WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



drupal counter

:: ‘EVITAR’

Seleção tenta evitar que negociações de jogadores atrapalhe na Olimpíada

Terra

578da0521f310

Com tantos jovens e promissores jogadores e a janela internacional de transferências aberta, é praticamente inevitável que a Seleção Brasileira tenha que lidar com negociações de atletas em meio à Olimpíada do Rio de Janeiro. A possibilidade não é bem-vista pela comissão técnica, que tenta blindar o grupo e fazer com que possíveis tratativas não atrapalhem no desempenho dos garotos.

Alguns dos convocados já se apresentaram na Granja Comary, em Teresópolis, na última segunda-feira, com tratativas em andamento. É o caso, por exemplo, do atacante Gabigol, que discute a renovação contratual com o Santos, mas tem propostas da Europa, entre elas uma da Juventus, da Itália. Thiago Maia e Zeca, companheiros de equipe dele, receberam sondagens do Atlético de Madrid (ESP).

Eles não são os únicos. Gabriel Jesus, do Palmeiras, é capa de jornais europeus há semanas, e já teve seu nome ligado aos rivais espanhóis Barcelona e Real Madrid, bem como à Inter de Milão (ITA) e outros clubes do Velho Continente. Rodrigo Caio, do São Paulo, Marquinhos, do PSG (FRA), e outros atletas também são nomes que agitam o mercado de transferências.

A fim de evitar que os jogadores se desconcentrem, a comissão técnica da Seleção quer restringir o acesso de pessoas à concentração do grupo e planejava uma conversa sobre o tema com o elenco na última segunda-feira.

A janela de transferências internacionais para as principais ligas da Europa ficará aberta até o fim de agosto, enquanto a Olimpíada começa dia 4 do mesmo mês para o Brasil e pode ir até o dia 20, data da final.

Sem Valdivia, Prass e técnico, Verdão tenta evitar vexame no Pacaembu

r7

t_114324_apos-estrear-com-vitoria-no-sabado-interino-alberto-valentim-precisa-vencer-o-sampaio-correa

No Pacaembu, onde acabou o sonho de título paulista no centenário com a derrota para o Ituano, o Palmeiras tenta evitar um vexame histórico nesta quarta-feira. Após ver Alan Kardec no São Paulo, o time ainda não tem técnico e não poderá contar com Fernando Prass e Valdivia na busca por vitória sobre o Sampaio Corrêa, às 22 horas (de Brasília), para não ser eliminado já na segunda fase da Copa do Brasil.

A derrota por 2 a 1 para o campeão maranhense em São Luis, na semana passada, já custou o cargo de Gilson Kleina. O Verdão segue sem Fernando Perass e Bruno César, machucados, e Valdivia, que já foi poupado no jogo de ida e agora está à disposição da seleção chilena. Caberá ao interino Alberto Valentim armar o time para vencer por 1 a 0 ou por mais de um gol de diferença e evitar a queda da equipe.

No sábado, o time voltou a vencer convencendo pela primeira vez desde o Campeonato Paulista ao bater o Goiás por 2 a 0, no Pacaembu. Da escalação que iniciou aquela partida, Mendieta será a novidade no lugar de Valdivia, com William Matheus mantido na lateral esquerda, deixando Juninho no banco.

A maior preocupação é administrar a pressão do vexame. “Precisamos de um resultado simples, 1 a 0, mas não podemos pensar que vai ser fácil. Temos que nos preparar bem, principalmente psicologicamente, manter esse clima bom, essa pegada e essa humildade de ter os pés no chão sabendo que será um jogo difícil”, discursou Lúcio.

Bota tenta evitar o ‘relaxamento pós- título’ na estreia contra o Quissamã

Globo Esportes

doria-marcioalves-glo

Campeão da Taça Guanabara e já assegurado na decisão do Campeonato Carioca, se necessário for, o Botafogo estreia na Taça Rio tentando evitar que o temido “relaxamento pós-título” chegue perto do Engenhão na noite deste sábado, quando os comandados do técnico Oswaldo de Oliveira enfrentam o Quissamã, às 18h30m. Para evitar que isso aconteça, o treinador alvinegro relembrou a partida em que o rival Flamengo foi surpreendido pelo Resende, que venceu por 3 a 2, de virada, na última quarta-feira, e vai colocar em campo praticamente o que tem de melhor no momento. O único poupado devido ao desgaste de jogos será o zagueiro Bolívar, que atuou em todas as partidas da equipe no ano.

A novidade na equipe será o zagueiro André Bahia, de 29 anos, que substituirá o “General” e vai formar a zaga ao lado de Dória. Fellype Gabriel e Lucas, que foram poupados de algumas atividades da semana, estão confirmados.

Rodada
16h00
Olaria x Madureira
Friburguense x Nova Iguaçu
Bangu x Duque de Caxias
Macaé x Boavista

‘Escoteiros’ do São Paulo usam lema para evitar surpresa contra o Avaí

Globo Esportes

Com o lema na ponta da língua, Casemiro alerta companheiros tricolores (Foto: Luiz Pires/Vipcomm)

Concentração. Foco. Atenção. Basta conversar com os jogadores são-paulinos para perceber que o lema do escotismo virou lei no Morumbi. “Sempre alerta”. Esse é o pedido do técnico Paulo César Carpegiani ao elenco tricolor para o confronto com o Avaí nesta quinta-feira, às 21h50m, na Ressacada. E parece que os atletas entenderam bem.

– Sabemos que vai ser difícil como foi no primeiro jogo no Morumbi. Não podemos perder a atenção. Não podemos dar brecha – reforçou Casemiro.

Tanta cautela tem motivo. As lembranças recentes do time na Copa do Brasil não são nada favoráveis. Frequentador assíduo da Taça Libertadores, a última vez em que o Tricolor disputou a competição nacional foi em 2003. Na ocasião, a equipe caiu diante do Goiás justamente nas quartas de final, mesma fase em que encara o Avaí este ano. O resultado foi considerado uma surpresa na época e, novamente, o São Paulo é favorito.

Para evitar surpresas, Lopes lembra eliminações na Libertadores e derrota do Fla

Correio da Bahia

O técnico Antonio Lopes está nos pés dos jogadores do Vitória para evitar otimismo demasiado no primeiro jogo da final, domingo (8), contra o Bahia de Feira, no Joia da Princesa. Depois da eliminação supresa de times brasileiros na Libertadores e da derrota do Flamengo para o Ceará, na Copa do Brasil, em pleno Engenhão, o treinador redobrou as cobranças e tem conversando com frequência com os jogadores.

“O Flamengo, campeão carioca, achou que seria uma teta o jogo com o Ceará e acabou perdendo. Vamos precisar de atenção para tentar superar os obstáculos. No futebol não existe o já ganhou”, afirmou Lopes. A preocupação do técnico reside no fato do Vitória ter a vantagem de dois resultados iguais para conquistar o pentacampeonato baiano.

Em campo, porém, só tranquilidade. Lopes não fez mistério e confirmou o time que vai começar jogando no domingo. Duylio é o substituto de Esdras, suspenso com o terceiro amarelo. Assim, ele mantém a trinca de volantes no meio campo e continua com três atacantes – Nikão, Elkeson e Geovanni.

Na zaga, Reniê deve tomar a posição de Léo Fortunato, que voltou a sentir dores nos pé, apesar de ter sido relacionado. De acordo com Lopes, as chances de Fortunato ir para os jogos são poucas. Mas a dúvida deve permanecer até minutos antes da partida.

Respeito ao Caxias e cautela são receita do Grêmio para evitar surpresa em final

Uol

Fábio Rochemback já esqueceu a folia do Carnaval e diz que está concentrado no jogo contra o Caxias

O Grêmio quer esquecer a folga de três dias no Carnaval e entrar de cabeça na decisão do primeiro turno do Gauchão, marcada para esta quarta-feira, às 21h50, contra o Caxias, no Olímpico. Para conquistar a Taça Farroupilha, a receita gremista é cautela defensiva e respeito ao adversário.

Para passar aos jogadores o que pensa do duelo, Renato Gaúcho reuniu o elenco nesta segunda-feira e passou as orientações necessárias. Depois de “esticar” o Carnaval e não aparecer no estádio pela manhã, o comandante de campo definiu as funções do elenco.

“Conversamos com o Renato para esquecer os três dias de férias. O período foi bem aproveitado, mas agora pensamos somente no Caxias. Temos que ficar atentos e saber o que estamos fazendo”, explicou o volante Fábio Rochemback.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia