WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



drupal counter

:: ‘Corinthians’

Santos e Corinthians ficam no empate em clássico eletrizante na Vila

r7

gazeta-press-foto-547215

O clássico paulista entre Santos e Corinthians disputado na Vila Belmiro, casa do Peixe, válido pelo pela 12ª rodada, terminou empatado em 1 a 1, com gols de Paulo André e Willian José. O duelo contou também com uma expulsão para cada lado. Curiosamente, dos dois atletas que marcaram os gols do jogo.

Com o resultado, o Corinthians conquista apenas um ponto e fica na oitava posição da tabela, com 18 pontos em 12 jogos. O Santos, que jogava em casa, chegou ao seu 13º ponto na competição, com isso, o time alvinegro permanece em uma zona de desconforto, uma vez que o time se encontra apenas a três posições do Z-4.

Na próxima rodada, o Santos vai até Minas Gerais para encarar o vice-líder do campeonato, o Cruzeiro, enquanto que, o Corinthians recebe no Pacaembu, a equipe do Vitória, que conquistou apenas uma vitória fora de casa na competição.

Corinthians tem chance de voltar ao G-4 pela 1ª vez desde título de 2011

Uol

67226_20130801062954

O Corinthians, sétimo colocado com 17 pontos, pode finalmente voltar a figurar no G-4 após um ano e meio de ausência. Campeão brasileiro em 2011, o clube passou o ano passado todo fora da zona de classificação da Libertadores, e também não havia atingido o topo em 2013, ao menos até agora.

Na próxima quarta, o Corinthians vai à Vila Belmiro enfrentar um Santos em crise pela goleada sofrida diante do Barcelona. Se vencer, vai a 20 pontos e pode chegar até à terceira posição. Para isso, tem de torcer contra Vitória, Bahia, Inter e Coritiba.

Se a combinação de resultados acontecer, será motivo de festa para o Corinthians, que há uma semana lamentava a 11ª colocação e o pior ataque do campeonato. Em 2011, o time de Tite liderou 27 das 38 rodadas do torneio, que acabou vencendo no fim do ano.

Estudo põe Corinthians na 91ª posição mundial e melhor do Brasil em média de público

Uol

17jul2013---danilo-levanta-a-taca-de-campeao-da-recopa-apos-a-vitoria-do-corinthians-sobre-o-sao-paulo-1374119308298_615x300

Se dentro de campo o futebol brasileiro luta para empolgar e mostrar que ainda é um dos tops, do lado de fora a empolgação parece não ser tão grande para assistir a uma partida no país. É o que mostram números da Pluri Consultoria sobre as maiores médias de público no futebol mundial.

A empresa fez um estudo com os últimos campeonatos nacionais disputados entre 2012 e 2013 e elaborou um ranking das equipes que mais levam fãs aos estádios. Os clubes brasileiros aparecem mal colocados.

O melhor deles, o Corinthians, teve média de 25.222 torcedores por jogo, uma ocupação média de 66% do estádio utilizado. É apenas o 91º colocado do ranking. Depois, vem o Santa Cruz, na 95ª posição, com média de 24.347. Além deles, apenas o São Paulo aparece entre os top 100, com média de 24.298 pessoas, na 98ª posição.

Os clubes brasileiros ficam atrás em média de torcedores para times de países com pouca tradição no futebol, como o Barcelona, do Equador, Guizhou Renhe e Jiangsu Sainty, da China, e Tractor Sazi e Esteghlal, do Irã.

Os brasileiros aparecem atrás até de equipes de ligas da segunda divisão de Alemanha e Inglaterra e até do Glasgow Rangers, atualmente na terceira da Escócia.

O Borussia Dortmund continua como o time que mais leva torcedores ao estádio, com média de 80.558 em um estádio que cabem 80.700, uma média muito próxima de 100% de ocupação de sua arena.

Vem seguido por Manchester United (75.530), Barcelona (71.681), Bayern de Munique (71.000) e Real Madrid (69.262).

468x60_simonassi12

Ataque desencanta e Corinthians passa pelo Grêmio

r7

t_92692_emerson-teve-boa-atuacao-ajudou-a-carregar-o-timao-nos-momentos-de-dificuldade-e-fez-seu-gol

O Corinthians teve nesta quarta-feira um melhor desempenho do que vinha apresentando e voltou a vencer. Após uma derrota e dois empates no Campeonato Brasileiro, a equipe criou mais, safou-se quando errou na defesa e triunfou sobre o Grêmio por 2 a 0.

Com o resultado no Estádio do Pacaembu, a equipe de Tite chegou aos 14 pontos e passou para a metade de cima da tabela de classificação do Nacional. O Tricolor gaúcho, estacionado nos 15 com o fim de uma boa sequência de resultados, está imediatamente à frente.

Só o Timão buscou o ataque no primeiro tempo, e o prêmio foi um gol de Emerson — em posição ao menos duvidosa — após chute de Guerrero. O Grêmio saiu para o jogo na etapa final, equilibrou as ações e chegou a acertar o travessão, mas foi castigado em escanteio no qual Paulo André desviou e Alexandre Pato concluiu dentro do gol.

Corinthians e Grêmio duelam por mudança de rumo no Brasileirão

Lancenet

Apresentacao-Corinthians-Gremio_LANIMA20130730_0221_25

O Corinthians venceu apenas uma de cinco partidas como mandante no Brasileirão de 2013. O Grêmio ainda não venceu como visitante na competição, em quatro ocasiões. Neste contexto, as duas equipes entram em campo devendo desempenho nesta quarta-feira, no Pacaembu, pela 10ª rodada.

O Timão, de fato, faz campanha muito abaixo do esperado. O empate por 0 a 0 com o rival Sâo Paulo em crise, no último domingo, ligou o sinal de alerta. Na 11ª colocação com apenas 11 pontos, a equipe tem o pior ataque entre as Séries A e B do Brasileirão. Até o momento, foram apenas seis gols feitos.

Mesmo com nomes de impacto no banco, como Renato Augusto e Pato, o técnico Tite não vai alterar o sistema ofensivo para o duelo. A equipe toda terá apenas uma troca: o lateral-esquerdo Fábio Santos, suspenso, dará lugar ao jovem Igor.

O Tricolor Gaúcho também busca afirmação na competição. Após vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, na Arena Grêmio, a equipe do técnico Renato Gaúcho busca a segunda vitória seguida no campeonato, algo inédito até o momento.

Corinthians tenta evitar reação do conturbado São Paulo no Pacaembu

Gazwta Esportiva

corinthians-e-sao-paulo

O São Paulo deverá ser recebido no Pacaembu com gritos de “o nosso freguês voltou” neste domingo, mais de uma semana após deixar o mesmo estádio com o vice-campeonato da Recopa Sul-americana. Os comandados de Paulo Autuori têm como objetivo desesperado calar as provocações e ir embora com uma vitória sobre o Corinthians, que seria a primeira em 11 jogos (com oito derrotas consecutivas).

Atento à necessidade do rival de se reabilitar no clássico, o time dirigido por Tite vivencia um momento muito mais tranquilo, porém segue distante das primeiras colocações do Campeonato Brasileiro. O empate por 1 a 1 com o Atlético-PR no gramado encharcado da Vila Capanema deixou o Corinthians com 10 pontos, mais perto da zona de rebaixamento do que do grupo de classificados para a Copa Libertadores da América.

No São Paulo, os problemas se estendem à formação da equipe. Paulo Autuori não terá o atacante Luis Fabiano (chamado de “pipoqueiro” por corintianos e tricolores na final da Recopa), com uma contratura muscular na coxa direita. Como o substituto imediato Aloísio cumprirá suspensão automática, o titular será Ademilson.

No meio-campo, Wellington ocupará a vaga de Denilson, que passou por uma artroscopia no joelho direito. E, na defesa, o desfalque é o lateral esquerdo argentino Clemente Rodríguez, com dores na coxa esquerda. Reinaldo é o mais cotado para a vaga, mas Douglas pode ser improvisado, o que abriria espaço para Lucas Farias na direita. O treinador ainda barrou o veterano Lúcio até da lista de relacionados e tem dúvida sobre Ganso, que pode ceder espaço para Maicon.

Mário Gobbi quer manter Tite até o final do seu mandato no Corinthians

Futnet

corinthians_treino_tite

No Corinthians, o presidente Mário Gobbi revelou que tem o sonho de manter o treinador Tite no comando da equipe até o final do seu mandato, que encerra em dezembro de 2014. O presidente está muito satisfeito com o trabalho de Tite no Corinthians.

“Você vai ficar comigo até o final do meu mandato, em dezembro de 2014?”, questionou ele, em gravação feita ainda no vestiário do Pacaembu, após o título da Recopa Sul-Americana contra o São Paulo.

Mesmo com o costume de conquistar muitos títulos com o Corinthians nos últimos anos, o treinador segue motivado para seguir trabalhando no clube e melhorar o time no Campeonato Brasileiro.

“São desafios, uma busca constante de crescimento. Já me fizeram a pergunta (sobre motivação) depois de outras conquistas, como no Brasileiro, na Libertadores e no Mundial. Mas tenho uma característica muito forte de personalidade de ser inquieto, de procurar sempre evoluir”, finalizou ele.

468x60_simonassi12

Corinthians para em campo encharcado e empata com o Atlético-PR

Gazeta Esportiva

timao-700

O Corinthians parou nas poças d’água da Vila Capanema na tarde deste domingo. Com o gramado encharcado em decorrência das fortes chuvas em Curitiba, a equipe que acaba de ser campeã da Recopa Sul-americana ficou no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR. Os gols foram dos atacantes Marcelo e Alexandre Pato, no primeiro tempo.

O resultado deixou o Corinthians com 10 pontos ganhos no Campeonato Brasileiro, ainda distante da ponta da tabela. O Atlético-PR, que foi superior ao adversário em vários momentos neste fim de semana, está em pior situação. Soma 7 pontos, na zona de rebaixamento.

Antes de voltar a se preocupar com o Brasileirão, no entanto, o Furacão terá um compromisso pela terceira fase da Copa do Brasil. Enfrentará o Paysandu na Vila Capanema após ter empatado sem gols no jogo de ida. No sábado, a adversária será a Portuguesa, no Canindé.

Já o Corinthians terá uma semana para se recuperar antes de entrar em ação de novo. O time dirigido por Tite receberá o rival São Paulo, em crise, somente no próximo domingo, no Pacaembu.

Contra Furacão, Timão tenta usar alegria para engrenar no Brasileiro Luiz Felipe Fagundes e Marcos Guedes

Gazeta Esportiva

t_91777_guerrero-romarinho-e-companhia-querem-pegar-carona-na-alegria-da-recopa-foto-daniel-augusto-jr

Devendo desde o início do Campeonato Brasileiro, com apenas duas vitórias em sete rodadas, o Corinthians tem motivos para estar otimista em relação à sequência da competição. Campeão da Recopa Sul-americana com uma vitória incontestável sobre o rival São Paulo, o time alvinegro parece enfim livre de lesões mais graves e espera embarcar na alegria da conquista para engrenar no Nacional.

Os atletas garantem que o histórico recente do Timão — vencedor de ao menos uma edição de todas as competições disputadas desde o retorno de Tite, no final de 2010 — não vai tirar a motivação dos atletas. “Não é o perfil desse grupo. Queremos mais e estamos muito concentrados no Brasileiro”, disse Edenílson.

Para começar a entrar na briga pelo hexa nacional, o Alvinegro busca um bom resultado na Vila Capanema. A equipe encontrará um adversário em situação bem diferente: jejum de títulos, zona de rebaixamento e torcida revoltada — até as obras na Arena da Baixada, atrasadas e com ameaça de interrupção no repasse de verbas, estão em situação mais crítica do que as do estádio do Corinthians. Como desfalques, terá Guerrero e Sheik, poupados, e Ralf, com dores na coxa direita. O trio será substituído, respectivamente, por Pato, Renato Augusto e Maldonado

Com manifestação de torcedores marcada para momentos antes do jogo, Vagner Mancini tenta dar um jeito na equipe que acaba de assumir. Após um empate com o Paysandu na estreia, pela Copa do Brasil, ele conta com novidades entre os convocados: o zagueiro Luiz Alberto, o volante Bruno Silva, os meais Éverton e Paulo Baier, poupados no meio de semana, e o uruguaio Marcelo Palau, com documentação liberada.

Corinthians vence São Paulo novamente e conquista a Recopa

r7

620x437_2013-07-18_f07c48a36b

Se ainda havia algum questionamento em relação à força internacional do Corinthians, ele sofreu um abalo fatal nesta quarta-feira. Fechando um ciclo inesquecível de conquistas, o time do Parque São Jorge levou a Recopa Sul-americana derrubando o São Paulo, cujos torcedores foram os mais cruéis observadores dos fracassos alvinegros além das fronteiras brasileiras.

Atual campeão sul-americano e mundial, o Timão colocou à prova o histórico recente diante do rival do Morumbi, orgulhoso de seus triunfos continentais. Depois de fazer 2 a 1 fora de casa, os comandados de Tite não se satisfizeram em defender a vantagem no Pacaembu, vencendo por 2 a 0 e fechando em 4 a 1 o placar agregado da decisão contra o Tricolor, afundado na crise após nove jogos sem vitória.

Graças a gente como Emerson, Guerrero, Danilo, Cássio, Paulinho e Jorge Henrique, o corintiano já pode se ver na generosa totalidade de suas condições, seja qual for o jogo — de um Majestoso no Pacaembu a um embate com o Chelsea em Yokohama. Ficou para trás o vira-latismo do novo dono da coroa unificada da América do Sul.

No confronto entre o campeão da Copa Libertadores e o campeão da Copa Sul-americana, ficou clara a superioridade alvinegra. Mesmo derrotado no primeiro jogo, o São Paulo sentiu a ausência do machucado meia armador Jadson e resolveu se fechar com três volantes.

Limitando-se à marcação no primeiro tempo, o Tricolor acabou sendo furado em lançamento de Edenílson dominado por Emerson e concluído por Romarinho, com a participação de Guerrero. Na etapa final, o excelente Danilo aproveitou o próprio rebote para fechar mais uma decisão em que jogou demais.

Recopa Sul-Americana: Corinthians e São Paulo decidem quem levanta taça e quem afunda na crise

r7

wellington emerson 700 x 350

Não tem meio termo para São Paulo e Corinthians. O time que ganhar a Recopa Sul-Americana nesta quarta-feira (17), no Pacaembu, vai ter mais uma taça para a galeria e, além disso, terá mais tranquilidade para trabalhar no restante da temporada.

O perdedor vai afundar na crise e terá de encontrar motivação para ainda lutar por alguma coisa no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil (no caso corintiano) ou na Sul-Americana (no caso são-paulino).

O caso tricolor é o mais dramático. O time agora comandado por Paulo Autuori não vence há oito jogos e está em desvantagem na final da Recopa, já que perdeu a ida, em casa, por 2 a 1. O tormento corintiano parece ser mais momentâneo e é causado, em grande medida, pela má atuação na derrota para o misto do Atlético-MG, no domingo. O título nessa quarta-feira vai devolver a tranquilidade ao técnico Tite.

Os dois rivais paulistanos ainda sofrem com o baixo rendimento dos principais reforços de ambos para a temporada. Pato saiu vaiado da derrota corintiano, no domingo. PH Ganso tem mostrado no Tricolor a mesma apatia dos seus últimos tempos de Santos. Para o jogo desta quarta-feira, o Corinthians terá reforços de Renato Augusto, Danilo, Emerson e de Douglas, que estavam se recuperando de contusão.

Jadson ainda se recupera de contusão no tornozelo é é dúvida no São Paulo. Clemente Rodríguez terá de cumprir mais três jogos de suspensão por uma expulsão quando ainda jogava no Boca Juniors e está fora. Luis Fabiano, que cumpiu suspensão na derrota contra o Vitória, está à disposição de Paulo Autuori.

Jadson não treina e permanece como dúvida para encarar Corinthians

r7

Jadson 450

O técnico Paulo Autuori tem um grande problema para escalar a equipe para a final da Recopa Sul-americana contra o Corinthians, na próxima quarta-feira (17).

O meia Jadson sofreu um entorse no tornozelo no treino do último sábado (13), antes do jogo contra o Vitória, e ainda não foi liberado para voltar às atividades normais.

A ausência do meia nos treinamentos dá indícios de que a chance dele atuar contra o Timão é pequena, já que Autuori só vai comandar mais uma atividade antes da partida.

As boas notícias no CT da Barra Funda foram as presenças de Rafael Toloi e Douglas, que voltaram a treinar nesta segunda. O zagueiro se recuperou de um trauma no joelho direito, enquanto o lateral direito não tem mais problemas no tornozelo direito.

O atacante Luis Fabiano e o lateral esquerdo Clemente Rodríguez, que cumpriram suspensão no domingo, também participaram do treino técnico, enquanto os titulares da rodada passada do Brasileirão participaram de uma atividade tática no campo ao lado.

468x60_simonassi12

pmvc





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia