WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte


vitoria da sorte

março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  



drupal counter

:: ‘Náutico’

Com bom segundo tempo, Botafogo vence o Náutico e dorme na liderança

Globo Esportes

vitinho_jeanholt_celsopupo_ae

Diante de uma forte retranca, o Botafogo precisou chacoalhar as coisas para tirar o Náutico do caminho e conseguir uma importante vitória por 2 a 0 neste sábado, em São Januário. Importante não só porque levou o time à liderança do Campeonato Brasileiro, mas também porque cria uma atmosfera positiva e inflama o torcedor para a volta ao Maracanã, no clássico contra o Flamengo, no próximo domingo, dia 28.

Depois de um primeiro tempo apático e enrolado do time, Elias, que acabara de entrar no intervalo, abriu o caminho para a vitória no início da etapa final. O jogador marcou seu primeiro gol com a camisa do Botafogo. O volante Renato, com pinta de centroavante, ampliou de peixinho dentro da pequena área.

O time de Oswaldo de Oliveira chegou aos 16 pontos e precisa torcer por tropeços de Coritiba e Vitória neste domingo para terminar a oitava rodada na ponta. O Náutico segue na lanterna do Brasileiro, com apenas quatro pontos em oito partidas. Na próxima rodada, o time pernambucano enfrenta o Internacional na Arena Pernambuco, às 16h (de Brasília).

Oswaldo prega respeito ao lanterna Náutico, mas diz: ‘Fazer nossa parte’

Globo Esportes

oswaldodeoliveira_seedorf_treinobotafogo2_glo.jpg_95

Terceiro colocado com 13 pontos e com a chance de voltar à liderança do Campeonato Brasileiro ao fim da rodada, o Botafogo terá pela frente neste sábado um adversário em uma situação bem diferente. Lanterna da competição com quatro pontos, o Náutico dificilmente deixa a zona de rebaixamento mesmo que vença o duelo. O cenário, em tese, é favorável para o Alvinegro, que não quer desperdiçar a chance de somar mais três pontos.

O técnico Oswaldo de Oliveira, apesar da cautela afirmou que o time precisa fazer sua parte em campo e lutar pela liderança.

– O Náutico é um time que vem procurando afirmação, procurando um novo ciclo. Isso acontece o tempo todo. Nós temos que nos ater a nossa realidade, mas não podemos ignorá-los de forma alguma. Temos que fazer nossa parte para ficar em uma posição merecida pelo que estamos fazendo no campeonato.

A julgar pela história, a expectativa é de um jogo bastante movimentado neste sábado, às 18h30m (de Brasília), em São Januário. A média de gols deste duelo em Brasileiros da Série A é de 3,2 por jogos. As redes balançaram 48 vezes em 15 partidas, e apenas três vezes houve empate: dois por 1 a 1, no Rio de Janeiro, em 89 e 2008, e um 2 a 2 nos Aflitos em 2009.

Na estreia de Carpegiani, Ponte vence o Náutico e deixa a lanterna

Gazeta Esportiva

carpegianibancowcorreianetogazeta

Na partida marcada pelas estreias dos técnicos Zé Teodoro e Paulo César Carpegiani, a Ponte Preta levou a melhor. Em jogo na Arena Pernambuco, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, a Macaca venceu o Náutico por 3 a 1, deixou a zona de rebaixamento e empurrou os pernambucanos para a lanterna da competição.

A equipe campineira começou a construir a vitória no primeiro tempo. Aos 10 minutos, o zagueiro Diego Sacoman aproveitou cruzamento de Ramírez para abrir o placar. Aos 43, foi a vez de Chiquinho cruzar e William mandar para o gol. Na segunda etapa, Rildo, aos 11 minutos, fez o terceiro da Ponte e Caion, aos 27, diminuiu para o Náutico.

Com o resultado, a Ponte, que acumulava três derrotas seguidas, venceu a segunda no Brasileirão e chegou aos seis pontos, aparecendo agora em 10º. Já o Náutico, que fez seu primeiro jogo oficial em sua nova casa, estacionou nos quatro pontos.

Na próxima rodada a Ponte recebe o Bahia no Moisés Lucarelli. O Náutico tentará a recuperação diante do Cruzeiro, no Mineirão.

Coritiba faz gol no 1º minuto, vence Náutico e volta à liderança do Brasileiro

Uol

09jun2013---deivid-comemora-gol-do-coritiba-sobre-o-nautico-pelo-campeonato-brasileiro-1370820084214_615x300

O Coritiba resolveu o jogo logo no primeiro minuto. Com gol de Deivid, o time do Couto Pereira venceu o Náutico por 1 a 0 e voltou à liderança do Brasileirão na noite deste domingo. Ao abrir o placar no primeiro ataque, a equipe de Marquinhos Santos pôde segurar as ações do rival e passou a administrar a vantagem com chutes de longe e um meio de campo reforçado.

A vitória deixa o time do Paraná na liderança, com 11 pontos, um à frente do Botafogo, que venceu a Ponte Preta por 2 a 0 no sábado. Enquanto isso, a equipe de Pernambuco entra na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, empatado com o Atlético-MG, primeiro time fora da zona de rebaixamento, que ainda tem um jogo a menos.

Agora, o Coritiba entra no período de pausa da Copa das Confederações e volta a jogar pelo Nacional no dia 06 de julho, às 18h30, diante do Flamengo, em jogo fora de casa, em palco ainda a definir. O Náutico também para de disputar o Brasileirão por um mês e volta a disputar o campeonato no dia 07 de julho, às 18h30, contra a Ponte Preta, em Recife.

banner1

Fla perde para o Náutico, entra na zona de rebaixamento e Jorginho é demitido

Lancenet

Flamengo-Nautico-Cristiano-Andujar-LANCEPress_LANIMA20130606_0015_51

No duelo dos desesperados, nesta quarta-feira no Orlando Scarpelli em Florianópolis, Flamengo jogou mal contra o Náutico, perdeu por 1 a 0, e entrou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O técnico Jorginho não resistiu ao resultado negativo e foi demitido do comando técnico do Rubro-Negro.

Fim da partida e muitas vaias ao time rubro-negro que ocupa a 19ª posição na tabela e ainda não conseguiu vencer na competição. Do lado do Náutico, festa, pois a equipe abandonou a zona de rebaixamento e assumiu o 15º lugar.

O último jogo do time da Gávea antes da paralisação para a Copa das Confederações será diante do Criciúma, no Heriberto Hülse, no próximo sábado, às 16h20. Já o Timbu encara o Coritiba, no Couto Pereira, no domingo, às 18h30.

Em palco inédito, Flamengo e Náutico jogam pela primeira vitória

Globo Esportes

Orlando_Scarpelli

Flamengo e Náutico entram em campo com objetivos em comum nesta quarta rodada de Campeonato Brasileiro: conquistar a primeira vitória e expulsar a pressão que ronda os clubes para bem longe. Contra a parede, os jogadores vão atrás dos três pontos em um palco que jamais recebeu o confronto. Nada de Maracanã ou Aflitos. Sem ‘casa’ no início de competição, o Rubro-Negro está sendo obrigado a mandar suas partidas em outros estados. Desta vez, o local escolhido foi o estádio Orlando Scarpelli (cujo dono é o Figueirense), em Florianópolis. O jogo começa às 22h.

Ainda sem conseguir uma sequência de boas atuações e sem repetir uma vez a mesma escalação, o técnico Jorginho sonha com os três pontos diante de um adversário que costuma ser bom para o clube da Gávea. Em toda a história do Brasileirão, os cariocas só perderam três vezes em 25 confrontos para os pernambucanos. A última vez que isso aconteceu foi em 2007. De lá para cá, seis jogos foram disputados com cinco vitórias do Flamengo e um empate.

Sem conseguir vencer ainda na Série A – foram duas derrotas e um empate -, o Náutico chega para o jogo diante do Flamengo com Levi Gomes no lugar de Silas, que foi demitido após o empate com a Portuguesa, no último domingo. O técnico interino assumiu, mas mandará a campo um time que sequer conseguiu observar nos treinos. Além da demissão de Silas, a semana começou com uma grande mexida no elenco. Cinco jogadores foram dispensados e o meia Giovanni Augusto foi afastado para treinar separadamente. Os atletas mandados embora foram o lateral-esquerdo Bruno Collaço, os zagueiros Alemão e Luís Eduardo, o atacante Adeílson e o goleiro Andrade, que nem estreou.

Náutico empata com Portuguesa no adeus dos Aflitos, mas segue lanterna

Terra

lricardomarcaaldocarneiroal

O Náutico não conseguiu se despedir dos Aflitos com vitória. Na última partida no estádio, já que passará a utilizar a Arena Pernambuco depois da Copa das Confederações, o clube alvirrubro empatou com Portuguesa por 2 a 2 neste domingo e deu adeus à casa sem somar os três pontos.

Mais do que isso, a equipe de Recife ainda permaneceu na lanterna do Campeonato Brasileiro. Com duas derrotas em três jogos, o Náutico segue como um dos poucos times no torneio sem vencer, enquanto a Portuguesa também seguiu na penúltima colocação.

Agora com um ponto, o time lusitano não deixou a zona do rebaixamento e, com um jogo a menos, tentará se recupera na tabela de classificação. O próximo compromisso pela Série A é na quarta-feira, dia 5 de junho, contra o Internacional, às 19h30, no Canindé.

O Náutico, por sua vez, vai buscar a reabiilitação no mesmo dia, mas às 22h, no Estádio Orlando Scarpelli, diante do Flamengo, outro clube que vive situação delicada no Campeonato Brasileiro.

No jogo diante da Portuguesa, o Náutico abriu o placar com Rogério, aos 15min do primeiro tempo, mas sofreu o empate pouco depois, com Michel. Romão fez o tento da equipe lusitana aos 36min da etapa complementar, após desviar falta de Ferdinando. Marcos Vinicius, todavia, empatou no fim para o clube pernambucano.

Leão bate o Náutico e vence primeira no Brasileirão

Atarde

650x375_1329128

Depois de ter empatado com o Internacional dentro de casa na estreia do Campeonato Brasileiro, o Vitória encarou o Náutico no estádio dos Aflitos, em Recife, na noite desta quarta-feira, 29, e venceu por 3 a 0, conquistando o primeiro triunfo na competição.

Os gols foram marcados por Maxi Biancucchi (duas vezes) e Edson Magal. O Leão agora soma quatro pontos e termina a segunda rodada no bloco de cima da tabela: com quatro pontos, o Leão segue invicto até o momento no torneio.

Mesmo jogando longe dos seus domínios, o Vitória não tomou conhecimento do Timbu e partiu para cima desde o início da partida. Biancucchi abriu o placar aos 11 minutos depois de uma sobra de bola disputada por Dinei e Magal ampliou nos acréscimos da primeira etapa com um belo chute da intermediária. O argentino anotou mais um na segunda etapa.

O rubro-negro cadenciou o jogo depois do intervalo e somente administrou o resultado. Sem criar tantas jogadas de perigo. Com os dois gols na partida, Biancucchi divide a artilharia temporária do Brasileirão com Luís Fabiano, do São Paulo, com três gols. O argentino havia anotado um tento no jogo contra o Colorado na rodada de estreia.

O próximo compromisso do rubro-negro será neste sábado, 1º de junho, às 18h30, quando recebe o Vasco no Barradão. Já o Timbu busca reagir no campeonato contra o Bahia, no domingo, 2, no mesmo horário, na primeira partida oficial do time na recém inaugurada Arena Pernambuco.

opcao-468x60

Cheio de desfalques, Vitória está pronto para encarar o Náutico nos Aflitos

Bahia Notícias

IMAGEM_VITORIA_5

Buscando se recuperar do empate dentro de casa contra o Internacional no último sábado, na Arena Fonte Nova, em confronto válido pela estreia dos dois clubes na Série A do Campeonato Brasileiro, o Vitória entra em campo nesta noite de quarta-feira para encarar o Náutico, às 21h, no estádio dos Aflitos, em Recife, pela segunda rodada da competição.

E sem poder contar com os volantes Luís Alberto e Michel, que se recuperam das suas respectivas lesões musculares, o técnico rubro-negro Caio Júnior também não terá à sua disposição mais dois nomes importantes em seus sistema de marcação: o lateral-esquerdo Mansur e Cáceres, que estava atuando como segundo homem de marcação do meio de campo.

Ambos foram vetados pelo departamento médico nesta terça-feira e permaneceram em Salvador para iniciarem os tratamentos necessários. Para o lugar do garoto, o escolhido é Danielo Tarracha, seu reserva imediato. Já a vaga do paraguaio será ocupada por Edson Magal, destaque da equipe sub-20 nas últimas temporadas.

O restante da equipe é o mesmo que ficou no 2 x 2 com os gaúchos no sábado passado. Neto Coruja, Escudero e Renato Cajá, que chegou a ser dúvida após sentir dores no tornozelo, estão confirmados no meio, assim como Maxi e Dinei no ataque.

‘Novo’ Grêmio estreia com vitória convincente sobre o Náutico

Lancenet

Roberto-Gremio-Nautico-Ricardo-RimoliLANCEPress_LANIMA20130526_0107_25

“Um novo tempo, de um Grêmio mais aguerrido”. A frase que Zé Roberto disse no intervalo da partida em que o Grêmio derrotou o Náutico por 2 a 0 neste domingo (gols do camisa 10 e de Elano) no Alfredo Jaconi foi seguida à risca na estreia da equipe no Brasileirão.

Ao contrário das eliminações no Gauchão e na Libertadores, o Imortal mostrou muita garra dentro de campo.

O time de Vanderlei Luxemburgo volta a campo pelo Brasileirão no próximo sábado, dia 1º de junho, contra o Santos, agora sem Neymar, novo contratado do Barcelona, na Vila Belmiro. Já o Timbu joga no meio da semana, quarta-feira, contra o Vitória, nos Aflitos.

Bahia empata e decide permanência na última rodada

A Tarde

Um vacilo da defesa do Bahia, aos 33 minutos do segundo tempo, decretou o empate em 1 a 1 contra o Náutico, resultado que leva a agonia do tricolor baiano, na luta para fugir do rebaixamento, para a última rodada da Série A.

Gabriel abriu o placar para o Bahia, de pênalti, aos seis minutos do segundo tempo. O gol do Náutico veio aos 33 minutos da etapa final, quando Dimba aproveitou a saída errada do goleiro Marcelo Lomba, marcando de cabeça. O tricolor baiano chega a 38ª rodada na 16ª posição com 44 pontos, três a frente do Sport, que empatou em casa com o Fluminense por 1 a 1.

Agora, o Esquadrão precisa apenas de um empate no jogo do próximo domingo, 2, às 16 horas (horário de Salvador) contra o Atlético-GO, em Goiânia, para garantir sua permanência na elite do futebol nacional em 2013. Ou ainda torcer para o Sport não vencer o clássico contra o Náutico, em partida a ser disputada no mesmo dia e horário que Bahia e Atlético-GO.

Na estreia de Ganso, Luis Fabiano e Ceni selam virada sobre Náutico

Gazeta Esportiva

Mais de 62 mil pessoas foram ao Morumbi na tarde deste domingo para ver Paulo Henrique Ganso entrar no segundo tempo e atuar pela primeira vez com a camisa do São Paulo, diante do Naútico. Com o meia ainda sem o ritmo ideal, o motivo maior para festejar foram os gols de Luis Fabiano e Rogério Ceni (de pênalti), que definiram a vitória de virada por 2 a 1, depois de Souza abrir o placar em cobrança de falta.

O resultado leva o time paulista a 62 pontos e lhe garante antecipadamente a vaga para a próxima edição da Copa Libertadores, já que o Botafogo, derrotado pelo Sport, na Ilha do Retiro, fica oito pontos atrás, com apenas seis ainda em disputa. Já a equipe de Pernambuco permanece com 45, na zona de classificação para a Copa Sul-americana.
Na próxima e penúltima rodada da competição, o São Paulo vai a Campinas para enfrentar a Ponte Preta, no domingo. No mesmo horário, o Náutico visita o Bahia, em Salvador.

Ótimo público esperava ansiosamente Ganso deixar o vestiário, como se viu meia hora antes do apito inicial do árbitro Wagner Reway. Ao serem anunciadas a escalação e as opções no banco de reservas, enquanto o nome do meia Maicon dividiu vaias e tímidos aplausos, o do ex-santista foi o mais ovacionado pelos milhares de torcedores, ao lado dos titulares e já ídolos Rogério Ceni, Lucas e Luis Fabiano.

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia