WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: ‘CELEBRA’

Estreante na elite, Fla de Guanambi celebra empate em casa: ‘A cidade está eufórica’

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

O Flamengo de Guanambi empatou com o Vitória da Conquista por 0 a 0, no último domingo (31). Em jogo realizado no estádio 2 de Julho, a equipe rubro-negra estreou na elite baiana. Mesmo tendo empatado em casa, Armando Filho, diretor do clube, celebrou o resultado.

“Foi bom porque pegamos o vice-campeão baiano. Uma equipe mais tradicional. Tivemos problemas com chuva, não treinamos no estádio que jogamos, mas em Caetité. O estádio só foi liberado no sábado. Então foi muito proveitoso, mesmo com o empate”, disse Armando, em entrevista ao Bahia Notícias.

Além disso, ele revelou que a cidade está ‘eufórica’ com o time. “O estádio, que tem capacidade para 2.500 pessoas estava lotado. Tivemos que colocar um telão do lado de fora, para que a torcida assistisse ao jogo”, comentou.

O próximo adversário do Fla de Guanambi será o Bahia, no dia 11 de fevereiro. O jogo será realizado na Fonte Nova, às 20h30.

Fifa celebra marca de 10.000 torcedores em apoio a campanha pelo futebol feminino

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.ertySP7RAG

Com o final da fase de grupos da Copa do Mundo de Futebol Feminino 2015, realizada no Canadá, a Fifa celebrou em seu site oficial a marca de 10.000 torcedores em apoio a campanha #LiveYourGoals, que tem a meta de utilizar a competição entre seleções como uma forma de estimular a prática do esporte pelas mulheres e aumentar o número de atletas de 30 a 45 milhões em todo o mundo até a edição de 2019, que terá a França como país-sede.

Entretanto, segundo a própria entidade, o trabalho em transformar o futebol no esporte que mais cresce entre as mulheres ainda está no começo e o próprio portal oferece mais informações do projeto em todo o planeta.

Desde a última edição, em 2011, a Copa do Mundo Feminina vem apresentando bons números de audiência e receptividade nas mídias sociais.

Bahia celebra 25 anos de título brasileiro e bate o Inter na Fonte Nova

Globo Esportes

19022014_jogo88_thiago

Dezenove de fevereiro. Para muitos, apenas uma data. Para os torcedores do Bahia, a representação de uma grande conquista. Há 25 anos, o Tricolor empatava com o Internacional em 0 a 0, em Porto Alegre, e se consagrava campeão brasileiro pela segunda vez na história. Para comemorar a data, foi declarado nesta quarta-feira o ‘Dia do Bahia’, com torcedores convidados a sair nas ruas com a camisa do clube, exibir bandeiras na janela de casa e declarar abertamente o amor pelo Tricolor.

O aniversário do título também foi comemorado com um jogo festivo que serviu de preliminar para o duelo entre Bahia e Vitória da Conquista e que contou com a participação dos jogadores que atuaram no confronto de 1989. Antes de a bola rolar, o placar da Arena Fonte Nova exibiu o placar da partida realizada há 25 anos. Logo em seguida, João Marcelo, Charles, Paulo Rodrigues, Zé Carlos e Sandro desfilaram pelo gramado do estádio que servirá de sede para jogos da Copa do Mundo deste ano e fizeram com que a torcida azul, vermelha e branca se lembrasse do dia em que, na base da raça, técnica e coração, o Bahia conquistou o Brasil.

A forma física dos ‘atletas’ já não era a mesma de 25 anos atrás. Mais rechonchudos, os jogadores de Bahia e Inter não tinham a mesma mobilidade de 1989. A reação da torcida, no entanto, era idêntica à do título brasileiro. Das arquibancadas da Fonte Nova, gritos surgiam em cada lance de efeito. Toda disputa de bola era comemorada como um gol. As chances criadas eram acompanhadas de sonoros aplausos.

Tudo indicava que o jogo terminaria em 0 a 0, assim como 1989. No entanto, no fim do segundo tempo do confronto, Zé Carlos converteu um pênalti sofrido por Dico Maradona. A partida terminou em seguida, com o placar de 1 a 0, mas os jogadores não deixaram o campo. Juntos, tricolores e colorados se uniram no gramado. Os atletas do Bahia ainda foram homenageados com placas alusivas ao título e, com o troféu de campeão brasileiro em mãos, comemoraram com a torcida. Era ‘Dia do Bahia’ reviver glórias. ‘Dia do Bahia’ recordar o passado. ‘Dia do Bahia’ fazer a festa do torcedor. Simplesmente ‘Dia do Bahia’.

Flu celebra título antecipado com festa, ‘olé’ e derrota para o Cruzeiro

Globo Esportes

Chute para fora, erro de passe e até pênalti cometido. Nada disso incomodou a torcida do Fluminense no jogo deste domingo contra o Cruzeiro. Justificável. Era dia de celebrar a conquista antecipada do título brasileiro. Mas entre um grito e outro de tetracampeão, o Flu deu brechas, e o Cruzeiro venceu por 2 a 0. Montillo e Elber fizeram os gols.

Mas quem ligou? Os mais de 35 mil torcedores presentes no estádio – 28.438 pagantes – só esperavam o apito final para assistir à entrega da taça. Tudo bem que a atuação ruim deixou o Engenhão mudo em parte dos 90 minutos. No geral, porém, a festa imperou e, mesmo derrotado, o tetracampeão nacional saiu de campo aplaudido.

Os protagonistas também entraram no clima festivo. O capitão Fred deixou um bigode à la “Don Fredom” para receber o troféu, Thiago Neves foi ainda mais ousado e pintou parte do cabelo de verde. Diego Cavalieri não mudou o visual, mas abriu mão da fisionomia geralmente fechada.

Outros resultados deste domingo:
Atlético-MG 2 x 2 Atlético-GO
Portuguesa 2 x 2 Grêmio
Sport 2 x 0 Botafogo

Mano celebra resposta rápida do Brasil e diz que sai da Suécia mais feliz

Uol

O técnico Mano Menezes, cujo cargo foi posto em xeque após a medalha de prata nos Jogos de Londres, celebrou a vitória desta quarta-feira sobre a Suécia. Para o treinador, o placar de 3 a 0 representa a resposta rápida e forte que ele tinha pedido ao time.

“Esperávamos uma resposta rápida e forte da seleção brasileira e precisávamos dela. Gostei muito do que apresentamos como proposta de jogo, sofremos muito pouco, criamos bastante, marcamos três [gols] e fizemos um bom placar”, disse o técnico gaúcho. “Saio feliz do jogo.”

O amistoso marcou a despedida internacional do estádio Rasunda, palco da final do Mundial de 1958. A arena será demolida em novembro para dar lugar outra mais moderna. Nas arquibancadas no jogo desta quarta estiveram ex-jogadores que participaram da vitória do Brasil sobre a seleção local em 1958.

Piloto baiano celebra quarto lugar nas 500 milhas de Indianópolis

Bahia Notícias

Tony Kanaan, piloto da KV Racing, comemorou como se fosse uma vitória a conquista do quarto lugar nas 500 milhas de Indianópilis, neste domingo (29). “Estou extremamente feliz, pois esse quarto lugar realmente é uma vitória para esse time que se formou cinco dias antes de iniciar a temporada, e que fez a sua primeira corrida de oval aqui em Indianápolis. A equipe fez um excelente trabalho. Tenho que agradecer ao carinho que sempre recebo aqui, mesmo sem ter vencido”, disse Kanaan.

Com a quarta colocação, Kanaan subiu para o quarto lugar na classificação geral do campeonato, com 135 pontos. Olíder é o australiano Will Power, da Penske, com 194. A próxima etapa da Fórmula Indy será no dia 11 de Junho, no Texas.

Resultado final das 500 Milhas de Indianápolis:
1º. Dan Wheldon (ING/Herta), 200 voltas
2º. JR Hildebrand (EUA/Panther), a 2s1086
3º. Graham Rahal (EUA/Ganassi), a 5s5949
4º. Tony Kanaan (BRA/KV), a 7s4870
5º. Oriol Servià (ESP/Newman-Haas), a 8s8757
6º. Scott Dixon (NZL/Ganassi), a 9s5434
7º. Bertrand Baguette (BEL/Rahal Letterman Lanigan), a 23s9631
8º. Tomas Scheckter (AFS/KV), a 24s3299
9º. Marco Andretti (EUA/Andretti Autosport), a 25s4711
10º. Danica Patrick (EUA/Andretti Autosport), a 26s4483

África do Sul celebra ‘Menina de Ouro’

Fonte: Globo Esportes


Imprensa da África do Sul comemora vitória de
Caster Semenya, a “Menina de Ouro”

A imprensa sul-africana deu grande destaque à vitória de Caster Semenya na prova feminina dos 800 metros no Mundial de Atletismo, em Berlim. Semenya conquistou o ouro com o melhor tempo do ano, 1m55s45, mais de dois segundos à frente da segunda colocada, a queniana Janeth Jepkosgei. Mesmo assim, Semenya ainda pode perder a medalha caso os exames a que foi submetida não comprovem que ela é mulher. Seu técnico, Michael Seme, garante que isso não acontecerá.

O “The Star”, principal jornal do país, estampou uma foto de Semenya em sua manchete principal com o título “Menina de Ouro”. Semenya também foi destaque de capa do “The Citizen” e do “Sowetan”, que a chamou de “Nossa Menina de Ouro”. O “Sowetan” ainda conversou com o pai da atleta, Jacob Semenya, que garantiu que Caster é mulher. :: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia