro continente.

A entidade que rege o futebol sul-americano, composta por dez federações nacionais, reiterou que continua monitorando a situação da saúde na região, que atingiu 1.809 infectados e 13 mortos nesta quinta-feira à noite, segundo dados da AFP baseados em números oficiais.

A expansão do Covid-19 na América do Sul obrigou a Conmebol a anunciar na terça-feira o adiamento da Copa América, que deve ocorrer na Colômbia e na Argentina entre junho e julho, deste ano para 2021.

Da mesma forma, a entidade prorrogou até 5 de maio a suspensão dos jogos da fase de grupos da Copa Libertadores de América 2020.

Com adiamento das Olimpíadas, Fifa estuda alterar limite de idade do futebol

Globo Esportes

A Fifa vai estudar se altera o limite de idade dos atletas que vão disputar o torneio de futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que foram adiados para 2021.

A medida teria como objetivo não punir os atletas sob risco de “estourar” a idade com o adiamento das Olimpíadas. As regras do torneio de futebol olímpico determinam o limite de 23 anos – com três exceções. A ideia seria aumentar para 24 anos.

No caso específico da seleção brasileira olímpica, 11 atletas vão estourar a idade. Entre os que são prejudicados estão Lucas Paquetá, do Milan, e Matheus Henrique, do Grêmio, que já fizeram parte da seleção principal.

Minutos depois de o COI (Comitê Olímpico Internacional) e o governo do Japão terem anunciado o adiamento dos jogos, a Fifa divulgou o seguinte comunicado:

“A Fifa acredita firmemente que a saúde e o bem-estar de todas as pessoas envolvidas em atividades esportivas devem sempre ser a maior prioridade e, como tal, saudamos a decisão de COI de hoje. Além da decisão do COI, a FIFA trabalhará com as partes interessadas para tratar de todos os principais assuntos relacionados a este adiamento.”

Também estão na pauta da Fifa rever todos os contratos relacionados a Olimpíada, além de redesenho do calendário e discussões com os clubes sobre liberação de jogadores.

Sorteio da Loteria Federal é suspenso por três meses por causa do coronavírus

Folha de São Paulo

A Caixa Econômica Federal suspendeu, por três meses, os sorteios da loteria Federal na tentativa de conter o avanço da pandemia do coronavírus no país. O anúncio foi feito neste sábado (21), durante o sorteio de demais jogos, como a Mega-Sena e a Timemania.

“A Caixa informa que, em continuidade às medidas de apoio à sociedade, de maneira a reduzir os impactos trazidos pela propagação do vírus covid-19, estão suspensos por 3 meses os sorteios das extrações da Loteria Federal a partir da extração 5478-0”, diz comunicado.

De acordo com o banco, um novo calendário da Loteria Federal será divulgado em julho, com novas datas de sorteios. A Dupla-Sena de Páscoa, que estava prevista para sair no dia 12 de abril, ficou para 25 do mesmo mês.

Além disso, a Loteca está suspensa por causa da interrupção dos campeonatos internacionais, nacionais e estaduais de futebol masculino e feminino. “Não é possível a organização de grades para composição dos concursos da modalidade e, portanto, os concursos da Loteca estão suspensos”, informa.

O sorteio das loterias neste sábado (21), que inclui a Mega-Sena acumulada em R$ 16 milhões, foi realizado no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na zona norte de São Paulo.

Segundo a Caixa, foram obedecidas as orientações do Ministério da Saúde para prevenção ao coronavírus. Com isso, o acesso do público ao local foi reduzido. O acompanhamento ao vivo dos sorteios pôde ser feito pela televisão e nas redes sociais das Loterias CAIXA (perfil @LoteriasCAIXAOficial no Facebook e canal Caixa no Youtube).

Rede Bahia garante pagamento integral aos clubes do Baianão em meio a paralisação

Diário Esportivo

Mesmo com a paralisação do futebol no mundo inteiro diante da crise gerada pelo novo Corona virus, a Rede Globo informou a algumas federações estaduais que pagará integralmente os valores previstos em contratos de transmissões de seus campeonatos.

Dentre essas federações, a FBF recebeu a garantia da Rede Bahia – afiliada da Rede Globo no estado – que os clubes terão os seus pouco mais de 2,7 milhões de reais pagos, mesmo que a entidade opte pelo cancelamento da competição.

Havia uma insegurança entre os clubes do interior com relação ao pagamento já que o dinheiro servirá para que as equipes consigam honrar seus compromissos neste período de suspensão das partidas.

No atual contrato entre Rede Bahia e Federação Bahiana, Bahia e Vitória juntos recebem 1 milhão e 825 mil reais, enquanto o Vitória da Conquista e os demais 7 clubes do interior recebem 121 mil e 300 reais cada, divididos em 10 parcelas ao longo do ano.

CBF rechaça mudar fórmula do Brasileirão e adequar calendário ao europeu

Gazeta Esportiva

No último sábado (21), o Secretário Geral da CBF, Walter Feldman, voltou a falar sobre as mudanças no futebol brasileiro por conta da pandemia do Covid-19. Em entrevista à Rádio Bandeirantes de Porto Alegre, o dirigente rechaçou mudar a fórmula do Campeonato Brasileiro de 2020 e adequar o calendário ao europeu.

Com os jogos suspensos por tempo indeterminado, os estaduais podem ocupar datas e inviabilizar o Brasileirão de pontos corridos com 38 rodadas quando a bola voltar a rolar. Ainda assim, Feldman nega que a fórmula da competição será alterada.

“A mudança de fórmula do Campeonato Brasileiro está descartada”, pontou. “O desejo nosso, expresso pelo presidente Caboclo, é que a gente possa encontrar datas para os estaduais serem encerrados”, complementou o Secretário Geral.

“Não existe a possibilidade do calendário do futebol brasileiro ser adequado ao do futebol europeu”, declarou.

Ainda na mesma entrevista, Walter Feldman afirmou que a previsão da entidade máxima do futebol brasileiro é que as atividades retornem entre maio e junho. Segundo ele, entretanto, trata-se de um prognóstico, que pode mudar, dependendo de como a epidemia do Covid-19 se propague no país.

Adiamento das Olimpíadas tira 11 jogadores da seleção de futebol por limite de idade

Tribuna da Bahia

O adiamento das Olimpíadas de Tóquio* impacta diretamente na convocação da seleção brasileira masculina de futebol. Isso acontece porque a regra do torneio masculino olímpico de futebol permite a participação de jogadores que completem até 23 anos no ano da disputa – além de três atletas sem limite de idade. No feminino, não há restrição, no entanto, poderia desfavorecer veteranas, como a atacante Formiga, que já tem 42 anos e busca a sua sétima participação olímpica.

Com a transferência para 2021, automaticamente o técnico André Jardine perde a chance de contar com 11 dos 23 jogadores que ele chamou para a seleção olímpica, no último dia 6, que disputaria dois amistosos, ambos desmarcados por causa da pandemia de coronavírus.

Entre os que são prejudicados estão Lucas Paquetá, do Milan, e Matheus Henrique, do Grêmio, que já fizeram parte da seleção principal. Eles e outros nove perdem a chance de disputar as Olimpíadas como atletas sub-23, pois completam 24 anos em 2021, tornando-se inelegíveis. Passam a brigar por um dos três postos sem limite de idade, em um embate contra grandes nomes como Neymar e Alisson, por exemplo.

Convocados neste mês por Tite para a seleção principal, o atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, e o volante Bruno Guimarães, do Lyon, são outros que poderiam participar dos Jogos Olímpicos como sub-23 neste ano, mas que, em 2021, completam 24 anos de idade.

Jogadores da seleção olímpica que completam 24 anos em 2021 (da última lista)

Goleiros: Cleiton (Red Bull Bragantino) e Lucas Perri (São Paulo)

Zagueiros: Gabriel (Lille), Luiz Felipe (Lazio) e Lyanco (Torino)

Laterais: Caio Henrique (Grêmio) e Ayrton Lucas ((Spartak Moscou)

Meio-campistas: Lucas Paquetá (Milan), Matheus Henrique (Grêmio), Maicon (Shakthar Donetsk ) e Wendel (Sporting)

Com portugueses em pauta, Vasco abre conversas por substituto de Abel Braga

MSN

O Vasco começa de forma mais concreta a buscar um novo treinador a partir desta semana. A Goal sabe que uma reunião nesta segunda-feira vai servir para o clube carioca alinhar os detalhes do perfil do substituto de Abel Braga. Zé Ricardo e Alberto Valentim, além dos portugueses Sá Pinto (na foto) e Rui Almeida, estão entre os nomes mais cotados. A lista conta ainda com Thiago Larghi, que há dias está em avaliação.

Com aval do presidente Alexandre Campello, José Luís Moreira, que recentemente assumiu o posto de vice-presidente de futebol, é o responsável por liderar as eventuais negociações. Zé do Táxi, como é chamado nos bastidores do Cruz-Maltino, chegou sugerir no ano passado a contratação de Jorge Jesus, que, no fim, acertou com o arqurrival Flamengo.

Zé Ricardo, entre 2017 e 2018, e Alberto Valentim, entre 2018 e 2019, vale lembrar, já passaram por São Januário. Menos conhecidos no cenário do futebol brasileiro, Sá Pinto, ex-Braga (Portugal) e Standard Liege (Bélgica), e Rui Almeida, ex-Troyes e Caen (ambos da França), atualmente estão desempregado.

Sem muito dinheiro no caixa, o que pode atrapalhar o “garimpo” no mercado de treinadores, o Vasco quitou nas últimas horas a segunda parcela do 13º salário de jogadores e funcionários. Na semana passada, o clube já havia pagado a primeira.

Jorge Jesus desembarca em Portugal e se irrita com presença de jornalistas

Terra

Jorge Jesus chegou a Portugal. Nesta terça-feira, o técnico do Flamengo desembarcou em Lisboa, onde irá cumprir o período de quarentena ao lado da família.

O Mister desceu do avião com máscara no rosto e luvas, sem parar para falar com a imprensa. Ele, aliás, se irritou com a presença dos jornalistas e fotógrafos no aeroporto. “Me larguem, vocês não respeitam as coisas. Deviam pegar o vírus”, disse o treinador.

Com todas as atividades paralisadas no Rubro-Negro, o português optou por retornar ao país natal depois do susto da última semana, quando ele testou positivo para o coronavírus, mas de maneira inconclusa. Um segundo exame descartou a doença

Jesus tem contrato com o Flamengo até o final de maio. As duas partes já demonstraram interesse na renovação, mas as negociações ficaram em segundo plano com as restrições da pandemia. O teste positivo e a suspeita de ter contraído o coronavírus, também mudaram o foco de ambos.

As negociações irão continuar à distância, mas existe a possibilidade do contrato ser prorrogado automaticamente. As entidades que dirigem o futebol na Europa e no Brasil estudam esta possibilidade para treinadores e atletas.

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia