WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc

março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



drupal counter

:: ‘Carioca’

Vasco empata contra Botafogo e confirma bicampeonato carioca invicto

Ogol

26831273901_ebc0aa82e4_o

O Vasco manteve sua invencibilidade de mais de seis meses e, com o empate em 1 a 1 contra o Botafogo, diante de 60 mil pessoas, no Maracanã, confirmou o bicampeonato carioca de forma invicta.

A equipe de São Januário ficou com a taça pela vitória no jogo da ida, e conseguiu dois feitos que não alcançava desde o início da década de 1990: um título invicto, e o bicampeonato do Carioca.

O jogo começou pegando fogo. Logo no primeiro minuto, uma chance para cada lado, uma defesa para cada goleiro. A tarefa de Jefferson foi mais tranquila, após o chute fraco de Riascos.

Já Martín Silva teve mais trabalho. Gegê recebeu na canhota da área e bateu com violência. O goleiro uruguaio se jogou e espalmou, para realizar grande defesa.

Ao passar do tempo, as defesas foram se acertando mais. O jogo foi ficando mais pegado também, com faltas e algumas discussões entre os atletas.

O Alvinegro, que precisava do resultado, só foi voltar a colocar Martín Silva para trabalhar aos 42. Bruno Silva pegou rebote na entrada da área e soltou a bomba. Atento, o goleiro uruguaio mais uma vez fez boa defesa.

Martín Silva nada pôde fazer quando, no início do segundo tempo, Leandrinho apareceu na pequena área para, de cabeça, completar cruzamento da direita e mandar para rede. Decisão igualada.

O Vasco respondeu na mesma moeda: bola na área. Madson cavou falta na direita, e Nenê colocou a bola na cabeça de Rafael Vaz, que deixou tudo igual.

O quadro, então, passou a ser o seguinte: o Glorioso partiu com tudo para o ataque, enquanto o Cruz-Maltino apostava nos contragolpes. A peleja ganhou em emoção.

A pressão botafoguense não durou muito tempo, e nem foi efetiva. O time de Jorginho soube segurar bem o resultado, e dar o primeiro título ao treinador. Vasco bicampeão, dessa vez de forma invicta.

Fora do Rio, Carioca tem público de campeonato europeu

MSN

BBrU298.img

Os grandes clubes do Rio de Janeiro optaram por realizarem alguns clássicos da atual edição do Campeonato Carioca fora do estado. A aposta deu mais do que certo, e a média de público foi semelhante à de grandes campeonatos europeus.

Foram seis jogos fora do estado, com 139.658 pagantes no total, o que dá uma média de 23.276 por jogo. Nos jogos dentro do Rio, o Carioca teve 2 mil pagantes de média.

Para efeito de comparação, o Campeonato Italiano tem média de 22.160, enquanto, no Espanhol, o público médio é 27.712 por jogo.

Além do bom público, a renda fora do Rio foi de R$ 1,5 milhão, em média, por partida.

As arquibancadas cheias e o faturamento em alta devem pesar para que as semifinais do Carioca aconteçam fora do estado.

Ainda sem local definido, o Vasco encara o Flamengo, enquanto o Fluminense joga contra o Botafogo. Os dois jogos acontecem no próximo domingo.

CARIOCA: Definição do rebaixamento e Fla querendo evitar desastre

Futebol Interior

0002050158621_img

O sábado e o domingo serão decisivos para os clubes que disputam a elite do Campeonato Carioca. No sábado serão conhecidos os dois times rebaixados à Segundona de 2017. Enquanto no domingo o Flamengo precisa vencer o Bangu para confirmar vaga nas semifinais ao lado de Botafogo, Vasco e Fluminense.

Todos os jogos do chamado Grupo D (Quadrangular do Descenso) acontecerão às 15h15 de sábado. O América é o que está situação mais delicada. É o lanterna, com cinco pontos, e precisa vencer o Macaé, em Macaé, além de contar com tropeço de dois concorrentes diretos: Bonsucesso, Friburguense e Cabofriense.

Penúltimo colocado, também com cinco pontos, o Bonsucesso recebe o Tigres do Brasil, em Moça Bonita. O time precisa vencer e contar com tropeço de Friburguense ou Cabofriense. Acontecendo isso estará livre do descenso. O Tigres, vice-líder, com 11 pontos, quer avançar à Taça Rio.

Líder, o Resende recebe o Cabofriense, no Estádio do Trabalhador. O alvinegro entrará em campo já classificado à Taça Rio, mas pode decidir um rebaixamento. O time de Cabo Frio fará o ‘jogo do ano’ para não amargar o descenso.

Ainda jogam Portuguesa e Friburguense, no Estádio Luso-Brasileiro. Neste duelo poderá sair um rebaixado.

Os quatro jogos da Taça Guanabara serão realizados no domingo, às 16 horas. Fluminense, Vasco e Botafogo já estão classificados ás semifinais. Resta o Flamengo, quarto colocado, com nove pontos, e que visita o Bangu, no Estádio Moacyrzão, em Macaé. O Mengão classificado até com um empate, desde que o Volta Redonda tropece.

O Volta Redonda é o quinto colocado, com sete pontos. Visitará o Madureira, em Conselheiro Galvão. Tem que vencer o duelo e torcer por derrota do Flamengo para ser a ‘zebra’ do campeonato. Outro destaque do dia é o clássico entre Fluminense e Vasco, na Arena da Amazônia, em Manaus.

Vasco empata com Voltaço na Colina e deixa a liderança da Taça Guanabara

Globo Esportes

1

Com uma atuação apática, o Vasco apenas empatou em 1 a 1 com o Volta Redonda neste domingo, em São Januário. Com o resultado, a equipe perde a liderança para o Fluminense, que tem os mesmos 11 pontos, mas saldo superior – seis contra quatro. Nenê foi o autor do gol vascaíno, mas desperdiçou uma cobrança de pênalti pela primeira vez desde que chegou ao clube. Niltinho marcou para o Voltaço, que se mantém em quatro, agora com sete pontos.

O Vasco volta a campo no próximo sábado, novamente em São Januário, para enfrentar o Madureira. O Volta Redonda, no domingo, recebe o Fluminense no Raulino de Oliveira.

Todos os resultados
Bangu 2 x 1 Boavista
Botafogo 2 x 2 Flamengo
Madureira 1 x 3 Fluminense – a definir
Bonsucesso 6 x 1 Friburguense
Portuguesa 1 x 0 Cabofriense
América 0 x 3 Resende
Tigres 3 x 2 Macaé
Vasco 1 x 1 Volta Redonda

Carioca: Botafogo tem pequena vantagem sobre o Fla nos confrontos desde 2000

Globo Esportes

gol-1

Botafogo e Flamengo se enfrentam neste sábado, às 16h, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, pela quinta rodada da Taça Guanabara. Será o primeiro confronto entre os clubes válido pelo Campeonato Carioca disputado fora do estado. Ao longo da história, as duas equipes ficaram frente a frente apenas seis vezes fora do Rio, com três vitórias do Rubro-Negro, duas do Glorioso, além de um empate sem gols, em 1997, na mesma cidade mineira que agora será palco do clássico. A estreia foi em 28 de março de 1953, quando o Fla venceu por 3 a 0, no Monumental de Nuñez, pelo Torneio Quadrangular de Buenos Aires. Em 1978, novo triunfo dos flamenguistas, só que dessa vez por 2 a 0, no estádio San Siro, pelo Torneio Cidade de Milão. No Brasileiro foram três duelos, com duas vitórias do Alvinegro (3 a 1, no Castelão, em 1995, e 1 a 0, na Arena da Amazônia, em 2014) e uma do Flamengo por 2 a 0, também no Castelão, em 1996.

Se analisarmos todos os 32 confrontos válidos pelo estadual realizados desde 2000, a vantagem é do Botafogo. São 11 vitórias contra 10 do Rubro-Negro e outros 11 empates. No critério gols marcados, o Glorioso também leva a melhor: 46 a 45. Juntando todas as partidas disputadas neste período, independentemente da competição, o Fla tem uma pequena superioridade. São 20 triunfos, contra 16 do Alvinegro e outros 26 empates, em 62 jogos. Os flamenguistas marcaram 84 gols, e os botafoguenses, 75.

No estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, o Flamengo disputou 22 partidas, com 12 vitórias, seis empates e apenas quatro derrotas, o que representa um aproveitamento de 63,6%. O Rubro-Negro fez 33 gols e sofreu 19. O Botafogo, por sua vez, realizou sete jogos, sendo seis pela Série A do Brasileiro e uma pela Série B. Foram quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Um desempenho de 61,9%. O Glorioso marcou nove gols e levou sete. No geral, os dois times foram a campo em 350 oportunidades, com 123 triunfos do Fla, 109 do Botafogo e 118 empates. A equipe da Gávea fez 537 gols, e o Glorioso, 503.

Confira os jogos
Sábado
15:30
Bangu x Boavista
16:00
Botafogo x Flamengo
18:30
Madureira x Fluminense
Domingo
16:00
Vasco da Gama x Volta Redonda

Mal em Brasília, Fla e Vasco buscam presentear torcida local com bom jogo

Globo Esportes

fla_x_vasco1

O momento é totalmente favorável ao Vasco, invicto no Carioca, com 100% de aproveitamento na Taça Guanabara e sem ser vazado há três jogos. Mas há algo em comum – e negativo – entre o Cruz-Maltino e o Flamengo: o mau retrospecto em Brasília. Desde a reforma do Mané Garrincha, em 2013, os vascaínos não venceram no estádio em seis partidas disputadas (três empates e mesmo número de derrotas). Os rubro-negros até triunfaram por lá, mas o aproveitamento também é muito ruim: 26% (três triunfos, nove empates e duas derrotas). Com o time de Jorginho em alta e o de Muricy na obrigação de se reerguer, os eternos rivais chegam para a 374ª edição do Clássico dos Milhões obviamente em busca da vitória, porém também com a responsabilidade de brindar o torcedor local com um bom espetáculo. A bola rola no Mané às 21h45, pela quarta rodada do segundo turno do Campeonato Carioca.

Flamengo e Vasco devem até mesmo quando o assunto é o confronto entre si na capital federal: apenas dois jogos por lá e três gols marcados. O Fla venceu uma por 1 a 0, e o outro duelo terminou em 1 a 1.

O Vasco vai para o clássico como o único invicto do Campeonato Carioca e embalado pela vitória sobre o Botafogo no último fim de semana. O clima em São Januário, contrastando com o do rival, estava tranquilo no início da semana, antes da viagem para Brasília. Jorginho, porém, frisou que a pressão sofrida pelo Flamengo não beneficia o Cruz-Maltino e que o confronto é perigoso de qualquer forma. No retrospecto atual, o Vasco leva a melhor: são sete jogos consecutivos sem perder para o Rubro-Negro (cinco vitórias vascaínas e dois empates).

Confira os outros jogos
15:30
Boavista x Madureira-RJ
19:30
Bangu x Fluminense-RJ
Botafogo-RJ x Volta Redonda-RJ

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Timão leva mais público no fim de semana do que sete grandes de RJ e SP somados

Globo Esportes

rib0420

Humilhou! A torcida do Corinthians tem sido um show à parte em termos de presença nos jogos desde a inauguração da sua arena, em 2014. Neste fim de semana, a Fiel conseguiu a proeza de comparecer em maior número do que os sete demais grandes de Rio de Janeiro e São Paulo somados. Na partida do Timão contra o Ituano houve o público pagante de 28.491. Olha que nem se tratava de um confronto decisivo, uma vez que a equipe de Tite nada de braçada no Paulistão e tem a vaga na próxima fase assegurada há algum tempo, tanto que já definiu a primeira colocação do Grupo D.

Flamengo, Vasco, Fluminense, Botafogo, Palmeiras, São Paulo e Santos não conseguiram chegar perto da presença corintiana no fim de semana. Isso mesmo com o fato de ter havido dois clássicos: Vasco x Botafogo, em São Januário, e Santos x São Paulo, na Vila Belmiro. Juntos, essas torcidas obtiveram apenas 19.399 pagantes em seus jogos de sábado e domingo. A melhor marca desses clubes ocorreu no clássico carioca. Foram 6.483 pagantes no estádio cruz-maltino.

Imaginem se o Corinthians não tivesse perdido jogadores como Gil, Ralf, Renato Augusto, Jadson, Vagner Love e Malcom. Certamente, a Arena Corinthians ficaria pequena a cada partida do clube que acontecesse. Ponto também para o plano de sócio-torcedor do clube, que estimula a frequência alta para uma possível prioridade em jogos mais importantes.

Veja os públicos dos grandes de Rio e São Paulo no fim de semana:
tabela1_59

Flamengo abre Taça Guanabara enfrentando o Madureira

Terra

56e1faba25a8c

A Taça Guanabara, segunda etapa do Campeonato Carioca, começa neste sábado, quando o Flamengo encara o Madureira a partir das 16 horas (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). O Rubro-Negro terminou o Grupo B da primeira fase na segunda posição, atrás do Botafogo, enquanto que o Tricolor Suburbano conseguiu sua classificação de maneira dramática no Grupo A, graças a um empate sem gols com o Resende. O time foi favorecido pela derrota de 1 a 0 do América para o Fluminense.

O calor que pode castigar o estádio na hora do jogo é uma grande preocupação no desgastado elenco do Flamengo, que, no meio de semana, enfrentou uma viagem até Brasília para disputar a Primeira Liga. A partir da próxima quarta-feira, o elenco também disputará a Copa do Brasil, e sabe que vai precisar superar obstáculos físicos para começar a Taça Guanabara com o pé direito.

Outros jogos
Sábado
15h30
Portuguesa-RJ x Bonsucesso
Macaé x Resende
América x Cabofriense
Domingo
15h30
Boavista x Volta Redonda
16h00
Vasco x Bangu
Friburguense x Tigres
18h30
Fluminense x Botafogo

Bota domina jogo e piora situação de Eduardo Baptista no Flu: 2 a 0 no ES

Globo Esportes

botafogo_

A boa atuação combinada com classificação antecipada à segunda fase do Botafogo foram as únicas novidades da noite de quarta-feira, em Cariacica, no Espírito Santo. De resto, tudo igual: o Alvinegro voltou a vencer no Carioca, competição na qual mantém 100%, e o Fluminense perdeu o segundo clássico em quatro dias – levou 2 a 1 do Flamengo no domingo. A derrota de 2 a 0, com gols de Gegê e Ribamar, aumentou a pressão sobre o técnico Eduardo Baptista.

O Bota é o líder do Grupo B, com 18 pontos. O Flu, com sete, é o quarto do Grupo A. As duas equipes têm calendário diferente. No domingo, o Botafogo encara o Vasco em São Januário a partir das 19h (de Brasília). O Fluminense folga no final de semana. Enfrentará o Friburguense, quarta-feira, no Eduardo Guinle, às 21h45.

A irregularidade nas atuações gera contestação ao trabalho de Eduardo Baptista. Foi vaiado e alguns torcedores jogaram garrafas plásticas no técnico. No ano, apenas a vitória sobre o Cruzeiro, pela Primeira Liga, teve bom rendimento. As duas derrotas em clássicos pioraram a situação do técnico. No total, ele tem 26 jogos: são 13 derrotas, oito vitórias e cinco empates.

Confira os resultados da rodada
Bangu 1 x 1 Volta Redonda
Madureira 1 x 0 Macaé
Cabofriense 0 x 1 Flamengo
Tigres do Brasil 1 x 1 Resende
Botafogo 2 x 0 Fluminense
Hoje
16:00
Portuguesa x Bonsucesso
19h00
Vasco x Friburguense
21h00
América x Boavista

Pressionados, Botafogo e Fluminense fazem clássico em Espírito Santo

Gazeta Esportiva

24977094172_65ab221bcf_o-1024x600

Botafogo e Fluminense se enfrentam nesta quarta-feira, no Estádio Kleber Andrade, em Espírito Santo, em choque válido pela sexta rodada do Campeonato Carioca. O Tricolor, que vem de derrota por 2 a 1 para o Flamengo, soma sete pontos no Grupo A, e pode começar a complicar sua classificação em caso de novo tropeço. Pior para o técnico Eduardo Baptista, que vive ameaçado pelo risco de demissão. Já o Glorioso, que venceu os cinco jogos que fez, lidera o Grupo B com 15 pontos e cem por cento de aproveitamento, e está virtualmente classificado para a etapa seguinte. Porém, o time, que vem de triunfo por 2 a 1 sobre a Cabofriense, ainda não teve uma atuação que passasse confiança aos seus torcedores, e as limitações técnicas se tornam cada vez mais visíveis.

Ricardo Gomes, técnico do Botafogo, entende que sua equipe vive uma semana especial, pois além do Fluminense, no domingo o clube já tem outro clássico contra o Vasco. “O Botafogo vem de bons resultados, mas sabemos que o clássico pode nos dar um termômetro ainda mais preciso de como estamos até aqui, e dos rumos que precisamos seguir em termos de evolução. A cobrança é sempre muito grande, até porque a rivalidade existe e os torcedores costumam levar muito a sério esse tipo de confronto”, afirmou o treinador botafoguense.

Eduardo Baptista, treinador do Flu, entende que o duelo desta quarta-feira é de grande importância para a sequência da competição. “O Fluminense precisa vencer esse jogo para se aproximar da classificação e para reagir rapidamente, pois a derrota para o Flamengo não estava nos nossos planos. Temos condições de fazer um grande jogo se colocarmos em prática tudo o que foi trabalhado durante a semana”, disse o comandante.

Outros jogos de hoje
16h00
Bangu x Volta Redonda – Moça Bonita
Madureira x Macaé – Conselheiro Galvão
19h30
Cabofriense x Flamengo – Moacyrzão, Macaé
Tigres do Brasil x Resende – Duque de Caxias
Amanhã
16h00
Portuguesa x Bonsucesso – Luso Brasileiro
19h00
Vasco x Friburguense – São Januário
21h00
América x Boavista – Edson Passos

Com falha de Cavalieri e gols de Arão e Guerrero, Fla bate o Flu em Brasília

Globo Esportes

esp816146

Fluminense e Flamengo jogaram de igual para igual até a falha de Diego Cavalieri no primeiro tempo, que permitiu o gol do volante Willian Arão. A partir daí, os rubro-negros dominaram grande parte da partida, e ampliaram a vantagem com Guerrero no início da etapa final. Gustavo Scarpa ainda descontou com um golaço de falta aos 38 minutos, mas não foi suficiente para uma reação. A vitória por 2 a 1 no clássico no Mané Garrincha ainda teve momentos de tensão. O colombiano Cuéllar e Marcos Júnior se estranharam e foram expulsos. Wallace também, mas ao levar o segundo amarelo por chutar a bola após o árbitro ter parado a partida em uma falta de Everton em Gérson. A partida teve 32.024 pagantes (o mesmo número de presentes), com R$ 2.388.360,00 de renda bruta.

A vitória deixa o Flamengo em segundo lugar do Grupo B, com 10 pontos, atrás somente do Botafogo, que tem 15. O próximo compromisso é contra a Cabofriense, quarta-feira, no Moacyrzão. O Fluminense vive situação mais complicada. É o quarto colocado do Grupo A, com sete pontos, atrás de Vasco, Boavista e Bangu.

O próximo confronto é contra o Fluminense, em partida que será disputada no Espírito Santo, também na quarta-feira.

Mais resultados
América-RJ 3 x 2 Bangu
Macaé 2 x 2 Bonsucesso
Madureira-RJ 2 x 1 Portuguesa
Tigres do Brasil 0 x 2 Vasco-RJ
Boavista 1 x 1 Volta Redonda-RJ
Resende-RJ 1 x 1 Friburguense
Botafogo-RJ 2 x 1 Cabofriense

unimarc-modelo-4

Buscando manter 100%, Vasco faz choque de opostos com o Tigres

Gazeta Esportiva

24496499464_69256fe477_o

Um duelo de opostos. Assim pode ser definido o confronto entre Vasco e Tigres do Brasil, que se enfrentam neste sábado, às 19h30. A partida, que será realizada no Estádio Los Larios, é válida pela quinta rodada do Campeonato Carioca. Após vencer o Flamengo por 1 a 0, o Cruz-Maltino segue na liderança do Grupo A com 12 pontos e cem por cento de aproveitamento. Já o adversário, goleado pelo Fluminense por 4 a 0 no fim de semana, amarga uma péssima situação no Grupo B, sem sequer ter conseguido pontuar.

Jorginho, técnico do Vasco, demonstrou preocupação com o fato de administrar a euforia do elenco.

“Nosso grupo sabe que não ganhou nada ainda, embora a semana tenha sido de alegria pela vitória no clássico, que veio de um jeito muito especial com um gol no minuto final. Mas agora o nosso pensamento já está em encontrar a melhor maneira de derrotar o Tigres. Não vai ser um jogo fácil, como não tem sido nenhuma partida que disputamos neste Campeonato Carioca até aqui”, disse o treinador.

Mais confrontos:



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia