WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  



drupal counter

:: ‘ALEMANHA’

Alemanha aguarda duelo “especial” contra Brasil na semifinal

Terra

cnt7511802_h0_aNoChange_

A primeira semifinal da Copa do Mundo foi definida. Alemanha e Brasil vão se enfrentar na próxima terça-feira, às 17h, no Mineirão, lutando por uma vaga na final. Para os germânicos, que passaram pela França nas quartas por 1 a 0 em jogo disputado no Maracanã, o duelo é aguardado com animação, por ser um duelo contra os donos da casa.

“Vai ser um bom jogo. A Alemanha também é forte. É um jogo especial jogar contra o Brasil no Brasil. Vai ser um grande jogo. Temos mais dois jogos e esperamos o título”, disse o atacante Lukas Podolski.

“Vai ser legal jogar contra o Brasil, tenho amigos brasileiros no Chelsea. Acho que podemos vencer”, afirmou o atacante André Schurrle, que no Chelsea contou na última temporada com as companhias de David Luiz, Ramires, Willian e Oscar.

Duas das seleções de maior tradição em Copas do Mundo, Brasil e Alemanha só se enfrentaram uma vez em Mundiais. Em 2002, em Yokohama, a Seleção venceu os germânicos na final por 2 a 0, contando com dois gols de Ronaldo e conquistou o pentacampeonato.

Um dos jogadores presentes naquela partida no Japão foi o atacante Oliver Bierhoff, que entrou no segundo tempo no lugar de Miroslav Klose. Aposentado desde 2003, o ex-jogador trabalha com a delegação da seleção alemã e espera um clima diferente para os atletas. “Estamos pensando nisso, vai ser um jogo especial. Vai ter uma atmosfera diferente para todos os jogadores”, explicou.

“Joguei na final de 2002, não é uma boa memória. Todos os jogos são duros contra o Brasil. Meu primeiro jogo no cargo de manager acho que foi contra o Brasil, em 2004, com o Jurgen Klinsmann de treinador (empate por 1 a 1 em Berlim). É sempre especial jogar contra o anfitrião”, resumiu Bierhoff.

Alemanha sofre para bater Argélia e faz clássico nas quartas

Terra

05alemanhaargeliaafpkirill-kudryavtsev

DDepois de 90 minutos eletrizantes e sem gol algum, a Alemanha precisou da prorrogação para acabar com a chance de zebra e confirmar sua vaga nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014. Na tarde desta segunda-feira, o time de Joachim Low ignorou o lastro da derrota de 1982 para a Argélia e venceu a seleção africana, com gols no tempo extra, por 2 a 1, em partida disputada no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Schurrle e Ozil foram os autores dos gols salvadores da Alemanha, que criou muitas chances, mas teve pouca eficiência ofensiva. O time evitou a repetição de um trauma histórico: no único confronto com os argelinos, na Copa de 1982, foram surpreendidos com derrota por 2 a 1 na fase de grupos. Trata-se da 16ª vez consecutiva nas quartas de final – desde a Copa de 1954 eles não são eliminados nas oitavas.

Nas quartas de final, a Alemanha terá como adversário a França, que ainda nesta segunda-feira, mais cedo, confirmou a classificação ao derrotar a Nigéria por 2 a 0, em partida igualmente sofrida disputada no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). Os times se enfrentam na sexta-feira, às 13h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

outdoor_pq

Artilheiro salva, e Alemanha passa em 1º; EUA se classificam

Terra

13jogoeuaalemanhalaszlobaloghreuters

Artilheiro da Alemanha e da Copa do Mundo, o atacante o Muller fez seu 4º gol na competição nesta quinta-feira e definiu a classificação da seleção às oitavas de final. Com tento salvador na Arena Pernambuco, no Recife (PE), os alemães venceram os Estados Unidos por 1 a 0 na última rodada do Grupo G. Os americanos, no entanto, acabaram com a segunda vaga ao mata-mata, já que contaram com combinação de resultados.

Um empate teria classificado as duas seleções, mas o “jogo de compadres” não foi cogitado em campo em momento algum. A Alemanha, com a vitória, chegou aos sete pontos ganhos e confirmou a liderança do Grupo G. Agora, enfrenta nas oitavas o segundo colocado do Grupo H – todas as seleções podem terminar nesse posto, entre Bélgica, Argélia, Rússia e Coréia do Sul. A partida alemã vai ocorrer na segunda-feira, às 17h (de Brasília), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Já os aguerridos americanos contaram com a sorte – e uma combinação de resultados – para avançar às oitavas de final: perderam e ficaram quatro pontos, assim como Portugal, que venceu Gana por 2 a 1 em Brasília. A vaga foi confirmada porque os portugueses não tiraram diferença de cinco gols no saldo. Assim, seguem na Copa do Mundo e agora jogam contra o segundo colocado do Grupo H, em confronto marcado para terça-feira, às 17h, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Com Müller inspirado, Alemanha destrói Portugal de C.Ronaldo

Terra

42jogoalemanhaportugalreuters

A Alemanha arrasou Portugal na tarde desta segunda-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. No aguardado duelo que marcava a estreia de ambas as seleções na Copa do Mundo de 2014, os germânicos contaram com expulsão do zagueiro luso-brasileiro Pepe e com grande atuação de Thomas Müller, autor de três gols, para derrotar os portugueses por 4 a 0 pelo Grupo G do Mundial.

O duelo pela primeira rodada da chave teve como grandes destaques a expulsão do zagueiro Pepe, do Real Madrid, por agressão e ótima partida de Thomas Müller para os alemães – fez três gols e foi responsável direto pela expulsão do português. Cristiano Ronaldo, grande estrela de Portugal, esteve apagado nos 90 minutos e não mostrou o brilho que demonstra na Espanha.

A vitória deixa a Alemanha na liderança do Grupo G com três pontos – Estados Unidos e Gana, que também estão na chave, ainda se enfrentam nesta terça. Os germânicos voltam a campo no próximo sábado, quando enfrentam Gana no Castelão (CE), às 16h (de Brasília) – Portugal e Estados Unidos se enfrentam no domingo, às 19h, na Amazônia.

Após sustos, Alemanha e Portugal lutam por favoritismo do grupo

Gazeta Esportiva

t_117768_cristiano-ronaldo-preocupou-a-torcida-por-problemas-clinicos-mas-se-diz-pronto-para-jogar

Principais seleções do grupo G da Copa do Mundo, Alemanha e Portugal se enfrentam logo na primeira rodada do torneio, nesta segunda-feira, às 13 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova. As duas equipes chegam à estreia depois de sustos com lesões de jogadores importantes.

Pelos portugueses, a grande preocupação durante a preparação para o torneio foi com o melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo. O atacante desembarcou no Brasil já com problemas na coxa e no joelho esquerdo e vinha treinando com proteção na perna, mas, na última entrevista antes da partida, anunciou que não terá problemas para defender sua equipe.

“Queria estar com 110%, mas estou apenas com 100%, o que é suficiente para ajudar a seleção”, afirmou, antes de explicar. “Quando não me sentir bem, serei o primeiro a dizer ao treinador. Não vou colocar em risco a minha carreira por um jogo ou um Mundial, pois ainda tenho mais anos pela frente. Em primeiro lugar estou eu”.

Apesar de a tricampeã Alemanha ter muito mais tradição em Copas, o respeito é mútuo para esta partida, já que Portugal é apontado como uma das forças do torneio, até por conta de Cristiano Ronaldo. O goleiro alemão Neuer deixa evidente a importância do confronto.

“Sabemos que vamos enfrentar um oponente forte e bem sucedido nos últimos anos. De certa forma, é como se fosse uma final. Precisamos entrar com extremo foco para alcançar uma boa colocação logo de início”, afirmou o arqueiro.

10363571_400533933422057_6760002703095188692_n

Balotelli faz 2 na Alemanha, vira herói e põe Itália na final da Euro

Terra

Mario Balotelli mostrou nesta quinta-feira que é muito mais que polêmico, irreverente e bad boy. Diante da favorita e badalada Alemanha no Estádio Nacional de Varsóvia, o atacante assumiu o status de artilheiro e decisivo ao brilhar no primeiro tempo e garantir a vitória por 2 a 1 da Itália sobre os germânicos e classificar a equipe tetracampeã mundial na final da Eurocopa de 2012 pela primeira vez após 12 anos.

O camisa 9 do Manchester City chegou a ser relegado à reserva da Itália na primeira fase, mas recuperou o posto de titular e, diante da Alemanha, não desperdiçou as oportunidades que teve. De cabeça aos 19min e com um chute no ângulo aos 35min da etapa inicial, Balotelli derrubou a seleção de Joachim Löw e impediu que a final da Euro de 2008 fosse reeditada entre Alemanha e Espanha.

A Itália, que já havia eliminado a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2006, agora terá a oportunidade de fazer revanche contra a Espanha, sua algoz nas quartas de final da última edição da Eurocopa. Naquela ocasião, os espanhóis seguiram adiante no torneio com um triunfo nos pênaltis, após empate sem gols no tempo normal e na prorrogação.

Os italianos, agora, disputarão no próximo domingo a terceira final do país na competição – as outras foram em 1968 (ano do único título do país na Euro) e em 2000 (a França saiu campeã). A decisão está marcada para as 15h45 (de Brasília) em Kiev, capital ucraniana.

Favoritismo x tabu: Alemanha e Itália duelam por vaga na final contra Fúria

Globo Esportes

A seleção da Alemanha chega para o duelo contra a Itália, nesta quinta-feira, em Varsóvia, pelas semifinais da Euro 2012, como favorita para encarar a atual campeã Espanha na decisão do próximo domingo. Motivos para tal afirmação na faltam. É a única com 100% de aproveitamento na competição, ao contrário da Azzurra, que só venceu uma partida até agora. Foi terceira colocada na última Copa, enquanto a equipe da Velha Bota sequer passou da primeira fase. De quebra, ainda tem um dos artilheiros do torneio, Mario Gómez, com três gols. No entanto, se apenas o retrospecto entre os dois gigantes, donos de sete títulos mundiais, for levado em conta, os italianos podem ficar muito mais empolgados para a partida marcada para 15h45m (de Brasília).

Em sete partidas por competições oficiais, o “Nationalef”, como é conhecido o time germânico, jamais conseguiu bater a Itália. Foram três empates e quatro derrotas, sendo três dessas em Copas e bastante traumáticas: a perda do título de 82, a derrota nas semifinal em 70 e, a mais recente, na mesma fase, em 2006, quando a Alemanha era a anfitriã.

Além de uma vaga na final, o vencedor do confronto assegura um lugar na Copa das Confederações 2013. Como é atual campeã mundial, a Espanha, que despachou Portugal nos pênaltis na última quarta-feira, já está garantida na competição que será realizada no Brasil.

Seleção cai para a Alemanha, e Mano segue sem vencer clássicos

Globo Esportes

Mudanças no time, mas sem mudança no histórico: com Paulo Henrique Ganso barrado, Neymar de camisa 10 e as entradas dos estreantes Ralf e Fernandinho, a Seleção Brasileira foi derrotada por 3 a 2 pela Alemanha nesta quarta-feira, em Stuttgart, e segue sem vencer clássicos sob o comando do técnico Mano Menezes. O time canarinho não caía para o rival desde 1993 (cinco partidas).

Os gols só saíram no segundo tempo na Mercedes Benz Arena: Schweinsteiger, Götze (chamado de “Lionel Messi alemão” por Franz Beckenbauer) e Schürrle marcaram para o time de Joachim Löw, enquanto Robinho – de pênalti – e Neymar fizeram para o Brasil. O atacante do Milan acabou com um jejum pessoal que durava desde 2 de julho de 2010, quando a Seleção foi eliminada da Copa do Mundo pela Holanda.

Com Mano, o Brasil ainda não venceu adversários considerados de grande expressão: perdeu de 1 a 0 para Argentina e França, empatou de 0 a 0 com a Holanda e, na Copa América, foi eliminada pelo Paraguai (2 a 2 na primeira fase, depois 0 a 0 nas quartas com derrota nos pênaltis).

Após fiasco na Copa América, Brasil pega Alemanha para levantar moral

Globo Esportes

Mano conversa com Thiago Silva após treino da Seleção Brasileira (Foto: Mowa Press)

Pouco menos de um mês depois da eliminação na Copa América, o Brasil volta a campo disposto a levantar a autoestima. No 13º compromisso da era Mano Menezes, o adversário do time canarinho será a Alemanha, nesta quarta-feira, às 15h45m (de Brasília), na Mercedes Benz Arena, em Stuttgart. E se depender da numerologia ou da ajuda dos céus, o dia 10 de agosto traz boas recordações para Neymar, Ganso, Pato & cia. Na mesma data, em 2010, a equipe estreou sob o comando do novo treinador e venceu os Estados Unidos por 2 a 0, em Nova Jérsei.

Página virada e o início de uma nova etapa. Nomes como Elano e Luisão ficaram para trás. O zagueiro Dedé, do Vasco, e os volantes Ralf, do Corinthians, e Luiz Gustavo, do Bayern de Munique, ganharam as primeiras oportunidades. O sonho agora é outro. Não é mais continental, é olímpico. A partir de agora, Mano Menezes começa a pensar no grupo que vai disputar o torneio em Londres, em 2012. E, nesse planejamento, Ganso e Neymar estão incluídos.

Amistosos
Hoje
07h30
Japão x Coreia do Sul
15h45
Itália x Espanha
16h00
França x Chile
17h00
Portugal x Luxemburgo
19h45
América – MEX x Paraguai
22h00
Estados Unidos x México

Em jogo de 7 gols, Brasil toma virada e perde 3º lugar para Alemanha no Mundial sub-17

Uol

Após serem eliminados nas semifinais do Mundial sub-17, Brasil e Alemanha não estavam muito a fim de se aplicarem na defesa neste domingo, na disputa pelo terceiro lugar da competição. Como consequência, a seleção brasileira chegou a estar vencendo por 3 a 1, mas tomou a virada, perdeu por 4 a 3 e amargou mais uma derrota no torneio disputado no México.

Nem o local da partida, jogada no estádio Azteca, na Cidade do México (palco da final da Copa do Mundo de 1970, que marcou o tricampeonato do Brasil), foi suficiente para inspirar os jovens jogadores brasileiros. O confronto serviu como preliminar da grande final, na qual o Uruguai, algoz da seleção, e o México duelam pelo título.

Japão surpreende e elimina anfitriã Alemanha na prorrogação

Terra

Neste sábado, a Alemanha deu adeus ao sonho do tricampeonato Mundial feminino de futebol ao ser eliminada na Volkswagen Arena, em Wolfsburg, diante de sua torcida, na fase de quartas de final, para o Japão, por 1 a 0, em uma partida que só se resolveu na prorrogação.

Em um primeiro tempo equilibrado, as japonesas mostraram que não entraram no gramado com a intenção de esperar a Alemanha se abrir para surpreender nos contragolpes. A seleção asiática partiu para o ataque e dominou as ações até os 30 minutos. Nos últimos 15 da primeira etapa, a Alemanha começou a assustar e pressionar as japonesas, lembrando o futebol apresentado na primeira fase.

O jogo, no segundo tempo, teve o que se esperava: um Japão recuado e uma Alemanha incisiva. Ditando o ritmo da partida, as alemãs abusaram de perder oportunidades, enquanto as japonesas pouco apareciam no campo de ataque. Mesmo assim, o placar final do primeiro tempo se repetiu e ninguém balançou as redes.

Na prorrogação, as alemãs continuaram pressionando, mas aos três minutos da segunda etapa, Maruyama mexeu no placar para o Japão e silenciou a Volkswagen Arena. A partir do gol, a seleção japonesa recuou toda a sua equipe para o campo de defesa e conseguiu segurar o ímpeto das alemãs, que, favoritas para a conquista, foram eliminadas nas quartas-de-final da competição.

Na próxima fase, o Japão enfrentará o vencedor entre Suécia e Austrália.

“>

Brasil passa pelas alemãs e confirma vaga nas semifinais do Mundial

Fonte: Globo Esportes


As meninas festejam a vitória sobre a Alemanha e o passaporte para as semis (Foto: FIVB)

Em 9 de novembro de 1989, os alemães comemoravam a abertura do caminho entre os lados oriental e ocidental da nação. A queda do Muro de Berlim completa 21 anos nesta terça-feira. Protagonistas de um dos fatos mais marcantes da história, as germânicas fizeram um papel de apenas coadjuvantes em mais um movimento de passagem e avanço de etapas para um país.

Em busca do título inédito do Mundial de Vôlei, o Brasil aproveitou o fraco desempenho da Alemanha em quadra e carimbou sua passagem de Nagoya para Tóquio. A vitória por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/13 e 25/21, confirmou a classificação para as semifinais e deixou a seleção a dois passos do alto do pódio da capital japonesa no próximo domingo.

Antes de ir para Tóquio, porém, a equipe de José Roberto Guimarães precisa “cumprir tabela” contra um dos principais adversários do Mundial. Nesta quarta-feira, às 3h (de Brasília), o Brasil enfrentará os Estados Unidos para definir quem deixa o ginásio Nippon Gaishi Hall como o primeiro colocado do Grupo F.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia