WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



drupal counter

:: ‘Fla’

Empate garante Fla com melhor campanha e elimina Figueirense

Globo Esportes

agi20160309024

O Figueirense precisava vencer por dois gols de diferença para eliminar o Rubro-Negro e ficar com a primeira colocação. O Flamengo precisava apenas de um empate e se deu bem. Num jogo aberto, com pequeno público em Brasília – apenas 7.219 pessoas -, o empate por 1 a 1 favoreceu o Rubro-Negro, que garantiu o primeiro lugar geral na Primeira Liga com sete pontos. O resultado eliminou o Figueirense, que sai do torneio com quatro pontos. Nesta quinta, o time de Muricy aguarda definição do melhor segundo colocado da primeira fase: Grêmio ou Atlético-PR. A partida da semifinal está marcada para o dia 23 de março.

Os dois times criaram muitas chances no Mané Garrincha. O Figueirense, que precisava da vitória, foi para cima do Flamengo e teve boa oportunidade nos pés de Everton Santos. O time de Muricy também ameaçou com Guerrero. E foram justamente os dois atacantes que abriram o placar. Os catarinenses marcaram em indecisão de Wallace e Paulo Victor. Minutos depois, o peruano empatou, após boa jogada de Ederson.

No segundo tempo, Dudu desperdiçou uma chance clara na cara de Paulo Victor, enquanto Sheik não deixou por menos e perdeu outro gol incrível em grande jogada de Guerrero e Ederson. Gabriel, que entrou no lugar do camisa 10, colocou bola na trave. No fim, Carlos Alberto, que entrou no segundo tempo, fez grande jogada, mas Paulo Victor defendeu chute de Dudu.

Os times voltam aos estaduais no final de semana no sábado. O Flamengo enfrenta o Madureira, na primeira partida pela Taça Guanabara, às 16h, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O Figueirense tem clássico pela frente. Em casa, pega o Joinville, às 21h, no estádio Orlando Scarpelli.

Ansiedade no Fla de Guanambi por duelo contra o Fluminense de Feira: ‘Adrenalina daquelas’

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

O FLa-Flu é um dos maiores clássicos do Brasil e reúne multidões no Maracanã, no Rio de Janeiro. No entanto, nesta sexta-feira (4), a Bahia protagonizará o clássico, mas entre equipes baianas. Flamengo de Guanambi e Fluminense de Feira se enfrentarão às 20h30, em Guanambi, no Estádio 2 de Julho, pela quinta rodada do estadual.

Pelo lado rubro-negro, mistério na escalação para o jogo da sexta. “A equipe só será definida após o treino da noite”, disse Armando Filho, diretor do clube, em entrevista ao Bahia Notícias.

Para o dirigente da equipe de Guanambi, essa partida tem grande importância para a classificação de sua equipe. “Estamos numa adrenalina daquelas”, revelou.

O Flamengo está na 5ª colocação no grupo 1 do estadual, com 5 pontos. Já o Flu de Feira, em boa fase e sem ter sofrido gols até agora, ocupa a vice-liderança do grupo 2, com 8 pontos.

Fla-PI x Vitória da Conquista: começa venda de ingressos para revanche

Globo Esportes

img_4012_1

O Flamengo-PI abriu nesta quarta a venda dos ingressos para a partida contra o Vitória da Conquista na quinta, às 21h30, pela quarta rodada da Copa do Nordeste. A diretoria espera contar com a presença dos torcedores na abertura do returno da fase de grupos do torneio.

Os bilhetes podem ser adquiridos em três postos credenciados pelo clube em Teresina. Com apenas a arquibancada cabine do estádio Albertão colocada à disposição da torcida, o Rubro-Negro tabelou em R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) os preços dos bilhetes

Com chances remotas de classificação no Grupo E do Nordestão, o Fla-PI segue sem vencer no torneio. O time do técnico Athirson acumula três derrotas e 10 gols sofridos em três jogos disputados. O Rubro-Negro é o lanterna, e o rival baiano é vice-líder com seis pontos.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Fla-PI embarca sem o goleiro Paulo Sérgio e o meio campo Robertinho

Globo Esportes

img_4417_1

Em busca de recuperação e da primeira vitória pela Copa do Nordeste o Flamengo-PI embarcou para a Bahia, sem o goleiro Paulo Sérgio e o meia Robertinho que foram poupados para o confronto direto contra o Picos pelo Campeonato Piauiense valendo a liderança e a classificação antecipada para as semifinais do primeiro turno. A partida contra o Vitória da Conquista-BA será realizada na quinta às 21h30 no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus. A expectativa para o confronto são positivas apesar de o clube focar no estadual.

-Esperamos fazer uma boa partida e jogar em busca do resultado positivo para sonharmos com a classificação. O planejamento está sendo para o jogo de segunda contra o Picos que é mais importante para a gente. Devido a essa rotina grande de jogos e o cansaço que foi visível no último jogo o técnico resolveu poupar jogadores, eles dois não vão viajar para descansar mais. Ele vai fazer algumas modificações na equipe para segunda o time chegar bem, frisa o atacante Augusto.

Com o excesso de jogos pelo Campeonato Piauiense time sente desgaste físico. Por conta disso o goleiro Andrei tem fortes chances de atuar contra o Vitória da Conquista pela Copa do Nordeste.

-Na verdade estou sendo relacionado para jogar. Se vou ser titular no decorrer desse jogo ou na segunda, vou trabalhar pensando no jogo de amanhã. Se isso acontecer é consequência de trabalho. Vai ficar na mão do professor Athirson e ele vai decidir, conclui o goleiro Andrei Toscano.

Mancuello estreia bem, e Arão brilha em goleada do Fla sobre a Portuguesa

Globo Esportes

araomancu_1

No primeiro jogo oficial de Mancuello, o Flamengo massacrou a Portuguesa: 5 a 0, em Volta Redonda. Willian Arão (duas vezes), Guerrero, Emerson Sheik e Rodinei fizeram os gols. O argentino começou muito bem e deu assistência para o peruano abrir o placar. Mas a noite foi mesmo de Arão, maestro rubro-negro. Além de ter sido o artilheiro do duelo, apareceu muito na frente e deu lindo lançamento para Emerson Sheik sofrer pênalti. O próprio 11 converteu. E ficou barato para o adversário.

O Flamengo, segundo colocado no Grupo B com sete pontos, volta a campo no domingo, quando disputará seu primeiro clássico na temporada, contra o Vasco, às 17h, em São Januário. A Portuguesa, na sexta colocação do Grupo A, joga um dia depois, no Raulino de Oliveira, às 19h30, contra o time da casa, o Volta Redonda.

O público foi de 7.077 pagantes (8.205 presentes), e a renda, de R$ 181.765,00.

Itapetinguense Bispo Florêncio apita o confronto Juventude e Fla de Feira, pelo Feminino

Por Luciano Pina

bispo florencio itapetinga

A FBF anunciou na manhã desta quinta (17), a escala de árbitros para os jogos de volta das quartas de final do Campeonato Baiano Feminino, que acontecem nestte final de semana.

O confronto entre Juventude e Flamengo de Feira, que acontece neste domingo (20), às 10 horas, no estádio Edvaldo Flores, terá o comando do itapetinguense Bispo Florêncio Santana Neto (Foto).

Ele será auxiliado pelos conquistense Arleson Cleyyson e Rubinei Almeida. O 4º árbitro será Dorivan da Silva Gomes. Já o representante da FBF será Fernando Alves da Silva.

No confronto de ida o time de Feira venceu pelo placar de 1 a 0.

Quem não acredita? Milagroso, Galo goleia Fla e faz final mineira com rival

Globo Esportes

luan_cristianemattos_futurapress

A massa entrou no Mineirão gritando “eu acredito”, e o mantra da Libertadores 2013 mais uma vez foi respeitado pelos Deuses do Futebol. A exemplo do ocorrido nas quartas de final contra o Corinthians, o Galo saiu perdendo por 1 a 0, mas conseguiu a improvável virada por 4 a 1 e chegou pela primeira vez a uma final de Copa do Brasil. Carlos, Maicosuel, Dátolo e Luan, a alma do Atlético-MG, um baixinho gigante, fizeram o milagre possível. Victor, nos acréscimos, justificou mais uma vez a fama de santo. Everton descontou. Após passar por talvez seu segundo maior rival, o time de Levir Culpi decidirá a competição com seu arquirrival, o Cruzeiro, que eliminou o Santos na Vila Belmiro.

As finais estão marcadas para os próximos dias 12 e 26 e provavelmente serão disputadas no Mineirão.

Atlético-MG e Flamengo justificaram todas as expectativas colocadas sobre seus ombros. O primeiro tempo foi eletrizante, e o Galo, obrigado a tentar vitória elástica, partiu para cima. Terminou os 45 minutos iniciais com 63% de posse de bola, sete finalizações contra duas de seu adversário e um 6 a 0 em números de escanteios. Com 10 minutos jogados, um lance de perigo para cada lado e uma polêmica. Aos cinco, Carlos caiu dentro da área após ser tocado por Léo. O comentarista de arbitragem da TV Globo, Arnaldo Cezar Coelho, considerou a jogada normal. Aos nove, Dátolo cobrou escanteio, Léo Silva cabeceou como manda o figurino, e seu xará, o Léo flamenguista, salvou. Na mesma volta do ponteiro, Everton puxou contra-ataque e deixou Eduardo da Silva livre para marcar. O croata demorou demais e acabou travado por Marcos Rocha. Ufa!

O Galo seguia melhor e, comandado por Luan e Tardelli, levava pânico aos flamenguistas constantemente. Aos 31, o primeiro fez ótima jogada pela direita e cruzou para o centroavante da Seleção dominar bonito e tirar Wallace e Léo do lance antes de carimbar a trave direita de Paulo Victor. Todavia, o menos esperado ocorreu aos 34: Everton, num lance de sorte e persistência, livrou-se de Josué, Dátolo e Leonardo Silva e soltou uma bomba cruzada para abrir o placar.

A justiça no Mineirão foi feita aos 41: Douglas Santos, com muito espaço pela esquerda de ataque alvinegra, alçou na área, e Carlos ganhou de Chicão e igualou. Que primeiro tempo! :: LEIA MAIS »

Fluminense e Flamengo empatam e perdem chance de liderar a Segundona

Galaticos Online

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.XtA2R2UcIM

Terminou empatado em 1 a 1 o duelo entre Fluminense de Feira e Flamengo de Guanambi, na noite desta quarta-feira (23), em partida antecipada da 7ª rodada da 2ª Divisão do Baianão 2014. O confronto foi realizado no Joia da Princesa, em Feira de Santana.

Narciso na sua estreia marcou o gol do Flamengo, aos 42 minutos do primeiro tempo. Balotelli aos 18 minutos da segunda etapa empatou para o Touro do Sertão.

O empate não beneficiou nenhuma das duas equipes, que perderam a chance de liderar a competição. O Touro, com o resultado, foi aos 11 pontos na vice-liderança. Já o Rubro-Negro, também com 11, ficou na terceira colocação.

Ambos os clubes ficaram com o mesmo número de pontos do líder Colo Colo, mas são superados no saldo de gols. O Tigre tem quatro, contra dois do Flu e 1 do Fla.

unimarc-modelo-4

Fluminense e Flamengo abrem a 7ª rodada da Segundona nesta quarta

Galáticos Online

redimensiona.php

Uma partida abrirá a 7ª rodada da Segunda Divisão do Baianão 2014 nesta quarta-feira (23). Em duelo antecipado pela FBF, Fluminense de Feira e Flamengo de Guanambi se enfrentam às 20h30, no Joia da Princesa.

Um triunfo poderá levar o Touro do Sertão à liderança da competição. O Tricolor de Feira de Santana possui dez pontos na terceira colocação, contra 11 do líder Colo-Colo.

Na mesma situação está o Rubro-Negro, que também tem dez pontos, mas é o quarto colocado com um gol de saldo a menos que o Flu, dois contra um. O complemento da 7ª rodada da Segundona acontecerá no dia 1º de maio.

Fluminense e Flamengo duelam pela liderança

Folha do Estado da Bahia

23810-2

Antes de ir para a Avenida curtir a folia, que começa nesta quarta-feira (23) a noite, o feirense vai ter um bom “aperitivo”, válido pelo Campeonato Baiano da 2ª divisão. Fluminense e Flamengo de Guanambi se enfrentam às 20h30min, em um confronto pra lá de interessante, porque quem vencer pode chegar a liderança isolada da competição.

O duelo é jogo antecipado da 7ª rodada, por conta da realização da Micareta 2014 e se torna uma partida chave, pois ambos têm 10 pontos e quem vencer vai chegar a 13 pontos, abrindo vantagem do atual líder Colo-Colo, que tem 11.

O vencedor do confronto desta quarta pode estabelecer boa vantagem sobre os demais concorrentes a partir da próxima rodada, caso continue pontuando, pois vai acumular uma “boa gordura” para as rodadas subsequentes.

O Touro do Sertão está motivado porque vem de um triunfo de 1 x 0 diante do Leônico e amanhã o time vai apresentar muitas novidades: além da estreia do técnico Elias Borges, que chegou na semana passada, o time vai contar com o atacante Marco Aurélio, que depois de muita burocracia, foi regularizado.

Outras novidades ficam por conta das estreias do goleiro Marcos Paulo, o zagueiro Mário Paiva, além do zagueiro Fabiano que só teve uma oportunidade na partida contra o Ypiranga terá uma nova chance com Elias Borges. Com alguns dias a mais para trabalhar, o treinador acredita que o Fluminense pode fazer uma boa partida. “Os dias que tivemos a mais foram importantes porque conhecemos bem o grupo e existem boas possibilidades de realizarmos uma boa campanha aqui. São quatro partidas decisivas e acho que o Fluminense tem absolutamente tudo para chegar a elite”, disse o treinador.

Apita Rafael Luis de Almeida Santos, auxiliado por Dijalma Silva Ferreira Junior e Jucimar Paraiso Gonçalves. O 4° árbitro será Antônio Carlos Conceição Ferreira

468x60_simonassi127

Clássico dos Milhões… de gringos: dez anos depois, Fla e Vasco se reencontram em final recheada de estrangeiros

Esportes.br

C518152238A4EFC87395994545CC8A

8 de abril de 2004. Já em vantagem após ter vencido o Vasco por 2 a 1 no jogo de ida, o Flamengo volta a triunfar, desta vez por 3 a 1, e conquista o Campeonato Carioca. O herói da tarde foi Jean, que marcou os três gols. 6 de abril de 2014. Dez anos depois, os rivais históricos voltarão a se encontrar em uma final de Estadual.

Muita coisa mudou desde então. O Vasco, até então desconhecedor da Série B, foi rebaixado em 2008, reergueu-se, conquistou a Copa do Brasil em 2011 e voltou a cair no ano passado. O Flamengo também venceu a Copa do Brasil, em 2006, sobre o próprio Vasco, e voltou a comemorar um título de Campeonato Brasileiro após 17 anos de jejum, em 2009.

Além de todas as glórias e decepções, um outro fator será diferente quando os rivais entrarem em campo às 16h (de Brasília) deste domingo, em um Maracanã bastante modificado: o idioma falado.

Em 2004, as duas partidas que decidiram o Estadual não tiveram a presença de um estrangeiro sequer. Apenas durante o Campeonato Brasileiro, o sérvio Petkovic, “carrasco” vascaíno em 2001, defendeu o próprio Cruzmaltino em um clássico, e marcou o gol da vitória por 1 a 0.

Hoje, o panorama é bem diferente. Se o time titular do Flamengo fala português nativamente, o banco é recheado de castelhano, com a “promessa” argentina Lucas Mugni e os zagueiros Erazo (Equador) e Marcos González (Chile). O paraguaio Cáceres, que chegou a disputar o clássico da primeira fase, recupera-se de lesão.

No Vasco, a “invasão” estrangeira é mais preponderante, com duas das principais referências vindo do outro lado do Rio da Prata: o volante argentino Guiñazú, que carrega a faixa de capitão, e o goleiro uruguaio Martín Silva, que caiu nas graças da torcida ao trazer estabilidade debaixo dos quatro paus após um ano de 2013 catastrófico. O paraguaio Aranda e o colombiano Montoya ainda aparecem como opções para o segundo tempo.

A explicação para o aumento de estrangeiros envolve o poderio financeiro do futebol brasileiro, hoje muito maior do que era dez anos atrás. Não obstante, a CBF aprovou no ano passado uma regra que dá aos clubes a possibilidade de utilizar até cinco jogadores não-brasileiros por partida em competições nacionais, ao invés dos três que eram permitidos até então.

Apesar de tudo, se um “gringo” decidir o Campeonato Carioca deste ano, não se tratará de algo inédito. Já no longínquo ano de 1944, o argentino Agustín Valido marcou o único gol da vitória de 1 a 0 do Flamengo sobre o Vasco e, mesmo atuando com 39 graus de febre, deu o título estadual ao seu clube.

Em 2001, Petkovic entrou para a história ao marcar um lindo gol de falta já aos 43 da etapa final, que garantiu outra conquista rubro-negra. O placar apontava 2 a 1 para o Fla, mas o Vasco ia sagrando-se campeão graças a uma vitória por 2 a 1 no jogo de ida e uma vantagem nos critérios de desempate, por ter feito melhor campanha na fase anterior.

Embora não tão decisivos, outros estrangeiros também marcaram seus nomes nas histórias de Flamengo e Vasco, e de todo o futebol brasileiro. A função de gandula tem este nome graças ao argentino Bernardo Gandulla, contratado pelo Cruzmaltino em 1939. Na mesma época, a posição de meio-campista defensivo ganhou o nome que conserva até hoje graças a outro argentino, Carlos Martín Volante, que defendeu o Fla entre 1938 e 1943.

O argentino Andrada, campeão brasileiro em 1974, o zagueiro equatoriano Quiñonéz, que conquistou o mesmo título em 1989, e o argentino Conca, antes de tornar-se ídolo da torcida do Fluminense, foram outros estrangeiros notáveis da história do Vasco. No Flamengo, o “Diabo Louro” argentino Doval, que também defendeu o rival Flu, seus compatriotas Mancuso e Fillol e o equatoriano Rivera tiveram destaque. Agora, quem será que se eternizará nos próximos dois domingos? Martín Silva? Guiñazú? Mugni? É esperar para ver.

unimarc-modelo-4

Na boa, Fla pega Cabofriense para carimbar vaga na decisão do Carioca

Globo Esportes

paulinho_flamengo_andur

Uma missão quase que protocolar antes do compromisso mais importante na temporada. Jayme de Almeida tem demonstrado preocupação em pedir seriedade aos comandados, mas o Flamengo entra em situação muito confortável para encarar a Cabofriense, neste sábado, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã, em partida decisiva pela semifinal do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro pode perder até por dois gols para se garantir na decisão diante de Fluminense ou Vasco, e seguir em paz para se manter vivo na Libertadores, diante do Emelec, no Equador.

Somente na última semana, o Fla encarou o time de Cabo Frio em duas oportunidades e venceu sem maiores problemas: 5 a 3 e 3 a 0. O último placar dá aos comandados de Jayme a vantagem de avançar mesmo com um revés. A Cabofriense precisa vencer por quatro ou mais gols de diferença para montar na zebra e passear no Maracanã, enquanto um triunfo por três gols de diferença leva a decisão para os pênaltis.

Para o confronto, Jayme de Almeida segue sem Léo, Elano, Léo Moura, Cáceres e André Santos. Os três últimos já estão vetados também para pegar o Emelec, em confronto que o treinador se recusou a comentar para manter o foco na Cabofriense. Digão, Luiz Antonio e Márcio Araújo, que não estão inscritos na Libertadores, também não fazem parte dos planos do comandante, apesar do último estar relacionado. Com isso, Recife, Muralha e Lucas Mugni devem ser as caras novas em relação a escalação da última quarta-feira.

A missão do time de Cabo Frio é bem complicada. O técnico Alexandre Barroso já admitiu que o Flamengo “deu um passo enorme”. Mas o clima do último treino foi de descontração. Um longo papo entre técnico e time, uma tentativa de motivar os comandados, que fizeram um rachão em clima de brincadeiras entre os atletas. O discurso, porém, é de missão quase impossível.

– É muito difícil. Com três gols de vantagem, lógico que é difícil. Mas estamos com pensamento de vitória, pensando em fazer um grande jogo. No primeiro jogo, nossa equipe estava bem postada, mas eles aproveitaram as chances que tiveram – lembrou Fabrício Carvalho.

pmvc





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia