WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: ‘Náutico’

Tite se despede do Corinthians com derrota para o último colocado

Gazeta Esportiva

t_101939_pato-voltou-a-ser-ineficiente-assim-como-os-seus-companheiros-e-nao-proporcionou-uma-boa-despedida-a-tite

Tite se despediu do Corinthians com um péssimo resultado. Na noite deste sábado, na Arena Pernambuco, o técnico não conseguiu coroar a sua vitória trajetória no Parque São Jorge com um triunfo sobre o último colocado do Campeonato Brasileiro. Seu time perdeu por 1 a 0 para o Náutico, que chegou ao gol através do meio-campista Derley no segundo tempo e ainda teve o goleiro Ricardo Berna expulso.

Agora à espera da confirmação de Mano Menezes como sucessor de Tite, o Corinthians encerrou a sua campanha na competição nacional com 50 pontos ganhos, sendo 11 vitórias, 17 empates e dez derrotas. Já o Náutico, que deverá se planejar para disputar a Série B em 2014, deu adeus à primeira divisão com 20 pontos e um total de cinco triunfos, cinco igualdades (uma delas diante dos corintianos) e 28 resultados negativos.

Lanterna e rebaixado, Náutico recebe despedida de Tite do Corinthians

Globo Esportes

mont_leite_pato

Depois da festa, a melancolia de uma despedida longe de casa. Homenageado por torcedores, jogadores e diretores do Corinthians nas últimas semanas, o técnico Tite faz seu último jogo pelo clube neste sábado, às 19h30 (horário de Brasília), contra o rebaixado Náutico, na Arena Pernambuco. Com dois times sem objetivos no Campeonato Brasileiro em campo, o comandante alvinegro se torna, de longe, a maior atração do duelo.

Além de Tite, outra despedida corintiana é a de Alessandro, que anunciou sua aposentadoria após o fim da temporada. Os dois foram homenageados no Pacaembu, sábado passado, no empate sem gols com o Internacional. E querem se despedir de forma digna, evitando novo tropeço e um possível recorde de empates nos pontos corridos – o Timão tem 17 igualdades em 37 jogos.

Com 50 pontos na tabela, o Corinthians fecha um Brasileirão decepcionante, bem abaixo das expectativas traçadas no início do ano. Sem vaga na Taça Libertadores, o clube se planeja para um 2014 de transição, com Mano Menezes no comando e uma profunda renovação no elenco.

Entre os alvirrubros, ninguém esconde que um empate com o Timão será um grande negócio. Dessa forma, o Timbu iria aos 18 pontos na tabela de classificação e deixaria a marca de pior campanha da era de pontos corridos para o América-RN. Em 2007, o time potiguar terminou o torneio com 17 pontos. Outro recorde negativo a ser evitado é o de gols sofridos. O Náutico já levou 79, um a menos que o time potiguar no torneio de sete anos atrás.

Sem dificuldades, Santos goleia e “afunda” Náutico, fora de casa

Gazeta Esportiva

t_98567_os-atacantes-do-santos-nao-tiveram-dificuldades-para-golear-em-pernambuco-otavio-de-souza-agif

Sem grandes dificuldades, o Santos derrotou o Náutico, por 5 a 1, na noite deste sábado, na Arena Pernambuco. O Peixe construiu boa parte da goleada no primeiro tempo, com os gols de Thiago Ribeiro, Cícero, Everton Costa e Cicinho. Maikon Leite descontou para os donos da casa, na segunda etapa, que ainda sofreram mais um gol de Cícero, no final do confronto.

Com o triunfo sobre o Timbu, os santistas subiram provisoriamente para a sexta posição, com 43 pontos. Enquanto isso, os pernambucanos seguem na lanterna, com apenas 17 pontos ganhos, e cada vez mais próximos do rebaixamento para a Série B do Brasileirão.

O Alvinegro Praiano volta a jogar diante do Corinthians, no clássico do próximo dia 27, em Araraquara. Já os alvirrubros recebem o Goiás, no mesmo dia, na Arena Pernambuco.

Botafogo vira contra o Náutico fora e volta a vencer após 6 jogos

Terra

01seedorffestagolantoniocarneiroal

Com participação fundamental do meio-campista holandês Seedorf, o Botafogo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, o time carioca fez 3 a 1, de virada, no Náutico, último colocado da competição, resultado que quebra a série de seis jogos sem triunfo e ainda dá uma colocação na tabela aos alvinegros, chegando ao terceiro lugar.

Na Arena Pernambuco, o Botafogo venceu com uma assistência e um golaço de Seedorf, jogador que vinha em má fase assim como todo o time. O placar, aliado ao empate sem gols do Atlético-PR contra o Corinthians, coloca o time carioca no terceiro lugar, com 46 pontos. O Náutico permanece em último, com 17 pontos.

O Botafogo volta a campo no final de semana para fazer um dos muitos clássicos da 28ª rodada do Brasileiro: vai encarar o Flamengo às 18h30 (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Náutico joga contra o Internacional no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, às 16h do domingo.

468x60_simonassi12

William desencanta, mas Ponte leva virada do Náutico aos 47

Gazeta Esportiva

nauticocomemoradennycesarefp

A diretoria da Ponte Preta realizou promoção de ingressos para ver o Moisés Lucarelli lotado nesta terça-feira. A torcida correspondeu, compareceu ao Majestoso, mas saiu do estádio frustrada pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque a Macaca mostrou bom futebol, saiu na frente, mas levou a virada por 2 a 1 para o Náutico no último minuto.

Os donos da casa dominaram todo o primeiro tempo, mas só abriram o placar com William aos 45 minutos. A festa do centroavante que desencantou depois de quase um mês, no entanto, foi estragada por Hugo, aos 35, e Maikon Leite, aos 47 da etapa complementar. Com o resultado, os ponte-pretanos chegaram aos 25 pontos, contra 15 do Timbu.

Na próxima rodada, a 26ª da competição nacional, o Náutico terá a ingrata missão de receber o líder – e invicto há 14 jogos — Cruzeiro na Arena Pernambuco. O duelo está marcado para as 16 horas (de Brasília) de domingo. No mesmo dia, mas às 18h30, a Ponte Preta visita o Bahia na Arena Fonte Nova em Salvador.

Santos tropeça contra lanterna e perde chance encostar no G-4

Gazeta Esportiva

22_55_48_108_file

Em jogo atrasado da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos tropeçou e desperdiçou a chance de se aproximar ainda mais do G-4 da competição. O Peixe ficou no 1 a 1 com o lanterna Náutico. Maikon Leite abriu o placar para os visitantes, com Cícero empatando para os donos da casa.

Apesar de ter perdido a chance de pular para o quinto lugar, a equipe santista ainda subiu uma posição. Agora, o time praiano é o sexto do Brasileirão, com 33 pontos ganhos.

O Alvinegro Praiano volta a campo diante do Atlético-MG, no próximo domingo, às 18h30 (horário de Brasília), no Estádio Independência. Já a equipe alvirrubra recebe o Coritiba, sábado, na Arena Pernambuco

De olho no G-4, Santos recebe desesperado Náutico em jogo atrasado

Gazeta Esportiva

t_96827_claudinei-de-oliveira-nao-acredita-que-time-vai-ter-vida-facil-contra-o-lanterna-do-brasileiro

Após voltar a vencer no Campeonato Brasileiro, ao derrotar o Criciúma, no último domingo, o Santos projeta uma ascensão ainda maior na tabela da Série A. Para se aproximar do G-4 do Brasileirão, o Peixe recebe o lanterna Náutico, nesta quarta-feira, a partir das 21 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro. O jogo atrasado é válido pela 11ª rodada da competição.

Em sétimo lugar na competição, com 32 pontos, o time santista pode ficar a apenas quatro pontos do G-4, caso vença o Timbu. Isto porque, o Grêmio, que está na quarta posição no campeonato, tem 39 pontos ganhos.

Ciente de que um resultado positivo pode ajudar a colocar a equipe praiana de vez na disputa por uma vaga na próxima Copa Libertadores da América, o técnico Claudinei Oliveira pregou respeito ao adversário e destacou que os alvinegros precisam jogar com a mesma dedicação de outras partidas, em busca da vitória.

Em situação crítica na Série A, o Náutico, que estreia o técnico Marcelo Martelotte diante do Peixe, tem alguns problemas para ir a campo nesta quarta. Isto porque, o Timbu não poderá contar com o lateral-esquerdo Bruno Collaço, único atleta da posição atualmente, no elenco alvirrubro. A tendência é que o zagueiro Luiz Eduardo seja improvisado no setor. O volante Dadá é a outra opção que pode ser utilizada por Martelotte. nesta função.

ZIP NAUTICA PATRICIA OLIVEIRA (4)

São Paulo sofre, mas vence Náutico e respira no Brasileirão

r7

22_48_07_375_file

Em partida remarcada da 10ª rodada do Brasileirão, o São Paulo conseguiu uma sofrida vitória sobre o lanterna Náutico, por 1 a 0, na Arena Pernambuco nesta terça-feira (3) e pôde respirar um pouco mais aliviado.

Com o importantíssimo resultado, o Tricolor chegou a 18 pontos, mas ainda não deixou a zona de rebaixamento. Na primeira etapa, o Náutico criou as melhores chances, mas esbarrou na bela atuação do goleiro Rogério Ceni.

Com apenas oito pontos no campeonato, o clube pernambucano foi com tudo para cima em busca da vitória e se encheu de esperança aos 15 minutos da segunda etapa, quando o zagueiro tricolor Antônio Carlos fez falta dura na meia lua e foi expulso. Mas justamente quando o Náutico mais pressionava, o São Paulo encontrou o gol salvador. Aos 27 minutos, o lateral esquerdo Reinaldo avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para Aloísio, que dividiu com a zaga e mandou para as redes.

O Náutico ainda mandou uma bola na trave, em cabeçada de Oliveira, e pressionou até o fim, mas o Tricolor conseguiu se segurar e sair aliviado com os três pontos. Agora, o clube paulista ocupa a 17 ª colocação, com os mesmos 18 pontos do Fluminense, o último clube a se salvar da degola pelos critérios de desempate.

O São Paulo volta a campo na próxima quinta-feira (5) contra o Criciúma, no Morumbi. No mesmo dia, o último colocado Náutico pega o Vasco, novamente em Recife (PE).

Sport bate o Náutico no primeiro Clássico dos Clássicos internacional

Gazeta Esportiva

felipeazevedofestaaldocarneirofp

Em clássico local disputado em cenário internacional, o Sport levou a melhor sobre o Náutico nesta terça-feira e abriu vantagem no jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-americana, vencendo por 2 a 0.

O Leão da Ilha encaminhou o triunfo no primeiro tempo, garantindo a vitória no primeiro Clássico dos Clássicos internacional da história com gols de Felipe Azevedo e Patric. O placar foi aberto logo aos quatro minutos do primeiro tempo, com Felipe Azevedo completando na área após Roger escorar um cruzamento de Patric para marcar seu segundo gol consecutivo depois de uma seca de 11 jogos.

O Timbu tentou reagir e teve boas chances com Maikon Leite, mas o atacante estava impedido aos 11 minutos e finalizou mal aos 13. Aos 22, Ricardo Berna impediu o segundo do time mandante com uma bela defesa em batida de Roger. Tiago Real e Elicarlos se aproximaram do empate aos 27 e aos 30 minutos em finalizações de fora da área, mas Patric acabou ampliando para o Sport aos 42 minutos batendo forte após dominar de peito um lançamento de Roger.

O segundo tempo não teve tantas oportunidades quanto o primeiro. A primeira delas veio apenas aos 19 minutos em chute de fora da área de Pery que não atingiu o gol de Ricardo Berna. O Náutico não encontrou forças para seguir buscando o empate após sofrer o segundo gol e só levou perigo aos 39 minutos, quando Peña recebeu em boa posição na área e foi desarmado por Gabriel.

Outros resultados
Universidad Católica 4 x 0 Emelec
Guaraní (PAR) 0 x 2 Atlético Nacional

Sport e Náutico duelam pela Copa Sul-Americana na Ilha do Retiro

Globo Esportes

04aok

O primeiro Clássico dos Clássicos internacional é, sobretudo, coincidência e ironia. Sport e Náutico medem forças a partir das 19h30, na Ilha do Retiro. Chegou o dia improvável. Festejado. Lamentado. A classificação do Náutico à Copa Sul-Americana via Campeonato Brasileiro (só confirmada após a eliminação precoce do Timbu na Copa do Brasil) foi motivo de orgulho, festa e gozação por parte dos alvirrubros.

Rebaixados à Série B no mesmo Campeonato Brasileiro, ano passado, os torcedores do Sport viram a Sul-Americana cair no colo no apagar das luzes – sem que o time sequer tenha entrado em campo. Graças a um regulamento esdrúxulo e uma extensa combinação de resultados na Copa do Brasil. Quarta-feira, dia 28, tem o jogo da volta na Arena Pernambuco. Um lugar na fase internacional da competição é o prêmio. Quem passar se garante nas oitavas.

As saudosas lembranças de ambos os clubes na Libertadores aquecem o ambiente pré-jogo. Foram três participações em quatro décadas. Uma do Náutico, em 1968, e duas do Sport, em 1988 e 2009. Antigo sonho, o objetivo de voltar a cruzar as fronteiras da América congela as atenções dos dois clubes em suas respectivas divisões do Campeonato Brasileiro.

Pausa no drama alvirrubro (afundado na lanterna da Série A) e no bom momento rubro-negro na Série B ( firme no G-4 em 3º lugar). De quebra, o Timbu se depara com um tabu de nove anos. O último triunfo na Ilha do Retiro data de 28 de março de 2004. Já são 20 jogos de jejum. Uma senhora missão para o técnico Jorginho, que estreou no comando alvirrubro com derrota diante do Fluminense, sábado passado, na Arena Pernambuco. Será também o duelo do pior ataque da Série A do Campeonato Brasileiro contra a quarta pior defesa da Série B. Quando a bola rolar, começa a ser escrito um nobre e inédito capítulo da rivalidade centenária.

Fluminense encerra jejum e afunda Náutico na estreia de Jorginho

Terra

01rogerionauticotentaandersonstevensphotocameradiv

O Fluminense encerrou um jejum que já durava quatro partidas e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro nesta 15ª rodada. Mesmo fora de casa, a equipe tricolor derrotou o lanterna Náutico na Arena-PE por 1 a 0, com gol de Samuel, frustrando a estreia do técnico Jorginho no clube pernambucano, mergulhado na última posição da tabela.

A vitória deste sábado, a segunda sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, afastou o Fluminense da zona de rebaixamento do Brasileiro. Os cariocas alcançaram os 18 pontos e, temporariamente, pularam para a 11ª posição da tabela. O Náutico, que havia demitido Zé Teodoro e contratado Jorginho após troca de mensagems por WhatsApp, seguiu na última posição do campeonato, com apenas oito pontos em 39 possíveis nos 13 jogos já realizados.

O Flu volta a campo nesta quarta-feira, no Maracanã, para enfrentar o Goiás pela Copa do Brasil. No Brasileiro, o time tricolor tem compromisso marcado para o próximo domingo, dia emque enfrenta outra equipe imersa em crise e na zona de rebaixamento: o São Paulo, no Morumbi.

Já o Náutico tem um clássico contra o Sport marcado para terça-feira, pela Copa Sul-Americana. Depois, no domingo, vai à Arena Fonte Nova para enfrentar o Bahia, pela 16ª rodada do Brasileiro.

Náutico e Atlético-MG só empatam na Arena PE e seguem ameaçados

Terra

ronaldinhotentaotaviodesouzaagifgp

Na noite deste sábado, Náutico e Atlético-MG entraram em campo pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro com a necessidade da vitória para amenizar a situação complicada no torneio, mas não conseguiram cumprir seus respectivos objetivos. Em jogo fraco tecnicamente que só esquentou nos minutos finais, os dois times não saíram do 0 a 0 no placar e seguem ameaçados pelo rebaixamento na competição nacional

Com o resultado, o Náutico segue na lanterna, com apenas oito pontos. Já o Atlético-MG fica em 16º, com 12 pontos, e pode entrar na zona de rebaixamento ainda nesta rodada. Na próxima rodada, o time pernambucano visita o Criciúma, na quarta, às 19h30 (de Brasília), enquanto o clube mineiro recebe o Bahia no mesmo dia e horário.

ccancer

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia