WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  



drupal counter

:: ‘NÚMEROS’

Número mágico contra queda vai a 45 pontos, diz matemático; G-4 exige 66

Globo Esportes

info_colocacao-final_serie-a_anos-anteriores12

Dos dez últimos colocados no Campeonato Brasileiro, apenas dois conseguiram vencer na rodada passada: Botafogo e Vitória. A patinada de boa parte das equipes que brigam contra o rebaixamento acabou reduzindo a projeção de pontos para se evitar a queda. Segundo o matemático Tristão Garcia, o número mágico para a salvação caiu de 46 para 45 pontos. E pode diminuir ainda mais.

– Agora o número para escapar é 45 pontos. Ocorreu essa redução pelo comportamento conjunto dos clubes na última rodada. Não conseguiram pontuar, e agora a pontuação de que precisam é menor. O campeonato está terminando também, faltam só sete rodadas. Se os times continuarem pontuando pouco, esse número para se salvar pode reduzir ainda mais – disse o matemático.

O Criciúma é quem tem mais chances de cair, pelos cálculos de Tristão Garcia: 85%. É o lanterna da disputa, com 30 pontos, quatro atrás do Vitória, o primeiro fora da área de rebaixamento. Precisa de 15 pontos em 21 para não cair. Bahia (76% de risco), Coritiba (62%) e Botafogo (59%) também estão muito ameaçados. Vitória (44% de risco), Chapecoense (21%), Palmeiras (20%), Figueirense (20%) e Sport (11%) são outros sob ameaça real. Flamengo e Atlético-PR têm apenas 1% de chance de queda cada.

Para se alcançar uma vaga na Libertadores, o número não mudou: 66 pontos. O Cruzeiro está praticamente garantido: 99% de chances (precisaria de apenas mais cinco pontos). O São Paulo tem 83%, o Atlético-MG chega a 61%, e o Corinthians soma 56%.

O Timão tem mais chances que o Inter (45%), mesmo tendo a mesma pontuação dos gaúchos, na visão do matemático. Dos sete jogos restantes, os paulistas fazem quatro em casa, ao passo que os colorados têm apenas três (um dos duelos como visitante, porém, é o Gre-Nal). Grêmio (30%) e Fluminense (23%) seguem na disputa. O Santos (3%) corre por fora.

O Cruzeiro segue com o título muito bem encaminhado, apesar de a distância para o São Paulo, segundo colocado, ter caído de sete para cinco pontos. A Raposa tem 85% de chances de ser a campeã brasileira de 2014, contra 8% do clube do Morumbi. Ainda há esperanças para Atlético-MG (2%), Corinthians (2%), Inter (1%), Fluminense (1%) e Grêmio (1%).

O G-4 tem se mostrado um pouco mais mutável do que o Z-4 entre a 31ª e a 38ª rodada, considerando-se as oito edições desde 2006 (todas com 20 participantes).

Em relação à parte de cima da tabela, três edições não apresentaram qualquer mudança entre os quatro primeiros colocados (ignorando as variações do número de times que se classificaram para a Libertadores). Ou seja, os integrantes do G-4 eram os mesmos na 31ª e na 38ª rodada. Em três edições houve a troca de um time, e em duas houve duas trocas.

O Z-4 de quatro dos oito campeonatos teve os mesmos integrantes. Houve uma mudança de time em três edições e duas mudanças em uma edição.

O gráfico abaixo mostra como foi a pontuação no limite do G-4 (o quarto e o quinto colocado) e do Z-4 (o 16º e o 17º colocado) nos Brasileiros desde 2006, o primeiro com 20 participantes. A pontuação do quarto colocado variou entre 61 e 66; a do 16º, entre 42 e 46.

CBF vai aumentar o número permitido de jogadores estrangeiros por jogo

Globo Esportes

8499017388_a709dda9a0_b

Uma boa notícia para os clubes brasileiros que pretendem contratar jogadores estrangeiros para a temporada de 2014, ou que já contam com gringos nos seus elencos. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai anunciar até o fim desta semana o aumento do número permitido de atletas sem nacionalidade brasileira em cada partida no país. Atualmente, apenas três atletas nascidos fora do Brasil podem atuar ao mesmo tempo.

Presidente da CBF, José Maria Marin foi quem comunicou a decisão aos seus pares, em Salvador, onde está para o sorteio das chaves da Copa do Mundo, evento que vai acontecer na próxima sexta-feira, na Costa do Sauípe. Outras mudanças estão previstas no novo Regulamento Geral de Competições, que deve ser anunciado nesta sexta.

Cruzeiro, Grêmio, Internacional e Vitória são os clubes que já faziam campanha pela mudança, pois todos eles costumam contar com estrangeiros em seus elencos.

Vice-líder do Brasileirão, o Grêmio enfrenta dificuldades para escalar o time por conta da atual regra. O técnico Renato Gaúcho sempre tem de deixar um estrangeiro fora do jogo, já que ele conta com quatro: o chileno Vargas, o argentino Barcos, o uruguaio Maxi Rodriguez e o paraguaio Riveros.

No fim de novembro, o Tricolor gaúcho chegou a protocolar um pedido de mudança na regra. Tal documento foi enviado para a Federação Gaúcha de Futebol (FGF), e depois repassado para a CBF.

banner1

Números pedidos por Lyon para liberar Monzón são viáveis para o Fluminense

Lancenet

Monzon-Foto-Divulgacao_LANIMA20130107_0061_47

Na mira do Fluminense, o lateral-esquerdo Fabian Monzón pode estar perto de acertar e se tornar o terceiro reforço para a temporada de 2013. Em reunião formal realizada nesta terça-feira, nas Laranjeiras – com duração de quatro horas -, entre a cúpula de futebol e representantes do jogador e do Lyon (FRA), os números foram colocados na mesa, tanto da parte dos franceses quanto do Flu, e se tornaram viáveis.

Agora, o Tricolor espera os representantes do Lyon e do jogador voltarem a entrar em contato para saber se a proposta foi aceita e se a negociação começará a ganhar novos rumos. A ideia do Fluminense é anunciar o reforço até a próxima semana. Como Monzón está na França, muito provavelmente ele não participará da pré-temporada, em Atibaia (SP) – que terminará no próximo dia 16 –, caso realmente seja contratado e anunciado.

Apesar da primeira conversa ter sido proveitosa, o Flu segue mantendo a cautela e aguardando uma sinalização do time francês para oficializar os valores. Caso haja uma contraproposta do Lyon, o Tricolor buscará outro alvo para a posição. O Tricolor acena com um contrato de empréstimo de 18 meses com o argentino e ainda não obteve uma resposta neste caso. Como contratou o jogador há seis meses, o Lyon deve recusar a oferta tricolor e, em caso de liberação, o acordo deve ser até dezembro de 2013.

Outra questão a ser discutida é sobre o valor que será estipulado em contrato para a compra em definitivo após o término do vínculo de empréstimo. A multa rescisória de Monzón é de R$ 30 milhões e seu vínculo vai até junho de 2016. Só resta ao Fluminense aguardar por um desfecho positivo.

Flu aposta nos números para confirmar ‘freguesia’ do Boca Jrs. na Libertadores

Uol

O Fluminense terá mais uma batalha na busca pelo título da Copa Libertadores na noite desta quinta-feira, às 19h45, na famosa La Bombonera, diante daquele que já pode ser chamado o principal rival internacional do clube: o Boca Juniors. A partida, a primeira do confronto válido pelas quartas de final, será a quinta entre as equipes nos últimos cinco anos. O histórico é favorável ao Tricolor: duas vitórias, um empate e uma derrota – com direito a uma eliminação argentina no torneio continental. E é justamente ao retrospecto recente que a equipe das Laranjeiras se apega para superar os importantes desfalques que terá contra o adversário.

Em 2008, o Flu tornou-se o primeiro e único time brasileiro após o Santos de Pelé a eliminar o Boca Juniors da Libertadores após um empate por 2 a 2 em Buenos Aires e uma vitória por 3 a 1 no Maracanã, na semifinal. Na fase de grupos da atual edição, o time de Abel Braga venceu na Bombonera por 2 a 1, mas acabou derrotado por 2 a 0 no Engenhão, quando já estava com a classificação garantida.

O técnico Abel Braga, ao longo da última semana, lamentou o fato das equipes se encontrarem mais uma vez na competição e sobraram críticas até ao regulamento, já que o Fluminense foi o primeiro colocado geral na fase de grupos e terá de enfrentar, já nas quartas de final, o melhor segundo colocado.

Números e indefinições do baianão 2011

Galáticos Online

Depois de quatro meses de disputa, o campeonato baiano chegou à fase semifinal. Agora restam apenas seis partidas para o termino da competição. Até o momento foram disputadas 104 partidas, sendo elas contabilizadas da primeira fase, segunda fase e Quadrangular da morte. O Vitória lidera a competição em quase todos os quesitos.

O rubro-negro baiano lidera o campeonato geral com 42 pontos, além disso possui o melhor ataque, 37 gols e a melhor defesa, 15 gols sofridos. Em todo o campeonato os times marcaram 290 gols, mas Colo-Colo e Camaçari decepcionaram. As equipes marcaram apenas 18 gols.

O artilheiro da competição é Sassá. O atacante do Ipitanga marcou dez gols. Nikão do Vitória e Hailton do Juazeiro aparecem em seguida com nove. Com oito gols aparecem João Neto, do Bahia de Feira e Marcos Neves, do Atlético.

Números do campeonato baiano até a 6ª rodada

Galáticos Online

Chegou ao final nessa quarta-feira os jogos de ida da primeira fase do campeonato baiano. Os grandes destaques das partidas do 1º turno foram o Vitória, Atlético e Bahia de Feira, que tiveram os melhores desempenhos. Em termos de pontuação o melhor time do campeonato até o momento é o Atlético. A equipe comandada por Ferreira somou 13 pontos. O Bahia deFeira somou doze, porém é o único invicto no estadual, com três vitórias e três empates.

Em 36 partidas foram marcados 89 gols. O Atlético tem o melhor ataque da competição e o artilheiro. O time de Alagoinhas marcou quinze gols e tem o artilheiro do baiano, Marcos Neves, com seis gols. O Camaçari e o Juazeiro possuem os piores ataques com quatro gols marcados cada.

Além de ser o único invicto do estadual até o momento, o Bahia de Feira possui a melhor defesa da competição. Em seis jogos o time comandado por Arnaldo Lira levou apenas três gols. A defesa mais vazada é a do Serrano e Ipitanga, que levaram onze gols cada.

Se o campeonato terminasse hoje iriam disputar contra o rebaixamento o Bahia, Camaçari, Juazeiro e Ipitanga.

MEGA SENA REPETE QUATRO NÚMEROS

Fonte: Bahia Notícias

É muita coincidência, mas aconteceu. A Caixa Econômica Federal sorteou nesta quarta-feira (27), durante o concurso número 1.226 da Mega Sena, quatro dezenas que já haviam sido sorteadas no concurso anterior, realizado no sábado. O sorteio desta quarta foi feito em Juazeiro do Norte (CE) e tirou as dezenas: 10, 31, 40, 50, 55 e 56. Já no concurso de sábado, realizado em São Raimundo Nonato (PI), os números sorteados foram: 31, 32, 34, 40, 50 e 55.

Segundo a Caixa Econômica Federal, ninguém acertou as seis dezenas do concurso. A quina foi acertada por 57 apostadores, que vão receber R$ 22,7 mil. O prêmio está acumulado e pode chegar a R$ 5 milhões no próximo concurso.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia