WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



drupal counter

:: ‘BaVi’

Árbitro gaúcho da FIFA dirige clássico Ba-Vi

Tribuna da Bahia

20160429093510_Anderson-Daronco

O gaúcho Anderson Daronco, árbitro da Federação Gaúcha de Futebol e do quadro da FIFA, vai dirigir o primeiro clássico Ba-Vi na decisão do título do Campeonato Baiano, domingo, às 16 horas, no Estádio Manoel Barradas, na Toca do Leão.

Já está definido também que outro árbitro gaúcho, Leandro Pedro Vuaden, vai comandar o segundo clássico entre Bahia e Vitória, dia 8 de maio, a finalíssima do Estadual 2016, na Arena Fonte Nova.

A escolha dos árbitros gaúchos para as finais do Campeonato Baiano foi resultado de um acordo entre as Federações Baiana e Gaúcha. Anderson Darronco (FIFA/RS) comanda o primeiro clássico Ba-Vi auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (FIFA/SP) e Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG). Leandro Pedro Vuaden apita neste domingo o jogo entre Internacional x Juventude, pelas finais do Campeonato Gaúcho.

Revista inglesa elege o clássico Ba-Vi como o 42º derby do futebol mundial

Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

A rivalidade entre Bahia e Vitória ganhou mais um capítulo no futebol mundial. Depois de citado no site da Fifa, antes da realização da Copa do Mundo 2014, o embate entre Tricolores e Rubro-Negros foi eleito o 42º dos 50 maiores clássicos do mundo pela revista inglesa Four Four Two.

Até o momento, a publicação divulgou do 31º ao 50º derby mundial, e os baianos são os únicos brasileiros que aparecem nesta primeira leva de jogos. O jornal citou fatos curiosos da história dos Ba-Vis, como a confusão entre os ex-atletas Preto (Vitória) e Parreira (Bahia) em 1997 e o suicídio do tricolor Bitonha em 1934. O ex-jogador foi preso após atacar o árbitro e cometeu suicídio por estar envergonhado de suas ações. A final que nunca aconteceu, no estadual de 1999, também foi recordada pelo Four Four Two.

Figuram nesta primeira lista mais sete clássicos sul-americanos, como Newell’s e Rosário Central na Argentina, Barcelona e Emelec do Equador e Olímpia contra o Cerro Porteño no Paraguai. Confira abaixo a lista de clássicos já publicados pelo periódico britânico:

31° – Kaizer Chiefs x Orlando Pirates, Johannesburgo, África do Sul
32° – Dínamo Bucareste x Steaua Bucareste, Bucareste, Romênia
33° – Esteghlal x Persepolis, Teerã, Irã
34° – Barcelona x Emelec, Guyaquil, Equador
35° – Glentoran x Linfield, Belfast, Irlanda do Norte
36° – Cerro Porteño x Olimpia, Assunção, Paraguai
37° – CSKA Sofia x Levski Sofia, Sofia, Bulgária
38° – Alianza Lima x Universitario, Lima, Peru
39° – Hamburgo x St. Pauli, Hamburgo, Alemanha
40° – América de Cali x Deportivo Cali, Cali, Colômbia
41° – Dynamo Moscou x Spartak Moscou, Moscou, Rússia
42° – Bahia x Vitória, Salvador, Brasil
43° – FC Seoul x Suwon Bluewings, Coreia do Sul
44° – Everton x Santiago Wanderers, Chile
45° – Athletic Bilbao x Real Sociedad, País Basco, Espanha
46° – Newell´s Old Boys x Rosario Central, Rosário, Argentina
47° – Olympique de Lyon x Saint-Étienne, França
48° – Portland Timbers x Seattle Sounders, Estados Unidos
49° – Blooming x Oriente Petrolero – Santa Cruz de la Sierra, Bolívia
50° – Sheffield United x Sheffield Wednesday – Sheffield, Inglaterra

Pelo Baianão Sub-20, Vitória e Bahia repetem final do profissional

Terra

571a5ebcb254b

Repetindo a mesma trajetória dos profissionais, as equipes sub-20 de Vitória e Bahia vão protagonizar a final do Campeonato Baiano Sub-20 2016, organizado pela Federação Bahiana de Futebol. As finais serão realizadas nos dias 28/04, às 15h, no Barradão, e dia 05/05, às 15h, em Pituaçu.

O Ba-Vi decisivo acontece mais uma vez na decisão. No último torneio, o Vitória levou a melhor: vitória por 2 a 0, na partida de ida, no Barradão, e derrota por 2 a 1, em Pituaçu, o que garantiu, à época, o 15º troféu da competição para o Vitória.

Caso conquiste o bicampeonato, o Vitória ainda empatará com o rival em número de conquistas do estadual da categoria – atualmente está 16 a 15 para o rival Bahia.

O crescimento do Rubro-Negro na competição é notável. Nas últimas dez edições, o Vitória conquistou sete títulos, contra três do Bahia. Em 2015, o Leão conquistou os três títulos baianos da base: infantil, juvenil e júnior.

Nos últimos dez Ba-Vi’s inaugurais, quem saiu com o triunfo só levou o título duas vezes

Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

O principal duelo do estado acontecerá neste domingo (13). Às 16h, Bahia e Vitória fazem o clássico Ba-Vi, na Fonte Nova, estádio que mais abrigou a partida e que completa 84 anos em 2016. Essa será a primeira disputa dos dois na temporada. No entanto, quem geralmente ganha esse confronto inicial não se dá bem ao final do campeonato em tempos recentes. Apenas em duas oportunidades o time que venceu o primeiro derby levantou a taça do Campeonato Baiano.

Desde 2006, a primeira vez que isso aconteceu foi em 2013, quando na reinauguração da Arena o Vitória, aplicou uma goleada de 5×1 no rival, e depois conseguiu levantar o caneco do Baianão. Inclusive, os dois se reencontraram nas finais e o Vitória aplicou 8×4 no placar agregado. No ano seguinte, em 2014, o feito se repetiu, mas pelo lado do Tricolor. No primeiro Ba-Vi do ano, o Bahia venceu por 2 a 0. Nas finais, contra o Vitória, o Esquadrão levou o título baiano, vencendo na Fonte e empatando em Pituaçu, mando do Leão na época.

Nas outras oportunidades, quem venceu o primeiro confronto não levou a taça. Quando as equipes do interior venceram o estadual, o Vitória venceu o confronto no Barradão – 2 a 1 em 2006 e 3 a 0 em 2011 (títulos de Colo Colo e Bahia de Feira). Outros três empates foram computados no período.

Entre 2007 e 2010, aconteceram três triunfos do Bahia e um empate. Todos os títulos foram do Vitória ao fim do campeonato. Em 2015, o último Baianão, houve um empate entre as duas equipes no Barradão. Neto Baiano abriu o placar para o Vitória, com um chute forte. Maxi Biancucchi, marcou para o Esquadrão. Aliás, os dois jogadores são os únicos a marcarem em dois clássicos diferentes nessa contagem. O argentino é o único a marcar pelas duas equipes (2013 e 2015). Neto, além do último Ba-Vi, marcou em 2011.

Os números são parelhos no geral, apesar da ‘seca’ de títulos de quem triunfa no primeiro clássico do ano. Em 10 jogos, o Bahia venceu quatro vezes; o Vitória levou a melhor em três oportunidades e ainda houve três empates. No quesito gols marcados, o Leão marcou 13, contra 12 do Tricolor. Já na questão “casa”, outra disputa acirrada. No Barradão, duas vitórias para cada lado e dois empates. Na Fonte, um triunfo para cada equipe. Em Pituaçu, uma vitória do Bahia e um empate.

Chances de acesso do Bahia chegam a 68% na Série B; Vitória mantém 93%

Galáticos Online

bavi

Os dois triunfos seguidos, diante de Oeste e Criciúma, nas últimas rodadas da Série B, aumentaram consideravelmente as condições do Bahia na segundona.

Após a derrota diante o rival Vitória, o Esquadrão chegou a aparecer com 23% de chances de acesso no site Infobola, do matemático Tristão Garcia, mas os sete pontos conquistados nos compromissos pós-clássico mudaram o patamar do tricolor no mesmo veículo, que aponta agora 68%, com a equipe comandada por Charles Fabian tendo saído da 5ª para a 4ª posição, com o mesmo número de pontos do 3º colocado América-MG.

Já o Vitória segue com 93%, após o empate sem gols com o CRB em Alagoas, no último sábado (24). O rubro-negro, que está invicto há nove partidas, não conseguiu vencer nas últimas duas rodadas, mesmo enfrentando equipes sem pretensões nesta reta final da Série B.

Dentro do G-4, o América-MG aparece com 78% de chances de acessos. Na 5ª posição e 5 pontos do 4ª colocado Bahia, o Sampaio Corrêa teria apenas 1% de chances, faltando seis rodadas para o final da segunda divisão do futebol brasileiro, quando as equipes ainda poderão somar 18 pontos.

Matemáticos colocam Vitória com 85,5% de chance de acesso; Bahia tem 62,4%

Galáticos Online

Índice

Líder da Série B e campeão simbólico do 1º turno, o Vitória caminha a passos largos rumo à Série A. Pelo menos é o que dizem os matemáticos do site Chance de Gol. O portal divulgou nesta segunda-feira, após a conclusão da primeira metade do Brasileirão, as projeções para título, acesso e rebaixamento.

Segundo os profissionais, o Rubro-Negro possui hoje 85,5% de probabilidade de retornar à Série A. Em relação ao título, o Leão aparece com 30,2% de chance.

Já o Bahia, segundo Chance de Gol, tem 62,4% de probabilidade de acesso. Para o título, os números apontam o Tricolor com apenas 9,8% de chance.

Quem lidera as duas projeções é o Botafogo. Apesar de atrás do Vitória na classificação, o Alvinegro aparece com 90,5% de chance de acesso e 41,9% de ser campeão.

Mercado da Bola: Vitória da Conquista contrata ex-jogadores da dupla BaVi

Varela Notícias

Fausto_Viáfara_ECPPVC

Não existe uma frase mais clichê no mundo da bola do que “não existe mais bobo no futebol”, mas não há como definir a situação atual do Esporte Clube Primeiro Passo Vitória da Conquista. O bode, que havia anunciado a contração de Viáfara na última quarta (7), divulga nesta terça-feira (8) o vínculo com Fausto, jogadores com passagem por Bahia e Vitória.

Para Viáfara, a expectativa de retornar à Bahia novamente é ótima para entrar no clima festivo que anima o município do interior baiano e garante que seu trabalho no Esporte Clube Vitória, está guardado no passado. “O trabalho que eu fiz no Esporte Clube Vitória ficou na história, é passado. A gente todo dia tem que renovar, e eu tenho uma expectativa muito boa e uma motivação muito grande de levar o Vitória da Conquista ao grande sucesso”, declara o arqueiro.

Com a experiência de ter passado por vários clubes do interior, além de ter sido capitão do Esporte Clube Bahia, Fausto está animado com o projeto de título montado pelo Bode: “Um time que entra visando o titulo é sempre importante, pois isso motiva o atleta também a pensar do mesmo modo”. O volante teve passagem por Atlético de Alagoinhas, Madre de Deus e Jacuipense.

‘Dupla Ba-Vi já não é tão favorita assim’, diz treinador da Juazeirense

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.dGGo9ehBjP

O treinador da Juazeirense Quintino Barbosa, que vai comandar a equipe do ‘Cancão’ nesta temporada, falou com o Bahia Notícias da volta ao comando técnico da equipe após uma passagem muito boa e de suas expectativas para o Campeonato Baiano. “Sempre a gente deseja o melhor, claro, para fazer o melhor, depende de atitude. De como vamos formatar esse grupo, características e o sistema que vamos adotar. Mas, dentro daquilo que estamos planejando, a diretoria não tem deixado de fazer nenhum tipo de sacrifício para nos dar o que entendemos ser o melhor. E que Deus nos abençoe, porque o comando é de Deus, nós somos usados aqui. Então a expectativa, ela se torna grandiosa pelo momento do futebol baiano, que é de um nivelamento, onde existem dois favoritos (Bahia e Vitória), que já não são tão favoritos assim, mas que me da uma possibilidade enorme de fazer uma boa competição”.

Em relação as primeiras impressões do elenco, o treinador preferiu ter cautela. “A primeira impressão é sempre a da interrogação, pois não sabemos como os atletas estão chegando em relação a parte física. São jogadores que estão a três, quatro meses parados. A gente tem uma necessidade enorme de condiciona-los o mais rapidamente possível, para depois aprimorarmos a parte técnica. Alguns jogadores já conhecemos em atividade, e isso nos da uma tranquilidade muito grande. Mas o momento é esse, da parte física, para depois eles poderem assimilar e absorver o que nós queremos na questão tática e firmar o trabalho”.

Sobre a responsabilidade de comandar a única equipe da região na elite do futebol baiano, já que o Juazeiro foi rebaixado ano passado, Quintino se mostrou tranquilo com as possíveis cobranças. “A responsabilidade é normal, você tem que ser cobrado mesmo. O mais importante é sabermos que o campeonato é curto e não lhe dar uma folga para errar, por isso você tem que saber o que está fazendo, saber o que está planejando, saber qual é o objetivo e pedir que Deus nos abençoe. Então, vamos trabalhar com equilíbrio, com tranquilidade, e principalmente fazer uma preparação adequada para a competição. Hoje, esse é o meu foco junto com toda a comissão técnica (Aílton, Luciano), e estamos fazendo o planejamento com muita atitude e intensidade no trabalho”.

Em defesa da dupla Ba-Vi, Ednaldo Rodrigues sugere retorno do mata-mata no Brasileirão

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.ONLfNOongp

Segundo informações da coluna Bastidores FC, do site globoesporte.com, o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, irá visitar a sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e sugerir uma nova fórmula de disputa para o Campeonato Brasileiro de Futebol.

“Minha fórmula tem dois grupos de 10 clubes cada, com mata-mata depois para definir campeão, classificados para a Libertadores e rebaixamento. O projeto ainda não está pronto, é um esboço, uma ideia que pode ser melhorada” disse o mandatário, que também afirmou ao site que sua ideia surgiu depois das suspeitas sobre um possível “corpo mole” do Atlético Paranaense perante o Palmeiras, na última rodada do certame nacional.

“Eu não quero acreditar.quero acompanhar o jogo. A gente sabe como são as coisas, sente quando um clube tem interesse ou não, sabe quando o clube leva a sério. Confio nos atletas do Atlético-PR. Amanhã eles podem estar em outros clubes, na seleção, não acredito que vão fazer algo. Mas esse tipo de situação tira a credibilidade do futebol” reiterou.
Além do Vitória, o Bahia também luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro 2014. Entretanto, as duas equipes estão em desvantagem em relação ao Palmeiras, que precisa de apenas um triunfo para se manter na elite nacional.

Cresce a chance de a dupla Ba-Vi acabar na Série B do Brasileiro

Tribuna da Bahia

Índice

A Série A do Campeonato Brasileiro de 2014 termina somente no dia 7 de dezembro, com todos os 10 jogos da 38ª rodada programados para o domingo à tarde. No entanto, a dupla Ba-Vi, que está muito ameaçada de rebaixamento, não quer pensar em chegar na última rodada dependendo de outros adversários para permanecer na primeira divisão.

Isso se explica pelo simples fato de que o cálculo do índice de risco dos clubes baianos aumentou consideravelmente após o término da 30ª rodada da competição.

Como o Tricolor e o Rubro-negro foram derrotados neste meio de semana, para Atlético Mineiro e Corinthians respectivamente, e com o triunfo do Coritiba (clube que ocupava a lanterna do campeonato), a dupla Ba-Vi aparece com mais de 60% de risco de queda para a Série B, segundo cálculos apresentados no site chancedegol.uol.com.br.

A situação tanto de Bahia quanto de Vitória se agrava ainda mais por conta da quantidade de pontos que ainda restam para serem disputados: 24 ao todo.

Além disso, das oito partidas que ainda têm para jogar (quatro em casa e quatro fora), os clubes baianos precisam ao menos de 50% de aproveitamento, ou seja, quatro triunfos (12 pontos) para chegarem no mínimo aos 43 e terem cerca de 95% de possibilidade de permanência na primeira divisão.

Isso se explica porque até o final do 1º turno da Série A, os prognósticos previam o mínimo de 45 pontos ganhos para um clube se manter na 1ª Divisão do Brasileiro. Mas no final da 28ª Rodada, em função da instabilidade dos times, essa previsão caiu, e os sites de prognósticos apontaram que com até 41 pontos um clube tem ao menos 50% de chances de ficar na Série A, com um ponto a mais, com 42, essa probabilidade chega a 80%, e com 43, como pode ser o caso de Bahia e de Vitória (caso vençam as quatro partidas que tem em casa), as chances sobem para 95%.

Mas para não ter dúvida, sem surpresas no percurso da reta final do Brasileiro, o clube tem que chegar aos 44, 45 pontos, atingir o percentual de 99,9% de chance de permanecer na 1ª Divisão do Campeonato Brasileiro.

Vale lembrar que em casa, o Bahia ainda enfrenta Palmeiras, Corinthians, Atlético-PR e Grêmio, e fora de Salvador duela contra o Internacional, Goiás, Criciúma e Coritiba.

Já o Vitória pega no Barradão o lanterna Criciúma, São Paulo, Coritiba, e Santos, e sai para enfrentar o Grêmio, Chapecoense, Figueirense e Flamengo.

Bahia faz nos acréscimos e arranca empate com Vitória

Atarde

650x375_baxvi_1412561

O clássico baiano foi emocionante até o apito final. Jogando em casa, na Arena Fonte Nova, o Bahia marcou seu gol já nos acréscimos e conseguiu empatar com o rival Vitória por 1 a 1, na noite deste domingo, em Salvador, pela quarta rodada do Brasileirão.

O empate no clássico levou o Bahia aos sete pontos, agora em quarto lugar no Brasileirão. Já o Vitória está com cinco pontos, na 12ª colocação.

O Bahia manteve maior volume de jogo durante quase todo o tempo, tendo muito mais posse da bola, mas perdeu muitas oportunidades de finalização. Assim, foi o Vitória que conseguiu chegar primeiro ao gol, aos 38 minutos da etapa inicial. No lance, Marquinhos levantou para Souza, que cabeceou direto para as redes, sem chance de defesa.

No segundo tempo, o Bahia voltou pressionando o adversário, na busca pelo empate. Assim, quase marcou aos seis minutos, quando Talisca provocou boa defesa de Wilson. Aos 13, nova oportunidade, dessa vez desperdiçada por Maxi Biancucchi, em outra defesa do goleiro.

O Vitória também levava perigo. Foi o que aconteceu aos 26 minutos, quando Marquinhos finalizou de fora da área, mas Marcelo Lomba espalmou. Logo em seguida, uma discussão entre Uelliton e Souza resultou na expulsão de ambos, deixando cada equipe com dez jogadores em campo.

Como não desistiu de buscar o empate até o final, o Bahia acabou premiado já aos 46 minutos, quando Pará conseguiu fazer o gol, definindo o placar no clássico baiano na Arena Fonte Nova.

Agora, pela quinta rodada do Brasileirão, o Bahia pega o Sport na Ilha do Retiro e o Vitória encara o Palmeiras em Pituaçu, ambos no próximo domingo.

Péricles Bassols comanda decisão do Campeonato Baiano

Galáticos Online

periclesbassols

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgou no início da tarde desta quinta-feira (10) a arbitragem para a decisão do Campeonato Baiano entre Bahia e Vitória que irá acontecer no domingo (13), às 16h, em Pituaçu. O confronto será comandado por Péricles Bassols Pegado Cortez (FIFA-RJ).

A disputa no sorteio foi realizada dois árbitros de fora do estado. O carioca Péricles Bassols Pegado Cortez e o Mineiro Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG). será assistido por Rodrigo Pereira (FIFA-RJ) e Kleber Lúcio Gil (FIFA -SC).

Assim como na primeira partida da final, o mineiro Ricardo Marques será o 4º árbitro do duelo. No primeiro confronto Wilton Pereira Sampaio (GO) foi o comandante do jogo em que o Bahia derrotou o Vitória por 2 a 0.

No confronto deste domingo (13), o Bahia pode perder por até um gol de diferença que sagra-se campeão. Já o Rubro-Negro, terá que vencer por dois gols de diferença para conquistar o bicampeonato estadual.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia