WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc

fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  



drupal counter

:: ‘Seleção Brasileira’

Seleção Feminina é campeã do Sul-Americano Sub-20

CBF

20151203224228_2

Título e classificação para o Mundial garantidos! Nesta quinta-feira (3), a Seleção Brasileira Feminina venceu a Argentina por 3 a 1, na Vila Belmiro, e garantiu o heptacampeonato do Sul-Americano Sub-20, realizado este ano em Santos (SP).

Os gols brasileiros foram marcados por Kélen, Jennifer e Marjorie.

Com a vitória da Venezuela por 2 a 1 sobre a Colômbia, no primeiro jogo do dia, o Brasil entrou em campo precisando vencer a Argentina para conseguir uma vaga no Mundial da categoria de 2016.

Além disso, se conseguisse um saldo de gols maior que o da a seleção venezuelana, ficaria na primeira posição e garantiria o título. As meninas se empenharam e alcançaram os dois objetivos.

Neymar é finalista do prêmio Bola de Ouro

CBF

20150814182456_8

Nesta segunda-feira (30), a FIFA anunciou os finalistas do prêmio Bola de Ouro, e Neymar, camisa 10 e capitão da Seleção Brasileira, disputa a honraria de melhor jogador do mundo. O atacante do Barcelona aparece na lista ao lado do colega de clube, o argentino Lionel Messi, recordista e vencedor em quatro ocasiões, além do português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, eleito nos dois últimos anos.

Neymar já conhecia a sensação de estar entre os melhores do mundo. Pela quinta vez seguida, o craque foi indicado entre os 23 jogadores candidatos ao prêmio Bola de Ouro, mas, depois de 44 gols e 13 assistências durante os 60 jogos disputados no período aberto à votação, Neymar aparece entre os três finalistas. O último representante brasileiro a configurar na lista final e a levar o prêmio foi Kaká, em 2007. Desde então, Messi e Cristiano Ronaldo se alternam no título de melhor jogador do mundo.

O vencedor do prêmio Bola de Ouro será conhecido no dia 11 de janeiro, em cerimônia realizada na sede da FIFA, em Zurique, na Suíça.

Com atuação segura, Brasil vence o Peru: 3 a 0

Ogol

imgS620I164890T20151118011500

O Brasil tomou alguns sustos contra o Peru, mas acabou por vencer com tranquilidade, por 3 a 0, na Fonte Nova. Douglas Costa esteve em destaque com um gol e participação nos outros dois. Titular, Renato Augusto também deixou sua marca.

Aos 21 minutos a seleção brasileira abriu o placar. William fez a jogada pela direita e cruzou rasteiro. Douglas Costa fechou na pequena área e desviou da forma que foi possível, o suficiente para empurrar para o gol.

Douglas Costa puxou a marcação pela direita e rolou para a meia-lua. Renato Augusto chegou batendo, no canto, e fez o segundo gol brasileiro.

Douglas Costa, melhor em campo, foi responsável também pelo terceiro gol. Aos 31 minutos, o meia-atacante cortou da direita para o centro e bateu forte. O goleiro espalmou para o lado e Filipe Luís apareceu para completar o serviço.

Com a vitória, o Brasil foi a sete pontos, com a terceira posição nas eliminatórias, atrás de Equador e Uruguai e empatado com Chile e Paraguai. O Peru, com três pontos, é o oitavo colocado.

Outros resultados:
Colômbia 0 x 1 Argentina
Venezuela 1 x 3 Equador
Paraguai 2 x 1 Bolívia
Uruguai 3 x 0 Chile

Dunga faz mistério e não adianta escalação: ‘Todos têm condições de jogar’

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.obk5RffN-c

Comandante da Seleção Brasileira, o técnico Dunga adotou a tática do mistério e evitou a adiantar a escalação do time canarinho para o duelo contra o Peru, terça-feira (17), às 21h, na Arena Fonte Nova, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. “Todos que estão na Seleção têm condições de jogar”, resumiu.

Dunga ainda destacou as dificuldades encontradas no início da competição. “Não é novidade para ninguém como será disputadas as Eliminatórias. Os três primeiros jogos encontramos adversários fortes. É somar pontos o mais rápido possível, pensando na classificação para a Copa do Mundo. Temos que jogar com as características de nossos jogadores e surpreender o adversário.

Todos que estão jogando as Eliminatórias passam por situações adversas. É jogo quinta e depois apenas dois dias para treinar. Os jogam junto tem uma facilidade e os outros vão ter que superar”, afirmou.

A tendência é que o Brasil entre em campo com a seguinte formação: Alisson; Daniel Alves, Miranda, Gil e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias, Lucas Lima, Willian e Douglas Costa; Neymar.

Seleção ostenta invencibilidade na Fonte Nova

CBF

1570507475

Na próxima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a Seleção Brasileira encara o Peru na Arena Fonte Nova, em Salvador, na terça-feira (17), às 22h. No que diz respeito à superstição, os torcedores podem ficar tranquilos: o Brasil nunca foi derrotado no estádio. Ao todo, foram 12 partidas, sete vitórias da Seleção e cinco empates.

A história do time canarinho na Fonte Nova começou no dia 6 de julho de 1969, em um amistoso contra o Bahia. A partida terminou com a vitória da Seleção por 4 a 0, coincidentemente, o maior triunfo da equipe nesse palco. Dez anos mais tarde, a adversária foi a Seleção Baiana, e o resultado foi um empate em 1 a 1. O primeiro duelo com uma seleção internacional foi em 8 de julho de 1981. Vitória por 1 a 0 sobre a Espanha, gol de Baltazar.

A última partida antes da reforma da Fonte Nova foi o empate em 2 a 2 no amistoso contra a Holanda, em 1999. Um jogão que repetiu a semifinal da Copa do Mundo de 1998. Amoroso e Giovanni colocaram o Brasil em vantagem no primeiro tempo, mas Kluivert e Peter Van Vossen deixaram tudo igual na segunda etapa.

A Fonte Nova foi demolida e reconstruída para sediar a Copa do Mundo de 2014. Também fez parte da Copa das Confederações de 2013, na qual foi palco da vitória do Brasil por 4 a 2 sobre a Itália, na primeira fase da competição. Dante, Neymar e Fred – duas vezes – balançaram as redes dos italianos, que descontaram com Giacherini e Chiellini.

A partida contra o Peru será a primeira da Seleção Brasileira na Fonte Nova em Eliminatórias, e a expectativa é que o estádio continue ajudando a equipe.

Seleção Olímpica goleia os Estados Unidos: 5 a 1

CBF

20151115193330_0

A Seleção Brasileira Olímpica realizou neste domingo (15) o seu último amistoso no ano. No Mangueirão, em Belém, o time comandado por Rogério Micale saiu atrás no placar logo no início da partida, mas jogou bem, se impôs em campo, virou e conseguiu golear.

Com direito a gritos de “olé” das arquibancadas, o Brasil venceu os Estados Unidos por 5 a 1.

Os EUA abriram o placar com um gol contra de Marlon, mas Gabriel (duas vezes), Felipe Anderson (duas vezes) e Luan marcaram para a grande vitória do Brasil.

O Brasil jogou com: Uilson; Zeca (Fabinho), Lucão, Marlon (Fred) e Jorge (Wendell); Rodrigo Caio, Walace (Lucas Silva) e Valdívia (Felipe Anderson); Gabriel, Vinícius Araújo (Gabriel Jesus) e Gustavo Scarpa (Luan).

Brasil empata com a Argentina em Buenos Aires

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.rRzaQZILoX

O Brasil empatou com a Argentina, em Buenos Aires por 1 a 1, nesta sexta-feira (13), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Com o resultado, a seleção Canarinho subiu para a quinta colocação da competição. A Argentina ocupa a oitava colocação.

A Seleção enfrenta o Peru nesta terça-feira (17) às 21h (horário da Bahia), na Arena Fonte Nova. Já os argentinos enfrentam a Colômbia, fora de casa, em Barranquilla. O jogo acontece às 17:30 (horário da Bahia). Ambos são válidos pela 4ª rodada do torneio.

Brasil x Argentina: previsão aponta tempo firme para Buenos Aires

Globo Esportes

argentina_brazil_wcup_amar_2

Nem Messi, nem Neymar. A ausência do argentino e o retorno do brasileiro estão longe de serem os protagonistas de Argentina e Brasil nesta sexta-feira, às 22h (de Brasília), no Monumental de Nuñez, pelas eliminatórias da Copa. O principal personagem do clássico é o tempo. É isso mesmo. Após adiar a partida, a maior preocupação dos organizadores do confronto, das seleções e dos torcedores e se a chuva vai permitir a realização da partida.

Mas se depender do relatório divulgado pelo Serviço Metereológico Nacional da Argentina, o tempo promete estar firme no horário do jogo nesta sexta-feira. A previsão é de nuvens esparsas e algumas trovoadas, com pequena possibilidade de temporal. A expectativa é que os argentinos até convivam com a chuva no período da manhã, mas nada que irá afetar a realização da partida, pela terceira rodada do torneio de classificação para 2018.

– Não tem como não ficar frustrado, ficamos tristes, queríamos jogar logo. Mas sabemos que foi feito o melhor. Vimos algumas fotos e realmente não dava – afirmou Lucas Lima, que seria titular na quinta-feira e não deve perder a condição nesta sexta-feira.

De acordo com o site “Clima Tempo”, nesta sexta-feira, para o horário do jogo, a previsão é de temperatura beirando a casa dos 23º. A umidade relativa do ar é de 63%, indicando uma possibilidade de chuva no período. Na véspera do confronto, o coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, admitiu que a mudança da partida vai atrapalhar a logística da Seleção.

– O adiamento prejudica a logística, como prejudica a Argentina também. Nós temos que nos adaptar, vamos ver como serão os treinamentos, o voo e estou indo para o vestiário para comunicar aos jogadores e readaptar algumas coisas. Mas o jogo contra o Peru está mantido. Nós vamos apenas adaptar um pouco a nossa programação e vamos decidir agora com o Dunga e a comissão técnica no vestiário como fazer – concluiu.

Brasil e Argentina fazem jogão pelas Eliminatórias

CBF

20151111195541_0

É hoje! Após quatro dias de concentração, a Seleção Brasileira entra em campo diante da Argentina, às 22h (de Brasília), no Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, pela terceira rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O time brasileiro vai para a partida com força máxima, reforçado por Neymar, que vive grande fase em seu clube, e desfalcou a Seleção nas duas primeiras rodadas. A vitória garante ao Brasil uma situação mais confortável na classificação, podendo até terminar a rodada em segundo lugar. O técnico Dunga não revelou a equipe titular, mas admitiu que já tem os seus 11 eleitos:

– O time já está na minha cabeça, definido. Eu peço aos jogadores aqui para fazerem exatamente o que fazem nos seus clubes. Característica não se muda. Se aproveita – completou o técnico.

Quem pode aparecer entre os titulares é o atacante Ricardo Oliveira. Artilheiro do Brasil no ano, se fizer o que o comandante pede, vai permitir ao torcedor brasileiro gritar gol muitas vezes. Pelo Santos, Oliveira já marcou 37 gols em 2015. É o artilheiro do Brasileirão com 20 gols.

– Estou sempre na esperança de entrar. Ainda não tive o gosto de marcar contra a Argentina, mas tive o gosto de ser campeão sobre eles por duas vezes, na Copa América e na Copa das Confederações. Ficaria muito feliz de marcar gols contra a Argentina se eu jogar. Mas, acima de tudo, ajudar a Seleção.

Pelo lado da Argentina, além das ausências de Agüero e Messi, lesionados, o técnico Tatá Martino teve que cortar dois defensores importantes no momento da convocação final. O lateral-direito Zabaleta, do Manchester City, sofreu uma contusão no joelho esquerdo, e Garay, do Zenit, teve dores musculares na perna direita. Para os seus lugares, foram chamados o lateral Peruzzi, do Boca Juniors, e o zagueiro Maidana, do River Plate.

Na reta final da preparação para o jogo com o Brasil, os argentinos sofreram com mais uma baixa. Tevez, do Boca Juniors, vinha sofrendo com dores musculares e acabou cortado.

Provável escalação da Argentina: Romero, Zabaleta, Otamendi, Demichelis, Marco Rojo, Mascherano, Biglia, Javier Pastore, Di Maria, Lavezzi, Higuain.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Seleção Olímpica vence EUA por 2 a 1 no Recife

CBF

20151111225815_2

A Seleção Brasileira Olímpica mostrou autoridade e venceu o primeiro amistoso contra os Estados Unidos por 2 a 1 nesta quarta-feira (11), na Ilha do Retiro, no Recife. Com grande atuação nos 90 minutos, o Brasil mostrou qualidade ofensiva e defensiva, já que jogou com um a menos durante meia hora. Gabriel e Luan foram os autores dos gols que deram a vitória ao time.

O Brasil demorou alguns minutos para impor seu ritmo no jogo, mas depois que o fez foi muito superior aos EUA. Com movimentação intensa e alto nível técnico, a Seleção atacava de formas variadas. Lucas Silva e Fred quase marcaram em chutes de fora da área. Nas cobranças de escanteio, Dória ganhou quase todas de cabeça. Gabriel Jesus teve sua chance em jogada individual, mas o chute explodiu no zagueiro.

As trocas de passes também eram envolventes, e a bola cruzou a área americana perigosamente algumas vezes. Depois de tanta insistência, saiu o gol. Lucas Silva deu excelente lançamento para Gabriel, que driblou o goleiro Horton e tocou para o fundo das redes aos 42 minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o gol brasileiro saiu muito mais rápido. Logo no primeiro minuto, Lucas Silva tocou para Luan, que colocou a bola no ângulo com extrema categoria. É verdade que desviou no zagueiro, mas o gol não deixou de ser bonito.

Aos 13 minutos, a vida do Brasil ficou mais complicada. Dória dominou a bola errado dentro da área e derrubou Kiesewetter na sequência do lance. O zagueiro, que já tinha cartão amarelo, acabou expulso. Na cobrança Kiesewetter diminuiu para os EUA.

Os trinta minutos finais do jogo foram um grande teste para o Brasil, que soube segurar o resultado mesmo com um jogador a menos. O time, inclusive, continuou criando chances e só não chegou ao terceiro gol porque a bomba de Fred parou no travessão.

No domingo (15), às 17h (de Brasília), a Seleção Olímpica encara os Estados Unidos novamente em amistoso que será disputado no Mangueirão, em Belém.

Dunga arma a Seleção para encarar a Argentina

CBF

20151111011701_0

O técnico Dunga comandou uma atividade tática na tarde desta terça-feira (10) no CT do Corinthians. A escalação inicial sofreu algumas modificações no decorrer do treinamento, na montagem da equipe que enfrentará a Argentina, o que deverá se repetir no treino desta quarta-feira, às 10 horas, dessa vez na Arena Corinthians.

– Fiz algumas mudanças no treino e vamos optar pela formação que seja a mais adequada para enfrentar uma seleção das características e da força da Argentina – disse o técnico.

Antes do treino, houve entrevistas com Lucas Lima e o goleiro Cássio.

Dunga realizará uma nova atividade tática na manha desta quarta. A escalação para enfrentar a Argentina na quinta-feira, às 22 horas de Brasília, no Monumental de Nuñez, será divulgada uma hora antes do jogo.

unimarc-modelo-4

Primeiro treino da Seleção em São Paulo tem conversa de Dunga com Kaká

Gazeta esportiva

09112015dodo04-1024x682

A Seleção Brasileira iniciou na tarde desta segunda-feira a preparação para os confrontos com Argentina e Peru, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018. A primeira atividade, realizada no CT do Corinthians, teve uma conversa entre o técnico Dunga e o meia Kaká.

Antes do início do treinamento, na beirada do gramado, o treinador da Seleção Brasileira falou em separado com o meio-campista revelado nas categorias de base do São Paulo. Em seguida, Kaká se juntou aos companheiros para participar da atividade, gravada por um integrante da comissão técnica de cima de uma grua.

Os zagueiros Gil e David Luiz, os volantes Luiz Gustavo e Elias, os meias Willian, Lucas Lima, Kaká, Renato Augusto e Oscar e o atacante Douglas Costa foram ao gramado. No campo ao lado, sob o comando do preparador Taffarel, treinaram os goleiros Jefferson, Cássio e Alisson.

Depois de alguns trabalhos físicos e atividades com bola, Dunga dividiu os atletas em dois times de seis jogadores. Em campo reduzido, já com a presença dos goleiros, as equipes armadas pelo técnico fizeram uma série de enfrentamentos – Kaká mostrou boa pontaria.

No total, 18 jogadores participaram do primeiro dia de preparação para os dois jogos pelas Eliminatórias. O zagueiro Miranda, o volante Fernandinho, os laterais esquerdos Filipe Luís e Douglas Santos e o atacante Ricardo Oliveira apenas realizaram exercícios na academia.

O Brasil enfrenta a Argentina às 22 horas (de Brasília) de quinta-feira, no Estádio Monumental de Núñez. No dia 17 de novembro, o time dirigido por Dunga encara o Peru, na Fonte Nova. Livre de suspensão, o astro Neymar pode ser utilizado normalmente.

outdoor_pq



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia