WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



drupal counter

:: ‘COPAS’

Carrasco recente, México é freguês do Brasil em duelos de Copas do Mundo

Globo Esportes

esporte-futebol-jogo-brasil-mexico-castelao-confederacoes-milena-20130619-18-size-598

Em fevereiro, durante o Congresso Técnico da Fifa, em Florianópolis, Felipão e técnico do México, Miguel Herrera, se cruzaram. Na ocasião, os dois se cumprimentaram e trocaram algumas palavras cordiais. O papo foi rápido, mas o suficiente para Luiz Felipe Scolari deixar escapar:

– O México é a pedra no caminho do Brasil.

A preocupação de Scolari tem fundamento. No Século XXI, o México tem sido um dos rivais mais duros para a seleção brasileira. Os dois países se enfrentaram 10 vezes com seus times principais, com um retrospecto bem equilibrado: quatro vitórias para cada lado e dois empates.

A pedra no caminho citada por Felipão tem muito a ver com tropeços em decisões recentes. A Seleção foi derrotada nas finais da Copa das Confederações (1999), da Copa Ouro (1996 e 2003), dos Jogos Olímpicos (2012) e do Mundial sub-17 (2005 e 2013). Entretanto, quando o assunto é Copa do Mundo, o retrospecto é inverso: são três vitórias brasileiras em três partidas, com 11 gols marcados e nenhum sofrido.

O primeiro duelo em Mundiais, curiosamente, também se deu no Brasil, em 1950. No Maracanã, a Seleção venceu por 4 a 0, com gols de Baltazar, Jair da Rosa Pinto e Ademir Menezes, duas vezes. Foi a primeira vez que os dois países se enfrentaram na história e também a estreia do Brasil na Copa de 1950, diante de mais de 80 mil torcedores, no Rio de Janeiro. Foi o primeiro dos três triunfos dos brasileiros sobre os mexicanos na história da competição.

Quatro anos depois da Copa do Mundo de 1950, as duas equipes se reencontraram. No dia 16 de junho de 1954, o Brasil fazia seu primeiro jogo em Mundiais desde o Maracanazo. Motivada, a equipe entrou em campo com vontade de mostrar que seguia na elite do futebol. Sobrou para o México, que não viu a cor da bola na goleada da Seleção por 5 a 0, com gols de Baltazar, Didi, Pinga (duas vezes) e Julinho.

O último duelo entre as duas seleções em Copas, curiosamente, também ocorreu em uma estreia. Em 1962, os mexicanos encontraram um Brasil diferente, vindo do primeiro título mundial, e não mais uma equipe fadada a fracassar nas fases finais. Curiosamente, foi um dos jogos mais difíceis para a Seleção, que venceu por 2 a 0, com gols de Zagallo e Pelé. No fim do torneio, no Chile, os brasileiros faturaram o bicampeonato mundial.

No retrospecto geral, a vantagem brasileira é gritante. Brasil e México já se enfrentaram em 35 oportunidades, com 22 vitórias, seis empates e sete derrotas da Seleção. A atual geração, no entanto, já sofreu nas mãos dos mexicanos. Thiago Silva, Marcelo, Hulk, Oscar e Neymar estavam em campo na derrota por 2 a 1, em Wembley, na final dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, sob o comando de Mano Menezes.

O retrospecto recente da Seleção contra o México é ruim e preocupa. No entanto, na última vez que os dois times se encontraram, coisas boas aconteceram para o Brasil, curiosamente também no Castelão. Foi no estádio, em Fortaleza, que a torcida ignorou o protocolo da Fifa e, mesmo após a execução da primeira parte do hino nacional, seguiu cantando à capela.

A iniciativa contagiou a Seleção, virou rotina em todos os jogos do Brasil no país e virou símbolo da conquista da Copa das Confederações.

Em campo, o time também fez bonito. Com atuação de gala de Neymar – a melhor até então -, a Seleção venceu por dois 2 a 0. Os gols foram de Neymar e de Jô, após bela jogada do camisa 10, que criou ótima chance para o atacante.

Brasil e México, às 16 horas desta terça-feira em Fortaleza

10363571_400533933422057_6760002703095188692_n

Resultados das Copas Quarentinha e Cinquentinha do Country Club

Por Luciano Pina

220113102835-1

Começou na tarde do último sábado (19), no Country Club, as Copas Quarentinha e Cinquentinha, organizadas pela diretoria de Esportes do Clube.

Confira os resultados:
Copa Quarentinha
Sábado
Casa do Fazendeiro 3 x 0 Comercial Lima
Barcelona 1 x 2 Expressinho
Domingo
Resenha pura 1 x 2 Conquista Hidráulica
Copa Cinquentinha
Sábado
Toque Final 0 x 0 Associação Comercial
Milan Máster 2 x 0 Vitória da Conquista
Motocar 1 x 4 Sport

468x60_simonassi12

Técnico do Conquista já sonha com Copas do Brasil e Nordeste 2014

Galáticos Online

DSC_0008

Confiante no elenco que tem nas mãos para a disputa do Baianão 2013, o técnico do Vitória da Conquista, Fábio Giuntini, já faz planos para seu futuro no clube. O treinador sonha em classificar o Bode para a Copa do Nordeste e Copa do Brasil 2014.

“Sempre acompanhei o futebol nordestino e gostei muito do estadual da Bahia, acho que o nível tem sido melhor a cada ano e as expectativas são de fazer um excelente campeonato para classificar o clube para a Copa do Nordeste e Copa do Brasil do ano que vem, como não poderia deixar de ser. Acredito que este grupo possa trazer ainda mais alegrias para a cidade e espero poder contribuir para o crescimento do ECPP”, disse ao site oficial do clube.

Apesar da participação na Copa do Brasil, conquistada com o título da Copa Governador do Estado, o comandante garante que o foco está no Baianão. “A Copa do Brasil ainda está longe, podemos ter um sorteio em breve, mas não dá pra pensar nisso agora para não perder o foco, a concentração tem que ser total na estreia e na sequência desta primeira fase tão curta e rápida para podermos então chegarmos na fase final e nesta outra competição em boas condições de disputar com quem quer que seja. Vamos viver o presente”.

Apesar de garantir que confia nos seus atletas, Giuntini revelou que o Alviverde está aberto a novas contratações. “Falar de elenco fechado é sempre muito difícil, porque no futebol temos ocasiões e surpresas que podem aparecer para mudar toda uma programação de contratações. Os atletas e membros da comissão técnica sabem que vivemos em constante observação, temos que render para dar continuidade ao trabalho, assim como quem está em outros clubes pode manifestar interesse em vir trabalhar no Vitória da Conquista devido à seriedade e organização que o clube oferece. Portanto, não estamos e nunca estaremos realmente com o elenco fechado, mesmo porque teremos pelo menos 3 competições nesta temporada e tanto o presidente como eu possuímos um banco de dados de atletas que podem ser interessantes”, concluiu.

petala-500px-100px

Anunciada as datas das Copas do Mundo e das Confederações

A Tarde

A Fifa confirmou ontem, em entrevista coletiva, na Marina da Glória, na Zona Sul do “Rio de Janeiro, as datas oficiais da Copa do Mundo de 2014 e da Copa das Confederações, em 2013.

O secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, foi quem fez o anúncio. A Copa do Mundo acontecerá de 12 de junho a 13 de julho de 2014. Já a Copa das Confederações será realizada de 15 a 30 de junho de 2013.

O sorteio dos grupos da fase eliminatória da Copa do Mundo do Brasil acontece neste sábado,  no Rio de Janeiro, marcado para as 15h, de Brasília. A Fifa não anunciou de forma oficial as cidades que receberão a Copa das Confederações.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia