WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  



drupal counter

:: ‘CHAPECOENSE’

Chapecoense empata no fim e Santa pode perder a ponta neste domingo

Lancenet

leonardomourachapecoensesantacruzbrasileirao28052016gazetapress

Fechando os jogos de sábado desta quarta rodada do Brasileirão, a Chapecoense recebeu o Santa Cruz na Arena Condá. Este foi o primeiro duelo entre as equipes na história do futebol e já carregava um alto grau de importância. Quem deixasse o campo vencedor, seria o líder do campeonato. Mas a vitória não saiu para nenhum dos lados. Apesar de um jogo bastante movimentado e com bons lances para os dois lados, as equipes deixaram o campo de jogo com a igualdade em 1 a 1.

O atacante Arthur inaugurou o marcador, após cruzamento de Keno, ainda no primeiro tempo de jogo. No segundo tempo, a Chapecoense chegou ao empate já aos 38 minutos, com Tiago Costa marcando contra. Com o resultado, o Santa permanece imbatível sob o comando de Milton Mendes e invicto no Brasileirão, mas somou apenas um ponto, e agora tem oito, podendo ser ultrapassado por Grêmio, Internacional e Palmeiras. A Chapecoense também segue invicta, mas chega aos seis pontos e perde a oportunidade de liderar momentaneamente o torneio.

Chapecoense é o único time da Série A invicto em 2016; Palmeiras e São Paulo estão no “Z-4”

MSN

BBr4ZiP.img

Após dois meses de bola rolando, oficialmente, em 2016, os clubes estão começando a se encontrar na temporada. E, em levantamento feito pelo portal ‘globoesporte.com’, dentre os times da Série A, a Chapecoense é a equipe com melhor aproveitamento, enquanto o Palmeiras é o último da lista.

Após 14 partidas disputadas no Campeonato Catarinense, estadual com cinco times disputando as Séries A e B, a Chapecoense acumula 11 vitórias e três empates, chegando a um aproveitamento de 86% dos pontos conquistados. O Verdão do Oeste foi campeão do primeiro turno e está no caminho de conquistar o segundo, o que lhe garantirá o título sem a necessidade de disputar a final.

Se a Chapecoense é o time com melhor aproveitamento, o Corinthians é a equipe com mais vitórias no ano. Com 79% dos pontos ganhos, o Timão contabiliza 12 vitórias, além de dois empates e duas derrotas.

No “G4” do momento, Botafogo e Cruzeiro completam a lista. O Fogão tem oito vitórias no Carioca e um aproveitamento de 79%. Já a Raposa soma oito triunfos e soma 75% dos pontos disputados.

Na parte inferior da “tabela imaginária”, duas equipes que disputam a Libertadores são as principais decepções. O Palmeiras é o time com pior aproveitamento, entre os 20 times, até então. Dos 16 jogos que disputou, o Verdão venceu apenas cinco, empatou quatro e perdeu sete. Um aproveitamento de 40%.

Já o São Paulo tem a 17ª pior campanha até o momento. O Tricolor é o time que mais atuou em 2016, mas também é um dos que menos venceu. Foram apenas seis vitórias, com mais seis empates e cinco derrotas. Com isso, a equipe de Bauza ganhou apenas 47% dos pontos que disputou. Figueirense e América-MG completam o “Z-4”.

Chape luta e vence o River, mas cai em campanha histórica na Sul-Americana

Gazeta Esportiva

000_Mvd6724808

Acabou o sonho: a Chapecoense está eliminada da Copa Sul-Americana de 2015. Mesmo assim, o Verdão do Oeste tem todos os motivos para se orgulhar de sua primeira participação em um torneio internacional, já que caiu com vitória sobre o River Plate por 2 a 1 nesta quarta-feira, na Arena Condá.

A derrota se deu no placar agregado, já que os Millonarios haviam vencido o duelo de ida por 3 a 1, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

Atual campeão da Copa Libertadores e da própria Sul-Americana, o time argentino avança à semifinal da competição diante do Sportivo Luqueño, do Paraguai, que derrubou o Atlético-PR no início desta noite.

De volta à realidade, a Chape recebe o próprio Furacão neste domingo, às 17 horas (de Brasília). Com 39 pontos somados, os comandados de Guto Ferreira figuram na 14ª posição da Série A e tentam evitar o rebaixamento.

River domina Chapecoense e vence por 3 a 1 no Monumental

Terra

pisculichiriverxchapecoensegabrielrossilatincontentgetty

Em confronto histórico para a Chapecoense , o River Plate teve grande volume de jogo e fez 3 a 1 na equipe catarinense na noite desta quarta-feira no Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires (Argentina), abrindo vantagem nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Os gols dos donos da casa foram anotados por Carlos Sánchez (duas vezes) e Pisculichi (de falta), enquanto Maranhão balançou as redes pela equipe visitante.

O duelo faz parte do segundo confronto oficial contra equipes internacionais na história do Verdão do Oeste. O primeiro aconteceu justamente nas oitavas de final, fase anterior desta Sul-Americana, nas quais o time de Santa Catarina empatou duas vezes por 1 a 1 com o Libertad, do Paraguai, e avançou nos pênaltis na Arena Condá.

A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira (28), na Arena Condá. Como há o critério de desempate por gols fora de casa até a semifinal da Sul-Americana, uma vitória por 2 a 0 classifica a Chape de forma direta à semi. Apenas um novo 3 a 1 em favor dos mandantes leva a decisão para os pênaltis e, com qualquer outro placar, o Verdão precisa ganhar por três gols de diferença para seguir no torneio continental.

O adversário do vencedor deste confronto será quem levar a melhor entre Atlético-PR e Sportivo Luqueño, do Paraguai. No primeiro jogo, realizado mais cedo nesta quarta, o Furacão fez 1 a 0 na Arena da Baixada e abriu vantagem.

Chapecoense tenta aproveitar embalo em duelo inédito com River Plate

Terra

chapecoense-penaltis-libertad-par-foto-divulgacaochapecoenselanima2015102000021

Motivada após duas importantes vitórias nos últimos três jogos – uma goleada por 5 a 1 contra o Palmeiras e uma vitória de virada por 3 a 2 sobre o Grêmio fora de casa -, a Chapecoense saiu do país pela segunda vez na história para o confronto inédito contra o River Plate, atual campeão da América e que defende o título da Copa Sul-Americana.

A partida, marcada para as 22 horas (de Brasília), no Monumental de Núñez, será a primeira contra o River Plate na história da equipe catarinense, e a segunda de dimensão internacional. Na primeira experiência, contra o Libertad, a equipe conseguiu segurar um empate em 1 a 1 em Assunção para classificar nos pênaltis na Arena Condá.

No embarque a Buenos Aires, na noite da última segunda, dois jogadores se uniram ao elenco que venceu o Grêmio no fim de semana. Após um trabalho com bola durante a reapresentação, que aconteceu também na capital gaúcha, o goleiro Danilo e o zagueiro Neto, suspensos do jogo em Porto Alegre, embarcaram rumo à Argentina para o confronto contra o River.

Chape bate Libertad nos pênaltis, faz história e avança para pegar o River

Gazeta Esportiva

000_Mvd6718234-1024x681

Em mais uma noite histórica, a Chapecoense avançou às quartas de final da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira. Diante de sua torcida, que encheu as arquibancadas da Arena Condá, o versão do Oeste segurou o empate por 1 a 1, mesmo resultado da primeira partida, com um jogador a menos e levou a decisão para os pênaltis, nos quais triunfou por 5 a 3 e manteve vivo o sonho de chegar longe no torneio continental.

A vaga foi conquistada com cinco acertos mandantes da marca da cal: Bruno Rangel, Neto, Cleber Santana, Gil e Tiago Luís não desperdiçaram. Já pelo lado visitante foi López quem perdeu, logo na primeira cobrança. Após o fim das cobranças, durante a comemoração dos donos da casa, o zagueiro Thiego também foi expulso pelo árbitro. Assim, ao lado de Wanderson, também será desfalque certo no jogo de ida da próxima fase.

Após a classificação suada, a Chapecoense não terá vida fácil na sequência da competição, e terá como adversário o atual campeão da Sul-Americana (em 2014) e dono da Copa Libertadores (neste ano): River Plate. As duas partidas do duelo estão marcadas para os dias 21 e 28 de outubro, com a primeira delas a ser realizada no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, e a decisão em Chapecó.

Santos vence Chape na Vila, salta na tabela e fica a três pontos do G4

Gazeta Esportiva

ricardooliveira31-1024x575

O Santos está definitivamente na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores. Nesta quinta-feira, o time de Dorival Júnior não fez um grande jogo na Vila Belmiro, mas foi o bastante para bater a Chapecoense por 3 a 1 e estender sua invencibilidade para onze partidas.

A vitória deixou o Peixe na oitava colocação na tabela de classificação, com 33 pontos, a apenas três do Atlético-PR, o primeiro time dentro do G4. O clube iniciou este 22ª rodada na 11ª posição.

Por outro lado, o time de Santa Catarina foi derrotado pela terceira vez seguida na competição nacional. Em 12º lugar, com 28 pontos, o alviverde de Chapecó ainda pode ser ultrapassado pelo Figueirense, que encara o Grêmio também nesta quinta-feira.

Na próxima rodada, as duas equipes atuam no domingo. O time de Santa Catarina recebe a Ponte Preta às 11 horas na Arena Condá, enquanto o Peixe visita o Sport, às 18h30, na Ilha do Retiro.

Chapecoense bate a Ponte e jogará sua 1ª partida internacional oficial

Gazeta Esportiva

chapecoense-1024x674

De nada valeu a experiência que a Ponte Preta adquiriu ao conquistar o vice-campeonato da Copa Sul-Americana em 2013. Em jogo válido pela segunda fase do torneio, a Macaca perdeu por 3 a 0 para a Chapecoense, nesta quarta-feira, na Arena Condá, e está eliminada da competição. Como os dois times haviam empatado por 1 a 1 no jogo de ida, em Campinas, o placar foi mais do que suficiente para garantir o time catarinense nas oitavas de final. Esta será a primeira vez em sua história que a Chapecoense disputará uma partida internacional em um campeonato oficial.

Apesar do placar elástico, a partida não teve bom nível técnico. A Chapecoense conseguiu construir a vantagem aproveitando os espaços deixados pelo time misto escalado por Doriva, sobretudo no campo defensivo. Roger, Tiago Luis e Bruno Silva, todos com passagens pela Macaca, foram os autores dos gols que asseguraram a classificação para os catarinenses.

A Chapecoense agora aguardará o vencedor do duelo entre Universidad Católica, do Chile, e Libertad, do Paraguai, para saber quem enfrentará nas oitavas de final da Sul-Americana. A primeira partida entre as equipes será disputada nesta quinta-feira, às 20h45 (de Brasília), em Santiago.

Ponte Preta sai atrás, mas consegue empate no fim com a Chapecoense

Gazeta Esportiva

728x485

A Macaca sofreu no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), na noite desta quarta-feira, mas evitou a derrota diante de sua torcida. Com time misto, a Ponte Preta saiu atrás dos reservas da Chapecoense, mas conseguiu empate dramático aos 42 minutos da segunda etapa, deixando tudo igual na partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Após primeiro tempo fraco, Wagner marcou o gol do Verdão do Oeste, estreante em competições internacionais oficiais, aos 12 minutos da etapa complementar. Depois disso, o goleiro Silvio e a cadência de jogo seguraram o placar positivo para a Chape até os 42 minutos, quando Leandrinho aproveitou cruzamento e balançou as redes para salvar o time da casa de um revés.

A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira (26), na Arena Condá, em Chapecó. Quem se classificar, enfrenta o vencedor do confronto entre Atlético-PR e Joinville nas oitavas de final.

Chapecoense sai da degola com goleada e põe Flu longe do G-4

Terra

07fredpedebolamarcadopaulosergiophotocameradiv

Parece que a Chapecoense joga demais só quando quer. Após amargar seis jogos sem vitórias, demitir o treinador Jorginho e afastar seis jogadores, o time de Chapecó, que já foi capaz de vencer o Internacional por cinco gols neste Campeonato Brasileiro, surpreendeu mais uma vez. Na noite desta quinta-feira, a equipe contou com contra-ataques eficientes e fez 4 a 1 no favorito Fluminense em pleno Maracanã, no Rio de Janeiro, para sair da zona de rebaixamento e deixar os cariocas longe do G-4.

A vitória veio em ótima hora para a Chapecoense. Em crise com a ausência de vitórias e o fantasma da zona de rebaixamento, o time de Chapecó deixa a degola a apenas três rodadas do fim do Brasileiro. O time de Santa Catarina vai a 39 pontos, na 15ª colocação, e empurra o Coritiba para a zona da queda. Na próxima rodada, os catarinenses terão duelo de suma importância: recebem o desesperado Botafogo às 19h30 (de Brasília) do domingo.

O próximo fim de semana também será decisivo para as pretensões do Fluminense. O time tricolor visita o Sport, às 17h do mesmo dia, em busca de se manter vivo na briga pelo G-4. A derrota da noite desta quinta complicou os planos da equipe de Cristóvão Borges, que queria entrar no bolo da zona de classificação à Copa Libertadores da América.

Palmeiras faz 4 na concorrente Chapecoense e deixa degola

Terra

09wesleycomemoragol1marcosbezerrafp

Foram mais quatro rodadas seguidas de sofrimento, mas pelo menos neste fim de semana o torcedor do Palmeiras pode respirar aliviado. Em luta para permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro, o time paulista recebeu a Chapecoense no Pacaembu em duelo pela 26ª rodada e, de virada, conseguiu triunfo por 4 a 2 sobre o rival de Santa Catarina nesta quinta-feira. A vitória para lavar a alma, apenas a segunda vez que o clube fez quatro gols em um jogo no ano, tira a equipe da zona da degola.

O Palmeiras não conseguia quatro gols desde vitória por 4 a 1 sobre o Atlético Sorocaba, em 26 de janeiro, ainda pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Nesta quinta-feira, o atacante Henrique comandou a virada: após perder chance incrível no primeiro tempo, ele marcou três vezes na etapa final, duas delas de pênalti, para dar vitória aos mandantes e tornar-se artilheiro da competição, com 12 gols, ao lado de Marcelo Moreno.

Como os concorrentes Botafogo e Vitória se enfrentam ainda nesta rodada, o time comandado por Dorival Júnior não pode voltar ao grupo dos quatro piores. A equipe sobe para 28 pontos, em 15º, e passa exatamente o time de Santa Catarina, que fica ameaçado com os mesmos 28, em 16º. O Palmeiras volta a campo contra o Botafogo, fora de casa, às 19h30 (de Brasília) da próxima quarta – a Chapecoense recebe o Internacional no dia seguinte, às 19h30.

Sem Jô, Atlético-MG mira quinto lugar, e Chapecoense tenta quadra em casa

Globo Esportes

img_9805_1

Um jogo de Série A em meio à final de Libertadores e à disputa da terceira fase da Copa do Brasil. Chapecoense e Atlético-MG duelam em partida atrasada nesta quarta-feira, às 21h, em Santa Catarina, pela 10ª rodada do Brasileirão. O confronto, que seria o primeiro das equipes na volta da Copa do Mundo, foi adiado porque Galo disputou a decisão da Recopa em Minas, onde sagrou-se campeão em cima do Lanús.

Líder no quesito ocupação de estádio na Série A, com 59% da Arena Condá preenchida nos jogos, a Chapecoense conta com sua torcida para levar os três pontos da partida contra o Galo e abrir uma boa distância da zona de rebaixamento. O time do Oeste catarinense conta com o bom retrospecto nos últimos confrontos em casa para tal feito – são três vitórias nos últimos compromissos em Santa Catarina (contra Palmeiras, Bahia e Flamengo). Além das arquibancadas, a esperança segue em Bruno Rangel, artilheiro da Segundona de 2013 e que ainda não balançou as redes no seu retorno ao Verdão do Oeste após seis meses no Catar.

O Atlético-MG, que já não iria ter Ronaldinho Gaúcho por conta da rescisão contratual do meia, também não terá o atacante Jô, que faltou ao treino de segunda-feira e foi cortado da viagem. Mas o clima no clube não é dos piores por conta da indisciplina do camisa sete. Pesa mais o retorno das vitórias com o triunfo sobre o Atlético-PR, na última rodada e a possibilidade de dar um salto na tabela – um triunfo em solo catarinense representaria um salto na tabela, de 11º para a quinta colocação -, quando a classificação do Brasileiro será colocada em dia – este é o único jogo atrasado na competição. Os jogadores do Galo corresponderam ao voto de confiança do treinador ao abolir concentrações antes das partidas em Belo Horizonte e voltaram a exibir um belo futebol, principalmente no primeiro tempo. O objetivo é contabilizar mais três pontos para se aproximar do G-4 e recuperar os perdidos em casa para Goiás, Criciúma e Bahia.

10363571_400533933422057_6760002703095188692_n

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia