WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: ‘Atlético-MG’

Atlético-MG marca aos 12s e goleia Bota com show de Cazáres

Terra

atleticomgjulianaflisteragenciai7gp

Já ouviu fala naquela expressão futebolística “pegou o elevador”. Pois, o Atlético-MG parece estar numa subida que não parece ter fim no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, o Galo bateu o Botafogo por 5 a 3, no Mineirão e emendou a quarta vitória seguida na competição, colando de vez no G-4, que agora se encontra a apenas um ponto de distância do clube mineiro, agora sétimo colocado.

E pensar que há exatas duas semanas, o Galo estava na zona de rebaixamento. Mas tudo mudou, e tamanha mudança passa pelos pés do meia Cazares. Destaque nas últimas vitórias do Atlético-MG no Brasileirão, o equatoriano novamente roubou a cena nesta quinta e, além de marcar dois, sendo um deles marcado com apenas 12 segundos de jogo e outro um golaço por cobertura, o camisa 11 ainda deu as assistências para Robinho e Fred marcarem.

Pelo lado do Botafogo, a equipe comandada por Ricardo Gomes teve uma boa atuação e chegou a equilibrar o jogo em alguns momentos, porém se mostrou incapaz de parar o ímpeto ofensivo do Galo, liderado por um Cazares inspiradíssimo. Diante da derrota fora de casa, o Fogão tem freada a empolgação gerada pela vitória sobre o Inter, no Sul do país, na rodada passada, e retorna à zona de rebaixamento do Brasileirão, ficando na 18ª colocação.

r3fUvZA

São Paulo segura Atlético-MG, quebra tabu e avança na Libertadores

Gazeta Esportiva

000_AW42H-1024x631

“Caiu no Horto, tá morto”? Não para o São Paulo. O Tricolor segue mais vivo do que nunca na Libertadores. Nesta quarta-feira, os comandados de Bauza mostraram valentia para segurar o Galo no Independência e, mesmo com a derrota por 2 a 1, garantir vaga nas semifinais, que encerra o tabu de sete eliminações consecutivas da equipe paulista para clubes brasileiros na competição continental.

A classificação são-paulina na próxima fase da Libertadores, contudo, pareceu distante no começo da partida. Com dois gols sofridos em 11 minutos de jogo, o São Paulo parecia estar fadado à eliminação no Horto. Porém, assim como na primeira partida, o Tricolor fez a diferença no duelo com um gol em um lance de bola parada, desta vez com Maicon, três minutos depois.

Na sequência da partida, o confronto ficou imprevisível, no entanto, a boa disposição defensiva e certa dose de sorte permitiram à equipe paulista segurar o ímpeto do Atlético-MG, mantendo o resultado até o apito final.

Em jogo brigado, São Paulo bate Atlético-MG no Morumbi

Terra

michel-bastos-atletico-sao-paulo-gp

O São Paulo levou a melhor sobre o Atlético Mineiro por 1 a 0, em jogo truncado, de mais faltas e cartões amarelos do que bons lances, e também marcado por acidente nas arquibancadas do Morumbi, pela ida das quartas de final da Taça Libertadores.

O gol isolado da partida foi anotado por Michel Bastos, que chegou a ter participação em dúvida, por causa de problema físico, o que o fez começar a partida no banco de reservas. O camisa 7 entrou em campo aos 18 minutos do segundo tempo e balançou as redes, de cabeça, aos 35.

Na comemoração, parte da grade de proteção das arquibancadas inferiores do Morumbi caiu, e cerca de dez torcedores despencaram de uma altura entre 2 e 3 metros. O meia Wesley chegou a ajudar no resgate de uma jovem, antes de a partida ser reiniciada pelo colombiano Wilmar Roldán.

O árbitro, aliás, teve muito trabalho com os atletas, já que foram dez cartões amarelos, três deles nos cinco minutos iniciais. O Atlético recebeu sete advertências e perdeu dois atletas para o confronto de volta, na próxima quarta-feira, Rafael Carioca e Júnior Urso, que estão suspensos.

Com gringos em alta, São Paulo e Atlético iniciam disputa das quartas

Globo Esportes

reforma_morumbi_1

São Paulo e Atlético-MG representam o futebol brasileiro nas quartas de final da Taça Libertadores da América, mas são os gringos das duas equipes que estão em alta. No Tricolor, o argentino Calleri vive grande fase e é o artilheiro da competição sul-americana, com oito gols, quatro a mais que o compatriota Lucas Pratto, principal referência ofensiva do Galo. No banco de reservas, novo duelo: o argentino Edgardo Bauza contra o uruguaio Diego Aguirre. Nesta quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), no Morumbi, o primeiro capítulo dessa disputa – o jogo de volta será quarta que vem, no Independência, em Belo Horizonte.

No São Paulo, que estava com todas as suas atenções voltadas para a Libertadores, o otimismo é grande. A equipe fez grandes partidas em suas duas últimas apresentações como mandante, contra River Plate (2 a 1) e Toluca (4 a 0). O time ainda não sabe se terá força máxima, já que o lateral-esquerdo Mena e o meia Michel Bastos são dúvidas e farão testes antes do confronto.

Desde segunda-feira, após perder o título mineiro para o América, o foco do Atlético-MG também é total na Libertadores. Na cabeça do técnico uruguaio Diego Aguirre, uma partida como fez contra o Racing, na Argentina, é o objetivo. Caso volte para casa sem a derrota e marcando gols, melhor ainda. O técnico uruguaio só tem uma dúvida: quem acompanha Lucas Pratto no ataque? Cazares, Clayton, Hyuri ou Patric são as opções.

O colombiano Wilmar Roldán apitará a partida, auxiliado pelos compatriotas Eduardo Diaz e Humberto Clazijo.

Pratto classifica o Galo, que agora pegará o São Paulo na Libertadores

Lancenet

572ab6ab6caa9

O Atlético Mineiro derrotou o Racing por 2 a 1, no Independência, e está nas quartas de final da Copa Libertadores. A equipe não fez boa partida nesta quarta-feira. Nevoso, errando em sequência, com quase todos os seus jogadores muito abaixo da expectativa. Felizmente, dois fizeram a diferença: o goleiro Victor com defesas seguras e, principalmente Lucas Pratto. O camisa 9 jogou sozinho por todo o ataque e foi determinante para o triunfo que colocou a equipe no caminho do São Paulo, na próxima fase.

Foi Pratto quem inventou a jogada que originou o gol de Carlos. E foi do gringo o gol da vitória no segundo tempo. Pratto também perdeu um pênalti, no fim. Mas a torcida não queria saber e aplaudiu efusivamente o melhor jogador em campo logo após a cobrança. Lisandro López, de pênalti, no primeiro tempo, fez o gol dos argentinos, que jogaram muito bem.

Agora, Atlético e São Paulo reeditam confronto que ocorreu na Libertadores-2013 tanto na fase de grupos (uma vitória para cada lado) como nas oitavas (duas vitórias do Galo). O time mineiro, dono de melhor campanha, jogará
a segunda partida em casa. O primeiro duelo será no Morumbi.

Atlético-MG recebe o Colo-Colo para encaminhar a vaga na Libertadores

Globo Esportes

25127055762_98b782f7a1_o_1

Uma vitória do Atlético-MG sobre o Colo-Colo, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência, deixará o time brasileiro bem perto da liderança do Grupo 5 da Libertadores e, consequentemente, vivo na luta pelo bicampeonato da competição continental. No entanto, para sair vencedor da partida contra o adversário chileno, o Galo terá um importante desfalque para buscar os três pontos.

Antes do último treino para a partida desta quarta, o clube divulgou a lesão no joelho do goleiro Victor, que virou santo por causa dos milagres no Horto. Em contrapartida, Aguirre poderá contar novamente com Robinho, que treinou na Cidade do Galo e foi relacionado para o segundo compromisso do Galo no Independência.

Se Diego Aguirre não conta com o seu goleiro, José Luis Sierra não terá o seu centroavante. O atacante Paredes, que é o homem gol do Colo-Colo, nem veio com a equipe para o jogo decisivo. Com a vitória do Del Valle sobre o Melgar, é fundamental somar pontos no Horto, para não se complicar na busca por uma vaga pelas oitavas de final. O time é um mistério, pois o último treino em BH foi fechado.

Completo, Atlético-MG faz jogo-chave e mais complicado desta fase na Libertadores

r7

cdipy6uwaaecwnu

O Atlético Mineiro fará nesta quinta-feira, às 21h45, aquele que muito provavelmente vai ser o seu mais difícil e importante compromisso na fase de grupos da Copa Libertadores. Em Santiago, no Chile, o time encara o Colo-Colo, pela terceira rodada do Grupo 5, e busca um resultado positivo para ficar muito próximo da classificação às oitavas de final.

Afinal, Atlético-MG e Colo-Colo despontam como favoritos a ficar com as vagas da chave, liderada pela equipe brasileira, que somou seis pontos nas duas rodadas iniciais, enquanto a equipe chilena está com quatro, assim como o equatoriano Independiente del Valle, que já entrou em campo pela terceira rodada. Assim, o confronto não é só importante na definição das vagas, mas também deve ser encarado como importante na disputa pela liderança da chave.

Após sofrer com desfalques, seja por lesões ou pela dificuldade em inscrever alguns jogadores, o técnico Diego Aguirre vai para esse confronto tendo à disposição praticamente a força máxima. Melhor ainda, o Atlético chega ao Chile com a sua principal contratação, o atacante Robinho, empolgado pelos três gols marcados no último fim de semana, diante do Tombense, pelo Campeonato Mineiro.

Robinho, aliás, sempre foi um temor para o torcedor chileno, pois liderou o Brasil diversas vezes em vitórias sobre a seleção nacional, tanto que uma das outras três vezes na sua carreira em que marcou três vezes numa única partida foi diante do Chile, na Copa América de 2007, quando marcou todos os gols do triunfo por 3 a 0.

Além de Robinho, Aguirre manterá a aposta em uma formação ofensiva no Atlético, com um quarteto que é completado pelo argentino Lucas Pratto, Luan e o equatoriano Juan Cazares. Apesar disso, o time sabe que não encontrará facilidades nesta quinta.

Atlético-MG prova “veneno” no fim e cai para o Figueirense

Terra

festafigueirathiagopedrofp

Não deu desta vez. Acostumado a reviravoltas históricas em competições eliminatórias, o Atlético-MG experimentou a frustração de ser eliminado da Copa do Brasil nos minutos finais diante do Figueirense, no Orlando Scarpelli, nesta quarta-feira. Marcão, aos 44min do segundo tempo, marcou o gol da classificação que decretou a vitória por 2 a 1 que classificou o time catarinense.

Com um a menos durante todo o segundo tempo e enfrentando um campo encharcado, o Galo chegou a abrir o placar logo após a expulsão de Leonardo Silva, no primeiro tempo, com Edcarlos. No segundo tempo, o time atleticano não suportou a pressão e acabou sofrendo a virada em dois lances de bola parada marcados por Leandro Silva e Marcão.

A situação do Atlético-MG parecia que ficaria complicada aos 35min do primeiro tempo, quando Clayton aproveitou a bobeira da zaga atleticana e disparou, sozinho, em direção ao gol de Victor. Leonardo Silva, porém, parou com falta o atacante e acabou recebendo o cartão vermelho. No entanto, aos 44min, o Galo abriu o placar mesmo com um a menos. Giovanni Augusto levantou bola na área, e Edcarlos desviou de cabeça para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, a pressão catarinense só deu resultado aos 26min, no momento em que Marquinhos Pedroso bateu cruzamento, e Saimon escorou para Leandro Silva completar de cabeça: 1 a 1. E a virada finalmente veio aos 44min do segundo tempo, de novo após cruzamento batido por Marquinhos Pedroso. Marcão subiu mais alto que a defesa atleticana e decretou o segundo gol do Figueira.

468x60_simonassi127

Atlético-MG sofre, mas vence goleiro rival e busca empate com o Figueira

Lancenet

HOME-Atletico-MG-Figueirense-Muralha-MacedoFotoarenaLANCEPress_LANIMA20150819_0103_51

O Atlético-MG provou, mais uma vez, que é o time do “Eu Acredito”. O Galo era derrotado até os 48 minutos do segundo tempo na noite desta quarta-feira, em plena Arena Independência, até Leonardo Silva garantir o 1 a 1 diante do Figueirense, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O Figueira vencia com gol de Clayton e contava com ótima atuação do goleiro Alex, que justificava o apelido de Muralha. O Galo evitou uma derrota em seu 100º como mandante no reformado estádio. São, agora, 70 vitórias, 24 empates e seis derrotas.

Para buscar a classificação às quartas de final, quando um novo sorteio definirá os confrontos, o Galo precisará vencer o Figueirense na próxima quarta, no Orlando Scarpelli, ou buscar uma igualdade a partir de 2 a 2. Já a equipe catarinense, apesar do resultado frustrante no fim, tem para si a vantagem de um novo empate, mas desta vez sem gols, para avançar na Copa do Brasil.

unimarc-modelo-4

Pratto tritura São Paulo, e Atlético-MG segue firme na ponta

Terra

galofestagol1brunocantiniatleticomgdiv

Eficiência. Esta foi a diferença entre Atlético-MG e São Paulo na noite desta quarta-feira. As duas equipes criaram diversas chances de gol, mas o lado alvinegro que soube aproveitar. Ou melhor, Lucas Pratto soube aproveitar. Isto porque o atacante argentino marcou três vezes e comandou a vitória por 3 a 1 no Mineirão. Alexandre Pato, que descontou, perdeu pelo menos duas oportunidades óbvias no primeiro tempo que fizeram falta para sua equipe

O resultado mantém o Atlético-MG na liderança do Campeonato Brasileiro . São 35 pontos, dois a mais que o Corinthians , que derrotou o Vasco também nesta noite. Para o São Paulo , o resultado ruim fora de casa significa a manutenção dos 27 pontos e o risco de ser ultrapassado na quinta colocação.

O time tricolor só volta a campo no dia 9 de agosto, em clássico contra o Corinthians no Morumbi, que acontece às 16h. Já o Atlético-MG vai visitar o Goiás no Serra Dourada em partida que está marcada para o mesmo horário.

Torcida do Galo forma filas por ingressos contra São Paulo

Lancenet

Atletico-MG-Caldense-Mineirao-Vilela-LANCEPress_LANIMA20150426_0227_25

A grande fase do Atlético-MG promete ser novamente sinônimo de casa cheia no Brasileirão. Na manhã desta terça-feira, atleticanos formaram longas filas na sede do clube, no Bairro de Lourdes, visando adquirir ingressos para o confronto com o São Paulo, que ocorrerá na quarta, às 22h, no Mineirão.

Nesta terça, iniciou a venda de bilhetes para torcedores que não são sócios do clube acompanharem o duelo, válido pela 16ª rodada do Brasileirão. Segundo balanço divulgado pelo Atlético-MG, cerca de 15 mil bilhetes foram adquiridos até o momento.

Os setores inferior roxo e inferior vermelho já estão esgotado. Além disto, há mais de três mil associados da categoria Galo na Veia Preto com entrada garantida em jogos nos quais o Atlético-MG é mandante. Os ingressos têm preço único de R$ 60.

Atlético-MG tem 3º melhor aproveitamento desde 2003

Lancenet

Brasileirao_2009_LANIMA20150707_0301_38

O Brasileiro 2015 tem mostrado um ritmo alucinante dos clubes do pelotão da frente nas últimas rodadas, puxado pelo Atlético-MG, que venceu todos os últimos seis jogos no torneio. O aproveitamento do galo é de 74,3% com 29 pontos em 13 partidas.

A campanha do líder é uma das melhores da era dos pontos corridos, atrás apenas da marca do próprio time mineiro em 2012, quando fez 32 pontos e atingiu 82,1% de aproveitamento. Na mesma edição, o Vasco conseguiu 30 pontos e aproveitamento de 76,9%.

A marca atual do Atlético-MG já foi alcançada por São Paulo (2006), Fluminense (2010), Corinthians (2011) e Cruzeiro (2014). Em todas as campanhas, os clubes terminaram com o título. Das 12 edições de pontos corridos, sem seis delas os líderes na 13ª rodada foram campeões no fim.

O Brasileirão deste ano tem ainda o Fluminense com 27 pontos em 39 disputados, 69,2% de aproveitamento e a décima melhor marca da era dos pontos corridos depois de 13 partidas.

O G4 atual é o melhor desde 2003. Nunca, na era dos pontos corridos, os quatro primeiros tinham mais de 25 pontos em 13 rodadas. O 4º colocado, Grêmio, seria líder isolado nas edições de 2003, 2004, 2007 e 2013, além de dividir a ponta nos anos de 2005 e 2008.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia