WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: ‘encara’

Contra o Santos, Palmeiras testa força do elenco e tenta suportar pressão

Globo Esportes

27426215773_b3a3f4e538_b

Líder do Campeonato Brasileiro com 28 pontos, o Palmeiras fecha a 14ª rodada da competição nesta terça-feira, quando recebe o Santos, na arena, às 20h30 (horário de Brasília). Além de toda a rivalidade com a equipe da Baixada, acirrada pelas recentes decisões, o Verdão terá de superar desfalques importantes no time titular e a concorrência dos adversários diretos, que venceram no fim de semana e aumentaram a pressão para o lado palmeirense.

Com três cartões amarelos, Cuca não poderá contar com o volante Thiago Santos e os atacantes Róger Guedes e Gabriel Jesus. Por outro lado, Leandro Pereira deve fazer sua reestreia, enquanto os meio-campistas Moisés e Tchê Tchê foram relacionados mesmo ainda estando em recuperação física após lesões. A escalação, porém, só será divulgada momentos antes do início do clássico.

Com um planejamento criticado no começo da temporada, o Verdão passou por uma grande reformulação no elenco após as eliminações no Campeonato Paulista e na Taça Libertadores da América. Agora, chegou a hora de o treinador comprovar com desempenho e resultado a força do plantel palmeirense.

Na primeira colocação do Brasileirão desde a 9ª rodada do campeonato, o Palmeiras viu seus principais concorrentes vencerem no fim de semana. No sábado, o vice-líder Corinthians foi venceu a Chapecoense, em Santa Catarina, enquanto o Grêmio, no domingo, superou o Figueirense, em Porto Alegre. Os alvinegros também somam 28 pontos, mas levam desvantagem no saldo de gols (16 a 14), enquanto os gaúchos estão na terceira posição, com 27 pontos.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Em Marselha, Alemanha e França duelam para definir segundo finalista da Eurocopa

Atarde

Índice

Na véspera do aniversário de dois anos da goleada histórica da Alemanha em cima do Brasil – o famoso 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo de 2014, a seleção alemã mais uma vez encara os anfitriões, desta vez a França, na luta por um lugar na decisão de um grande torneio, neste caso a Eurocopa. O jogo desta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), será no estádio Vélodrome, em Marselha.

A lembrança da esmagadora vitória no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, surgiu nas entrevistas dos jogadores alemães. O meia-atacante Thomas Müller mostrou bom humor ao relembrar o triunfo. “A França, como anfitriã, estará sob pressão. Eles sabem que jogarão contra um ótimo time. É o tipo de jogo em todos querem ver. E queremos jogar bem. Mas nós não achamos que vamos vencer por 7 a 1”, disse, aos risos.

O assuntou voltou a ser lembrado na entrevista do técnico Joachim Löw. Para ele, é difícil fazer uma comparação, por conta do raríssimo placar da partida em 2014. “Não tem muito o que tirar daquele jogo para trazer para esse duelo. Nossos jogadores estão acostumados a sentir pressão. Os brasileiros ficaram chocados porque levaram três ou quatro gols em pouquíssimos minutos. Uma semifinal daquela não vai acontecer a cada dois anos. E além disso, a França é muito mais sólida defensivamente do que eram os brasileiros há dois anos”.

Do lado da França, o técnico Didier Deschamps disse que a sua seleção precisa se impor em campo. “A Alemanha sempre domina o adversário, tem mais posse de bola. Mas não podemos chegar lá e pensar somente em nos defender. Temos a oportunidade, queremos jogar nosso máximo, com todo o respeito que temos pelos alemães, atuais campeões mundiais”, disse o treinador.

Nesta Eurocopa, franceses ou alemães terão pela frente a seleção de Portugal na grande decisão de domingo, no Stade de France, em Saint-Denis. Nesta quarta-feira, os portugueses avançaram ao baterem o País de Gales por 2 a 0, em Lyon.

Portugal encara Gales na rota de feito ‘quase’ inédito

Atarde

650x375_cristiano-ronaldo_1648975

A abertura das semifinais da Eurocopa – nesa quarta-feira, 6, às 16h (da Bahia), em Lyon (França) – traz um confronto mais do que inusitado. De um lado, estará País de Gales, debutante na competição. Do outro, Portugal, que vai atrás do título inédito com uma campanha maluca.

Após três jogos na primeira fase e dois no mata-mata, os lusos se mantêm vivos no torneio mesmo sem nenhuma vitória no tempo normal. Foram três empates na etapa de grupos e, nos duelos eliminatórias, ganharam uma vez na prorrogação e outra na disputa de pênaltis.

Caso supere desta forma seus dois últimos desafios rumo à taça, Portugal alcançará um feito ‘quase’ inédito. Nos principais torneios entre seleções da história – contando todos os continentais, além da Copa do Mundo e das Confederações – apenas uma equipe conseguiu erguer o troféu sem vencer nenhum duelo nos 90 minutos regulamentares: a antiga Tchecoslováquia na Euro de 1976, quando a fase principal da competição reunia apenas quatro times e o caminho para o título tinha dois jogos. Atualmente, são 24 equipes e é preciso atuar sete vezes para chegar à conquista.

O embate desta quarta tem como principal atrativo o encontro entre Gareth Bale e Cristiano Ronaldo, companheiros de Real Madrid. Duelo particular minimizado pelo galês: Madrid Cristiano Ronaldo. “Isso não é apenas sobre dois jogadores, é sobre duas nações em uma semifinal, 11 homens contra 11 homens”.

Quanto às escalações, País de Gales tem o maior problema: a ausência do meia Aaron Ramsey, um de seus destaques, por suspensão. Portugal não poderá contar com o volante William Carvalho.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Quem vencer pega o ganhador de França x Alemanha, jogo que acontece na quinta, 7.

Chile, embalado, e Colômbia, sob desconfiança, duelam por 2ª vaga na final

Uol

FBL-COPAM2016-MEX-CHI

Atual campeão da Copa América, o Chile vai em busca de se garantir em mais uma decisão, nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), em duelo com a Colômbia, que começou a competição reinvidicando o status de favorita, mas que agora busca reencontrar o bom futebol.

A ‘Roja’ passou a ter o protagonismo na segunda semifinal do torneio após a goleada inapelável sobre o México por 7 a 0, na fase anterior. Antes, os comandados pelo argentino Juan Antonio Pizzi não chegaram a empolgar, passando pelo grupo D no sufoco, inclusive, com vitória polêmica sobre a Bolívia por 2 a 1.

Já os ‘Cafeteros’ empolgaram na rodada inicial do grupo A, batendo os Estados Unidos por 2 a 0, mas rumo começou a mudar no terceiro jogo, em que o técnico argentino José Pekerman escalou 11 reservas e a equipe perdeu para Costa Rica. A classificação para às semifinais veio com vitória nos pênaltis sobre o Peru, após igualdade em 0 a 0 no tempo normal.

Na história, as duas seleções já se enfrentaram 36 vezes, com 14 vitórias do chilenos e dez dos colombianos. Em Copas América, a vantagem da ‘Roja’ é maior, com sete êxitos em 12 duelos e apenas dois resultados negativos.

A última partida aconteceu em novembro do ano passado, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, em Santiago, que terminou com empate em 1 a 1.

Embalado por vitória, América-MG encara líder Palmeiras, invicto em casa

Globo Esportes

indice

A lanterna ficou para trás. Com a vitória sobre diante do Coritiba, o América-MG chegou a oito pontos no Campeonato Brasileiro e saiu da última posição na tabela de classificação. A zona de rebaixamento, porém, ainda é realidade. A próxima oportunidade que o time tem para sair do grupo dos quatro últimos colocados é na partida desta terça-feira, contra o Palmeiras, às 21h30 (de Brasília), na Arena Palmeiras.

Isso mesmo, terça-feira. Normalmente, não é um dia utilizado para partidas da Série A do Brasileirão, mas desta vez será, já que o estádio do Verdão será palco da exibição de um filme na quarta-feira. O retrospecto do time de Cuca em seu estádio é perfeito no campeonato: quatro jogos, quatro vitórias, 10 gols marcados e apenas um sofrido. Além desses jogos, o Palmeiras também disputou uma partida como mandante no Pacaembu e também venceu: 4 a 3 contra o Grêmio.

Além do palco ser favorável ao time paulista, o histórico do confronto também está do lado do Palmeiras. Pelo Campeonato Brasileiro, as duas equipes se enfrentaram 10 vezes, e o América-MG nunca venceu. Foram cinco vitórias paulistas e cinco empates.

Virou obrigação! Após eliminações, Fla encara pressão por título nacional

Lancenet

5727ed4595874

Após as eliminações no Carioca e na Primeira Liga, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, contra o Fortaleza, no Castelão (CE), pela segunda fase da Copa do Brasil. A pressão da torcida por vitórias é grande. Tendo em vista o grande investimento feito para esta temporada, a sensação é de obrigação por um título nacional no segundo semestre. O mínimo que se espera é uma campanha digna no Brasileiro, na luta por uma vaga na Libertadores.

Muricy Ramalho está consciente desta responsabilidade. Tanto que já afirmou que é hora do trabalho começar a “dar resultado”. Em linha de pensamento parecida, os jogadores rubro-negros adotam o discurso de que é preciso se entregar mais em campo. A diretoria fez um grande investimento nesta temporada e contratou dez jogadores. Até por isso, a expectativa é de bons resultados.

A primeira oportunidade para esta esperada recuperação já é nesta quarta, no Castelão. Uma vitória diante do Fortaleza seria importante para elevar o moral do elenco, que sonha com o título da Copa do Brasil.

Fluminense visita a Ferroviária pela segunda fase da Copa do Brasil

ESPN

622_043763cb-c33e-32df-ab3c-4f6ac7bc927f

O Fluminense visita a Ferroviária nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela rodada de ida da segunda fase da Copa do Brasil. O Tricolor tenta se reerguer e mostrar que a eliminação para o Botafogo nas semifinais do Campeonato Carioca, com derrota de 1 a 0, foi um acidente.

Agora, a ordem no Flu é repetir a campanha vitoriosa que culminou com a conquista do título da Primeira Liga. Já o adversário vai estrear o técnico Antônio Picoli, que evitou o rebaixamento no Campeonato Paulista e no segundo semestre terá a Copa Paulista como objetivo.

Levir Culpi, técnico do Flu, quer que sua equipe repita o modelo de atuação exibido na vitória de 3 a 0 sobre o Tomense-MG, que fez o Tricolor se classificar para essa fase sem a necessidade do jogo da volta. O treinador, porém, não quer cobrar a vaga antecipada dessa vez, o que vai acontecer se os cariocas ganharem por dois ou mais gols de diferença.

Pelo lado da Ferroviária, Antônio Picoli espera poder tirar boas conclusões de sua equipe neste duelo contra o Fluminense, mas trata a partida com a seriedade de quem espera conseguir surpreender.

unimarc-modelo-4

Galo encara pressão do El Cilindro em duelo de ida contra o Racing

Gazeta Esportiva

26160834890_272d784844_o-1024x683

Desde 2013, quando foi campeão da Copa Libertadores, o Atlético-MG não sabe o que passar das oitavas de final da competição continental. Eliminado na primeira fase do mata-mata nos últimas dois anos, o Galo, porém espera começar a escrever um roteiro diferente nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na partida de ida contra o Racing, no estádio El Cilindro, em Buenos Aires, na Argentina.

Quarto melhor primeiro colocado da primeira fase, com 13 pontos, o time mineiro terá pela frente um dos mais tradicionais clubes argentinos que, além de jogadores experientes e rodados no futebol europeu, possui em seu estádio um dos principais caldeirões do país. Em razão disso, o volante Leandro Donizete, destaca que o Atlético-MG precisará saber lidar com a pressão de jogar no campo adversário para começar, a construir, fora de casa, o caminho para classificação na Libertadores.

“Temos que saber jogar fora de casa para a gente se sair bem nesta primeira partida. Temos que entrar firme, como entramos em todas as competições, e neste ano temos que entrar mais firmes ainda, porque ficamos duas vezes para trás nas oitavas. Isso não pode. Uma equipe qualificada como a nossa tem que brigar pelo título, então vamos entrar bem focados e certinho para fazermos um bom resto de Libertadores”, colocou o volante, presente nas últimas campanhas do Galo na Libertadores e que completará 200 jogos pelo clube nesta quarta.

Diante do Racing, o técnico Diego Aguirre deve repetir a mesma equipe que venceu a URT no sábado, garantindo a classificação para a decisão do Campeonato Mineiro. Com isso, Dátolo será mantido no meio-campo, que terá novamente três volantes: Rafael Carioca, Leandro Donizete e Júnior Urso. No banco, o comandante atleticano contará com o atacante Clayton, novidade entre os inscritos para as oitavas de final.

Em busca do ataque, Internacional e São José duelam no Passo D’Areia

Terra

foto_20160416181150-1024x668

De um lado, o São José e a melhor defesa do Estadual: sete gols sofridos em quinze partidas. Do outro, o Internacional, que só perde no quesito para o adversário, com três gols sofridos a mais no mesmo Campeonato Gaúcho.

Ao contrário do que poderia se esperar, o duelo deste sábado, às 18h30 no Passo D’Areia, será marcado pela postura ofensiva das equipes, que lutam por uma vaga na final do Gauchão.

Sem mistério, Argel Fucks confirmou os 11 titulares do Inter. Na lateral-direita, o técnico optou por Paulo Cezar, deixando o volante Fabinho em sua posição de origem. Para conseguir a vaga no tempo normal, o Colorado precisa marcar gols, e é isso que Argel espera de seu time.

– Vamos lá para atacar e pressionar o adversário. Nosso time é ofensivo, joga para frente. Respeitamos o adversário, mas vamos propor o jogo – afirmou o treinador do Inter.

Com o 0 a 0 no Beira-Rio, na ida, o Internacional tem a vantagem do empate com gols. Uma nova igualdade em 0 a 0 e a disputa será nos pênaltis. Assim, o São José também buscará o gol. O meia Diego Torres afirmou que a equipe tem que fazer valer atuar em casa.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

De olho em final do Baianão, Bahia encara o Fluminense de Feira de Santana

Galáticos Online

bahia x fluminense de feira de santana

Após a eliminação da semifinal da Copa do Nordeste, o Bahia tem mais uma chance de chegar à um final nesse primeiro semestre. O Tricolor baiano encara na noite desta quarta-feira (20), às 20h30, na Fonte Nova, a equipe do Fluminense de Feira.

O time comandado por Doriva tem uma boa vantagem em relação a equipe de Arnaldo Lira. A equipe da capital joga podendo perder por até dois gols de diferença que avança para a final da competição.

Para o duelo da noite desta quarta-feira, o técnico Doriva não vai contar com as presenças de Lucas Fonseca e Hernane, ambos vetados pelo departamento médico. Com isso, Robson deve ser confirmado na defesa e Luisinho no ataque.

Do lado do Touro do Sertão, o técnico Arnaldo Lira deverá fazer algumas modificações. Sem Alysson, suspenso, Eduardo assume a titularidade. Na lateral esquerda, Zé Aquiraz sai e entra Gustavo, jogando Edson para fazer o lado esquerdo. No meio, Alessandro Azevedo deve ser confirmado no lugar de Felipe.

unimarc-modelo-4

Bahia encara o Santa Cruz de olho na final da Copa do Nordeste

Galaticos Online

hernane(2)

Na primeira batalha para chegara à final da Copa do Nordeste, o Bahia entra em campo nesta quarta-feira (13) para encarar o Santa Cruz, às 21h45, no Estádio do Arruda.

As duas equipes já se encontraram em duas oportunidades na fase de classificação, onde a equipe baiana levou a melhor e garantiu o primeiro lugar da sua chave, deixando os pernambucanos na segunda colocação.

Para esse duelo, o técnico Doriva vai contar com, praticamente, todos os titulares. A exceção fica por conta do volante Paulo Roberto. O jogador foi expulso na partida contra o Fortaleza e será substituído por Danilo Pires.

Pelo lado do Santa Cruz, algumas mudanças aconteceram em relação a equipe que encarou o Bahia na primeira fase. O volante Uilliam Correia, contratado junto ao Cruzeiro, além do atacante Arthur, o meia Lelê e os zagueiros Danny Morais e Neris.

Flu encara Galícia por vaga na semifinal

Jornal Folha do Estado

45313-2

Depois de uma boa campanha na primeira fase, o Fluminense inicia neste sábado (19) a sua caminhada na segunda etapa do Campeonato Baiano, em busca de chegar a fase semifinal da competição e assim alcançar o seu grande objetivo: conquistar uma vaga na Copa do Nordeste ou Copa do Brasil. Porém para chegar nesta situação, o tricolor feirense terá que encarar o Galícia em duas partidas, sendo que a primeira acontece hoje, às 16 horas, no Estádio Eliel Martins o Valfredão, na cidade de Riachão do Jacuípe.

O jogo é cercado de muita expectativa, já que Fluminense e Galícia são duas das mais tradicionais equipes baianas. Em campo, as duas equipes conquistaram mais de 40 títulos somando títulos estaduais, regionais e nacionais, tornando-se assim um confronto cercado de muita tradição. Justifica-se como um “derby” (linguagem dos antigos futebolistas), não só pelo número de títulos somados, mas pelo fato destas duas equipes terem decidido o Campeonato Baiano de 1968, com o “Granadeiro” levando a melhor e sendo campeão em cima do “Touro do Sertão”. Um jogo que completa em 2016 60 anos de existência, pois a primeira vez que os dois clubes se enfrentaram foi em 1956, pelo Campeonato Baiano e o placar foi de 0 x 0.

Ao todo foram disputados 34 confrontos oficiais com 12 vitórias do Fluminense, 14 empates e oito vitórias galicianas. O Fluminense marcou 34 gols sofreu 19 e tem um saldo de 15 gols. O jogo mais recente aconteceu no último dia 20 de fevereiro pela 3ª rodada do Campeonato Baiano, quando o Touro do Sertão venceu por 1 x 0, gol marcado pelo volante e capitão do time, Fausto.

Vale lembrar que nesta decisão de 180 minutos, que começa hoje, a vantagem é do Galícia que joga por dois resultados iguais por ter feito melhor campanha. No caso, o Fluminense tem que vencer a partida de hoje para reverter a situação e administrar na partida de volta que acontecerá no próximo sábado (26) no Estádio José Rocha, na cidade de Jacobina.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia