WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pmvc

março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



drupal counter

:: ‘Galo’

Galo sofre sem Cazares, mas bate o Coxa em noite de Robinho

Gazeta Esportiva

13701099_10154321407897552_2085689138804432978_o

No primeiro duelo após a confirmação da grave lesão de Cazares, ausência por até três meses, o Atlético-MG passou no teste. Mas não convenceu. Diante do Coritiba, no Independência, o Galo sentiu a ausência de seu armador e sofreu em campo, mas soube compensar tal questão mostrando eficiência no ataque para vencer por 2 a 1, em noite de Robinho, autor de dois gols.

Em que pese o desfalque de Cazares, o Coritiba também se portou muito bem no Independência, rendendo algumas dificuldades ao Atlético-MG. Tal cenário se mostrou presente durante boa parte da partida, porém a equipe paranaense não soube aproveitar nenhum dos momentos em que mostrou superioridade, ao contrário do Galo, que foi cirúrgico no ataque.

A falta de contundência do Coxa custa caro em termos de tabela, e a equipe paranaense segue em posição delicada, ocupando a vice-lanterna, com 15 pontos. Já o Atlético-MG se recupera na tabela, após somar duas rodadas sem vencer, e sobe para a oitava colocação, com 23 pontos.

Inter mostra futebol de líder, vence Galo e abre três pontos para segundo colocado

Ogol

imgS620I176588T20160617011148

O Internacional mostrou futebol de líder e, com um futebol de qualidade, venceu o Atlético Mineiro, no Beira-Rio, por 2 a 0, para se manter na ponta da tabela.

Os gaúchos chegam aos 19 pontos e lideram o Campeonato Brasileiro de forma isolada, abrindo três pontos do vice-líder Palmeiras. O Galo segue na parte inferior da tabela, no Z4.

Na próxima rodada o Inter enfrenta o Figueirense, domingo (19), às 16 horas, em Santa Catarina. Já o Atlético-MG mede forças contra a Ponte Preta, no mesmo dia, às 11 horas, no Mineirão.

Em final imprevisível no Mineirão, Galo e Coelho duelam pelo título estadual

Gazeta Esportiva

26484397840_341b0a3500_o-1024x683

No domingo, o 44º título do Galo ou 16º troféu do Coelho ganharam as manchetes após a finalíssima entre clubes pelo Campeonato Mineiro, marcada para 16h (de Brasília), no Mineirão. Até lá nada menos que prognósticos e palpites vão habitar a decisão entre os rivais, tendo em vista o cenário completamente imprevisível da final estadual.

No primeiro jogo, o Coelho venceu por 2 a 1, no Independência, e precisa de apenas um empate para a levantar a taça. A missão do Atlético-MG, contudo, não é tão complicada, já que qualquer vitória assegura ao Galo o bicampeonato estadual.

O bom desempenho histórico contra o rival no Mineirão também garante ao Atlético-MG uma confiança a mais para domingo, já que nos últimos nove jogos entre as equipes no estádio, o Galo venceu seis e não perdeu nenhuma partida. Para o lateral Douglas Santos, o clube alvinegro é favorito também em razão da maior presença de atleticanos, que esgotaram a carga de ingressos para a final, e também pelas recentes reviravoltas em duelos decisivos protagonizadas pela equipe nos últimos anos.

Pelo lado do América-MG, o jejum de títulos estaduais é o principal combustível dos jogadores. O clube mineiro não vence o campeonato local desde 2001, quando venceu o próprio Atlético-MG no Mineirão, naquela que foi a sua última vitória sobre o rival no estádio. Convém destacar que, em 2012, na mais recente final estadual disputada pelo Coelho, os clubes fizeram a decisão do Campeonato Mineiro no Independência, com Galo levando a melhor.

Em jogo repleto de aperitivos, Galo e Racing decidem vaga no Horto

Terra

Índice

Se não bastasse a tradicional rivalidade entre Brasil e Argentina, Atlético-MG e Racing entram em campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência, com alguns ingredientes a mais para o duelo que vale a classificação para as quartas de final da Libertadores.

O principal dos aditivos para o confronto decisivo encontra origem na partida de ida entre os clubes, que terminou empatada por 0 a 0, no estádio El Cilindro. Antes do jogo, o goleiro do Racing, Saja, motivou seus companheiros, afirmando que os brasileiros “se borram” quando jogam na Argentina. Diante das declarações do arqueiro, os jogadores atleticanos prometem uma “pressão de verdade” sobre o time argentino no Horto.

“Agora que ele disse isso, ele vai poder provar aqui em Belo Horizonte. Agora ele vai ver o que é pressão de verdade e vamos usar isso ao nosso favor”, colocou o volante Júnior Urso.

Além da provocação argentina, outro ingrediente importante para a partida desta quarta-feira está presente numa “armadilha” do regulamento. Apesar do bom empate sem gols no jogo de ida, o Galo poderá se ver em situação complicada caso sua defesa seja vazada pelo Racing no Independência.

Pensando em atacar e pressionar o Galo no Independência, o Racing terá um importante reforço para a partida. Recuperado recentemente de um edema na coxa esquerda, o atacante Gustavo Bou, artilheiro da Libertadores do ano passado, foi relacionado para o jogo em Belo Horizonte, e, assim como o ídolo Diego Milito, será uma boa opção no banco de reservas para o técnico Facundo Sava, que repetirá a equipe titular do duelo de ida contra o Atlético-MG.

Galo neutraliza Racing, perde chances e volta com o empate da Argentina

Gazeta Esportiva

13063216_10154111833942552_3320287402812406210_o-1024x683

Teve objeto lançado no gramado, cobrança de escanteio sob escudos, gritos da torcida, porém a tão comentada pressão do Racing no estádio El Cilindro não foi tão intensa como muito foi falado ao longo da semana. Isto, porque o Atlético-MG soube se portar muito bem defensivamente na casa do rival argentino e, por muito pouco, não saiu com a vitória, ficando num bom empate por 0 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores

Apesar de ter carimbado a trave atleticana e obrigado o goleiro Victor a algumas intervenções durante a partida, o Racing abusou dos lances de bola parada e cruzamentos na área, que paravam na boa e eficiente marcação atleticana.

Bem na defesa, o Galo pode lamentar o desperdício de alguns contra-ataque e importantes chances no segundo tempo, que poderiam deixar o Atlético-MG em ótima condição para o a partida de volta, marcada para a próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Belo Horizonte.

URT dá trabalho, mas Galo vence e vai à 10ª final seguida de Estadual

Gazeta Esportiva

26535972081_9d77181783_o-1024x683

Neste sábado, a URT apostou na retranca para sair com a classificação inédita para a final do Estadual. Apesar da necessidade da vitória, a tática da equipe do interior quase deu certo. Mal, principalmente em termos ofensivos, o Galo teve muitas dificuldades para furar o ferrolho adversário, chegando a levar alguns sustos nos contra-ataques, porém Lucas Pratto e Rafael Carioca afastaram a “zebra” do Independência, garantindo a vitória por 2 a 0 no segundo tempo.

Com o resultado, o Galo garante presença em sua décima decisão seguida de Campeonato Mineiro. Os comandados de Aguirre agora aguardam a definição do adversário, que sairá neste domingo, no duelo entre Cruzeiro e América-MG, no Mineirão.

Vale lembrar que o Coelho está em vantagem no confronto e pode perder até por um gol de diferença que, ainda assim, garante presença na final do Estadual.

Em terceiro encontro no ano, Galo e URT definem 1º finalista do Estadual

Globo Esportes

img_4231

Em menos de dois meses, Atlético-MG e URT vão se enfrentar pela terceira vez. O Galo é o time que a equipe de Patos de Minas mais enfrentou na temporada 2016. E vice-versa. De novo no duelo deste sábado, às 16h (de Brasília), apenas o estádio e o motivo. Será a primeira vez que eles se enfrentam no Independência neste ano – já que as duas primeiras foram no estádio Bernardo Rubinger (um empate e uma vitória para a URT) – agora valendo vaga na decisão do Campeonato Mineiro.

Com o pensamento também nas oitavas de final da Taça Libertadores, o Atlético-MG quer garantir a vaga na décima decisão seguida do Campeonato Mineiro. Em meio as duas competições, o técnico Diego Aguirre vai com força máxima no jogo deste sábado, quando tentará vencer a URT pela primeira vez na temporada. Por ter feito melhor campanha na fase de classificação, o time alvinegro joga pelo empate, mas este pensamento de administrar o resultado não está na cabeça dos jogadores. A equipe de Patos de Minas tem de vencer para avançar.

A URT aposta no retrospecto contra os grandes no Mineiro para fazer história. Precisando de uma vitória simples, a equipe tem a estratégia traçada: marcação forte e jogar por uma bola. Com apenas um desfalque no time titular, o técnico Ademir Fonseca não tem problemas para a partida decisiva, que pode coroar a boa campanha. O título de Campeão do Interior parece pouco para os jogadores perto de uma final inédita, e o fato de ficar à frente do Galo duas vezes na primeira partida da semifinal deu um ânimo a mais para a URT surpreender os comandados de Diego Aguirre.

Ursos se dão bem, Galo goleia Melgar e se classifica como líder do Grupo 5

Globo Esportes

galo_x_melgar

As promessas foram cumpridas. Uma boa vitória em casa, um bom futebol, apesar da fragilidade do adversário, a vaga nas oitavas de final da Libertadores e o primeiro lugar do grupo. Tudo isso o Atlético-MG proporcionou ao torcedor no duelo contra o Melgar, do Peru.

Os 4 a 0 no Mineirão deixaram o Galo no caminho do sonho do bicampeonato e fazem o time agora torcer por resultados na próxima semana para saber em qual colocação geral vai se classificar.

Os gols de Tiago, Robinho, Lucas Pratto e Carlos colocaram o time com a terceira melhor campanha da fase de grupos. O Atlético-MG agora torce contra Corinthians e Toluca, do México, para não ser ultrapassado.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Galo passeia no Independência, perde gols, mas goleia o Colo Colo e lidera

Lancenet

56ea0b6c79d8f

A vitória do Atlético-MG por 3 a 0 sobre o Colo Colo não refletiu o domínio do time de Diego Aguirre no jogo desta quarta-feira, na Arena Independência. Apesar dos vários gols perdidos, o Galo manteve a invencibilidade e retornou à liderança do Grupo 5 da Libertadores, com 10 pontos.

O time de Diego Aguirre pode confirmar a vaga nas oitavas de final da Libertadores no dia 6 de abril. Na quinta rodada do Grupo 5, o Galo visita o Independiente de Valle no Equador. O rival é o segundo colocado da chave, com sete pontos.

O Colo Colo – terceiro lugar do Grupo 5 com cinco pontos – ainda briga pela classificação. No dia 7 de abril, os chilenos visitarão o lanterna e já eliminado Melgar, no Peru.

outdoor_pq

Galo segura pressão do Colo-Colo, volta com um ponto e continua líder

Globo Esportes

25057225764_8329ac4169_o

A pressão do Colo-Colo já era esperada, e o Atlético-MG sabia disso. Para suportar, seria necessário usar a mesma tática contra e pressionar o adversário. Durante os 90 minutos do jogo no Estádio Monumental David Arellano, em Santiago, os dois times alternaram bons e maus momentos. O time chileno cresceu no fim, mas pecou nas finalizações e perdeu boas chances. Melhor para o Galo, que segurou o 0 a 0 e voltou com um ponto na bagagem, permaneceu na liderança do Grupo 5 – sete pontos – e agora fica mais perto da classificação para as oitavas de final da Libertadores 2016.

Robinho foi vetado antes do jogo, por causa de uma picada de um mosquito, que gerou uma infecção e febre. Mesmo sem o principal reforço da temporada, o time conseguiu se portar bem em campo e neutralizou o Colo-Colo na maior parte do jogo. Tomou susto no final, mas conseguiu o empate.

O próximo compromisso dos dois times pela Libertadores é na próxima quarta-feira, quando voltam a se enfrentar, mas desta vez no Independência, às 21h45 (de Brasília). Antes disso, o Atlético-MG tem o América-MG, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro. Já o Colo-Colo defende a liderança do Campeonato Chileno contra o San Marcos de Arica, no domingo, antes de jogar novamente contra o Galo.

Já eliminado da Primeira Liga, Atlético empata contra América e complica rival

Ogol

imgS620I170946T20160303003632

Atlético Mineiro, já eliminado, e América Mineiro, que ainda sonha com vaga, não saíram do empate pela Primeira Liga. O Galo, sem nada a almejar, saiu na frente, com Dátolo.

O Coelho, que ainda buscava a vaga, empatou, com Rafael Bastos, mas, nem quando ficou com um a mais em campo, conseguiu a virada.

Com isso, o Flamengo se garantiu na próxima fase, enquanto o América, com quatro pontos, ainda pode avançar se for o melhor segundo colocado. Por enquanto, o Fluminense tem três e o Grêmio, quatro.

outdoor_pq

Galo inicia em Arequipa a busca pelo segundo título da Copa Libertadores da América

Superesportes

20160217004438886722u

A busca do Atlético pelo segundo título da Copa Libertadores começa às 21h45 desta quarta-feira, no Estádio Monumental da Unsa, em Arequipa, no Peru. Pela frente, o Galo tem um adversário pouco conhecido e a altitude de 2.500 metros.

Para evitar surpresas, o Atlético fez um estudo detalhado do rival. Um profissional da comissão técnica foi enviado a Arequipa. Colheu informações táticas e técnicas do time durante o jogo contra o Sporting Cristal, pelo Apertura. O “El Dominó”, como também é conhecida a equipe peruana, foi derrotado por 2 a 1.

“Agora começa nosso máximo objetivo. Estamos trabalhando muito para este começo de Libertadores. Já conhecemos os adversários, é sempre difícil jogar fora de casa, as condições não são as mesmas dos jogos no Brasil. Estamos preparados. Tenho muita confiança que o Atlético pode fazer um bom jogo, porque os jogadores têm correspondido fisicamente, tecnicamente e psicologicamente”, destaca o técnico Diego Aguirre.

Mantido para a Libertadores, após a diretoria recusar 15 milhões de euros do futebol chinês, Lucas Pratto pede atenção total no jogo de estreia: “O objetivo é brigar até as finais. O primeiro passo é sempre o mais difícil e o mais importante para começarmos bem na fase de grupos da Copa Libertadores.”

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia