WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

janeiro 2022
D S T Q Q S S
« dez    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



drupal counter

:: ‘mudar’

Após acesso, Flamengo de Guanambi quer criar enquete para possível mudança de nome

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.hb6qIEcxbk

Vice-líder do Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão 2015, o Flamengo de Guanambi já se concentra para a grande final contra o Fluminense de Feira, com a primeira partida a ser disputada no próximo domingo (21) no Estádio 2 de Julho. Entretanto, pensando além da competição, o clube tem sido alvo de críticas em relação ao seu nome, clara homenagem ao famoso clube carioca, e pode apresentar uma nova denominação para a temporada 2016.

“Sabemos que algumas pessoas têm essa crítica. O Fluminense (de Feira) tem uma marca formada por ser mais antigo e ter tradição, mas como só temos três anos, existe este conflito”, afirmou o diretor de futebol, Armando Filho, em entrevista ao Bahia Notícias. Segundo Armando, será feita uma ação do clube para resolver sobre a manutenção ou mudança de seu nome na próxima temporada. “Iremos realizar uma pesquisa popular na cidade de Guanambi para saber se continuamos como Flamengo ou mudamos de nome”, reiterou.

Mesmo com uma boa média de público em seus jogos, o dirigente confessou que torcedores de outros clubes cariocas que vivem na cidade não apoiam o Beija-Flor do Sertão em seus confrontos. “Alguns torcedores do Fluminense, Botafogo e Vasco já me confessaram que não vão aos jogos por conta do nome. Então é melhor que a população da cidade decida se mudaremos de nome ou não”.

Flamengo de Guanambi e Fluminense de Feira se enfrentam neste domingo (21), às 15h, no Estádio 2 de Julho.

Doriva terá que mudar seu estilo para agradar Eurico Miranda no Vasco

Uol

15dez2014---o-novo-tecnico-doriva-e-apresentado-no-vasco-pelo-presidente-eurico-miranda-1418675791204_615x300

O técnico Doriva mal chegou ao Vasco e já terá sua primeira saia justa para resolver: mudar seu estilo de trabalho para satisfazer a vontade do presidente do clube, Eurico Miranda, que exigiu que o time cruzmaltino jogue de forma ofensiva em 2015.

Ainda novato na profissão de treinador, o comandante tem se caracterizado justamente pela defensividade de suas equipes. No Ituano, onde sagrou-se campeão paulista de 2014, viu seu time obter o status de menos vazado da competição, com 11 gols sofridos em 19 jogos. Um contraste em relação aos tentos a favor, quando ficou apenas na décima posição do quesito, com 18 gols feitos, o que dá uma média de menos de um por jogo (0,9).

Na fase final do Paulistão, por exemplo, ficou no 0 a 0 com o Botafogo (SP) nas quartas e levou a vaga nos pênaltis. Na semifinal, bateu o Palmeiras por 1 a 0. Na decisão em dois jogos com o Santos, venceu o de ida por 1 a 0, perdeu o de volta pelo mesmo placar e acabou levando o caneco novamente nas penalidades.

Nesta quarta, o treinador teve sua primeira reunião com a diretoria para tratar da avaliação do elenco e da indicação de reforços.

unimarc-modelo-4

Felipão releva cobranças e cogita mudar esquema nas quartas

Terra

coletivafelipao2706apandre-penner01

As recentes atuações da Seleção Brasileira na Copa do Mundo têm gerado críticas à equipe comandada por Luiz Felipe Scolari. O próprio treinador assume as cobranças feitas pela imprensa e por torcedores, embora considere o Mundial equilibrado. Sobre o próximo confronto, contra a Colômbia, pelas quartas de final, ele cogita mudar o esquema de jogo em virtude da suspensão do volante Luiz Gustavo.

Em entrevista veiculada pelo canal Sportv, Felipão disse que as cobranças são normais e que espera conseguir equilibrar o time para a próxima partida. “É normal que a imprensa brasileira e estrangeira cobrem melhores atuações nossas. Em um ou dois jogos fomos diferentes do que estamos acostumados, como por exemplo na Copa das Confederações”, assumiu. O técnico ainda tentou explicar o motivo desse desempenho questionável. “Estamos vendo muito equilíbrio. Não existe diferença entre as seleções tradicionais e as outras nas oitavas de final. O futebol está muito nivelado e também estamos enfrentando dificuldades”.

Sobre a equipe que entrará em campo nesta sexta-feira na Arena Castelão, em Fortaleza, Felipão não confirma quem entrará no lugar do suspenso Luiz Gustavo, mas admite que pode mudar o esquema tático. “Eu tenho duas possibilidades. Posso continuar jogando da forma que estamos, dentro daquela situação normal, ou mudo o sistema todo”, disse lembrando da conquista do pentacampeonato. “Posso iniciar como jogava a Copa de 2002, com três zagueiros, liberando os laterais. Vamos ver”.

Ainda sobre o adversário das quartas de final, o técnico ressaltou a qualidade do camisa 10 colombiano James Rodríguez, mas pediu atenção com os outros jogadores. “Não adianta só parar o James. Temos que parar o time todo da Colômbia, a sistemática de jogo e uma série de qualidade que eles possuem. Acho que é uma equipe que joga fácil, bonito e com boa organização. Vamos tentar equilibrar nossa equipe do princípio ao fim, evitando altos e baixos de jogos anteriores, para passar mais uma fase”, finalizou.

468x60_simonassi127

Vica reconhece virtudes de DM9, mas deixa dúvida sobre renovação

Diário de Pernambuco

20131206220742225225u

Enquanto Caça-Rato anda em alta no conceito do técnico Vica, outro atacante precisa mudar a imagem que deixou no comandante tricolor. Apesar de confirmar as declarações dos dirigentes de que não fez objeções à permanência de Dênis Marques, o treinador deixou claro que para seguir no Arruda, DM9 precisará mudar bastante o seu comportamento.

O comandante tricolor fez questão de deixar claro que nunca levou os desentendimentos com Dênis Marques para o lado pessoal. “Nunca foi pessoal. Não tenho nada contra a pessoa de ninguém. Foi uma questão profissional. Se um atleta comete um ato de indisciplina, ele vai ser punido. Seja ele quem for”, garantiu.

Vica, por outro lado, reconheceu que Dênis tem virtudes que podem ser exploradas pelo Santa Cruz na próxima temporada. “É claro que sabemos que ele pode nos ajudar. Na verdade, se ele tivesse cumprido seus deveres, certamente não estaríamos tendo esta conversa. Infelizmente, não foi assim. Mas isso não significa que ele não faz parte dos nossos planos.”

O treinador explicou que o caso de Dênis Marques ainda será melhor debatido entre a comissão técnica e os dirigentes, para que o Santa Cruz tome a melhor decisão. “Não tinha como eu chegar aqui e dizer que só ficaria se ele fosse embora. Isso não existe. Não estou aqui para entrar em quebra de braço com ninguém. Sou cobrado pelo presidente para manter o time disciplinado, por isso, cobrarei um bom comportamento de todos. Mas ainda vamos discutir este assunto mais a fundo em breve.”

Fifa cogita mudar horários de jogos da Copa

Espan

Joseph-Blatter-03-12-13-615x340

Por mais inflexível que seja a fama da Fifa, a entidade parece ter lampejos de bom senso. O presidente da entidade admitiu que alguns jogos da Copa do Mundo 2014 podem sofrer alterações no horário. Tudo por causa do forte calor que assola algumas cidades do Brasil .

Em Roma , na Itália , durante um evento, o suíço afirmou que o tema será debatido em reunião do Comitê Executivo. O encontro acontecerá no início do próximo mês de dezembro, na Costa do Sauípe na Bahia , antes do sorteio das chaves do torneio.

Além do Recife, Natal e Salvador são sedes com jogos marcados para às 13h, um horário de alta temperatura na região Nordeste, daí a mudança de postura da entidade a respeito do assunto.

Essa foi a primeira fez que a Fifa se pronunciou sobre a mudança de horários de algumas partidas, mesmo que muitos dos ingressos, com a hora original dos confrontos, tenham sido vendidos.

Felipão diz que seleção não vai mudar seu estilo contra a Espanha

Folha de São Paulo

13179156

O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, disse que a equipe não vai mudar o seu padrão de jogo para a final da Copa das Confederações contra a Espanha, no domingo, no Rio, às 19h.

“A Espanha vem montada já há cinco ou seis anos, vem ganhando todas as competições que disputou nesses quatro, cinco anos. É uma equipe que está totalmente integrada, mas nós vamos jogar dentro do nosso estilo, da forma como estamos jogando”, afirmou Felipão em entrevista ao site da CBF.

“A gente vai jogar, vai enfrentar a Espanha respeitando a qualidade, mas tentando mostrar o nosso potencial, nossa qualidade. Nós chegamos na final, temos condições de superá-los nesse jogo final também”, disse.

Brasil e Espanha terminaram a primeira fase da Copa das Confederações com 100% de aproveitamento. Nas semifinais, a seleção de Felipão bateu o Uruguai, por 2 a 1, enquanto o time de Vicente del Bosque derrotou a Itália nos pênaltis.

Apesar de a Espanha ter jogado na quinta-feira e de ter participado de dois tempos de prorrogação, Felipão vê o time rival bem preparado fisicamente para o duelo final no Maracanã.

“Nós sabemos que a Espanha nessa Copa das Confederações praticamente teve um jogo a menos, porque o jogo contra o Taiti, todos foram trocados, os jogadores se recuperaram, então eles estão em perfeitas condições”, afirmou.

banner1

Com cinco atacantes, Givanildo pode mudar esquema tático do Sergipe

Globo Esportes de Sergipe

0c98aa4091ba61bc3df1c0a98ec41908

No início da temporada, ainda na Copa Governo do Estado, o técnico Givanildo Sales sofreu com a carência de atacantes no time colorado, apenas Fabinho Cambalhota e Nivaldo eram as opções. Hoje, a realidade do setor ofensivo rubro é diferente. Giva tem um bom cardápio. Fabinho Cambalhota, Lucão, Pirambu, Leandro Kível e o recém-contratado Ila disputam as vagas.

Lucão e Fabinho estão embalados do título no Estadual e foram bem no início do Campeonato Brasileiro da série D, até marcaram gols. Kível, artilheiro do Sergipão pelo River Plate, também deixou a sua marca quando estreou pelo Sergipe. O jovem Pirambu, de 18 anos, foi decisivo em um jogo do Campeonato Sergipano, marcando 2 gols em poucos minutos, mas ainda não teve uma oportunidade no Brasileiro.

Além deles, Ila, que veio do Sousa-PB, é mais um concorrente de peso, pois tem passagens por clubes como Santa Cruz, Central-PE e Vitória da Conquista-BA. Ila fala que todos têm qualidade e que ele precisa também fazer um bom trabalho para ganhar seu espaço na equipe titular.

Sábado já será um bom teste para os atletas e para o comandante. O Sergipe enfrentará o Vitória-BA, em um amistoso na cidade de Carmópolis, às 16h no estádio Fernando França.

A Lei do Futebol tem que mudar

Futebol Bahiano
Por Hélder Jesus de Santana

etica

O futebol permanece no Brasil como um mundo à parte das transformações sociais que vamos empreendendo. É um meio absolutamente anacrônico.

De nada adiantarão os modernos estádios construídos para a Copa do Mundo, se não se realizarem profundas alterações legislativas nesse segmento de atividade.

É inconcebível a aceitação por parte da sociedade brasileira que um segmento tão importante em termos socioeconômicos e caro ao imaginário popular seja tratado do modo tão obscuro.

O futebol, mais até do que as empresas dos demais segmentos, deveria consignar absoluta transparência, em virtude do seu enorme poder de mobilização social.

Todos os clubes deveriam ser completamente abertos a quem deles quisesse se associar. A legislação jamais deveria permitir que quem quer que fosse se apropriasse de um clube de futebol. Não pelo menos no sentido da posse absoluta, tal qual ocorre no Bahia, por exemplo.

Essas entidades deveriam ser abertas, semelhantes a sociedades anônimas, em que todos os seus associados tivessem direito a votar e ser votado.

Creio que uma legislação nesse sentido contribuiria mesmo na diminuição dos níveis da violência praticada por alguns torcedores, na medida em que a associação elevaria o comprometimento do torcedor com o seu clube, pois, em certa medida, os destinos do clube passariam, direta ou indiretamente, pelo poder decisório desse próprio torcedor associado.

Assim, no caso de baixo rendimento técnico do seu time, a tendência seria de que o torcedor também se sentisse por isso responsável, uma vez que teria elegido os seus representantes e estes estariam, pelo menos em tese, comprometidos com tal representação, na pior das hipóteses, a fim de viabilizarem a sua permanência no poder.

Com a legislação vigente, pessoas e grupos se apoderam dos clubes e os gerem com total falta de transparência, tornando-os campos abertos a uma série de ilegalidades, como desvios ilegais de recursos e lavagem de dinheiro.

Fifa estuda mudança em regra do impedimento

Folha de São Paulo

6810449.impedimento_150_500

A Fifa deve fazer uma emenda à regra 11 do futebol, que trata do impedimento.

A intenção é facilitar a interpretação da jogada por árbitros e auxiliares, segundo a força-tarefa para desenvolvimento do futebol da entidade, que se reuniu ontem.

Outra provável mudança é o fim dos cartões vermelhos em jogadas em que o último homem do time comete pênalti. O jogador passaria a receber apenas um amarelo.

As duas modificações terão de ser aprovadas pela International Board, responsável pelas leis do futebol, que se reúne no dia 3 de março.

O presidente da força-tarefa da Fifa, Franz Beckenbauer, defendeu maior fair play em campo após recentes polêmicas na Europa, como a briga entre Evra e Suárez.

Regulamento pode mudar semifinais da Libertadores

Globo Esportes

O caminho dos confrontos das oitavas de final até a final da Libertadores foi traçado com antecedência e não tem mistérios. No entanto, há um item no regulamento da competição que pode modificar o rumo das semifinais, porque se dois clubes do mesmo país passarem pelas quartas de final terão obrigatoriamente que se enfrentar na luta para chegar à final.

Na tabela estabelecida previamente, o vencedor de Fluminense x Boca Juniors pegará o de Libertad-PAR x Universidad de Chile, e na outra ponta, quem se classificar de Vélez Sarsfield-ARG x Santos enfrentará Vasco ou Corinthians.

No entanto, existem duas outras possibilidades. Se o Flu avançar e o Santos não, o Tricolor das Laranjeiras enfrentará o vencedor do confronto entre o time cruz-maltino e o Timão. E, caso Boca e Vélez passem para as semifinais, Vasco ou Corinthians terá pela frente Libertad ou La U.

Feirense é obrigado a mudar defesa para pegar o Vitória

Ibahia

Além de elevar o psicológico dos jogadores após sofrer a goleada de 6×1 no Barradão, no domingo, o técnico Duzinho terá que mudar a zaga do Feirense. Sem Valdo (foto) e Everton, expulsos, o companheiro de Alyson na zaga será Alexandre.

“O grupo já está com o astral renovado e ciente que tem que apagar o vexame de Salvador”, confia Duzinho. Feirense e Vitória terminaram a primeira fase do Baianão praticamente iguais – 43 pontos contra 39. Somente no último jogo, o da goleada, o Leão garantiu a vantagem na semi.

Caso seja finalista, Feirense pode não mandar seu jogo em Bonfim

Galáticos Online

Classificado para a semifinal do campeonato baiano, o Feirense seguirá mandando seus jogos no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim, porém caso vá para a final terá que mudar de casa.

Segundo o regulamento do campeonato baiano na terceira fase (final) os estádios só poderão receber jogos caso tenham uma capacidade mínima de seis mil torcedores e a praça esportiva não está dentro desse número.

Segundo números oficiais do CNEF (Cadastro Nacional de Estádios de Futebol) o estádio Pedro Amorim tem capacidade para 4.000 (quatro mil) torcedores oficialmente, com isso a praça esportiva pode não receber a partida contra o Vitória, válida pela semifinal do baiano.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia