WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘busca’

Convocação desta quarta não é definitiva; CBF ainda busca liberações

Globo Esportes

baggkzq9syggye55md6zxkm41

Os 18 jogadores que serão convocados nesta quarta-feira para defender a seleção olímpica no Rio 2016 podem não ser os mesmos que estarão à disposição do técnico Rogério Micale na estreia da equipe, no dia 4 de agosto, contra a África do Sul, em Brasília. E o motivo é simples: a CBF, ainda com dificuldades nas negociações com clubes europeus, tem até o dia 18 de julho para entregar a lista final de convocados ao Comitê Olímpico Brasileiro.

A convocação desta quarta é de uma lista prévia que será enviada ao COB no dia 1º de julho. Mas, como há complicações na liberação de alguns jogadores que atuam no exterior, é possível que haja a necessidade de mudanças na relação até o dia 18. A CBF cogita viajar à Europa para conversar diretamente com os clubes até o prazo final.

Por isso, Micale convocará força máxima. A lista desta quarta-feira contará com vários jogadores que ainda não conseguiram liberação de seus clubes. São os casos, por exemplo, de Fabinho, do Monaco, Marquinhos, do Paris Saint-Germain e Felipe Anderson, do Lazio. Até agora, os únicos que têm aval são Neymar, Douglas Costa e Rafinha.

A ideia é deixar claro para os jogadores chamados a vontade de que estejam com o grupo. O fato do início da pré-temporada da maioria dos clubes ser por volta do dia 4 de julho faz com que os próprios jogadores possam dialogar melhor internamente em busca da liberação. A CBF, por sua vez, ganha tempo na negociação.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Feirense busca triunfo para avançar no G-8 do Baianão

Jornal Folha do Estado

44176-2

Depois de vencer o Colo-Colo, por 1 x 0, no sábado passado (13) na cidade de Riachão do Jacuípe, o Feirense volta a campo no próximo domingo (21), às 16 horas, para encarar a Juazeirense no Estádio Paulo de Souza Coelho, na cidade de Petrolina/PE. O objetivo da “Águia do Sertão” é vencer para melhorar ainda mais a sua posição na classificação geral do estadual.

O triunfo diante dos ilheenses, na semana passada, fez o Feirense subir da vice-lanterna para a quinta colocação geral com três pontos, com um triunfo e uma derrota. Caso vença o Cancão de Fogo, o time gameleiro não só consolida uma posição, mas avança na classificação geral da competição. Entretanto, a tarefa não será das mais fáceis, pois o time da Juazeirense apenas um ponto, está nas últimas colocações e precisa vencer para não ficar muito para trás e chegar nas últimas rodadas disputando fuga de rebaixamento.

Para esta partida, o treinador Henry Lauar deve promover mudanças. Os zagueiros Giordano e Gustavo Eugênio já estão regularizados e podem ganhar as posições de Jeferson e Paulão. O treinador ainda pode dar oportunidades aos meio-campistas João Pedro e Matheus Carioca, que entraram no decorrer do jogo diante do Colo-Colo e foram muito bem e quem pode perder posição é o meia Echeverria e o atacante Vagner. “O jogo de hoje será mais difícil porque se trata de um adversário mais qualificado, que precisamos ter cuidado, porém temos que jogar nosso futebol e ganhar porque temos condições para isso”, disse o técnico Henry Lauar.

unimarc-modelo-4

Galo inicia em Arequipa a busca pelo segundo título da Copa Libertadores da América

Superesportes

20160217004438886722u

A busca do Atlético pelo segundo título da Copa Libertadores começa às 21h45 desta quarta-feira, no Estádio Monumental da Unsa, em Arequipa, no Peru. Pela frente, o Galo tem um adversário pouco conhecido e a altitude de 2.500 metros.

Para evitar surpresas, o Atlético fez um estudo detalhado do rival. Um profissional da comissão técnica foi enviado a Arequipa. Colheu informações táticas e técnicas do time durante o jogo contra o Sporting Cristal, pelo Apertura. O “El Dominó”, como também é conhecida a equipe peruana, foi derrotado por 2 a 1.

“Agora começa nosso máximo objetivo. Estamos trabalhando muito para este começo de Libertadores. Já conhecemos os adversários, é sempre difícil jogar fora de casa, as condições não são as mesmas dos jogos no Brasil. Estamos preparados. Tenho muita confiança que o Atlético pode fazer um bom jogo, porque os jogadores têm correspondido fisicamente, tecnicamente e psicologicamente”, destaca o técnico Diego Aguirre.

Mantido para a Libertadores, após a diretoria recusar 15 milhões de euros do futebol chinês, Lucas Pratto pede atenção total no jogo de estreia: “O objetivo é brigar até as finais. O primeiro passo é sempre o mais difícil e o mais importante para começarmos bem na fase de grupos da Copa Libertadores.”

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Campeonato Baiano: tem clube estreante, busca por tri e recuperação

Globo Esportes

20150505_220423_lls

Após dois meses de hiato, entre férias e pré-temporada, a bola voltará a rolar na Bahia. Neste fim de semana, tem início o Campeonato Baiano 2016, que nesta temporada chega a sua 112ª edição. Os moldes da competição serão os mesmos de 2015: 12 equipes divididas em dois grupos, em que cada time enfrenta rivais da outra chave. Os oito melhores classificados no geral avançam para a segunda fase. Os quatro últimos se enfrentam em partidas de ida e volta na luta contra o rebaixamento.

O Baianão deste ano é encorpado com objetivos individuais de cada clube. O Bahia briga pela conquista da terceira taça consecutiva, feito que não alcança há 28 anos – o último tricampeonato tricolor foi no fim da década de 1980. O Vitória, que está fora da Copa do Nordeste e, portanto, se dedica exclusivamente ao estadual, tem planos de recuperação. Em 2015, o Rubro-Negro foi eliminado nas quartas de final pelo Colo Colo. O elenco comandado por Vagner Mancini sabe que não pode repetir o vexame e promete entrar forte na briga pelo título.

Além da dupla Ba-Vi, a competição contará com um estreante. Fundado em 2009, o Flamengo de Guanambi subiu de divisão na temporada passada e disputa pela primeira vez o Campeonato Baiano. Outros velhos conhecidos também estão na disputa. Terceiro representante de Salvador, o Galícia tenta reviver glórias do passado. Feirense, Bahia de Feira e Fluminense de Feira defendem as cores de Feira de Santana. Jacuipense será o nome de Riachão do Jacuípe dentro do campeonato.

Do centro-norte do estado, o Jacobina se prepara para disputar o estadual pelo segundo ano seguido. O time que vem do norte da Bahia, da cidade de Juazeiro, é a Juazeirense. A região sul tem como representante o Colo Colo, de Ilhéus. O Baianão 2016 conta ainda com o Vitória da Conquista, clube que nos últimos anos se firmou como terceira força do estado e chegou à final do Baianão de 2015.

Em busca do título, Vitória da Conquista terá 12 caras novas no Baianão 2016

Por Luciano Pina

E2A00031

Com o objetivo de conquistar o título inédito de campeão do Campeonato Baiano de 2016, a diretoria do Vitória da Conquista renovou contrato de alguns jogadores, repatriou outros e contratou mais 12 atletas.

Vestirão a camisa do Bode pela primeira vez no Baianão.

Os goleiros: Rodrigão e Carlos, os laterais direitos Dimas e Maicon, o zagueiro Leandro Cardoso, o volante Anderson Paulista, os laterais esquerdos Billy e Tiaguinho, o meia Jairo e os atacantes Raylan, André Cassaco e Célio Codó.

Além desses fazem parte do elenco: Os zagueiros: Silvio, Emilio, Júnior Gaucho e João, os volantes: Edimar, Maicon e Diego Aragão, os meias: Carlinhos, Kleber, Jairo, Erivelton, Rafael da Granja e Dionísio e os atacantes: Tatu, Todinho, Aleff Pitbull e Kaká.

Na comissão técnica foi mantido o treinador Evandro Guimarães e o auxiliar Guilhermino Lima e foram contratados o prepador físico Enio Siqueira e o treinador de goleiros Fernando.

A estreia do Bode na competição será no próximo dia 31, contra o Flamengo de Guanambi, as 16 horas, no estádio 02 de Julho.

Goleiro com passagem pelo Vitória da Conquista busca emprego na web e exalta qualidades pessoais

Globo Esportes

16679147859_118d23710c_k_1

Até mesmo os boleiros sentem os efeitos da crise brasileira. Experiente e com passagem por equipes como Grêmio, Paysandu, Vitória e Vitória da Conquista, Rafael Cordova encontrou uma forma inusitada para chamar atenção de dirigentes de clubes e se reinserir no mercado. O goleiro usou sua rede social para uma postagem de autopropaganda, com histórico profissional e algumas de suas virtudes pessoais.

– Goleiro com ótima estatura, boa saída do gol, bom posicionamento, personalidade e bom caráter – garante o goleiro em sua publicação no Facebook, após encerrar seu vínculo com o Metropolitano, por onde disputou a Série D do Brasileiro até o último final de semana.

No perfil oficial do goleiro, o marketing pessoal fica ainda mais evidente. Um banner com imagens dos clubes por onde passou está estampado aos visitantes juntamente com fotos de sua carreira. Rafael também indica aos cartolas os treinadores que podem lhe render boas referências.

Ainda em sua página na web é comum encontrar a rotina de treinos, por vezes com vídeos, mensagens aos torcedores com interatividade em quase todos os posts. Quando não dá apenas um “like”, Rafael sempre faz questão de responder aos comentários.

O goleiro conta que a estratégia do uso das redes sociais é antiga e vem dando certo. Ele e mais um grupo de amigos, que são jogadores, usam esta metodologia há alguns anos como forma de facilitar o contato com cartolas espalhados por todos os cantos do país.

– Eu sempre aviso a quem possa interessar. No meu Facebook, por exemplo, 40% das pessoas são do ramo (do futebol), ou seja, atletas, treinadores, preparadores de goleiro e dirigentes. Por isso eu posto. Sempre consigo me empregar assim. É a forma que encontrei de compartilhar que estou sem clube e eliminar os oportunistas das transações – revela.

Dirigentes do Flu de Feira buscam mais quatro reforços para fechar o elenco

Site do Clube

30-07-2015_17_28_44_

O Fluminense ainda deve fazer mais quatro contratações com vistas a Copa Governador do Estado, que deve começar no final do mês de setembro. Até o momento foram contratados o goleiro Jair, o meia Everlan e o atacante Filipe, mas a diretoria ainda busca mais um zagueiro, um volante e dois meias para fechar o grupo.

A ideia é justamente montar um time ainda mais forte do que o que foi montado para a disputa do Campeonato Baiano da 2ª divisão. “A competição é curta, mas tem grande importância porque podemos ganhar uma vaga na Copa do Brasil ou Série D. O Bahia de Feira está se preparando bem, o Vitória da Conquista está montando um elenco forte, o Colo-Colo já está disputando a Série D, ou seja, estes clubes vêm fortes e nós precisamos ter uma equipe a altura para brigar por uma destas competições”, disse Zé Chico, diretor de futebol do tricolor feirense.

A exemplo dos três contratados, Zé Chico disse que a ideia é trazer atletas de qualidade comprovada. “Nós temos atletas jovens no grupo e a ideia é justamente mesclar com estes atletas que estão chegando de maior experiência para que tenhamos um time competitivo. Até o momento tudo tem saído conforme estamos planejando, o que é muito importante porque desta maneira também já estamos garantindo uma base para a temporada do ano que vem”, disse Zé Chico.

A expectativa é que esta semana outros nomes sejam anunciados. “Nós vamos manter a política de só anunciar mesmo quando o atleta chegar aqui e assinar o contrato. Qualquer nome que esteja sendo falado fora deste contexto é mera especulação”, afirmou o dirigente

Em busca do ouro, Vadão elogia a Seleção e mira Olimpíadas

CBF

20150718224721_10

À frente da Seleção Brasileira Feminina desde abril de 2014, Vadão vai em busca de seu terceiro título no comando da equipe. Neste sábado, ele terá essa chance. Brasil e Colômbia se enfrentam às 18h35 (19h35 de Brasília, em Hamilton, pela decisão do torneio de futebol feminino dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Vale ouro.

O adversário desta final, inclusive, já é um velho conhecido de Vadão. Foi justamente contra as colombianas que as mulheres do Brasil garantiram o título da Copa América de 2014. O empate em 0 a 0 deu o troféu à Seleção. Se a Colômbia vencesse, levantava a taça.

– Eles têm uma equipe madura, forte, que trabalha junto há bastante tempo. Não será um jogo fácil, mas estamos preparados – comentou o técnico logo após saber quem seria o adversário da final.

Quando olha para a trajetória neste Pan, Vadão é só elogios ao time. Afinal de contas, o Brasil está com 100% de aproveitamento até aqui, melhor ataque da competição, artilheira e jogando um futebol bonito. Se vier o ouro, vai só coroar um trabalho que já pode ser analisado como muito positivo.

– Perdemos o Mundial em um jogo eliminatório em que só um time poderia sair vencedor, mas sabíamos que o time vinha bem. Fizemos uma boa campanha lá, assim como estamos fazendo agora. A equipe está muito bem e por isso o balanço destes últimos tempos é positivo.

Vadão comanda um projeto inovador, que é a seleção permanente. Ela surgiu após um período de observações do treinador e sua comissão técnica, no qual ficou clara a necessidade de uma preparação mais intensa para enfrentar as grandes potências mundiais na modalidade. Naturalmente, após o Pan, os olhos vão se voltar justamente para a preparação para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

– Estamos elaborando um calendário muito interessante e que nos dará experiência e força para as Olimpíadas. A CBF tem nos dado toda a estrutura para trabalhar e acredito que vamos chegar num estágio muito bom no ano que vem – finalizou Vadão, que se considera totalmente envolvido com o futebol feminino desde que assumiu a Seleção.

Flu busca mando de campo para a Copa Estado

Jornal Folha do Estado

35172-2

Com o fechamento do Estádio Joia da Princesa para reformas, no segundo semestre, o Fluminense busca um mando de campo para abrigar seus jogos durante a Copa Governador do Estado. Os dirigentes cogitam quatro cidades: Serrinha, Riachão do Jacuípe, Conceição do Jacuípe e Santo Estevão.

Os Estádios Mariano Santana, em Serrinha, e o Eliel Martins, na cidade de Riachão do Jacuípe, passaram por recentes vistorias da Federação Bahaina de Futebol, porém a ideia é justamente mandar os jogos em cidades mais próximas de Feira de Santana e por conta disso, os Estádios Luiz Viana Neto em Santo Estevão, e o Rosalvo Valadares, em Conceição do Jacuípe estão na lista de opções. “Nós queremos uma cidade próxima, que o Fluminense tenha torcedores e o acesso do nosso torcedor de Feira de Santana tenha condições de estar presente, ou seja, queremos o torcedor ao nosso lado como esteve na 2ª divisão. Por isso estamos analisando tudo direitinho para ver a melhor opção”, disse José Francisco Pinto, Zé Chico, diretor de futebol.

Contatos com estas cidades já estão sendo mantidos. “A receptividade em todas foi muito boa e agora estamos aguardando todos os encaminhamentos, como a questão dos laudos técnicos que precisam estar em dias. Estamos buscando agilizar este processo para definir logo esta situação para que quando as atividades recomecem já tenhamos esta tranquilidade, inclusive de treinar neste novo mando de campo”, ressaltou Zé Chico.

unimarc-modelo-4

Vitória tenta reencontrar o caminho dos triunfos fora de casa contra o Oeste

Galáticos Online

escudero romildo de jesus

Depois de estrear com derrota na Série B para o Sampaio Corrêa, o Vitória tem a chance de se reabilitar na tarde deste sábado (16), às 16h30. O Rubro-Negro enfrenta o Oeste, em Osasco, pela segunda rodada do Brasileiro.

Para essa partida o técnico Claudinei Oliveira deve realizar, ao menos, uma mudança em relação ao time que empatou com o ASA, em 1 a 1. O meia Jorge Wagner não foi relacionado para essa partida e, com isso, abrisse uma brecha no meio de campo do Rubro-Negro.

Além de Jorge Wagner, os atacantes Rhayner e Rogério também ficarão de fora do jogo deste sábado. Os dois jogadores foram vetados pelo departamento médico.

Pelo lado do Oeste, o time do interior de São Paulo entra em campo para manter o 100% de aproveitamento na competição. A equipe estreou com triunfo contra o ABC no Rio Grande do Norte.

Outros jogos
16:30
Botafogo x CRB
Bragantino x Paysandu
Boa Esporte x Náutico
21:00
Ceará x Atlético-GO
Luverdense x América-MG

outdoor_pq

Bahia de Feira tenta o bicampeonato

FBF

00609

Cada treino é como se fosse um jogo oficial que vale três pontos. Esse é o lema do Bahia de Feira em sua preparação para o Campeonato Baiano.

Última equipe do interior campeã do estadual, após desbancar o Vitória em 2011, o “Tremendão” quer voltar à galeria dos vencedores do Estado e relembrar a recente história de sucesso.

Para isso, a equipe comandada pelo técnico Nordélio Rocha, com passagens pelo futebol sergipano e alagoano, está focada desde o início do mês. “O time está praticamente fechado. Será à base do Colo Colo, campeão da 2ª divisão no último ano. Porém, se aparecer alguma boa oportunidade, contrataremos com certeza”, explicou o presidente Tiago Souza, em entrevista ao portal de notícias da FBF.

Questionado sobre a expectativa, o dirigente garantiu que pensa em fase por fase. “Primeiro, queremos ficar entre os oito. Por ser um campeonato curto e perigoso, precisamos pensar em cada etapa. A partir daí, pensar nas semifinais e garantir a vaga para o Nordestão e a série D. Agora é deixar a bola rolar. Vale lembrar que diretoria, comissão técnica e os jogadores estão unidos e comprometidos para essa grande competição” concluiu.

unimarc-modelo-4

Para repetir façanha de 2006, Colo-Colo busca “goleador”

Galáticos Online

colo colo - fbf

Em 2006, o Colo-Colo surpreendeu a Bahia ao superar o Vitória no Baianão, quebrar uma hegemonia do Rubro-Negro e conquistar o Campeonato Baiano. Em seguida, o clube desceu a ladeira, foi parar na Segunda Divisão e só retornou à elite neste ano.

Agora, o time ilheense entra no Baianão 2015 querendo repetir a façanha. Mas, consciente das dificuldades, o vice-presidente Paulo Carvalho admitiu que precisará de contratações importantes para ter sucesso.

“Para fechar um elenco forte, precisamos de mais um zagueiro, um volante, um meia e um centroavante goleador”, disse ao portal da FBF.

O dirigente ainda revelou já ter fechado um patrocínio e garantiu que o Tigre não fará feio em campo. “Por ser um tiro curto, precisamos elaborar uma equipe de qualidade. Apesar das dificuldades encontradas, nós vamos participar da competição com bastante empenho. Já fechamos um patrocínio forte para a equipe e vamos lutar como time grande. Além disso, temos projetos para modernizar de vez a gestão, assim como profissionalizar as categorias de base com a ajuda de parceiros”, encerrou.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia