WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: ‘Inter’

Em despedida de D’Alessandro, Inter vence a Recopa Gaúcha

Gazeta Esportiva

inter

D’Alessandro se despediu do Internacional com a conquista da Recopa Gaúcha após a vitória nos pênaltis por 3 a 2 contra o São José, na noite desta quinta-feira (03/02). No tempo normal, Inter e São José empataram em 0 a 0.

O meia argentino fez boas jogadas, chutou uma bola no travessão, recebeu aplausos e agradeceu a torcida colorada, que compareceu em massa ao estádio Passo D’Areia, mas não conseguiu colocar a bola nas redes pela última vez com a camisa colorada.

D’Alessandro, assim, levantou a Recopa Gaúcha, a sua última taça com a camiseta do Internacional. Muito emocionado, o ídolo da torcida colorada chorou na entrevista. “Me despeço com um título. Não foi fácil e isso mexe muito comigo”, disse ele enquanto dava a volta olímpica.

Hoje
19:30
Grêmio x Aimoré
Cruzeiro x Brasil

‘Recheado’, Palmeiras recebe o Inter no retorno ao Allianz por semifinal 1

Uol

dudu-do-palmeiras-e-marcado-por-jogadores-do-internacional-durante-partida-nesta-quinta-feira-4-valida-pelo-campeonato-brasileiro-1433468672422_1024x682

O Palmeiras recebe o Internacional nesta quarta-feira, às 22h, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, em seu retorno ao Allianz Parque – a última partida no estádio havia sido em 12 de setembro, na vitória contra o Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro. ‘Recheado’ com o retorno de peças importantes ao time titular, o Verdão aposta na força da torcida em sua casa para chegar às semifinais.

Suspensos do último compromisso, o volante Arouca e o atacante Dudu estão à disposição do técnico Marcelo Oliveira para o jogo desta quarta-feira e devem começar entre os titulares. O polivalente Zé Roberto, desfalque nos últimos dois jogos por dores musculares, também pode pintar entre os 11 iniciais, embora tenha treinado entre os reservas nesta terça e Amaral entre os principais.

A tendência é que o Palmeiras vá a campo com: Fernando Prass; Lucas, Jackson, Vitor Hugo e Egídio; Amaral (Zé Roberto) e Arouca; Robinho, Dudu e Gabriel Jesus; Lucas Barrios. O volante Thiago Santos, o zagueiro Leandro Almeida e o atacante Alecsandro não podem jogar a competição com a camisa alviverde, pois já atuaram por seus ex-clubes nesta edição.

O primeiro jogo entre as duas equipes terminou em 1 a 1. Assim, um empate sem gols garante o Verdão na semifinal da Copa do Brasil. Resultado igual ao do primeiro duelo leva a decisão aos pênaltis e qualquer outro empate classifica o Inter.

Rafael Marques sai do banco e garante empate do Palmeiras contra o Inter pela Copa do Brasil

r7

1z7ewqrzs3_25qbvo5w78_file

O Palmeiras foi ao Beira-Rio com uma tática bem definida: voltar para São Paulo sem ser derrotado, e preferencialmente tendo marcado gols. Chances para isto não faltaram, mas o plano chegou a estar ameaçado graças ao pênalti desperdiçado por Lucas Barrios, e o golaço de Alex para o Colorado.

Coube a Rafael Marques, saindo do banco de reservas, decretar o empate em 1 a 1, na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil e cumprir tal meta.

O Verdão segue com o jejum no Beira-Rio, mas conseguiu o que queria e agora joga na próxima quarta-feira no Allianz Parque por um empate em 0 a 0 ou qualquer vitória para ir à semi. Os gaúchos, por outro lado, também avançam com qualquer triunfo, ou empates a partir de 2 a 2. Novo 1 a 1 leva o jogo da volta para as penalidades.

E que baile! Tigres domina Inter e destrói sonho do tri

Terra

tigrescomemorasobisintermario-ocampogetty

Não deu para o Internacional . Depois de vencer o jogo de ida da semifinal por 2 a 1, no Beira-Rio, e entrar em campo precisando de um simples empate para se classificar à final da Libertadores após cinco anos, o time colorado sucumbiu à força do bom Tigres, no México. Diante de uma equipe muito qualificada e incentivada por 43 mil fanáticos que lotaram o Estádio Universitário, em Monterrey, os gaúchos tiveram atuação trágica e levaram um verdadeiro baile.

O Inter foi derrotado por 3 a 1 (com direito até a pênalti perdido pelo ex-colorado Rafael Sobis) e deu adeus às chances do tricampeonato continental.

Quem vai enfrentar o River Plate na decisão da Libertadores nas próximas duas semanas será o Tigres. Em 16 jogos em casa no torneio até aqui, os mexicanos seguem sem derrotas.

A um empate do sonho: Inter desafia sensação mexicana por vaga na final

Globo Esportes

carrossel_tigres-internacional

O sonho segue vivo. E próximo. O 0 a 0 que inicia a partida das 22h (de Brasília) nesta quarta-feira já garante o Inter em mais uma final de Libertadores. Para alcançar o feito, entretanto, D’Alessandro e seus parceiros não terão facilidades. O Tigres e seu grupo multimilionário, encabeçado pela estrela Gignac e o ídolo colorado Rafael Sobis, quer mostrar que a força dos dólares se traduziu em um time forte.

Além disso, os gaúchos terão que conter a empolgação dos 43 mil mexicanos que prometem lotar o Estádio Universitário, conhecido como Vulcão, e empurrar a equipe para reverter a vantagem de 2 a 1 do Beira-Rio. O rival na decisão será o River Plate, que superou o Guaraní-PAR na outra chave.

Como venceu o jogo de ida por 2 a 1, o Inter se classifica com empate ou até com derrota por um gol de diferença a partir do resultado de 3 a 2. O Tigres garante vaga na decisão se fizer 1 a 0 ou triunfar a partir de dois gols de diferença. Caso devolvam o placar de 2 a 1, o jogo irá para os pênaltis. O trio de arbitragem será equatoriano: Carlos Vera, com Carlos Herrera e Luis Vera.

Inter tenta voltar ao espírito da Libertadores contra ‘milionário’ Tigres

Ogol

imgS620I158307T20150715110441

O Internacional está em busca do retorno do espírito da Libertadores. Nesta quarta-feira (15), o Colorado irá receber o “milionário” Tigres, no Beira-Rio, procurando o bom futebol que vinha apresentando no torneio.

Em confronto inédito envolvendo as duas equipes na Libertadores, que vale como primeiro jogo das semifinais, o técnico Diego Aguirre espera que sua equipe, que fez grande campanha até o momento na Libertadores, volte a desempenhar um bom papel.

Após ter se qualificado para as semifinais da competição continental com grandes atuações, os gaúchos tiveram um péssimo início de Campeonato Brasileiro, figurando entre os últimos na tabela.

Com a expectativa de contar com força máxima, o Inter deve jogar com Alisson; William, Ernando, Juan e Geferson; Rodrigo Dourado, Aránguiz, D’Alessandro e Valdívia (ou Alex); Nilmar e Lisandro López.

Do outro lado, estará uma equipe que se reforçou bastante para o restante da temporada. O Tigres abriu os cofres e investiu pesado nas chegadas de Javier Aquino e Uche, que vieram do Villarreal, da Espanha, Gignac, vice-artilheiro do Campeonato Francês com o Olympique de Marseille, e o jovem Jürgen Damm, destaque do Pachuca.

Vento atrapalha Figueirense e Inter, que ficam no 0 a 0 em Florianópolis

Gazeta Esportiva

t_154840_em-jogo-atrapalhado-pela-ventania-no-orlando-scarpelli-o-internacional-nao-conseguiu-concluir-bem-suas-jogadas

Em uma noite de vento muito forte em Florianópolis, Figueirense e Internacional abriram a 8ª rodada do Campeonato Brasileiro em uma partida de poucas emoções. A ventania no Estádio Orlando Scarpelli acabou atrapalhando o futebol dos dois times, que acabaram empatando em 0 a 0. O resultado não foi bom para nenhuma das equipes, que seguem na ponta de baixo da tabela.

Foi visível a dificuldade dos dois times em jogar devido ao clima – que não atrapalhou apenas os goleiros, mas também os atletas de linha, quando tentavam algum lançamento longo. O Figueirense tomou a iniciativa do jogo na maior parte do tempo. Quando teve boas chances, parou nas grandes defesas do goleiro Alisson. Já o Inter, muito desfalcado, teve uma atuação pobre, e jamais conseguiu se impor sobre o adversário. O empate leva o time gaúcho a 10 pontos, na 11ª colocação, e os catarinenses a 9, ainda em 15º. Ambos, no entanto, devem perder posições no final de semana – o Figueira pode até entrar na zona de rebaixamento, dependendo dos resultados paralelos.

As duas equipes agora vão ter mais de uma semana de descanso até os próximos jogos. O Figueirense jogará somente dia 27, em São Paulo, diante do Corinthians. O Inter, no dia seguinte, receberá o Santos, em Porto Alegre.

Inter visita o Figueirense buscando a primeira vitória fora de casa

Gazeta Esportiva

t_154654_inter-tera-desfalques-importantes-para-o-duelo-em-santa-catarina

Embora seja pentacampeão gaúcho e esteja nas semifinais da Libertadores, o Internacional tem tido um notório problema em 2015: ganhar fora de casa. Dono de apenas uma vitória como visitante na competição continental, o Colorado ainda não conseguiu ganhar longe do Beira-Rio neste Brasileiro. A quinta chance para obter tal feito será nesta quinta-feira, diante do Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli.

A derrota para o Corinthians jogou o Inter para o 14º lugar na tabela do Brasileiro. O técnico Diego Aguirre sabe que o desempenho fora de Porto Alegre precisa ser melhor para que o time almeje posições superiores na competição.

A vida colorada, porém, não será nada fácil. Primeiro, por conta do Figueirense, que ainda não perdeu em casa na temporada – a última derrota foi justamente para o Inter, na derradeira rodada do Brasileirão 2014. Para piorar, além de atuar num palco onde já caíram Cruzeiro e Palmeiras neste campeonato, Aguirre se vê rodeado de desfalques. Fora D’Alessandro, Eduardo Sasha, Geferson e Aránguiz, que não poderão atuar por todo o mês de junho, mais dois problemas chegaram como má notícia do departamento médico nesta semana.

Com um gol no início e outro no fim, Inter faz 2 a 0 no Santa Fe e avança

Gazeta Esportiva

t_152551_juan-marcou-o-primeiro-gol-do-inter-logo-aos-dois-minutos-de-jogo-foto-jefferson-bernardes

Foi com muito drama, mas o Internacional conseguiu a classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América. Com um gol de Juan no começo do jogo e outro de Rafael Moura no fim, ambos surgidos após cobranças de escanteio, o Colorado derrotou o Santa Fe por 2 a 0 no Beira-Rio e garantiu sua vaga entre os quatro melhores da competição.

A partida foi extremamente emocionante. O Colorado fez 1 a 0 cedo, mas o Santa Fe controlou o restante do primeiro tempo. Na etapa final, a história foi outra: o Inter voltou pressionando e viu seu adversário perder dois jogadores expulsos. Na base da pressão, Rafael Moura, que deixou o banco para substituir Nilmar, definiu a classificação.

O Internacional agora pegará Tigres ou Cruzeiro nas semifinais – se a Raposa passar pega os gaúchos, do contrário o confronto é com os mexicanos. O Colorado volta a campo no domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O adversário será o São Paulo, no Beira-Rio.

Inter perde para Santa Fé com gol no fim e inicia quartas em desvantagem

Globo Esportes

foto_20150520232732

Após sair vivo do Horto, o Inter não conseguiu sobreviver ao El Campín. Parecia que seguraria um empate sem gols, mas a pressão foi grande demais. Até para Alisson, dono de defesas gigantescas.

Que nada pôde fazer em cabeçada de Mosquera, aos 46 minutos do segundo tempo. O Colorado perdeu por 1 a 0 na noite desta quarta-feira para o Santa Fé e largou em desvantagem pela ida das quartas da Libertadores.

Com o resultado, o Inter precisa vencer por dois gols de diferença para passar de fase. Se devolver o 1 a 0, vai a pênaltis. Ao Santa Fé, cabe qualquer empate ou derrotas por um gol de diferença marcando na casa do rival.

Antes de receber os colombianos, o Colorado tem compromisso no Brasileirão. Com time reserva, visita o Vasco, às 18h30 de sábado.

Inter inicia quartas contra Santa Fé e tenta sair com vantagem da Colômbia

Globo Esportes

img_7931_1

O Inter caiu no Horto e saiu vivo. Agora, é a vez de sobreviver ao El Campín. A partir das 22h (de Brasília) desta quarta-feira, o Inter começa a disputa das quartas de final da Libertadores contra o Independiente Santa Fé, em Bogotá. Ao contrário do rival, o Colorado é puro embalo, após título estadual, classificação contra o Galo e vitória no Brasileirão, para deixar o caldeirão colombiano com vantagem. Tudo passa pela habilidade de seus homens de frente.

A ideia colorada é marcar gols, apoiado no gol qualificado, assim como fizera no 2 a 2 em Minas Gerais, pelas oitavas. Para tanto, trunfos não faltam. Há Lisandro López, que marcou um gol em cada duelo com o Atlético-MG, além de Valdívia, artilheiro do Inter no ano e em fase abençoada. Não se pode também esquecer de D’Alessandro, que cresce em decisões. Outra notícia alentadora é o retorno de Nilmar, que deve começar no banco e, assim, promover a repetição da equipe que vencera os mineiros na semana passada.

Do lado oposto, o momento é de reconstrução anímica. O Santa Fé entra pressionado, embora tenha passado com autoridade pelos Estudiantes. Apesar da expectativa de casa cheia, com cerca de 40 mil torcedores, os colombianos precisam se recuperar após a eliminação no campeonato local justamente para o maior rival Millonarios. Jogadores técnicos também não faltam no lado dos mandantes. Camisa 10 e argentino, Omar Pérez é uma espécie de D’Alessandro local. Já marcou gol contra o Grêmio em 2013.

Ontem
Emelec (EQU) 1 x 0 Tigres (MEX)

Com gol nos acréscimos, Atlético-MG arranca empate do Inter em casa

Gazeta Esportiva

t_150399_lisandro-lopez-abriu-o-marcador-e-leonardo-silva-nos-acrescimos-empatou-o-jogo-foto-douglas-magno

O torcedor que foi ao Independência nesta quarta-feira chuvosa em Belo Horizonte assistiu a um grande jogo de futebol entre Atlético-MG e Internacional, válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. O duelo foi eletrizante desde o primeiro minuto, e o equilíbrio de forças prevaleceu até no placar, com uma igualdade de 2 a 2, no Horto.

O primeiro gol saiu logo no minuto inicial e foi resultado de um vacilo de Marcos Rocha, que deixou Lisandro López em condições de abrir os trabalhos. Na base da pressão, o Galo chegou ao empate com Douglas Santos. No segundo tempo, Valdívia para o Inter e Leonardo Silva para o Galo definiram o placar. Com o resultado, o Inter poderá empatar por 1 a 1 no Beira Rio que fica com a vaga nas quartas de final. Novo 2 a 2, decisão nos pênaltis. O placar de 3 a 3 em diante é favorável ao clube de Belo Horizonte.

O duelo da volta entre Atlético-MG e Internacional está marcado para a próxima quarta-feira, no Beira- Rio, mas, antes, as duas equipes estreiam no Campeonato Brasileiro. O Galo vai até o Palestra Itália para encarar o Palmeiras, ao passo que o Colorado mede forças com o Furacão, na Arena da Baixada.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia