WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  



drupal counter

:: ‘MEDIDAS’

CBF determina medidas para o futebol feminino e cria campeonatos da Série A e B

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

Antes de anunciar as mudanças no calendário do futebol brasileiro para 2017, a CBF apresentou, em coletiva de imprensa na sede da entidade, um pacote de medidas para o desenvolvimento do futebol feminino. A principal novidade fica por conta da criação da primeira e segunda divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, além de competições nacionais do sub-17 e sub-20 para a categoria.

“A gente tem na cabeça que o futebol jogado pelas meninas tem que ser igual ao dos homens. Mas jamais será. Temos que mostrar esse outro olhar. O que é o futebol feminino, o que são as meninas praticando esse esporte”, afirmou a ex-árbitra Ana Paula de Oliveira, coordenadora de um grupo de trabalho focado na modalidade.

Outras propostas aprovadas foram a criação de um departamento especifico ao futebol feminino e a implementação de um curso para treinadoras. “Nunca uma iniciativa desse tamanho foi feita pela instituição, pensando no futebol feminino como um todo e não só na seleção. Isso emociona. Estamos falando de uma trajetória em que a mulher não tinha nem voz, não tinha espaço para apresentar o que estou apresentando”, concluiu Ana Paula.

Sem divulgar muitos detalhes, a CBF apenas salientou que as duas divisões nacionais do futebol feminino brasileiro terão 16 representantes em cada divisão.

CBF proporá medida para evitar troca de técnicos, mas clubes devem vetar

Globo Esportes

a2944f98004_1

Representantes dos 20 clubes da Série A se reúnem na tarde desta sexta-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro, para o Conselho Técnico da competição, e dois itens na pauta da reunião já movimentam as discussões entre os dirigentes. A entidade máxima do futebol propõe uma antecipação do prazo final para inscrição de atletas e uma alternativa para evitar a troca de técnicos. No ano passado, apenas Tite, no Corinthians, iniciou e encerrou o campeonato na mesma equipe. No entanto, as duas medidas não são bem vistas pelos cartolas. As duas mudanças foram propostas no Conselho Técnico da Série B e não foram aprovadas.

A CBF proporá aos clubes que seus treinadores não possam comandar outro time depois que completarem sete partidas à frente de uma equipe. A medida já é utilizada para os jogadores. O artigo 9º do regulamento da Série A do ano passado prevê que “Um atleta poderá ser transferido de um clube para outro durante o Campeonato, desde que tenha atuado em um número máximo de seis partidas pelo clube de origem, sendo permitido que cada atleta mude de clube apenas uma vez”. O mesmo seria implantado para os técnicos. Mas os clubes não enxergam a medida com bons olhos.

– Acho difícil passar. É limitar o direito de ir e vir dos treinadores, precisamos entender isso. Mas irá a votação – comentou o vice-presidente do Grêmio, César Pacheco.

Outro item em pauta é a antecipação do prazo final para inscrição de jogadores nos campeonatos. No ano passado, o limite era o dia 15 de setembro, que caiu na 26ª rodada da Série A. A proposta da CBF é que o prazo final seja a 19ª rodada, ou seja, o fim do primeiro turno. Os clubes temem perder jogadores para a Europa no segundo turno sem a possibilidade de reposição.

– É outra medida difícil de ser aprovada. A janela europeia só fecha em agosto, podemos perder jogadores, e aí como fica? Não podemos inscrever mais? – questionou Pacheco.

Em 2016, cinco clubes da primeira divisão já trocaram de comando: Vinícius Eutrópio saiu da Ponte Preta e assumiu o Figueirense, a Macaca contratou Alexandre Gallo, o Atlético-PR trocou Cristóvão Borges por Paulo Autuori, Eduardo Baptista foi demitido do Fluminense para dar lugar a Levir Culpi e, por último, o Palmeiras demitiu Marcelo Oliveira e procura um novo treinador.

FBF toma medidas importantes no Baianão 2011

Blog da Resenha Geral

O clamor contra as péssimas arbitragens do Campeonato Baiano de 2011 está nas arquibancadas e na imprensa. O presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues, anunciou medidas que já devolveu a tranqüilidade aos torcedores do futebol estadual.

A primeira delas, é que foi solicitada antecipadamente que uma Comissão da FIFA/CBF faça uma avaliação detalhada no quadro de arbitragem da entidade. Essa avaliação é eliminatória para os árbitros que não preencherem os requisitos necessários.

Foi anunciado também, que os árbitros que mais erraram não sejam relacionados para os futuros jogos, bem como a escolha de árbitros de outros estados para os jogos do E.C Bahia e do E.C Vitória, contra as equipes do interior.

Cruzeiro adota medidas preventivas contra a nova gripe em La Plata

Fonte: Globo Esportes

Preocupação. Esta é a palavra que melhor define o início de semana do Cruzeiro. Na quarta-feira, o time encara o Estudiantes, pelo primeiro jogo da final da Libertadores. A partida será em La Plata. Além dos argentinos, um adversário invisível incomoda. No país vizinho já foram registrados mais de 2,4 mil casos e cerca de 60 mortes pelo vírus Influenza A (H1N1), a chamada nova gripe. Algumas cidades decretaram estado de emergência sanitária.

Neste domingo, a diretoria celeste procurou a CBF para pedir ajuda. O Cruzeiro só quer embarcar para a Argentina se os órgãos de saúde de lá derem garantias ao elenco. Uma possibilidade seria passar o jogo para Assunção, no Paraguai. O presidente do clube brasileiro, Zezé Perrella, chegou a propor que as duas partidas fossem disputadas em campo neutro. Ele abriria mão de cerca de R$ 2 milhões (renda prevista para o jogo do Mineirão) na tentativa de evitar o risco de ir ao país. Enquanto não existe uma definição, a delegação treina em Goiânia, mas é muito pouco provável que a partida seja adiada. Sendo assim, a viagem dos brasileiros está prevista para a tarde desta terça-feira. Diante desta situação, o departamento médico do Cruzeiro adota medidas preventivas. :: LEIA MAIS »

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia