WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: ‘goleia’

Vitória goleia Juazeirense e abre vantagem na semi

Atarde

340x650_1322740

O Vitória está muito perto de chegar à sua 12ª final consecutiva no Campeonato Baiano: na noite desta quinta-feira, 2, no Barradão, o rubro-negro goleou a Juazeirense por 4 a 0 e abriu uma boa vantagem na disputa da semifinal.

O resultado dá ao Leão a benesse de poder perder por até três gols de diferença no jogo da volta; a Juazeirense, que fez melhor campanha na segunda fase do Estadual, somente chegará à decisão se conseguir um triunfo com quatro gols de diferença.

Apesar do placar dilatado em seu favor, o Vitória travou um duelo equilibrado com a Juazeirense no primeiro tempo e por pouco não viu o seu adversário encostar no placar. Oportunista, o rubro-negro abriu a contagem logo no primeiro minuto, com gol de Dinei, e fez o segundo tento aos 38 minutos, por intermédio de Maxi Biancucchi.

Aparentemente satisfeito com o 2 a 0 em seu favor, o time do técnico Caio Júnior iniciou o segundo tempo recuado em seu campo de defesa, mas explorou inteligentemente os contra-ataques e chegou com autoridade à goleada. Vander fez o terceiro, aos 36, e Marquinhos fechou a conta, aos 42.

Vitória e Juazeirense voltam a se enfrentar na tarde do próximo domingo, 5, no Estádio Adauto Morais. O meia Renato Cajá saiu de campo com dores musculares e ainda será reavaliado para saber se terá condições de jogo. No outro confronto da semifinal, o Bahia abriu uma vantagem de 2 a 0 sobre o Juazeiro.

Flu dá show, goleia Volta Redonda por 4 a 1 e vai à final da Taça Rio

Globo Esportes

wellingtonnem_carlinhos_rhayner_pho_rodrigoferreira

Abel Braga, técnico do Fluminense, é do tempo que futebol se ganhava sempre pelas pontas. E foi assim que seu time, neste domingo, brindou a torcida tricolor que compareceu ao Raulino de Oliveira com uma aula de como se chega com facilidade ao gol. Não fossem as três bolas na trave no primeiro tempo e pelo menos outras oito chances desperdiçadas, o time teria saído com uma goleada histórica sobre o Volta Redonda, tal como o Botafogo fez no sábado, diante do Resende. Mas o 4 a 1, dois gols de Sobis, um de Wellington Nem e um lindo de Thiago Neves, foi suficiente para classificar a equipe para a final da Taça Rio, contra os alvinegros.

O duelo será no próximo domingo, e, a julgar pelas últimas atuações dos dois times mais antigos do futebol carioca, o Clássico Vovô tem tudo para ser cheio de gols. No caso do Fluminense, a armação ofensiva, com dois atacantes – Rhayner e Nem – abertos pelas pontas, um decisivo na área – Sobis – e um lateral impetuoso – Carlinhos – contribuiu para a melhor atuação da equipe na temporada. E olha que a estrela da companhia, o atacante Fred, ainda se recupera de estiramento na panturrilha direita.

Neste domingo, o time teve a volta de Wellington Nem, poupado contra o Bangu, e de Thiago Neves, que o substituiu no segundo tempo e não atuava desde o dia 6 de março. Atuou por 18 minutos, mas arrumou tempo de marcar um golaço, num toque sutil por cobertura. Um presente para os 3.983 pagantes (7.080 presentes), que proporcionaram a renda de R$ 110.175 e saíram confiantes. Thiago Neves também. E já pensa no Emelec.

Santos goleia Comercial na abertura do Campeonato Municipal

Por Luciano Pina

DSC_2575

Em dois tempos distintos o Santos goleou o Comercial pelo placar de 3 a 0, na tarde deste sábado (27), no Estádio Municipal da Zona Oeste (Murilão), na abertura do Campeonato Municipal de Futebol. Promovido pela Liga Conquistense de Desportos Terrestres (LCDT).

Apesar de ter um melhor volume de jogo no primeiro tempo o Comercial não conseguiu converter a superioridade em gols e a primeira etapa terminou empata em 0 a 0.

No segundo tempo o Santos aproveitou melhor as chances que foram criadas e abriu o placar logo no inicio após um cruzamento do meia Oseias que a bola cruzou a área e acabou entrando. Minutos depois Peu fez o segundo para o Santos e Binho em uma jogada individual fez um belo gol decretando a vitória para o Santos.

Com o resultado o Santos conquistou os três primeiros pontos na competição. Já o Comercial amargou sua primeira derrota na competição.

O Santos volta a campo no próximo dia 12/05, para enfrentar o Bangu. Já o comercial joga no mesmo dia contra o Ibirapuera.

Santos Jogou com: Tatu, Adriano, Edvan, Mazinho, Pedrão, Wesdras (Weslem), Peu (Bruno),Claudinho (Telinho ),Oseias, Mireli (Binho) Sidney (Levi). O Comercial com: Alessandro, Miltinho (Paulista), Junior,Tanque (Bere),Lelé, Pablo, Dalmar, Diego (Vado), Junior (Gabriel), Farpa, Geovani (Lucas)

Dois jogos serão realizados na manhã deste domingo (28), na sequencia da competição. As 08:45hs, O vila da Conquista estreia contra o Bangu. Logo após o Ibirapuera enfrenta o Moicano.

Em noite de Marquinhos, Vitória goleia Mixto e avança

Atarde

340x650_1318816

Há que se valorizar o esforço conjunto de todo o time do Vitória, mas Marquinhos, autor de um gol e de duas assistências, foi o nome do jogo da noite desta terça-feira, 16, no Barradão. Com uma goleada por 5 a 1, o Leão reverteu a vantagem construída pelo Mixto no jogo de ida e avançou à segunda fase da Copa do Brasil.

Escalado em lugar de Renato Cajá, que cumpriu o seu último jogo de suspensão em competições nacionais, Marquinhos foi fundamental para a classificação rubro-negra: serviu Dinei no primeiro e no terceiro gols, aos 36 minutos do primeiro tempo e aos 22 do segundo, respectivamente, e ainda coroou a sua grande atuação com o gol que fechou o placar, aos 47 da etapa final.

De pênalti, Escudero foi o autor do segundo tento rubro-negro, ainda na primeira etapa. Quando o jogo estava 2 a 0 para o time baiano, Geovani aproveitou cochilo da defesa rubro-negra e, quatro minutos depois, diminuiu o placar. O quarto gol do Leão foi marcado por Vander, que aproveitou contra-ataque e tranquilizou os corações rubro-negros nas arquibancadas.

Apesar da goleada, o Vitória começou o jogo aparentemente nervoso e nitidamente desorganizado. Devido à sua superioridade técnica, porém, se impôs sobre o Tigre e abriu logo 2 a 0. No segundo tempo, não deu espaços e mostrou autoridade ao construir a goleada que deverá trazer de volta a tranquilidade à Toca do Leão.

Na sequência da Copa do Brasil, o Vitória pegará o vencedor do duelo entre Salgueiro e Boa Esporte. No primeiro jogo, disputado em Pernambuco, o Salgueiro venceu por 2 a 0. As duas equipes voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, 17, em Minas Gerais. Neste domingo, 21, o Leão volta a campo em compromisso pelo Campeonato Baiano, contra o Feirense, no Barradão.

Vitória goleia o Bahia na inauguração da nova Arena

Atarde

340x650_1316694

Como requer um clássico da grandeza de um Ba-Vi, os representantes do futebol baiano na primeira elite nacional se enfrentaram na tarde deste domingo, 7, pela quarta rodada da segunda fase do Campeonato Baiano e deram um show à parte. O palco: a Arena Fonte Nova, em tarde de inauguração, depois de implodida em agosto de 2010 e sem receber um jogo oficial desde 2007, quando um acidente vitimou sete pessoas.

No duelo em campo, o Vitória colocou o Bahia para dançar e goleou por 5 a 1, com gols de Renato Cajá, Biancucchi, Michel, Vander e Escudero. O Tricolor diminuiu com Zé Roberto.

O Vitória disparou na liderança do Grupo 2, com 12 pontos conquistados nos quatro jogos – com 100% de aproveitamento – e o Esquadrão permanece na primeira posição do Grupo 1, com cinco pontos, um a frente do Juazeiro.

Se no último Ba-Vi na Fonte Nova, o Vitória bateu por 6 a 5, no primeiro encontro no estádio reformado o Leão venceu com outra goleada. Apresentando um bom futebol desde o começo da partida, o Esquadrão quase não conseguiu jogar e assistiu o rival passear em campo. Acabou levando uma goleada na inauguração do novo palco. A derrota em casa custou o cargo do técnico Jorginho, que já era cogitada em razão das últimas atuações do Bahia.

O rubro-negro dominou a partida desde o apito inicial e manteve a escrita de não perder para o rival há 23 meses. O próximo compromisso do Vitória será no próximo sábado, 13, quando encara o Botafogo na própria Arena Fonte Nova. No mesmo estádio, no domingo, 14, o Bahia recebe o Vitória da Conquista.

Com dois da dupla Luan e Jô, Atlético goleia Boa e segue na cola do rival

Uol

atacante-marcou-o-primeiro-gol-da-vitoria-sobre-o-araxa-por-3-a-0-no-independencia-1722013-1361136832593_615x300

O Atlético-MG conseguiu superar a ausência dos seus quatro principais jogadores e com atuação de destaque de um novo trio,formado por Guilherme, Luan e Jô, o talvinegro mineiro derrotou o Boa Esporte, por 4 a 0, na tarde deste domingo, no estádio Independência, conquistando a 13ª vitória seguida e continuando na “cola” do rival Cruzeiro na busca pela liderança do Estadual.

Mesmo sem o quarteto de destaque na temporada – Ronaldinho Gaúcho e Réver, que serviram à seleção brasileira diante da Bolívia no sábado e a dupla ofensiva, Bernard e Diego Tardelli, machucado -, o Atlético conseguiu superar o Boa Esporte, com participação decisiva de um novo trio, Jô Luan, que deixou a sua marca duas vezes e Guilherme.

Antes da partida, um grupo de torcedores do Atlético, que foi detido por entrarem em conflito com torcida do rival Cruzeiro, nas proximidades da Avenida Mem de Sá, no Bairro Santa Efigênia, portando pedras e madeiras, chegou à delegacia do estádio I. Eles foram conduzidos ao plantão judiciário que funciona ali.

Com a vitória no Independência, a 13ª seguida do Atlético na temporada, se aproximando do recorde de triunfos da história do clube, 18 ao total, o alvinegro mineiro permaneceu na segunda colocação do Campeonato Mineiro, chegando aos 24 pontos e se manteve a um do líder e invicto Cruzeiro, que bateu o América, por 4 a 1, no clássico do Mineirão.

Mais jogos deste domingo
América-T.O. 2 x 1 Villa Nova-MG
América-MG 1 x 4 Cruzeiro

Neymar faz 2, Brasil goleia frágil Bolívia e vence a 1ª com Felipão

Terra

neymardriblaap

Depois de enfrentar adversários difíceis – Inglaterra, Itália e Rússia -, a Seleção Brasileira teve um adversário mais frágil neste sábado e aproveitou a chance de voltar a vencer. Em Santa Cruz de la Sierra, a equipe nacional goleou a Bolívia por 4 a 0, com dois gols de Neymar, um de Leandro Damião e outro de Leandro. O time, formado apenas por atletas que atual no Brasil, foi responsável pela primeira vitória do técnico Luiz Felipe Scolari em seu retorno à Seleção.

Além de Neymar e Damião, chamaram atenção as atuações de Jean e Jadson, que se entenderam pela direita e formaram uma dupla perigosa. Ronaldinho também se destacou na armação de jogadas pelo centro. Já Alexandre Pato, que entrou após o intervalo e criou grandes expectativas, viu o Brasil atuar de maneira mais acomodada e não conseguiu se destacar. Agora a Seleção Brasileira viverá a expectativa pela convocação para a Copa das Confederações.

O jogo já ficou tranquilo para o Brasil aos aos 3min. Ronaldinho Gaúcho fez lançamento para Jadson, que passou para Jean. Volante improvisado, ele foi para linha de fundo como um legítimo lateral e tocou rasteiro para Leandro Damião, que se antecipou ao zagueiro e finalizou para o gol sem problemas. Logo depois, Ronaldinho teve a chance de marcar o seu, após passe de Neymar, mas chutou fraco de dentro da área.

A marcação da Bolívia era fraca, quase ingênua, por isso o Brasil não tinha qualquer dificuldade para criar chances. Em uma cobrança de falta, aos 8min, três jogadores ficaram livres, mas não conseguiram fazer o segundo gol. Logo depois, Neymar recebeu bom passe de Ronaldinho e finalizou na trave. Três minutos depois, Damião chutou de dentro da área e só não marcou de novo porque um defensor tirou a bola em cima da linha.

O Brasil diminuiu o ritmo na sequência e até mostrou displicência, mas mesmo assim marcou dois gols com Neymar: primeiro, aos 31min, Ronaldinho recebeu a bola fora da área e acertou um belo passe para ele, que finalizou sozinho. Já aos 41min, o passe perfeito foi de Jadson, com finalização tranquila, de esquerda, feita pelo camisa 11 do Brasil, que fechou o placar do primeiro tempo.

Para a etapa final Felipão tirou os dois jogadores que fizeram gols e colocou Osvaldo e Alexandre Pato. Porém, o novo ataque mostrou pouca eficiência e criatividade em campo. Tanto que a primeira chance de gol mais contundente só saiu aos 22min e foi elaborada pela Bolívia: Marcelo Moreno recebeu cruzamento da esquerda, subiu mais que Réver e cabeceou com perigo, mas para fora. Empolgado com o lance, o atacante do Grêmio ainda teve outra oportunidade aos 28min, mas, de frente para Jefferson, chutou para fora.

Mesmo mais acomodado, o Brasil ainda conseguiu assustar a defesa boliviana até o fim. Jadson, por exemplo, teve o gol livre pela frente, mas mandou a bola para longe. Depois, aos 41min, foi a vez de Osvaldo ter boa chance pela esquerda, após fazer individual pela esquerda, mas Galarza defendeu. Até que, aos 46min, saiu um golaço: após rápida tabela entre Pato e Osvaldo, o palmeirense Leandro finalizou de dentro da pequena área e marcou logo na sua estreia pela Seleção.

Em jogo marcado por confusão no fim, Atlético-MG goleia Arsenal-ARG

Gazeta Esportiva

t_83186_com-atuacao-de-gala-ronaldinho-gaucho-foi-o-destaque-do-galo-em-noite-marcada-por-confusao

Os jogos do Atlético-MG em casa têm mostrado um cenário previsível na atual temporada, ou seja, Independência lotado, com a torcida dando show nas arquibancadas e os jogadores correspondendo dentro de campo. Nesta quarta-feira, a história se repetiu contra os argentinos do Arsenal, com vitória por 5 a 2, que mantém os 100% de aproveitamento do Galo na Libertadores. O clima de festa, no entanto, foi interrompido por uma confusão, após o apito final, envolvendo os jogadores do time argentino e os policiais militares.

Revoltados com as marcações ao longo do jogo, os argentinos partiram para cima do árbitro e a Polícia Militar foi obrigada a intervir. Mesmo com a presença das autoridades, os jogadores do Arsenal-ARG não se acalmaram e trocaram agressões com os policiais.

O triunfo alvinegro foi o quinto seguido do Atlético-MG, que é o único clube, na atual edição da Libertadores, que venceu todos os jogos. A vitória desta quarta-feira começou a ser construída após lançamento de Jô para Tardelli, que ganhou da zaga argentina e teve tranquilidade para finalizar na saída do goleiro Campestrini, abrindo os trabalhos no Independência.

Botafogo faz 3 a 0 e afunda lanterna Vasco na Taça Rio

Terra

tenoriotristeclebermendesal

Vasco da Gama e Botafogo se encontraram na noite desta quarta-feira no Estádio Raulino de Oliveira para a disputa de clássico que encerrou a quarta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. E quem lembrou a melhor foi o lado botafoguense, que venceu por 3 a 0, entrou na zona de classificação e ainda deixou o rival – vice-campeão da Taça Guanabara – na lanterna da chave, praticamente já sem chances de brigar por título.

Com o resultado, o Botafogo chegou a três vitórias em quatro jogos e subiu a nove pontos, assumindo a vice-liderança do Grupo A do torneio – o Volta Redonda, com 100% de aproveitamento em quatro partidas, lidera. Na mesma chave, com um ponto em quatro partidas, o Vasco é o último colocado e tem chances apenas remotas de classificação para as semifinais do turno, dependendo agora de uma combinação de resultados para avançar.

opcao-468x60

Ataque desencanta e Sport goleia o Chã Grande na Ilha do Retiro: 5 a 0

Globo Esportes

a9

Em uma noite em que o ataque do Sport finalmente desencantou no Campeonato Pernambucano, o Rubro-negro do Recife venceu o Chã Grande, por 5 a 0, na noite desta quarta-feira. Com a vitória no jogo que abriu a nona rodada do segundo turno, realizado na Ilha do Retiro, o Leão se igualou ao líder Náutico em número de pontos. O rival leva a melhor no número de vitórias e ainda tem um jogo a menos, já que enfrenta o Santa Cruz, no clássico de domingo.

Sem poder contar com o zagueiro Maurício e o volante Rithely, suspensos, e no primeiro jogo sem o meia Hugo, que pediu a rescisão de contrato com o clube na terça-feira, o técnico Sérgio Guedes optou por uma formação mais ofensiva. Ele deixou de lado o esquema com três zagueiros e escalou o jovem atacante Érico Júnior, que acabou se constituindo em um dos destaques do time, ao lado dos titulares Roger e Felipe Azevedo.

O Sport volta a jogar pelo Pernambucano apenas no dia 7 de abril, contra o Belo Jardim, mais uma vez na Ilha do Retiro. Para o duelo, Sérgio Guedes não terá Tobi, Cicinho e Fábio bahia, que forçaram o terceiro cartão amarelo, para estarem livres para encarar o Santa Cruz, na última rodada. Antes, já na quarta-feira, o Leão vai a Vitória da Conquista-BA, enfrentar a equipe local, na estreia pela Copa do Brasil.

Noite incrível: Rafael Marques faz gol, Seedorf erra meta vazia, e Bota goleia

Globo Esportes

rafaelmarques_agif_fabiocastro

Campeão da Taça Guanabara, o Botafogo começou muito bem sua campanha na Taça Rio. E numa noite incrível deste sábado, com direito a gol de Rafael Marques quebrando jejum e chance perdida de Seedorf para figurar no Inacreditável Futebol Clube, goleou por 4 a 0 o Quissamã, no Engenhão. Verdade seja dita: o destaque da partida foi o atacante alvinegro. Ele deu assistências para dois gols, e, depois de 21 jogos sem conseguir balançar a rede, desencantou, dando números finais à goleada. O astro holandês participou bem da distribuição de jogo, mas o seu lance mais marcante foi aos 2 minutos do segundo tempo, quando desperdiçou uma oportunidade sem goleiro. Julio Cesar, Fellype Gabriel e Lodeiro marcaram os outros gols alvinegros.

– Agora é manter os pés no chão. Sabe como é aqui. Temos que matar um leão por dia. O que eles (companheiros) vinham fazendo por mim, me apoiando… Diziam que, apesar de não estar fazendo o gol, estava ajudando – destacou Rafael Marques após a partida.

Com a vitória, o Botafogo assume a liderança do Grupo A. O Quissamã, por sua vez, está na lanterna da chave. No próximo domingo, o Botafogo enfrenta o Madureira, em Moça Bonita. Já o Quissamã pega o Olaria, no Moacyrzão.

Grêmio quebra “maldição”, goleia Caracas na Arena e lidera grupo

Terra

jogadorespirataslucasuebelgremiodiv

A maldição do Grupo 8, que após cinco jogos na Copa Libertadores havia visto apenas os visitantes saírem vitoriosos, foi quebrada pelo Grêmio em sua nova Arena nesta terça-feira. Com grande atuação de Barcos e dois gols de Zé Roberto, o time gaúcho goleou o Caracas, da Venezuela, por 4 a 1. Como prêmio, abriu grande saldo de gols e se tornou líder da chave, à frente do Fluminense.

Os dois times brasileiros somam seis pontos, mas o Fluminense teve apenas vitórias apertadas, além de uma derrota por 3 a 0 para o próprio Grêmio. O time de Vanderlei Luxemburgo, por sua vez, começa a se destacar na competição continental: em três jogos sofreu dois gols e balançou as redes oito vezes. O Caracas é o lanterna, com três pontos, os mesmos que tem o Huachipato, do Chile.

A próxima rodada do Grupo 6 terá os mesmos jogos, mas com mandos invertidos. Na quarta-feira, o Fluminense recebe o Huachipato no Engenhão às 22h (de Brasília). O Grêmio joga já na próxima semana, na terça-feira, contra o Caracas no Estádio Olímpico UCV, na Venezuela. O confronto está marcado para as 21h30 (de Brasília).

Os jogadores do Caracas entraram em campo com faixas pretas presas ao uniforme em luto pela morte do presidente Hugo Chávez, confirmada nesta terça-feira. Mas a tragédia em nada ajudou o time a se superar na Arena do Grêmio.

opcao-468x60

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia