WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc

dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



drupal counter

:: ‘América’

América-MG volta a marcar e vence o Fortaleza

CBF

20160707232519_0

Sem vencer e sem marcar gols há quatro rodadas no Campeonato Brasileiro, o América-MG virou a chave e mostrou força nesta quinta-feira (7), pela terceira fase da Copa do Brasil. Jogando em casa, no Independência, o Coelho voltou a balançar as redes e saiu com a vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza.

Com equilíbrio e sem muita criatividade dos dois lados, o primeiro tempo em Belo Horizonte terminou sem gols. Na melhor chance do América, Alan Mineiro arriscou de fora da área, e Ricardo Berna fez a defesa. Do lado do Fortaleza, Pio tentou encobrir o goleiro João Ricardo, que segurou firme.

Na volta do intervalo, o Fortaleza teve duas alterações e arriscou no primeiro minuto. Corrêa passou para Clebinho, que chutou por cima do gol mineiro. Trabalhando mais a bola e conseguindo criar mais, o América teve pênalti a seu favor aos 13 minutos. Bruninho cometeu falta em Osman dentro da área, e Danilo foi para a cobrança. O lateral chutou com força no canto direito e abriu o placar no Independência. Com a vantagem no marcador, o Coelho apertou a marcação e, mesmo assim, ainda seguiu com as melhores chances na etapa complementar. Em uma cobrança de falta, Danilo tirou tinta do gol de Ricardo Berna. Nos acréscimos, o Fortaleza teve a chance de empatar em cobrança de falta de Corrêa. A bola chegou em Lima, que cabeceou e viu João Ricardo fazer a defesa com tranquilidade.

Com o resultado, o América-MG leva vantagem para o jogo de volta entre as equipes. Para passar direto, o Fortaleza precisa vencer por dois gols de diferença. Se devolver o placar, leva a decisão para os pênaltis. O confronto de volta está marcado para o dia 28, às 21h, no Castelão.

Somente com chilenos e argentinos, Conmebol divulga seleção da Copa América Centenário

Bahia Noticias

Cl7ioAkUkAEOBlY

Com oito chilenos e três argentinos, a Conmebol anunciou os 11 jogadores da Seleção da Copa América Centenário, torneio realizado nos Estados Unidos e teve o Chile como grande campeão.

Pelos atuais vencedores do torneio, foram selecionados o goleiro Claudio Bravo, os laterais Isla e Beausejour, o zagueiro Medel, os meias Vidal e Aránguiz além dos atacantes Sánchez e Vargas. Já pela albiceleste, os selecionados foram o defensor Otamendi, o volante Mascherano e o atacante Lionel Messi.

Vencedor da Copa América 2015, a Roja faturou novamente o título continental e ainda levou os prêmios de melhor goleiro (Bravo), artilheiro (Vargas) e melhor jogador da competição (Sánchez).

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Embalado por vitória, América-MG encara líder Palmeiras, invicto em casa

Globo Esportes

indice

A lanterna ficou para trás. Com a vitória sobre diante do Coritiba, o América-MG chegou a oito pontos no Campeonato Brasileiro e saiu da última posição na tabela de classificação. A zona de rebaixamento, porém, ainda é realidade. A próxima oportunidade que o time tem para sair do grupo dos quatro últimos colocados é na partida desta terça-feira, contra o Palmeiras, às 21h30 (de Brasília), na Arena Palmeiras.

Isso mesmo, terça-feira. Normalmente, não é um dia utilizado para partidas da Série A do Brasileirão, mas desta vez será, já que o estádio do Verdão será palco da exibição de um filme na quarta-feira. O retrospecto do time de Cuca em seu estádio é perfeito no campeonato: quatro jogos, quatro vitórias, 10 gols marcados e apenas um sofrido. Além desses jogos, o Palmeiras também disputou uma partida como mandante no Pacaembu e também venceu: 4 a 3 contra o Grêmio.

Além do palco ser favorável ao time paulista, o histórico do confronto também está do lado do Palmeiras. Pelo Campeonato Brasileiro, as duas equipes se enfrentaram 10 vezes, e o América-MG nunca venceu. Foram cinco vitórias paulistas e cinco empates.

Estados Unidos e Equador abrem as quartas de final da Copa América Centenário

O Estadão

5760c4be6282c

Sem a presença da seleção brasileira, a Copa América Centenário conhecerá nesta quinta-feira o seu primeiro semifinalista. Estados Unidos e Equador se enfrentam às 22h30 (de Brasília), no estádio Centurylink, em Seattle, nos Estados Unidos, no jogo de abertura das quartas de final da competição.

Os norte-americanos terminaram o Grupo A na primeira colocação, com seis pontos, e os equatorianos ficaram na segunda posição do Grupo B.

Na sexta, o Peru vai enfrentar a Colômbia às 21 horas. Os outros dois jogos das quartas de final serão disputados no sábado. Argentina e Venezuela vão duelar às 20 horas. Na sequência, às 23 horas, será a vez de México x Chile.

Brasil perde para Peru e cai na 1ª fase da Copa América

Terra

hqdefault

A lista de vexames da Seleção Brasileira cresce a cada competição disputada. A vergonha da vez é a eliminação na primeira fase da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, que veio com a derrota deste domingo, diante do Peru, por 1 a 0, em Boston, com um erro de arbitragem, que validou gol de mão da seleção peruana. O resultado deixou a Seleção de Dunga em terceiro no Grupo B, com quatro pontos, atrás dos próprios peruanos e do Equador.

Para dar mais requintes de crueldade, o Brasil não perdia para o Peru desde 1985. Já uma eliminação em primeira fase de Copa América não acontecia desde 1987. A campanha de 2016 consegue ser pior que a de 2015, também sob o comando de Dunga, quando o Brasil caiu nos pênaltis para o Paraguai nas quartas de final. Nos Estados Unidos, além de perder para o Peru, o Brasil empatou com o Equador e aplicou 7 a 1 no Haiti. Em vão.

Confira os resultados
Paraguai 0 x 1 Estados Unidos
Colombia 2 x 3 Costa Rica
Haiti 0 x 4 Equador
Peru 1 x 0 Brasil
Hoje
21:00
Venezuela x México
Uruguai x Jamaica

outdoor_pq

Conmebol garante Brasil como sede da Copa América de 2019

Gazeta Esportiva

maraca-1024x521

Prestes a sediar os Jogos Olímpicos Rio 2016, que iniciam em agosto, e após ter recebido a última edição da Copa do Mundo da Fifa em 2014, o Brasil será sede de mais um grande evento esportivo. Em entrevista ao site oficial da Conmebol, o presidente Alejandro Domínguez confirmou que o país irá receber a Copa América em 2019.

O Brasil iria receber a competição em 2015, mas devido a Copa do Mundo e a Olimpíada, realizou um acordo com o Chile e fez uma troca com o país sul-americano. Os chilenos sediariam a Copa América de 2015, vencida pelos anfitriões, e o Brasil ficaria encarregado da 46ª edição, em 2019.

Domínguez também elogiou o torneio de celebração dos 100 anos da competição, que acontece nos Estados Unidos. “Exatamente como foi no ano passado, no Chile, e como será no Brasil em 2019”, afirmou.

O Brasil possui oito títulos da Copa América (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004 e 2007) e é o terceiro maior campeão, atrás de Argentina, com 14, e Uruguai, com 15. O país já foi sede da competição em quatro oportunidades: 1919, 1922, 1949 e 1989, tendo sido campeão em todas.

Em 2007, última vez que levou o título, a seleção canarinho venceu a Argentina por 3 a 0, com gols de Júlio Baptista, Ayala (contra) e Daniel Alves, em torneio realizado na Venezuela.

Argentina se vinga do Chile com Di María decisivo e emotivo

Terra

728x409

A Argentina não precisou de Lionel Messi para se vingar da derrota nos pênaltis para o Chile na final da última Copa América, nesta segunda-feira, na cidade norte-americana de Santa Clara. Com o seu grande astro contundido, a equipe comandada por Gerardo Martino contou com gols de Di María e Banega no segundo tempo para estrear na edição centenária do torneio continental com uma vitória por 2 a 1. Fuenzalida descontou nos acréscimos.

Na comemoração de seu gol, Di María, do PSG, ficou emocionado ao homenagear sua avó, falecida na própria segunda-feira.

O resultado manteve a invencibilidade da Argentina diante do Chile em compromissos de Copa América, agora com 19 vitórias e sete empates, e ainda levou a grande rival do Brasil à liderança do grupo D, somando os mesmos 3 pontos do Panamá (que, mais cedo, derrotou a Bolívia por 2 a 1).

As duas seleções voltarão a entrar em ação na sexta-feira. Enquanto a Argentina fará o duelo da ponta da tabela com o Panamá em Chicago, Chile e Bolívia tentarão pontuar pela primeira vez em Foxborough.

Resultado e próximos jogos
Ontem
Panamá 2 x 1 Bolivia
Hoje
21:00
Estados Unidos x Costa Rica
23:00
Colômbia x Paraguai
Quarta
20:30
Brasil x Haiti
23:00
Equador x Peru

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Copa América Centenário 2016 começa nessa sexta-feira nos Estados Unidos

Ceará News

f0a97c4f16faa16dd224-foto

A principal competição entre seleções das nações da Confederação Sul-Americana de Futebol vai começar nessa sexta-feira (3).

A Copa América comemora 100 anos de disputas, sua primeira edição oficial aconteceu entre 2 de julho e 17 de julho de 1916, tendo como maior vencedor o Uruguai com 15 títulos. O atual campeão é o Chile que ano passado venceu a disputa pela primeira vez.

A copa esse ano acontece nos Estados Unidos, as cidades sedes escolhidas foram: Seattle, Santa Clara, Pasadena, Phoenix, Houston, Chicago, Orlando, Filadélfia, Foxborough e East Rutherford.

O Brasil está no grupo B e estreia no sábado (4) contra o Equador no estádio Rose Bowl às 23h .

Confira os grupos da Copa América 2016.

Grupo A: Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos e Paraguai – Grupo B: Brasil, Equador, Haiti e Peru – Grupo C: Jamaica, México, Uruguai e Venezuela – Grupo D: Argentina, Bolívia, Chile e Panamá.

Confira os jogos deste final de semana
Sexta
22:30
Estados Unidos x Colômbia
Sábado
18:00
Costa Rica x Paraguai
20:30
Haiti x Peru
23:00
Brasil x Equador
Domingo
16:00
Jamaica x Venezuela
21:00
México x Uruguai

Regulamento: Na primeira fase da competição as 16 seleções foram divididas em quatro grupos, onde se enfrentam em um único turno. Os dois primeiros classificados avançam às quartas de final, que será de jogo único, formato que se repete nas semifinais e na final.

Premiação total da Copa América é menor do que propina paga a cartolas

MSN

BBtGxf5.img

A Confederação Sul-Americana reservou para a Copa América Centenário, que terá início nos EUA no próximo dia 3, US$ 21 milhões em premiações. Desse montante, US$ 6,5 milhões serão pagos à seleção que levantar a taça no dia 26 de junho, no MetLife Stadium, em Nova Jersey.

A quantia total, que corresponde em reais a 75,5 milhões, é inferior ao que pagam outros grandes torneios pelo mundo e é inferior também aos valores pagos em propinas para dirigentes da confederação, em escândalo que manchou o futebol sul-americano.

Segundo investigação da Justiça dos EUA, ao comercializar os direitos de transmissão de quatro edições da Copa América (Chile-2015, EUA-2016, Brasil-2019 e Equador-2023) com a empresa Datisa, a Conmebol acertou o recebimento de US$ 462,5 milhões, sendo que US$ 110 milhões teriam sido destinados para o pagamento de propina para cartolas da confederação.

O pagamento de propinas foi uma forma de ‘facilitar’ a conclusão da negociação.

A informação foi divulgada há um ano pelo FBI, que fez um pente fino nas finanças de várias entidades do futebol e comandou um forte esquema anticorrupção, levando à prisão alguns dirigentes, como o ex-presidente da CBF, José Maria Marin.

Os US$ 110 milhões pagos em propinas por quatro edições do torneio mais antigo entre seleções correspondem a US$ 27,5 milhões pagos aos cartolas, valor superior à premiação total do torneio continental nos EUA e a 76% a mais do o futuro campeão das Américas receberá.

Para se ter ideia da disparidade nos valores, a Eurocopa da França distribuirá neste ano aos competidores US$ 335 milhões, sendo que o campeão receberá US$ 30 milhões. A última Copa do Mundo deu para a campeã Alemanha US$ 35 milhões.

Lateral novamente é herói, e Coelho é campeão mineiro após 15 anos

Gaeta Esportiva

MPF6561

Enfim, campeão mineiro novamente. Após 15 anos de jejum, o América-MG volta a levantar a taça do Estadual em uma final emocionante no Mineirão, contra o Atlético-MG. Em uma decisão, em que duas expulsões tiveram efeito inverso na partida, o lateral Danilo, autor dos dois gols da vitória americana na partida de ida, por 2 a 1, voltou a ser herói e, no final da partida, marcou o gol do empate por 1 a 1, que deu o 16º título estadual ao Coelho.

Após um primeiro tempo muito equilibrado, em que o Atlético-MG muito pressionou, o zagueiro Tiago acabou sendo expulso na reta final da etapa complementar. Ao contrário do que se previa, o Galo, no embalo de Robinho, abriu o placar com Clayton e seguiu melhor no jogo, provocando a expulsão do zagueiro Alison, do América-MG, no final da partida.

Quando tudo parecia perdido para o América-MG, o novo cartão vermelho novamente pareceu não ter efeito em campo, e na reta final do jogo, o lateral Danilo mais uma vez mostrou estrela, marcando o gol do título do Coelho, que ainda segurou uma forte pressão atleticana no final.

América-MG segura o Cruzeiro, vai à final e deixa Deivid sob perigo

Gazeta Esportiva

apv5102-1024x681

A defesa venceu o ataque neste domingo, no Mineirão. Podendo perder por até um gol de diferença para se classificar, o América-MG não teve vergonha nenhuma de armar um verdadeiro ferrolho no Gigante de Pampulha e soube segurar o Cruzeiro, que dominou, mas pouco finalizou com perigo, mantendo o empate por 0 a 0, que devolve o Coelho à decisão do Campeonato Mineiro após quatro anos de ausência.

Agora, o América-MG pega o Atlético-MG, que eliminou a URT no sábado. Pelo lado do Cruzeiro, fora pelo segundo ano seguido da decisão do Campeonato Mineiro, fica a expectativa quanto à continuidade ou não de Deivid no cargo. Durante a semana, a diretoria deu a entender que o treinador não permaneceria na Toca da Raposa em caso de eliminação no Estadual e a tendência é que o jovem técnico deixe o clube celeste.

América-MG vence Cruzeiro e sai na frente em semifinal do Campeonato Mineiro

Gazeta Esportiva

pv_20160416_0002-1024x682

O América Mineiro recebeu o Cruzeiro em primeira partida das semifinais do Campeonato Mineiro, no Independência. O Coelho apostou na forte marcação para neutralizar o time celeste e garantir a vitória por 2 a 0.

Na primeira fase do Mineiro, América e Cruzeiro ficaram no empate de 1 a 1. Já neste sábado, o resultado foi diferente. Contando com o apoio de sua torcida, o América foi implacável. Na primeira etapa, o time apostou na forte marcação e contou com uma bola parada para abrir o placar com o zagueiro Adalberto. Já no segundo tempo, a boa marcação persistiu, e em contra-ataque fatal, Victor Rangel anotou o segundo gol do Coelho.

Com o resultado, o América-MG leva vantagem para a próxima partida, que acontece no domingo, dia 24/04, às 16h00, no Mineirão.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia