WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘ATLÉTICO-PR’

Adaptado à filosofia, Wanderson mira sequência no Atlético-PR: “Preparado”

Globo Esportes

gus_3519

O zagueiro conquistense Wanderson está no Atlético-PR há menos de 50 dias, mas garante já estar adaptado à filosofia do clube e à metodologia de trabalho. Isso tem uma explicação. Antes de desembarcar no CT do Caju, ele era comandado por Sérgio Vieira – funcionário do Furacão que estava emprestado à Ferroviária na disputa do Campeonato Paulista.

Com dois jogos disputados com a camisa rubro-negra (45 minutos na derrota para o Inter e 90 na vitória sobre o Santa Cruz), Wanderson projeta uma sequência como titular:

– É um desafio porque é a segunda equipe grande que eu vou passar, mas a primeira, que foi o Corinthians, eu tive uma contusão séria e não consegui jogar. Aqui, acho que cheguei maduro, preparado e tive um bom Paulista pela Ferroviária, um treinador que passou as metodologias que ele praticou aqui no Atlético também, que é o Sérgio Vieira, que também era funcionário do clube e agora está no América-MG. É um grande desafio porque representar o Atlético é uma grande responsabilidade e um desafio, evoluir e jogar grandes campeonatos, o Brasileiro, a Copa do Brasil e, quem sabe, a Libertadores – falou o camisa 19 em entrevista ao site oficial.

Além de Corinthians e Ferroviária, Wanderson também já tinha defendido Francana, Sertãozinho e São Bento de Sorocaba durante a carreira. Ele teve que fazer a estreia com a camisa atleticana em uma “fogueira”. O Atlético-PR tinha acabado de levar um gol do Internacional, e o zagueiro Cleberson teve que sair após sofrer duas fraturas. Wanderson avalia suas atuações:

– Foi um pouco rápido (período de adaptação). Cheguei no dia 16 (de maio), fiz poucos treinos e, infelizmente com a contusão do Cleberson, acabei estreando contra o Internacional lá. Entrei no finalzinho do primeiro tempo. Um pouco rápida essa estreia, mas, graças a Deus, consegui fazer uma boa estreia contra o Internacional e um bom jogo também contra o Santa Cruz.

O próximo compromisso de Wanderson e companhia será contra o São Paulo, às 21h (horário de Brasília) de sábado, no Morumbi, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Com o camisa 19 na zaga, um provável Atlético-PR para pegar o São Paulo tem Weverton; Léo (Eduardo), Thiago Heleno, Wanderson e Sidcley; Otávio, Deivid e Vinícius; Ewandro, Nikão e Walter (André Lima).

Atlético-PR leva virada do Cruzeiro, perde pênalti e avança

Terra

cruzeirodanielteobaldofp

A classificação veio, mas não foi do jeito que Paulo Autuori queria. Das arquibancadas do Mineirão, o recém-contratado técnico do Furacão viu seus novos comandados sofrerem a virada dos reservas do Cruzeiro e ainda teve tempo de ver o meia Nikão perder um pênalti no final da partida.

A derrota por 2 a 1 só não foi mais lamentada pelo Atlético-PR, porque, com o empate entre Flamengo e Figueirense, o time paranaense garantiu classificação para as semifinais, ao menos, na segunda colocação do grupo A.

Pelo lado do Cruzeiro, a eliminação precoce da Primeira Liga pelo menos foi amenizada com a vitória desta quarta-feira, a única da equipe celeste na competição. O ponto negativo da partida ficou por conta do público, 4.476 pagantes, o pior público da história do novo Mineirão.

Sem chances na Primeira Liga, Deivid deve fazer testes no Cruzeiro

Lancenet

56a95397d6c24

O duelo do Cruzeiro com o Atlético-PR, pela terceira rodada do Grupo A da Primeira Liga, servirá como teste para o técnico Deivid. Já sem chances de avançar às semifinais, o treinador usará o jogo para utilizar novos jogadores e continuar a busca pela formação ideal de sua equipe.

– A gente está tentando achar a melhor formação para que a equipe se sinta melhor em campo. Nós temos que ter tranquilidade nas mudanças. Dos oito contratados eu coloquei cinco e falaram que eu mexi muito. E se eu não mexo, falam que eu não coloco.

Apesar de não ter mais pretensões na Primeira Liga, Deivid reforçou a importância de vencer o duelo que será disputado no Mineirão nesta quarta-feira, às 19h30.

– Nós temos de entrar para ganhar, é a camisa do Cruzeiro que estará em campo. Vamos estar em casa e precisamos da vitória – declarou o treinador.

Com duas vitórias em dois jogos, o Atlético-PR lidera o Grupo A e precisa de um empate para garantir o primeiro lugar e a classificação para as semifinais. O Cruzeiro tem um ponto na competição.

unimarc-modelo-4

Atlético-PR perde no Paraguai e é eliminado da Sul-Americana

Terra

ortegaluquenoxatleticoprandrescristaldoefe

O Atlético-PR vai apenas cumprir tabela pelo restante do ano. A última esperança para salvar uma temporada repleta de decepções acabou no gramado do Estádio Feliciano Cáceres, em Luque, no Paraguai, com a derrota por 2 a 0 para o Sportivo Luqueño, que eliminou o Rubro-Negro da Copa Sul-Americana. No jogo de ida, em Curitiba, 1 a 0 para os brasileiros.

Com apenas três minutos de bola rolando a equipe paraguaia abriu o placar com um lindo gol de Ortega, que aproveitou falha de Kadu, chapelou Vichés e tocou de cobertura para balançar as redes. Aos 35 minutos, e aproveitando rebote de cobrança de pênalti, Leguizamón marcou o segundo.

O Luqueño pega pela semifinais da competição o River Plate. Pelo Campeonato Brasileiro, o Furacão encara a Chapecoense, fora de casa, na Arena Condá, já sem risco de rebaixamento, mas sem chance de alcançar o G-4.

unimarc-modelo-4

Bem no turno, mal no returno: Flu e Furacão tentam nova vida no Brasileiro

Globo Esportes

walter

Fluminense e Atlético-PR, rivais deste sábado, às 17h, no Maracanã, têm extremos no Brasileirão. Bem no primeiro turno, com campanhas dignas de classificação à Libertadores, caíram de produção a ponto de terem preocupação com risco de rebaixamento no returno. São, respectivamente, o último e o penúltimo classificados na segunda metade da competição

Os dois times, para sair da crise, trocaram de treinador. Enderson Moreira deu lugar a Eduardo Baptista no Tricolor, Cristóvão Borges substituiu Milton Mendes no Furacão, afinal, o rendimento mudou – Flu fechou a primeira parte da competição em quarto enquanto o Atlético-PR em oitavo. Mas… o efeito foi pouco prático.

No caso do time carioca, a Copa do Brasil é a exceção – a equipe depende de um empate com o Palmeiras, quarta-feira, em São Paulo, para chegar à final. Porém, é o 20º no returno (12º no geral). O paranaense, com nove jogos consecutivos sem ganhar, é o 19º no returno (13º no geral). Depende também de empate com o Sportivo Luqueño para chegar à semifinal da Sul-Americana.

A partida terá um trio de São Paulo. Luiz Flávio de Oliveira (Fifa) apita, auxiliado por Rogério Pablos Zanardo e Vicente Romano Neto.

Outros jogos
18:30
Figueirense x Santos
Internacional x Joinville
21:00
Palmeiras x Sport

Atlético-PR tenta resgatar a magia de “El Paranaense” na Sul-Americana

Globo Esportes

golfuracao

O Atlético-PR inicia a disputa com o Sportivo Luqueño, do Paraguai, e busca mais do que uma vaga na semifinal da Sul-Americana. O clube e o grupo de jogadores querem resgatar a magia do “El Paranaense”, como o clube é conhecido nos países vizinhos. O nome teve maior destaque durante a Libertadores de 2005, quando o Furacão chegou à final – acabou perdendo para o São Paulo e ficou com o vice. O clube também disputou o maior torneio continental em 2000, 2002 e 2013 e aproveitou para expandir sua marca.

Apesar da diferença de importância entre as competições, o Atlético-PR vê o título da Sul-Americana como prioridade na temporada – até porque ele dá uma vaga na Libertadores do ano que vem. O volante Otávio comenta sobre o desafio e, apesar do momento do clube, mira o título. O Furacão teve apenas uma vitória nas últimas 11 partidas da temporada:

Um dos trunfos do Atlético-PR para a disputa da Sul-Americana é a presença, em seu elenco, de três jogadores de outros países sul-americanos: Christián Vilches é chileno; Daniel Hernández, colombiano, e Fernando Barrientos, argentino. Os dois primeiros podem ser titulares contra o Sportivo Luqueño, às 20h (horário de Brasília) desta quarta-feira, na Arena da Baixada.

Vitória perde para o Atlético-PR, mas avança na Copa do Brasil Sub-20

Globo Esportes

b1nn2raiaaeldoe

O Vitória aproveitou a vantagem conquistada no primeiro duelo com o Atlético-PR e se classificou às semifinais da Copa do Brasil Sub-20. Jogando no Estádio Francisco Muraro, em Curitiba, a equipe baiana perdeu por 2 a 1 e, com o resultado agregado, avançou de fase no campeonato da categoria.

No jogo de ida, no estádio Barradão, o Leão venceu por 3 a 1, com gols de Wellington, Léo e Gabriel.

Classificada, a equipe do técnico Carlos Amadeu irá enfrentar o vencedor do confronto entre Bahia e São Paulo, que jogam na quinta-feira, em São Paulo. No jogo de ida as equipes ficaram no 1 a 1 em Salvador.

Atlético-PR aproveita chances e joga o Flamengo para a lanterna: 2 a 1

Globo Esportes

coutinho

O Atlético-PR, mais objetivo e atento que seu adversário, venceu o Flamengo por 2 a 1 em Macaé, nesta quarta-feira, na retomada do Campeonato Brasileiro após a pausa para a Copa do Mundo. O resultado fez o Furacão subir seis degraus na tabela e ir para o sexto lugar, com os mesmos 16 pontos do Fluminense, último integrante do G-4. Os cariocas estacionaram nos sete pontos e seguram a lanterna do Brasileirão. Douglas Coutinho e Cleberson marcaram os gols dos paranaenses. Samir descontou para os cariocas.

A torcida no Moacyrzão se irritou com o resultado e gritou “time sem vergonha” e “queremos jogador” – o Fla não teve Canteros, ainda dependendo de regularização, e aguarda Eduardo da Silva, que deve realizar exames médicos nesta quinta.

Flamengo e Atlético-PR voltam a campo no domingo. Às 16h (de Brasília), no Beira-Rio, os cariocas encaram o Internacional. Às 18h30, na Arena da Baixada, o Furacão recebe o Criciúma.

Corinthians vacila, cede empate ao Atlético-PR e irrita torcedores

r7

t_115113_boa-atuacao-de-guerrero-nao-foi-suficiente-para-dar-a-vitoria-ao-corinthians-foto-daniel-augusto-jr

O Corinthians melhorou em relação à sua fraca atuação na derrota para o Figueirense e foi superior ao Atlético-PR na maior parte do jogo, mas não conseguiu vencer na noite de quarta-feira.

A equipe vacilou demais na parte defensiva nos minutos finais, levou o empate por 1 a 1 e escapou de levar a virada.

O resultado no Canindé não foi o que esperava Mano Menezes, alvo da ira de boa parte dos torcedores ao término do jogo. “Mano, c…, fora do Timão!”, gritou muita gente, irritada com a terceira partida seguida sem vitória, a segunda em casa. Com nove pontos, a equipe está na faixa intermediária da tabela do Campeonato Brasileiro.

468x60_simonassi127

Corinthians tenta esquecer decepção para bater Atlético-PR no Canindé

r7

t_115014_guerrero-e-ao-que-tudo-indica-o-unico-atacante-do-corinthians-escalado-foto-daniel-augusto-jr

Sem a estreia que gostaria em sua nova casa, o Corinthians quer deixar para trás a derrota por 1 a 0 para o Figueirense e se recuperar no Campeonato Brasileiro. Derrotado em Itaquera, o time de Mano Menezes espera um resultado melhor no Canindé, a partir das 22h (de Brasília) de quarta-feira, contra o Atlético-PR.

O confronto acontece uma semana após um amistoso entre as duas equipes, parte da programação da reinauguração de outro estádio, a Arena da Baixada. A equipe alvinegra levou a melhor por 2 a 1, mas a situação promete ser bem diferente no embate valendo três pontos.

O Atlético-PR não tem nem o mesmo técnico. Após a derrota no amistoso e o empate em casa com a Chapecoense, Miguel Ángel Portugal satisfez a vontade de boa parte da torcida e pediu demissão. O auxiliar Leandro Ávila será o comandante na sexta rodada do Nacional.

O fato de o jogo ser em São Paulo também muda bastante as coisas. Como mostrou contra o Figueirense, o Corinthians tem enorme dificuldade quando tem a responsabilidade de tomar a iniciativa da partida, algo admitido por Mano Menezes. Na Arena da Baixada, foi o Atlético que partiu para cima.

Altitude e Strongest acabam com o sonho do Atlético-PR na Libertadores

Gazeta Esportiva

300x235_2014-04-08_d2e3a487e1

A altitude boliviana fez mais uma vítima na Libertadores da América. Desta vez foi o Atlético Paranaense que não teve fôlego para segurar o The Strongest, que acabou com o sonho rubro-negro no Grupo 1 com uma vitória por 2 a 1, em La Paz. Nem mesmo o reencontro do Imperador com as redes foi suficiente para impedir o primeiro brasileiro de ser eliminado na edição 2014.

Depois de aguentar a pressão do Tigre com uma sequência de defesas espetaculares, aos 38 minutos, Weverton tirou a bola da área e entregou nos pés de Soliz, que levantou para Manoel testar contra o próprio patrimônio e balançar as redes. O empate veio aos 47 minutos, com o Imperador, que mostrou o velho oportunismo. Na segunda etapa, aos nove minutos, Soliz, por cobertura, fez o segundo.

Agora, o Furacão terá tempo para uma intertemporada visando a Série A do Campeonato Brasileiro, próximo compromisso que começa neste primeiro semestre, e, na sequência, sua entrada na fase final da Copa do Brasil. Se a pressão iniciada pelo torcedor após a derrota em casa para o Vélez crescer, a permanência do técnico Miguel Ángel Portugal pode estar comprometida.

Diante do Vélez, Atlético-PR luta para manter a liderança do grupo 1

Gazeta Esportiva

t_109479_atleticanos-esperam-repetir-contra-o-velez-a-boa-atuacao-diante-do-universitario-per-na-ultima-quinta-feira

Com campanhas idênticas no grupo 1 da Libertadores da América, Atlético Paranaense e Vélez Sarsfield-ARG disputam nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), na Vila Capanema, a liderança isolada, além de um passo fundamental para a classificação. No primeiro confronto entre as equipes, em Buenos Aires, os argentinos levaram a melhor.

A vitória sobre o Universitario-PER, na última rodada, afastou as desconfianças em torno do Furacão, que tem a melhor campanha entre os brasileiros na competição. Agora, o técnico Miguel Ángel Portugal pode ainda ganhar pelo menos um reforço para montar o time. O atacante Marcelo está recuperado e entra na briga com Douglas Coutinho e Bruno Mendes por um lugar entre os titulares. O meia Felipe é mais um que está de olho em uma vaga e pode ser novidade. Adriano, mais uma vez, é dúvida, e dificilmente será opção.

Para o goleiro Weverton, o importante será manter a mesma pegada, independentemente da formação, mostrando que em casa o Rubro-Negro precisa se impor. “A obrigação de ganhar é nossa. O Atlético precisa se impor. Somos a equipe mandante e queremos ganhar para classificar. Precisamos fazer aquela pressão no início da partida, sufocar o adversário desde o início, como fizemos contra o Universitario”, analisou.

unimarc-modelo-4





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia