WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc abrinq vitoria da sorte


vitoria da sorte

agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



drupal counter

:: ‘eliminatórias’

ELIMINATÓRIAS: Brasil tropeça, cai último invicto e Uruguai assume a ponta

Futebol Interior

728x457

A sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo foi disputada nesta terça-feira e o Brasil foi o único dos favoritos que tropeçou. Uruguai, Argentina, Chile e Colômbia venceram suas partidas e a Celeste Olímpica assumiu a liderança da competição e, de quebra, acabou com a invencibilidade do Equador, única seleção que ainda não tinha perdido.

No estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai, o Brasil saiu perdendo por 2 a 0 para a seleção local, mas buscou o empate no último minuto com gols de Ricardo Oliveira e Daniel Alves. O empate deixou o time de Dunga na sexta colocação, fora da zona de classificação com nove pontos, mesma pontuação do Paraguai, em sétimo.

O novo líder da competição é o Uruguai. A Celeste bateu o eru por 1 a 0 no Estádio Centenário, em Montevidéu, com gol de Cavani e chegou a 13 pontos, empatando com o Equador, mas ficando à frente pelo saldo de gols superior. Os peruanos, com quatro pontos, ocupam a oitava colocação.

Outros dois favoritos também fizeram a lição de casa. A Argentina, terceiro com onze, bateu a Bolívia, penúltimo com três, por 2 a 0 com gols de Mercado e Messi no Estádio Mário Aberto Kempes, em Córdoba.

E a Colômbia, quinto com dez, venceu o Equador por 3 a 1 com dois gols de Bacca e um de Sebastian Pérez em Barranquilla.

A maior goleada da rodada foi fora de casa. Mesmo jogando no Estádio La Carolina, em Caracas, o Chile venceu a lanterna Venezuela, que só tem um ponto, por 4 a 1. Otero abriu o placar para o time da casa, mas Pinila e Vidal, com dois gols cada, transformaram a virada em goleada para os campeões da última Copa América, que pularam para a quarta colocação, com dez pontos.

Com atuação segura, Brasil vence o Peru: 3 a 0

Ogol

imgS620I164890T20151118011500

O Brasil tomou alguns sustos contra o Peru, mas acabou por vencer com tranquilidade, por 3 a 0, na Fonte Nova. Douglas Costa esteve em destaque com um gol e participação nos outros dois. Titular, Renato Augusto também deixou sua marca.

Aos 21 minutos a seleção brasileira abriu o placar. William fez a jogada pela direita e cruzou rasteiro. Douglas Costa fechou na pequena área e desviou da forma que foi possível, o suficiente para empurrar para o gol.

Douglas Costa puxou a marcação pela direita e rolou para a meia-lua. Renato Augusto chegou batendo, no canto, e fez o segundo gol brasileiro.

Douglas Costa, melhor em campo, foi responsável também pelo terceiro gol. Aos 31 minutos, o meia-atacante cortou da direita para o centro e bateu forte. O goleiro espalmou para o lado e Filipe Luís apareceu para completar o serviço.

Com a vitória, o Brasil foi a sete pontos, com a terceira posição nas eliminatórias, atrás de Equador e Uruguai e empatado com Chile e Paraguai. O Peru, com três pontos, é o oitavo colocado.

Outros resultados:
Colômbia 0 x 1 Argentina
Venezuela 1 x 3 Equador
Paraguai 2 x 1 Bolívia
Uruguai 3 x 0 Chile

Brasil fecha ano de mudanças contra o Peru com mais dúvidas que certezas

Globo Esportes

Confira os jogos de hoje:
20151116204746_564a5d12ca5e5

A seleção brasileira disputa seu último jogo no ano nesta terça-feira, às 22h, contra o Peru, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Encerramento de uma temporada que teve certa inversão cronológica. O Brasil partiu de um início promissor, em que parecia próximo de definições sobre equipe e estilo de jogo, para um fim de ano cercado de interrogações.

Desde março, quando a equipe conquistou sua vitória mais contundente desde o fim da Copa do Mundo, sobre a França, em Paris, até a partida desta terça-feira, em que uma vitória sobre o Peru é essencial para não se distanciar do grupo de líderes do torneio que dará vagas no Mundial da Rússia, de 2018, a equipe treinada por Dunga passou uma série de mudanças. Pegou retornos e atalhos errados numa estrada que parecia não ter grandes desvios.

O sistema tático, por exemplo, mudou. O centroavante, que estava praticamente sepultado, ressurgiu, mas não emplacou. O “dono” do meio-campo virou reserva, o zagueiro que havia recuperado prestígio voltou a ser escanteado e o goleiro rejuvenesceu.

Com quatro pontos no torneio, o Brasil está atrás do líder Equador, do Chile e do Uruguai, que se enfrentam também nesta terça, o que pode representar ascensão na tabela em caso de vitória na Fonte Nova. Porém, qualquer outro resultado significa uma avalanche de seleções que podem passar por cima da posição brasileira. Como as próximas partidas só serão disputadas em março de 2016, contra Uruguai (em casa) e Paraguai (fora), dependerá desta noite de terça o clima da longa pausa de quatro meses: sossego para trabalhar ou tensão semanal.

Confira os jogos de hoje:
18:30
Colômbia x Argentina
19:00
Venezuela x Equador
21:00
Paraguai x Bolívia
Uruguai x Chile
22:00
Brasil x Peru

ELIMINATÓRIAS: Sem Argentina e Brasil, o show foi do Equador

Futebol Interior

0002050127388_img

A expectativa era grande para o clássico entre Brasil e Argentina, a grande atração da 3ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, porém, São Pedro resolveu estragar a graça e não perdoou Buenos Aires, que enfrentou um forte temporal na noite desta quinta-feira, fazendo com que a partida fosse adiada. Com isso, o show ficou por conta do Equador, que derrotou o Uruguai e fica como o único time com 100% de aproveitamento na competição e consequentemente na liderança.

Além da liderança isolada do Equador, o dia também trouxe o primeiro triunfo da Bolívia na competição. O clube de Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro e Flamengo, bateu a Venezuela, que deve ser o famoso “saco de pancadas”. Na outra partida, o Chile cedeu empate para a Colômbia, em Santiago, ficando assim na vice-liderança.

O Equador provou que vai sim brigar por uma vaga na Copa do Mundo. Depois de bater a Argentina, em Buenos Aires, e passar pela Bolívia, foi a vez de bater em mais um favorito ao título, o Uruguai. Vitória, incontestável, por 2 a 1, e liderança assegurada de forma isolada, já que o Chile ficou no empate, por 1 a 1, diante d Colômbia.

Tudo indicava que seria mais um triunfo fácil do Chile. A seleção do ex-palmeirense Valdivia, que mais uma vez saiu como titular, abriu o marcador, mas acabou sofrendo o empate, com gol de James Rodríguez, destaque da Copa do Mundo de 2014. O jogador do Real Madrid voltou ao time e deu o seu ar da graça.

No outro jogo do dia, a Bolívia conquistou a sua primeira vitória nas Eliminatórias, derrotando a Venezuela, por 4 a 2. A equipe boliviana precisou da “ajudinha” da altitude de La Paz para sair com os três pontos.

Já o jogo entre Argentina e Brasil foi adiado por conta da chuva que castigou Buenos Aires. A partira, agora, acontecerá nesta sexta-feira, às 22h, no Monumental de Nuñez. A equipe brasileiro acatou facilmente a mudança, esquecendo de aproveitar que os hermanos não teriam torcida debaixo desse temporal. O que chamou a atenção é que Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, sequer apareceu no estádio.

Fechando a rodada, Peru e Paraguai entram em campo neste sábado, às 00h15, de Brasília.

Brasil estreia às 20h30 e jogará às terças e quintas-feiras nas Eliminatórias

Globo Esportes

20150908234836_4

A Conmebol definiu os horários e as datas dos primeiros quatro jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O Brasil estreia contra o Chile, em Santiago, no dia 8 de outubro, uma quinta-feira, às 20h30.

As três partidas seguintes voltam a ser disputadas às 22h: 13 de outubro (terça) contra a Venezuela, em Fortaleza. A seleção brasileira visita a Argentina o dia 12 de novembro (uma quinta-feira), às 22h, e fecha o ano em Salvador, contra o Peru, no dia 17 de novembro (quinta), também às 22h.

A confederação sul-americana decidiu ainda que todos os jogos da rodada serão disputados sempre nos mesmos dias.

Após vaias e aplausos, Brasil fecha eliminatórias contra a Venezuela

Fonte: Globo Esportes


Seleção de Dunga oscila no início, mas volta a jogar bem e termina preparação como uma das favoritas ao título na África do Sul em 2010

De vaias, resultados ruins, protestos da torcida contra time e técnico a vitórias arrebatadoras, futebol convincente, título da Copa das Confederações e classificação com três rodadas de antecedência para a Copa do Mundo de 2010. Foram quase dois anos em que um pouco de tudo aconteceu com a seleção brasileira nas eliminatórias. Mas, depois de tanta turbulência, o Brasil encerra a competição, contra a Venezuela, às 19h (horário de Brasília), no estádio Morenão, em Campo Grande, em alta com um time praticamente pronto e como um dos grandes favoritos a conquistar o título mundial na África do Sul.

Apesar de já estar garantida, a seleção brasileira corre atrás do primeiro lugar do torneio. Com a derrota para a Bolívia por 2 a 1, domingo, em La Paz, o time manteve a liderança, com 33 pontos, mas ganhou a companhia do Paraguai, que bateu os venezuelanos por 2 a 1, fora de casa, e atingiu a mesma pontuação, mas perdendo no saldo de gols (22 contra dez). O Chile, terceiro com 30 e também classificado para a Copa, também tem chances.

Confira os jogos de hoje:
17:00
Peru x Bolívia
19:00
Brasil x Venezuela
20:00
Uruguai x Argentina
Chile x Equador
21:00
Paraguai x Colômbia

Placar da Rodada destaca a vitória do Brasil sobre o Chile pelas eliminatórias da Copa

Fonte: Globo.com

Brasil se concentra para eliminatórias sul-americanas da Copa de 2010

Fonte: Globo.com

Em jogo tumultuado, Equador bobeia e cede empate ao Paraguai

Globo Esporte

Em partida de ânimos exaltados em alguns momentos, Equador e Paraguai empataram por 1 a 1 nesta quarta-feira, em Quito. A partida, válida pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2010, teve gols de Noboa, pelo Equador, e Benítez, pelo Paraguai.

Com o resultado, o Equador complicou sua situação na tabela de classificação. A seleção se manteve em sétimo lugar, agora com 14 pontos. O Paraguai lidera, com 24. Os equatorianos perderam a chance de se aproximar do quinto lugar, que vale uma vaga na repescagem contra uma seleção da Concacaf (Américas Central e do Norte).

Dunga avisa que manterá aposta em Ronaldinho Gaúcho

A condição de reserva do Milan e as atuações apagadas de Ronaldinho Gaúcho pela seleção brasileira não diminuíram o prestígio do meia-atacante com Dunga. O treinador avisou nesta terça-feira que continuará convocando Ronaldinho por conta de sua qualidade técnica e vontade demonstrada de defender o Brasil.

“Vou apostar no Ronaldinho até o limite. Não é de um dia para outro que as coisas se resolvem. Onde vou encontrar um jogador com as características e a qualidade dele, que já foi o melhor do mundo? Se treinasse no Brasil, ele já estaria bem. A sequência de lesões e a falta de jogos atrapalha”, afirmou, em entrevista ao programa Arena SporTV.

Dunga deu a entender que Ronaldinho Gaúcho será uma de suas apostas para a Copa do Mundo. “A gente está fazendo um trabalho com ele, um planejamento. Ele dá a cara para bater, então está querendo jogar. Nós temos que acredita porque a gente confia e ele está com vontade”, disse.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia