WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte





vitoria da sorte

abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  



drupal counter

lojas nacional

Confira quais clubes brasileiros mais trocaram de treinadores nas últimas temporadas!

Sport Buss

Por conta do calendário apertado e a necessidade de resultados, os clubes brasileiros costumam ser chamados de “moedores de técnicos”. Sem nenhuma paciência, as equipes têm demitido cada vez mais treinadores com o passar das temporadas.

Com essa característica citada, a CBF decidiu tomar algumas atitudes para tentar evitar que a temporada do futebol brasileiro tenha um alto número de demissões de treinadores. Com o aval da maioria, os clubes só poderão trocar o comando em uma oportunidade.

Ou seja, os times podem demitir um treinador e contratar outro. Em caso de realizar a segunda demissão, a equipe terá que colocar um profissional que esteja no clube há mais de seis meses. A medida vale para as Séries A e B do Brasileirão.

Pensando na prática comum de demitir treinadores e na nova regra do futebol brasileiro, o SportBuzz decidiu enumerar os dez clubes da Série A e os oito times da Série B que mais trocaram de treinadores desde 2003. Confira!

Serie A
10º lugar – Internacional (29 trocas)
9º lugar – Chapecoense / Atlético-MG (34 trocas)
8º lugar – América-MG (36 trocas)
7º lugar – Fluminense (38 trocas)
6º lugar – Vasco / Flamengo (39 trocas)
5º lugar – Sport (44 trocas)
4º lugar – Bahia (49 trocas)
3º lugar – Athletico-PR (50 trocas)
2º lugar – Ceará (53 trocas)
1º lugar – Fortaleza (56 trocas)

Serie B
8º lugar – Cruzeiro (28 trocas)
7º lugar – Botafogo (31 trocas)
6º lugar – Coritiba (33 trocas)
5º lugar – Goiás (42 trocas)
4º lugar – Avaí (45 trocas)
3º lugar – Ponte Preta (46 trocas)
2º lugar – Náutico (48 trocas)
1º lugar – Vitória (49 trocas)

Imprensa alemã reage ao vexame da seleção diante da Macedônia do Norte: “Que vergonha!”

Globo Esportes

Como dificilmente poderia deixar de ser, a derrota da Alemanha para a Macedônia do Norte é um dos principais assuntos na imprensa esportiva alemã e europeia nesta quinta-feira. Os veículos mais importantes jornalísticos do país não economizaram nas críticas ao time do técnico Joachim Löw.

O “Bild”, jornal de maior circulação na Alemanha, usou como manchete a frase: “Que vergonha!”. Enquanto isso, o Süddeutsche Zeitung afirmou que a seleção “voltou aos traumas”, em referência à derrota por 6 a 0 para a Espanha, pela Liga das Nações do ano passado, e à eliminação na Copa do Mundo de 2018, ainda na fase de grupos.

Por sua vez, o “Welt”, publicado em mais de 100 países além da Alemanha, destacou que esse tipo de vexame “não pode acontecer conosco, não faz parte do plano”. O jornal também ressaltou que esse foi o último jogo oficial da seleção antes da disputa da Eurocopa.

A última derrota da Alemanha nas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo havia sido em setembro de 2001, quando a “Nationalmannschaft” foi goleada por 5 a 1 pela Inglaterra. Desde então, o time havia disputado 35 jogos, com 30 vitórias e cinco empates.

Governo do DF consegue liberação para jogos de futebol

Terra

O governo do Distrito Federal (DF) conseguiu no fim da tarde desta quarta-feira a liberação para a retomada das atividades e para a realização de eventos esportivos. A desembargadora Ângela Catão, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, acatou recurso feito pelo governo local após a juíza Kátia Balbino, da Justiça Federal, ter determinado a volta do lockdown. Com esse novo desdobramento, os três jogos de futebol que estão previstos em Brasília para abril pela Copa Libertadores, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana estão mantidos.

As três partidas previstas entre os dias 11 e 14 de abril envolvem Santos, Palmeiras, Flamengo e mais os times argentinos do Defensa Y Justicia e o San Lorenzo. Os clubes e mais a a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aceitaram levar os confrontos para a capital federal para evitar a indefinição existente em São Paulo sobre a liberação para realizar atividades esportivas coletivas.

Os jogos em Brasília estavam sob suspense porque a juíza da Justiça Federal havia determinado que Brasília voltasse a ter lockdown enquanto não apresentasse melhores condições tanto na ocupação de leitos de UTI em hospitais púbicos, como na diminuição de filas. Na decisão emitida nesta quarta, a desembargadora do TRF rebateu esse argumento e liberou que a capital federal não retomasse medidas rígidas para conter a pandemia.

A desembargadora justificou na análise que a liminar feita pela Justiça Federal atrapalhava o plano de Brasília em voltar aos poucos às atividades normais. “(A liminar) dificulta o planejamento que compete ao Distrito Federal para a retomada controlada das atividades econômicas, com prejuízo – inclusive à própria saúde – da população mais vulnerável, que, no mais das vezes, não possui reserva financeira e depende do trabalho diário para garantia de sua subsistência”, escreveu.

Em 11 de abril, Flamengo e Palmeiras vão decidir a Supercopa do Brasil. Dois dias depois, será a vez de o Santos receber o San Lorenzo pela partida de volta da fase prévia da Copa Libertadores. No dia seguinte, novamente o Palmeiras entra em campo, mas será para receber o Defensa Y Justicia, pela Recopa Sul-Americana.

Santos e Palmeiras recorreram à Brasília para sediar as partidas diante da indefinição sobre o Estado de São Paulo. A região está sem poder receber atividades esportivas coletivas até dia 11 de abril, como medida de prevenção determinada pelo governador João Doria (PSDB). Porém, os clubes preferiram recorrer a uma outra cidade para evitar problemas de últimas hora com uma possível prorrogação do fase emergencial.

Clubes concordarão em jogar a cada dois dias para tentar cumprir calendário do retorno do Paulista

Globo Esportes

Os clubes de São Paulo concordam em jogar a cada dois dias, se for necessário, para cumprir o calendário e tentar concluir o Campeonato Paulista no dia 23 de maio. Isto não está definido e, diga-se, não está sequer autorizado o retorno das atividades do maior estadual do país. Há o consenso desde a reunião da última segunda-feira de que os jogadores não poderão atuar a cada dois dias, mas os clubes, sim.

Ou seja, pode haver uma tabela que faça o Corinthians jogar num dia na Copa do Brasil e dois dias depois pelo estadual. Ou o Palmeiras disputar uma partida de Libertadores numa terça-feira e outra de Paulistão na quinta.

Os dirigentes repetem que os jogadores não poderão ser submetidos a este sacrifício, mas os clubes podem, sim.

Isto pode significar um estadual disputado, em parte, por times reservas ou até aspirantes.

A restrição imposta desde o dia 15 de março, data do início da fase emergencial no Estado de São Paulo, adiou cinco rodadas até este momento. Haverá reunião com o Ministério Público nesta quinta ou sexta-feira, para entender se haverá possibilidade de retorno do estadual na próxima semana. Mas isto só acontecerá se houver diminuição da ocupação dos leitos, o que não parece perto de acontecer.

Filho de ídolo do Bahia é o novo preparador físico do Vitória da Conquista

Diário Esportivo

Após perder o técnico Gabardo Júnior e o preparador físico Rafael Barbosa para o Boa Esporte-MG, o Vitória da Conquista já se movimentou no mercado e já conseguiu um substituto para este último.

Rafael Ribeiro, filho do itapetinguense Charles, ex-atacante e ídolo do Bahia, será o novo preparador físico do clube. O profissional tem 25 anos, é bacharel em educação física e tem a licença C da CBF Academy.

Rafael fez estágios no Atlético-MG, no Cruzeiro e nas divisões de base do Bahia e já foi integrado ao clube na manhã desta quarta-feira (31). Até o momento Guilhermino Lima segue como técnico interino do time na sequência do Campeonato Baiano de 2021.

Grupo forte e encontro brasileiro, o que esperar do sorteio da Libertadores

Uol

A definição dos uruguaios classificados para a fase de grupos da Libertadores desenhou a versão final da divisão dos potes para o sorteio que será realizado em 9 de abril. Há boa chance de confronto brasileiro já nesta etapa, se Grêmio e Santos avançarem da terceira fase preliminar, e, como sempre, é possível projetar grupos bem difíceis.

Palmeiras (Grupo A por ser o atual campeão), Flamengo e São Paulo serão cabeças de chave, Atlético-MG e Inter estarão no pote 2, o Fluminense no 3 e Grêmio e Santos, se classificando, no 4. Pelo regulamento, times do mesmo país não podem cair no mesmo grupo, a não ser que migrem da “pré-Libertadores”, caso que se aplicaria a santistas e gremistas.

Como os seis brasileiros classificados diretamente à fase de grupos serão espalhados por seis chaves diferentes, aumenta muito a chance de no sorteio Grêmio e Santos entrarem no mesmo grupo de outros times do Brasil. Em 2020, por exemplo, Grêmio e Inter (migrando da “pré”) ficaram na mesma chave, o mesmo ocorrendo com Cruzeiro e Vasco em 2018.

Grêmio e Santos, se classificados, podendo enfrentar qualquer um nos grupos, também aumenta a chance de chaves equilibradas. Podem migrar da “pré” outros times fortes como Independiente Del Valle (EQU), San Lorenzo (ARG), Atlético Nacional (COL) e Libertad (PAR).

Veja algumas possibilidades:
1 – River Plate, Atlético-MG, América de Cali e Grêmio;
2 – Palmeiras, LDU, Vélez Sarsfield e Santos;
3 – Boca Juniors, Inter, América de Cali e Independiente Del Valle (se bater o Grêmio);
4 – Flamengo, Racing, América e Grêmio;
5 – São Paulo, U. Católica, Velez Sarsfield e Atlético Nacional;
6 – River Plate, LDU, Fluminense e San Lorenzo (se passar pelo Santos).

O sorteio da Libertadores ocorrerá em 9 de abril, ainda sem a definição dos quatro classificados da terceira fase preliminar, o que só acontecerá dia 14. Mesmo assim já saberemos se brasileiros poderão estar no mesmo grupo, já que os confrontos da “pré” serão designados aos grupos específicos.

Por mais pessoas em casa, governo aprova reinício do Campeonato Mineiro

Lance

Mesmo com a extensão da onda roxa em praticamente todo o estado de Minas Gerais, o futebol será retomado. Em pronunciamento concedido nesta quarta-feira (31), Fábio Baccheretti, secretário estadual de Saúde, afirmou que o governo se alinhou com a Federação Mineira de Futebol (FMF) no sentido da elaboração de um protocolo mais rígido contra a COVID-19 para o reinício do Campeonato Mineiro. Ele também mencionou o aumento nos números das transmissões de TV em eventos esportivos e pontuou que mais pessoas têm visto os jogos em casa, respeitando as medidas de isolamento social.

Confira os jogos
Amanhã
11:00
Uberlândia x América-MG
15:30
Pouso Alegre x URT
16:00
Cruzeiro x Tombense
Patrocinense x Boa Esporte
17:30
Coimbra x Athletic Club
Caldense x Atlético-MG

Vitória e Bahia de Feira empatam pelo Campeonato Baiano

Correio

Em jogo atrasado da 6ª rodada do Campeonato Baiano, Bahia de Feira e Vitória empataram em 1×1 na Arena Cajueiro, na noite desta quarta-feira (31), em Feira de Santana. Diones abriu o placar para os donos da casa ainda no primeiro tempo e David igualou para o rubro-negro na etapa final.

Com o resultado, o Leão está na sexta colocação do estadual, com seis pontos ganhos. Vale lembrar que a equipe de Rodrigo Chagas ainda tem duas partidas a menos no campeonato. Já o Tremendão segue dentro do G4, em terceiro, com nove pontos somados.

O Vitória volta a campo no domingo (4), às 18h, quando recebe o Treze, no Barradão, em jogo válido pela penúltima rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Depois, na quarta-feira (7), joga em casa novamente, contra o Rio Branco-ES, às 19h, em partida única válida pela segunda fase da Copa do Brasil. O Bahia de Feira recebe o Vitória da Conquista nesse mesmo dia, às 16h, pelo estadual.

Com cara de treino, Fla não faz força para vencer Bangu

Globo Esportes

O Flamengo venceu o Bangu por 3 a 0 nesta quarta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O jogo foi válido pela sétima rodada da Taça Guanabara. Com a volta dos titulares rubro-negros, a equipe teve boa atuação, dominou a partida do início ao fim e os gols foram marcados por Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabigol.

Com a vitória, o Flamengo soma 16 pontos e se isola na liderança da Taça Guanabara. O Volta Redonda joga nesta quinta-feira e pode empatar a pontuação com o time rubro-negro, caso vença o Boavista. O Bangu permanece na 11ª colocação, com cinco pontos conquistados até aqui. O Fla volta a campo na próxima segunda-feira, contra o Madureira. O Bangu enfrenta o Vasco no próximo sábado.

A partida contra o Bangu marcou a volta dos jogadores titulares do Flamengo, após férias e período de treinamento. Diego Alves, Isla, Willian Arão, Gustavo Henrique, Filipe Luis, Diego, Gerson, Everton Ribeiro, Arrascaeta e Bruno Henrique entraram em campo pela primeira vez na atual temporada.

Botafogo busca empate, mas desperdiça chance de entrar no G4 do Carioca

Super Esportes

Jogar longe do Engenhão não vem fazendo bem ao Botafogo no quesito apresentação. Nesta quarta-feira, o time mais uma vez deixou a desejar como mandante no Campeonato Carioca. Já não tinha jogado bem na virada diante do Nova Iguaçu e repetiu os erros no empate com o Madureira, no Giulite Coutinho, após sair atrás do placar. O 1 a 1 em Mesquita não foi suficiente para os comandados de Marcelo Chamusca entrarem no sonhado G4.

Com a proibição de jogos na capital do Rio de Janeiro em medidas de combate à covid-19, o Botafogo vem fazendo um tour como mandante pelo interior, ora em Saquarema, ora em Mesquita. Em estádios e gramados “desconhecidos”, não consegue emplacar vitórias no Estadual pela meta de ir às semifinais.

Desta vez, falhou na missão de acabar com a invencibilidade do Madureira para assumir a terceira colocação. Com a igualdade, se manteve no sexto lugar, ainda na porta do G4. Tem pela frente novo adversário direto: a Portuguesa-RJ.

Inter sufoca, mas goleiro do São José brilha e Colorado só empata

Lance

Líder do Campeonato Gaúcho, o Internacional mediu forças com o São José pela oitava rodada do estadual. Com um propósito totalmente ofensivo, o Colorado dominou os 90 minutos e, principalmente no primeiro tempo, teve diversas chances de marcar. Porém os mandantes não contavam com uma noite inspiradíssima do goleiro Fábio, que foi o destaque da noite no Beira-Rio. O São José, por sua vez, montou um ônibus defensivo, fechou a casinha e conseguiu arrancar o empate sem gols.

Com isso, o Inter segue como líder do Gaúchão, e com o pontinho conquistado chegou aos 17 pontos e não corre risco de perder a ponta do Estadual. Agora o próximo compromisso do Colorado é o Grêmio, e dependendo do resultado do rival neste meio de semana, a liderança é o que estará em jogo no Gre-Nal 430.

O São José chegou a oito pontos no campeonato, mas permaneceu em nono colocado. Caso o Pelotas e o Novo Hamburgo vençam na rodada, o Zequinha pode até entrar na zona de rebaixamento.

Com reservas, Grêmio sofre, mas empata com o São Luiz pelo Gauchão

Terra

O técnico Renato Gaúcho deve ter ficado satisfeito com o que viu em campo nesta quarta-feira à noite. Mesmo sem seus principais jogadores, o Grêmio fez uma boa partida e ficou no empate com o São Luiz, por 2 a 2, no estádio Vermelhão da Serra, em Passo Fundo, pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho.

Preocupado com o Gre-Nal de sábado, o Grêmio mandou a campo um time recheado de jogadores jovens. Nem mesmo Renato Gaúcho viajou para o interior. Apesar disso, o time volta com um importante empate e mantém a vice-liderança, com 14 pontos, três a menos do que o rival Internacional, com 17, porém, com um jogo a mais: 8 a 7. O Grêmio ainda está dois pontos na frente do próprio São Luiz, quinto colocado, e primeiro time fora dos times que disputariam as semifinais.

No sábado, o Grêmio faz o clássico contra o Internacional, às 22h15, na Arena do Grêmio. No domingo, às 20 horas, o São Luiz encara o São José no estádio Francisco Noveletto. Os jogos são válidos pela nona rodada do Gauchão.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia