WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  



drupal counter

:: ‘elite’

Vitória da Conquista disputa com o Colo Colo a permanência na primeira divisão do Baianão

Da Redação
Foto Tribuna da Conquista

Vitória da Conquista vice-campeão de 2015 e campeão da 2ª divisão em 2006

Vitória da Conquista vice-campeão de 2015 e campeão da 2ª divisão em 2006

O Vitória da Conquista decide contra o Colo Colo, neste domingo (27), às 16 horas, no estádio Lomanto Júnior, a permanência na primeira divisão do Campeonato Baiano de 2017.

Desde a primeira disputa na elite do futebol baiano, em 2007, o Vitória da Conquista sempre contagiou a sua torcida fazendo boas campanhas e por duas vezes chegou perto do titulo em 2008 e 2015.

Agora, o Bode vai precisar do apoio do seu torcedor para vencer ou empatar com o Tigre de Ilhéus, para não amargar o retorno a 2ª divisão da competição estadual.

Para a decisão, o treinador Sérgio Aarújo comandou um treino tático, na manhã de hoje (26), no local da partida. Porém, a escalação da equipe só será anunciada momentos do inicio da partida.

Confira as campanhas do Alviverde
2007- 8º lugar
2008- 3º lugar
2009- 5º lugar
2010- 5º lugar
2011 – 5º lugar
2012 – 4º lugar
2013 – 5º lugar
2014 – 3º lugar
2015 – 2º lugar

Santa Cruz supera nervosismo, bate o Mogi e leva o povão de volta à elite do Brasileiro

Diário de Pernambuco

20151121183939973910u

Comemore, torcedor do Santa Cruz. Vá às ruas. Grite, chore, cante. O Tricolor está de volta à Série A. Está de volta ao lugar de onde nunca deveria ter saído. E como foi difícil este retorno. Depois de nove agonizantes anos encarcerado nas divisões de acesso, a pena, enfim, foi cumprida. Foi escrita neste sábado , 21 de novembro de 2015, a história da maior reviravolta do futebol brasileiro. Em Itu, a vitória por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim credencia o clube a disputar a Primeira Divisão em 2016. Para ficar nela, quem sabe, por muito e muito tempo.

Itu é conhecida por ter as coisas em tamanhos desproporcionais. Só que gigante mesmo foi a torcida Santa Cruz que tomou a cidade. Ela foi a síntese mais fiel da resistência do clube nos longos e lancinantes anos longe da elite. Na decisão no Novelli Júnior, não poderia ter sido diferente. Vinda dos mais variados lugares de Pernambuco, dos mais variados lugares do país, transformou o estádio no interior paulista em um pedacinho do Arruda.

Foram mais de mil representantes do sentimento de uma nação que ansiava pelo acesso. Levaram sustos. O primeiro tempo empatado sem gols e com uma atuação frustrante da equipe aumentou a tortura. O sofrimento acabou no começo do segundo, com um gol de pênalti de Daniel Costa e outro de Bruno Moraes logo na sequência. Bileu completou a alegria. A partir de então foi só aguardar o apito final. Quando o jogo terminou, veio a redenção

Antes mesmo do término da partida, muitos torcedores já se ajoelhavam, como se quisessem repetir uma penitência agora já cumprida pelo clube. Outros rezaram, se abraçaram. Outros não contiveram as lágrimas. Lágrimas de alegria. Alegria misturada com alívio. Lágrimas de paixão irremediável pelo Santa Cruz. Todos saudaram os seus jogadores, o time de guerreiros que nunca desistiu. Libertaram-se de uma cárcere que, no seu começo, parecia interminável.

Retorno do Flu de Feira a elite pode acontecer com mais um empate

Site do Clube

11258172_891955240845582_5325122961979824571_n

O empate diante do Ypiranga manteve o Fluminense na liderança isolada do Campeonato Baiano da 2ª divisão com 13 pontos, dois pontos a mais que o segundo colocado, o Flamengo de Guanambi que tem 11 pontos. Grapiúna é o terceiro com 10 pontos, Ypiranga é o quarto com 9, Itabuna e Juazeiro vêm com oito pontos, cada um e correndo por fora na briga por uma das duas vagas para a Série A estadual do próximo ano.

O Touro do Sertão pode sacramentar a sua volta a elite na próxima rodada, somente com um empate diante do Itabuna. Caso este resultado aconteça, o Touro chega a 14 pontos, combinado com um empate entre Ypiranga e Grapíuna, o acesso estaria garantido. Outra combinação interessante é o empate com uma derrota ipiranguense porque o Grapiúna chega a 13 pontos, porém já terá encerrado a sua participação na fase classificatória e não teria como alcançar o Fluminense.

O Touro pode até se classificar direto e como primeiro colocado geral. Para isso acontecer, terá que vencer o Itabuna e o Flamengo de Guanambi perder ou mesmo empatar seu jogo diante do Atlético de Alagoinhas. Neste caso, mesmo o Ypiranga vencendo seus dois jogos – contra Grapiúna e Juazeiro – só chega a 15 pontos. Caso vença, o Fluminense chega a 16 pontos e hoje, só pode ser ultrapassado pelo Flamengo, que precisa vencer seus dois jogos para chegar a 17 pontos.

Confirmando o acesso no próximo domingo, o Fluminense vai lutar para terminar na primeira colocação geral para assim garantir na final a vantagem de jogar por dois resultados iguais e fazer a grande final da 2ª divisão, dentro do Joia da Princesa com o apoio da sua torcida.

468x60_simonassi127

Vitória da Conquista estreia na elite do futebol amador neste sábado

Por Luciano Pina

Fotos Serrano sub 20 0x0 Vitoria da Conquista (34)

Após conquistar o acesso para eleite do futebol conquitense, o Vitória da Conquista faz sua estreia na competição neste sábado (11), as 17h30, no estádio Edvaldo Flores.

Logo de cara o Bode vai enfrentar o Beira-Mar, atual campeão e que estreou sendo derrotado pela Ponte Preta, pelo placar de 2 a 0.

A rodada será iniciada as 15h30, com o confronto entre Santos e Simonassi.

Já no domingo (12), se enfrentam as 09h30, Comercial e Vila da Conquista.

Na manhã desta sexta (10), o Departamento de Árbitros da LCDT vai anuciar a escala de árbitros para a rodada.

Depois de bater na trave duas vezes seguidas, JEC conquista acesso à elite

Globo Esportes

time

Depois de duas tentativas frustradas seguidas, o Joinville conquistou na noite desta terça-feira o acesso à elite do futebol brasileiro. Após vencer o Sampaio Corrêa por 2 a 1, o grupo do técnico Hemerson Maria garantiu a classificação para a Série A com quatro rodadas antecipadas. Contou com o empate do Avaí para o Oeste para jogar a primeira divisão em 2015 depois de 28 anos de sua última participação.

O sonho de jogar na primeira divisão do Campeonato Brasileiro começou no final de 2011, quando o Tricolor terminou a Série C em primeiro lugar e ficou mais próximo de figurar entre os principais times do país. Nos dois anos seguintes, o JEC terminou a Série B na mesma posição da tabela de classificação: em sexto lugar, a duas colocações do acesso.

No ano passado, a ida para a elite bateu na trave e quase caiu nas redes. Apenas um ponto separou o clube do G-4. O time iniciou muito bem a competição e chegou a ocupar a vice-liderança da disputa. Mas não manteve a regularidade até o fim. Terminou aquela temporada com 52% de aproveitamento no certame nacional.

Com 17 vitórias, oito empates e 13 derrotas, o JEC alcançou 59 pontos no Brasileiro de 2013. Nesse ano subiram Palmeiras, com 79 pontos, Chapecoense, com 72, Sport, com 63, e Figueirense, com 60. O Joinville marcou 58 gols e sofreu 44. O atacante Lima foi o artilheiro do time na competição, com 14 tentos.

A campanha foi semelhante no ano anterior. Em 2012, o Tricolor fez mais pontos. Só que ficou mais longe do acesso, já que os quatro primeiros colocados dispararam na competição. Com 60 pontos, o time catarinense ficou a 11 do Vitória, o quarto colocado na Série B do ano retrasado. Passou boa parte do campeonato na briga por uma vaga no G-4.

O artilheiro do JEC em 2012 também foi Lima. Desta vez com 17 gols. A equipe encerrou o campeonato com 17 vitórias, nove empates e 12 derrotas. Em 58 oportunidades, balançou as redes adversárias. Sofreu 40 gols.

Ao entrar em campo diante do Sampaio, na noite desta teça, o grupo treinado por Maria já sabia da possibilidade de acesso antecipado. Pouco antes de iniciar o jogo em São Luís (MA), o Avaí havia tropeçado na Ressacada. Com a vitória, o JEC assume momentaneamente a liderança da tabela. Com gols de Everton e Fernando Viana – Willian Paulista descontou para o Sampaio -, o Tricolor não deu chances e está pronto para comemorar o momento histórico. Com 66 pontos, ninguém mais tira a vaga.

Após bom começo na Segundona, Flamengo de Guanambi sonha com elite do futebol baiano

Bahia Noticias

IMAGEM_NOTICIA_5

Em 2013, na sua estreia no futebol profissional, o Flamengo de Guanambi quase chegou à elite do futebol baiano. Quase. Após vencer a primeira partida das semifinais por 1 a 0 contra o Galícia, o novato da segunda divisão veio a Salvador precisando de um empate, mas acabou sendo derrotado em um controverso jogo pelo placar de 4 a 2, sobrando apenas para sua torcida o adiamento do sonho para a próxima temporada. Agora, em 2014, o Beija-Flor do Sertão tem mais uma chance de levar a cidade de Guanambi (a 796km de Salvador) a tão sonhada primeira divisão estadual, e não vem decepcionando seus adeptos.

Com sete pontos, o rubro-negro do centro-sul lidera o certame ao lado do Colo-Colo de Ilhéus, mas sabe que falta muito para garantir ao acesso. “Ainda não está nada decidido, só com pés no chão e muito trabalho a gente pode chegar à primeira divisão” afirma o presidente Washington Lucas, que antes de fundar o Clube Esportivo Flamengo foi tesoureiro do Guanambi Atlético Clube e desde aquela época sabe o que é chegar perto da elite. “Em 2008 ficamos em segundo lugar, perdendo a decisão pro Madre de Deus. Segundo lugar! Mas só o campeão subia”. Apesar do trabalho que exerceu no Tricolor do Algodão, Washington reitera que não existe nenhuma ligação deste com o Flamengo. “Não, o outro clube lá (Guanambi) está licenciado, somos um time novo, tudo é novo”. Entretanto, se tratando do rubro-negro carioca, o mengo baiano já vem criando laços de afinidade e reconhecimento. “Estivemos na Gávea, fomos muito bem recebidos pela diretoria do time, que até gravou uma entrevista para o pessoal aqui da cidade. Não existe nenhuma parceria, mas quem sabe se conseguirmos subir?” Assim como outros clubes da competição, o Beija-Flor tem em grande parte de seu elenco jogadores provenientes da primeira divisão estadual.

Destes, os destaques vão para o atacante Diego Higino, que estava no Jacuipense, Alemão (Serrano) e Jefferson (Botafogo-BA). Além deles, o grupo também é comporto por pratas da casa, como o volante Paulo Henrique e o zagueiro Lúcio, e repatriados como o atual artilheiro Jô, que retornou aos gramados brasileiros depois de uma temporada no Cádiz, da segunda divisão espanhola. No banco de reservas, o técnico Sérgio Velloso trouxe para o clube a experiência necessária para o acesso. “É um treinador diferenciado, subiu com o Galícia (2013) e o Botafogo (2012,) e tem muita seriedade no trabalho”, elogiou o presidente. Nas arquibancadas, o público confirma a paixão do guanambiense por futebol. Com a segunda melhor média de público do torneio (perdendo apenas para o Jacobina) nas duas primeiras rodadas, o torcedor local transferiu ao novo clube o desejo de um sonho antigo que pode se desenhar em realidade.

Recordação: Maru é campeão da segundona em 2009 e vice em 2012

Por Luciano Pina
Foto Esportes do Sudoeste

Maru-sabado-023-cópia

Em 2009, o Maru conquistou o título da segundona, ao empatar em zero a zero com a equipe do Kadija e vencer nas cobranças de pênaltis por 4 a 2. porém, em 2010 caiu novamente para a segunda.

Na manha de domingo 29 de julho de 2012, o Maru voltou a decidir o título da segundona contra o Juventus. Após empatar por 0 a 0 no tempo normal, o Juventus derrotou o Maru pelo placar de 3 a 0, nas cobranças de pênaltis e ficou com o título.

Passados um ano e dois meses, o time do Maru busca decidir novamente um título municipal: o objetivo desta vez é conquistar o título de campeão da elite do futebol conquistense.

O caminho começa neste domingo (8), quando o time do Alto Maron começa a decidir contra o Kadija quem chegará a grande final da competição.

O Maru precisa vencer o jogo de ida para reverter a vantagem que é da equipe adversária. O jogo de volta será realizado na tarde de sábado, 14/09.

Nesta sexta (6), os representantes da equipe serão os entrevistados do Programa Cidade Esportes.

Galícia e Catuense voltam à elite

Tribuna da Bahia

segunda_637020732

14 anos depois, um dos times mais tradicionais do futebol da Bahia, o primeiro tricampeão baiano, está de volta à elite do futebol estadual. O Esporte Clube Galícia chegou à final da 1ª Divisão do Campeonato Baiano, após vencer por 4 x 1, com 3 gols de Alemão, o Flamengo de Guanambi, no último sábado, em Pituaçu. A equipe conseguiu o maior objetivo do clube: retornar à 1ª Divisão do Baianão em 2014. Foram 14 anos na segunda Divisão, e agora o demolidor de campeões se junta ao Bahia, Vitória e Botafogo como representantes do futebol da capital no torneio mais importante do estado.

“É com muita satisfação que o clube saúda a todos os torcedores azulinos, que já podem orgulhar-se uma vez mais de estarem na Primeira Divisão baiana. Um agradecimento especial a todos que vêm apoiando e colaborando com o Galícia nos últimos meses, desde antes mesmo da nova direção tomar posse, em janeiro deste ano”, diz a nota oficial no site do clube, cujo presidente é Dário Rêgo, que reassumiu o clube este ano e cumpriu o que prometeu.

Outro clube que também se junta às equipes da principal divisão do Baiano em 2014 é a Catuense. A equipe perdeu por 1 a 0 para o Itabuna, com gol de Luizinho, no Estádio Luiz Viana Filho, na cidade de Itabuna. Mas como jogava com a vantagem do empate e podia até perder por 2 a 0, pois venceu o primeiro jogo das semifinais com uma goleada de 3 a 0, abrindo vantagem para a partida de volta, o Bem-te-vi se classificou para a grande final.

A equipe da Catuense que se destacou por revelar craques do futebol no estado, nos anos 80 e 90, como Bobô, Naldinho, Zanata e Luiz Henrique, ficou cinco anos longe do futebol profissional e surpreendentemente se organizou de última hora e fez uma boa campanha na 2º Divisão, conquistando o acesso à elite. O presidente do clube, Roberto Pena, tem apenas 19 anos e segue os passos do avô Antônio Pena, um dos fundadores do clube. Catuense e Galícia ocupam as vagas do Fluminense de Feira e Atlético de Alagoinhas, que foram rebaixados à 2º Divisão do estadual este ano.

Após 14 anos, Galícia pode voltar à eleite do Baiano

Galáticos

FOTO_BANNER_0

Foram 14 anos de agonia e angústia para o torcedor galiciano que podem chegar ao fim neste sábado (13). O Galícia poderá carimbar seu retorno à elite do futebol baiano.

O granadeiro enfrentará, em Pituaçu, o Flamengo de Guanambi, às 16h, pelas semifinais da Segunda Divisão do Baianão 2013. No jogo de ida, em Guanambi, os donos da casa venceram por 1 a 0.

Porém, apesar da derrota, o Azulino só depende de um triunfo simples para ficar com a vaga. O time de Salvador fez melhor campanha e joga por dois resultados iguais.

Além do retorno à elite, de onde saiu em 1999, o “Demolidor de Campeões” terá o direito, com o triunfo, de disputar a final da segundona contra o vencedor de Itabuna x Catuense.

Catuense perto da primeira divisão

Futebolbahiano

996506_342842142512733_1727812039_n

Se o jogo entre Galícia e Flamengo de Guanambi, pela disputa das semifinais do Campeonato Baiano da 2º divisão, está em aberto e tudo pode acontecer, o mesmo não ocorre no segundo confronto, envolvendo a Catuense que enfrentará o Itabuna no Estádio Luis Viana Filho, em jogo com ampla e larga vantagem para a Catuense.

No primeiro duelo realizado no último sábado, no Estádio Antônio Carneiro, o time que já foi destaque no Campeonato Baiano em um passado distante e contou com o Bobo como seu maior nome e evidencia, venceu por 3 x 0 e agora pode perder até por 2 a 0, que ainda assim se classifica para a primeira divisão do Baianão de 2014, sendo um dos substituto do Atlético de Alagoinha e Fluminense de Feira, ambos rebaixados nesta temporada.

Três times “estão” na elite e Atlético-PR se aproxima. Veja as chances

Futebol Interior

Goiás, Criciúma e Vitória estão próximos de comemorar o acesso para a elite do Campeonato Brasileiro, enquanto o Atlético-PR deve brigar com o São Caetano até a última rodada. As informações são de acordo com o site chancedegol.com.br.

Apesar de ter perdido na última rodada para o ABC, por 3 a 2, fora de casa, e caído para a vice-liderança, o Goiás ainda é o time com mais chances de conquistar o acesso. Com 67 pontos, o time deve confirmar o acesso nas próximas rodadas, já que possui 99,8% de chances. Logo atrás está o Criciúma, que assumiu a ponta ao bater o Guarani, por 2 a 1, e chegar aos 68. As chances de acesso são de 98%.

Já o Vitória, que vem alterando resultados bons e ruins nas últimas rodadas, também está muito perto da elite, com 97,1% de chances. O time se encontra na terceira colocação, com 66 pontos e ainda briga pelo título. Completando o G4 está o Atlético-PR, com 62. Sem perder há seis jogos – cinco vitórias e um empate -, o Furacão tem 71,4% de chances segundo os matemáticos.

Quem também está brigando por uma vaga no G4 é o São Caetano, que bateu o Vitória, por 1 a 0, fora de casa, e chegou aos 61 pontos, continuando em quinto lugar. Suas chances são de 33,5%. A quarta colocação deve mesmo ficar entre Atlético-PR e Azulão, apesar de outros quatro times ainda terem chance matemáticas de terminarem a competição entre os quatro melhores.

Em sexto lugar, com 53 pontos, o Joinville tem 0,1% de chances. Já América-MG, América-RN e Avaí possuem menos do que 0,01%. Os dois primeiros estão com 50 pontos, um a mais que o time catarinense. Apesar das chances, a situação dos quatro é bastante complicada e só mesmo com um milagre para conquistarem o acesso à elite do ano que vem.

Confira as chances!

Goiás – 99.8%
Criciúma – 98%
Vitória – 97.1%
Atlético PR – 71.4%
São Caetano – 33.5%
Joinville – 0.1%
América MG – menor que 0.01%
América RN – menor que 0.01%
Avaí – menor que 0.01%

Vitória com pé na elite e 4 times lutam por 3 vagas

Futebol Interior

O Campeonato Brasileiro da Série B já teve 23 rodadas realizadas e, nos próximos, devem ser definidos os times que lutarão pelo acesso, os que brigarão contra a degola e aqueles que apenas cumprirão tabela. E, se depender das contas do site Chance de Gol, a torcida do Vitória já pode começar os preparativos para os festejos do acesso.

Faltando 15 partidas para o final, o Leão desponta como principal candidato ao acesso, com 95,9% de chances. Após o empate contra o Ipatinga, por 1 a 1, o time baiano se manteve na liderança isolada, com 50 pontos. Tem quatro pontos a mais que o vice Criciúma, que ostenta 62,9%.

A queda de rendimento faz o Tigre catarinense ficar apenas na quarta posição nas contas dos matemáticos. Isso porque o Goiás, mesmo estando na terceira posição, com 43 pontos, aparece com 76,6% de chances. O mesmo acontece com o Joinville, que é o quarto 41 pontos, mas tem 63,1%. Também com bom percentual está o Atlético-PR, que tem 40 pontos, na quinta posição, e 51,8%.

Os demais clubes, nas contas do Chance de Gol, terão de se desdobrar para ficar entre os quatro primeiros. O sexto colocado é o América-RN, com 13,7%. Na sequência, aparecem São Caetano (13,1%), América-MG (11,2%), Ceará (6,4%) e Avaí (4,2). Depois disso, todos os outros times possuem menos de 1% de chances. O Guarani tem 0,9%, o Paraná conta com 0,2% e o Boa Esporte coma 0,02%. O restante das equipes possui menos de 0,01

Confira a rodada desta terça
15h00
Atlético-PR x CRB
19h30
Avaí x Ipatinga-MG
Guaratinguetá x Paraná Clube
América-MG x São Caetano
Vitória x Boa
ASA x Joinville
21h50
Goiás x Criciúma
Guarani x Grêmio Barueri
ABC x Ceará
Bragantino x América-RN





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia