WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  



drupal counter

:: ‘ouro’

Cinco vezes Messi: argentino leva a Bola de Ouro, e CR7 supera Neymar

Globo Esportes

000_arp4360977

Lionel Messi pode voltar a se gabar: ele é novamente o melhor jogador do mundo – pela quinta vez na história, diga-se. Após ver Cristiano Ronaldo levar a Bola de Ouro para casa nos dois últimos anos, o argentino recuperou o trono nesta segunda-feira, após desbancar Neymar e o próprio português na escolha da Fifa, anunciada em evento de gala em Zurique. Estreante entre os finalistas, o brasileiro terminou na terceira colocação, superado pelo craque do Real Madrid.

– É especial estar aqui depois que a Bola de Ouro foi para o Cristiano Ronaldo nos dois últimos anos. É um prêmio que eu sonhava quando pequeno. Quero agradecer a quem votou em mim e aos meus companheiros. Sobretudo, quero agradecer ao futebol de modo geral. Boa noite a todos e muito obrigado – disse o argentino, assim que recebeu o prêmio.

Assim, com seus 52 gols na temporada, o camisa 10 do Barcelona aumenta a vantagem para Cristiano Ronaldo, que poderia igualar a disputa, como maior vencedor do prêmio: o argentino tem cinco troféus (2009, 2010, 2011, 2012 e 2015) contra três do português (2008, 2013 e 2014). Último vencedor antes de a dupla dominar a disputa, Kaká foi o responsável por entregar a Bola de Ouro a Lionel Messi.

Outro brasileiro tinha a chance de interromper a sequência de vitórias de Messi e Cristiano Ronaldo. Neymar foi o primeiro finalista do país desde que Kaká levou o troféu para casa, mas terminou em terceiro ao receber 7,86% dos 498 votos de capitães e técnicos das seleções, além de jornalistas. Messi levou 41,33% e Cristiano Ronaldo 27,76%.

No feminino, a vitória foi da americana Carli Lloyd, campeã mundial com sua seleção e melhor jogadora da Copa disputada no Canadá. Ela venceu a japonesa Aya Miyama e a alemã Celia Sasic, que anunciou sua aposentadoria. Jill Ellis, da seleção feminina dos Estados Unidos, venceu entre as treinadoras.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Jogos emocionantes na 1ª Copa Ouro de Futebol Society (Cinquentinha)

Site da AABB

DSC_2373

Foi realizado no último final de semana, jogos emocionantes da 1ª Copa Ouro de Futebol Society (Cinquentinha),já estamos no segundo turno, com os resultados apresentados, a situação ficou embolada e todas as seis equipes podem obter a classificação na última rodada.

A 1ª Copa Ouro de Futebol Society SuperMaster da AABB de Vitória da Conquista conseguiu reunir grandes amigos da bola, que vestiram camisas de times importantes e representativos, no futebol profissional e amador.

O campeonato está sendo disputado em 03(três) fases: Primeira Fase: Classificatória, Segunda Fase (Semifinal) e terceira Fase(Final).

Na primeira fase (classificatória), as 06 (seis) equipes jogarão todos contra todos, com jogos de ida e volta, classificando-se à fase seguinte somente os 4(quatro) times melhores classificados dentre os participantes.

Na segunda fase (Semifinal), os classificados da fase anterior se enfrentarão em jogos só de ida, com vantagem aos dois primeiros colocados tem a vantagem do empate.

Na terceira fase (final), os vencedores da semifinal, farão apenas um jogo, para o caso de empate no tempo normal, o campeão será conhecido através de cobrança de penalidades.

Seleção Feminina é medalha de ouro no Pan de Toronto

CBF

20150725224058_0

Um enorme parabéns. Dourado! É isso que a Seleção Brasileira Feminina merece, após conquistar o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, com 100% de aproveitamento.O time do técnico Vadão derrotou a Colômbia por 4 a 0 na decisão e alcançou o lugar mais alto do pódio. Formiga, Maurine, Andressa Alves e Fabiana marcaram os gols da decisão, neste sábado, em Hamilton.

Não foi à toa que a Seleção Brasileira conquistou essa medalha de ouro. Além da excelente campanha, com vitória em todos os jogos, o Brasil foi o senhor do jogo nessa final. No caso, as senhoras da partida! Desde o primeiro minuto, a equipe tomou a iniciativa. Quatro gols anotados, nenhum sofrido e pode comemorar.

Para falar a verdade, não deu nem tempo de respirar. A torcida, que lotou o estádio em Hamilton, ainda se acomodava na arquibancada quando Formiga abriu o placar. Lance de bola parada e a capitã subiu mais do que todo mundo para facilitar o caminho do Brasil até o ouro.

No segundo tempo, a superioridade ficou ainda mais evidente. Pouco ameaçada, a Seleção Feminina estava mais próxima de ampliar a vantagem do que de sofrer o empate. Foi o que aconteceu. E com emoção. Antes da bola balançar a rede, Erika chegou perto de marcar, Cristiane, de cabeça, teve sua chance, Andressa Alves acertou o travessão em cobrança de falta e Andressinha obrigou a goleira colombiana a fazer um milagre.

Coube a Maurine, no seu primeiro toque na bola, o segundo gol brasileiro. A camisa 7 havia acabado de entrar em campo no lugar de Andressinha e foi direto para a cobrança de um escanteio. Com uma categoria impressionante, a meia fez um golaço. O-lím-pi-co! A curva foi tão surpreendente que levantou o grito de “oooooohhhh” da torcida canadense antes de se ouvir a comemoração de gol.

Daí em diante, seria só administrar. Com maturidade e consciência, a Seleção Feminina seguiu controlando a partida, mas com fome de gol. Chegou a acertar o travessão colombiano mais duas vezes, sendo uma em belo chute de fora da área de Andressa Alves. Ela queria deixar sua marca e conseguiu. A camisa 9 completou cruzamento vindo da direita e ampliou para 3 a 0.

Alguém pensa que acabou? A vontade era tão grande que ainda deu tempo para mais um. De fora da área, no chamado petardo, Fabiana fechou o placar nos acréscimos: 4 a 0 para as Meninas de Ouro do Futebol!

BRASIL: Barbara, Fabiana, Érika, Rafaelle e Tamires; Formiga, Thaisa, Andressinha e Raquel; Andressa Alves e Cristiane. Técnico: Vadão.

Em busca do ouro, Vadão elogia a Seleção e mira Olimpíadas

CBF

20150718224721_10

À frente da Seleção Brasileira Feminina desde abril de 2014, Vadão vai em busca de seu terceiro título no comando da equipe. Neste sábado, ele terá essa chance. Brasil e Colômbia se enfrentam às 18h35 (19h35 de Brasília, em Hamilton, pela decisão do torneio de futebol feminino dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Vale ouro.

O adversário desta final, inclusive, já é um velho conhecido de Vadão. Foi justamente contra as colombianas que as mulheres do Brasil garantiram o título da Copa América de 2014. O empate em 0 a 0 deu o troféu à Seleção. Se a Colômbia vencesse, levantava a taça.

– Eles têm uma equipe madura, forte, que trabalha junto há bastante tempo. Não será um jogo fácil, mas estamos preparados – comentou o técnico logo após saber quem seria o adversário da final.

Quando olha para a trajetória neste Pan, Vadão é só elogios ao time. Afinal de contas, o Brasil está com 100% de aproveitamento até aqui, melhor ataque da competição, artilheira e jogando um futebol bonito. Se vier o ouro, vai só coroar um trabalho que já pode ser analisado como muito positivo.

– Perdemos o Mundial em um jogo eliminatório em que só um time poderia sair vencedor, mas sabíamos que o time vinha bem. Fizemos uma boa campanha lá, assim como estamos fazendo agora. A equipe está muito bem e por isso o balanço destes últimos tempos é positivo.

Vadão comanda um projeto inovador, que é a seleção permanente. Ela surgiu após um período de observações do treinador e sua comissão técnica, no qual ficou clara a necessidade de uma preparação mais intensa para enfrentar as grandes potências mundiais na modalidade. Naturalmente, após o Pan, os olhos vão se voltar justamente para a preparação para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

– Estamos elaborando um calendário muito interessante e que nos dará experiência e força para as Olimpíadas. A CBF tem nos dado toda a estrutura para trabalhar e acredito que vamos chegar num estágio muito bom no ano que vem – finalizou Vadão, que se considera totalmente envolvido com o futebol feminino desde que assumiu a Seleção.

Equipe AABB vence Copa Ouro de Futsal

Ascom da AABB

DSC_1818-Copy

Na noite do último sábado (14), com uma boa presença dos associados, pais e familiares dos atletas das 16 equipes que se enfrentaram em jogos emocionantes, oito equipes se classificaram para as quartas de final, hoje pela manhã.

Após os jogos das semifinais, na tarde deste domingo (15), foram conhecidos os grandes finalistas. Garantiu uma das vagas a equipe do Boca Juniors, que ganhou da equipe do Pé de Ferro e ficou com a vaga, ao vencer pelo placar de 3 x 0.

Na outra partida, a equipe AABB Conquista, apoiada pela sua grande torcida, venceu a equipe da União UESB por 2 x 1, e garantiu a vaga na final da competição.

A equipe AABB, comandada pelo técnico Diego, ficou com o título de Campeã, ao vencer pelo placar de 3 x 2. O campeão garantiu vaga no Zonal do Sudoeste de Futsal, além de 350,00 reais, medalhas e troféu. O vice-campeão não saiu de mãos vazias: além do troféu e das medalhas, levou para casa 150,00 reais.

Os destaques da competição foram Aécio (AABB\VC), melhor goleiro; e Dionísio (Boca Juniors), artilheiro com 7 gols.

O Torneio Ouro de Futsal da AABB-edição 2015 foi promovido pela AABB Conquista e foi organizado pela coordenação de esporte da associação.

unimarc-modelo-4

Alemã surpreende, desbanca Marta e Wambach, e leva a Bola de Ouro

Gazeta Esportiva

t_138410_a-alema-nadine-kessler-a-direita-venceu-marta-e-abby-wambach-na-disputa-pela-bola-de-ouro

Na disputa entre Marta, Nadine Kessler e Abby Wambach pela Bola de Ouro feminina, a alemã, com 17,52% dos votos, conseguiu surpreender as duas atletas mais famosas e ficou com o título. A brasileira acabou em segundo lugar com 14,16% dos votos e a estadunidense em terceiro com 13,33%.

O prêmio foi entregue pela japonesa Homare Sawa, que foi capitã da seleção japonesa feminina na Copa do Mundo de 2011. Após conquistar o prêmio, Kessler lembrou a morte de Malanda, jovem jogador alemão que morreu no último final de semana em um acidente de carro.

Marta, que disputou o prêmio pela 12ª vez e já foi cinco vezes seguidas eleita a melhor do mundo, ficou com a segunda colocação, assim como em 2011 e em 2012. Aos 28 anos, ela fez boa temporada pelo Tyreso, da Suécia, antes de se transferir para o Rosengard, do mesmo país.

Momentos antes do anúncio da vencedora da Bola de Ouro, a brasileira ainda minimizou o prêmio individual e afirmou que quer ganhar sua primeira Copa do Mundo em 2015. “Copa do Mundo é só de quatro em quatro anos. Espero que dessa vez me deixem ganhar”, brincou a atacante.

Antes de premiar a melhor jogadora de 2014, a Fifa anunciou o melhor treinador do futebol feminino. Ralf Kellermann venceu a eleição com 17,06% dos votos. Ele comandou o Wolfsburg, da Alemanha, ao título, pelo segundo ano consecutivo, da Liga dos Campeões contra o Tyreso, que, na época, contava com a brasileira Marta no elenco. O alemão concorreu com Maren Meinert (segunda colocada com 13,16% dos votos), treinadora das seleções sub-19 e sub-20 da Alemanha, e Norio Sasaki (terceiro colocado com 13,06% dos votos), comandante da seleção japonesa.

Com Neymar, seis alemães e sem Suárez, Fifa indica 23 à Bola de Ouro

Globo Esportes

neuer-cristianoronaldo-robben-uefa-reu

Pela quarta vez consecutiva, Neymar está entre os 23 indicados à Bola de Ouro. A Fifa, junto à revista “France Football”, divulgou nesta terça-feira a lista de candidatos ao prêmio de melhor jogador do mundo neste ano, e o título mundial da Alemanha teve mesmo grande peso nas escolhas. Seis indicados estiveram no elenco campeão do mundo no Brasil – Mario Götze, Toni Kroos, Philipp Lahm, Thomas Müller, Manuel Neuer e Bastian Schweinsteiger -, enquanto outros atletas também tiveram uma boa participação no Mundial como trunfo, como Javier Mascherano, Paul Pogba e James Rodríguez.

Os alemães tiveram a seu favor, além o título defendendo a seleção, a boa temporada com o Bayern de Munique, que conquistou o Campeonato Alemão com folga e foi à semifinal da Liga dos Campeões. O clube bávaro teve seis representantes entre os 23, incluindo Arjen Robben, grande nome da seleção holandesa na Copa do Mundo e excluindo Toni Kroos que rumou para o Real Madrid. O time merengue é o clube com mais indicados (sete), depois de conquistar a tão sonhada décima taça. Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, Karim Benzema, Ángel Di María (hoje no Manchester United) e Sergio Ramos ganharam o reforço de James Rodríguez e do próprio Kroos após a última janela de transferências.

O Atlético de Madrid, finalista da Liga dos Campeões e campeão espanhol, também está representado através do goleiro Thibaut Cortouis e o atacante Diego Costa, outro jogador nascido no Brasil (porém naturalizado espanhol). Lionel Messi, Andrés Iniesta e Javier Mascherano, assim como Neymar, representam o Barcelona. O atacante Luis Suárez, reforço do clube catalão, foi deixado de fora da relação, apesar de seu grande primeiro semestre – com a artilharia do Campeonato Inglês -, deixando claro o peso da punição de quatro meses pela mordida em Chiellini. Outra ausência marcante é a de Franck Ribéry, finalista no ano passado que teve uma lesão às vésperas da Copa do Mundo e foi cortado da seleção francesa.

Também foi divulgada a lista de 10 concorrentes ao prêmio de melhor treinador do mundo, sem brasileiros presentes. Joachim Löw, comandante da Alemanha na Copa do Mundo, e Carlo Ancelotti, treinador que levou o Real Madrid à conquista da Champions, são os destaques da relação, que ainda conta com nomes como Pep Guardiola, José Mourinho e Diego Simeone.

Os três finalistas para as duas categorias serão anunciados no dia 1º de dezembro, enquanto o grande vencedor será revelado em 13 de janeiro de 2015, na tradicional festa Fifa Gala, em Zurique. Todos os indicados foram selecionados por especialistas do Comitê de Futebol da FIFA e por um grupo de jornalistas da France Football. A partir de agora, técnicos, capitães e jornalistas de cada país filiado à Fifa votarão para decidir o melhor jogador do mundo, com prazo limite em 29 de novembro. Instituída em 2010, a Bola de Ouro da Fifa, passou a ser uma fusão do prêmio instituído pela revista francesa (primeira edição em 1956) e o da entidade (indicação inicial em 1991), denominado o Melhor Jogador do Mundo.

Confira os dez treinadores indicados
Carlo Ancelotti (Itália/Real Madrid)
Antonio Conte (Itália/Juventus/seleção da Itália)
Pep Guardiola (Espanha/Bayern de Munique)
Juergen Klinsmann (Alemanha/seleção dos EUA)
Joachim Low (Alemanha/seleção da Alemanha)
Jose Mourinho (Portugal/Chelsea)
Manuel Pellegrini (Chile/Manchester City)
Alejandro Sabella (Argentina/seleção da Argentina)
Diego Simeone (Argentina/Atlético de Madrid)
Louis van Gaal (Holanda/ seleção da Holanda/Manchester United)

Messi leva Bola de Ouro, e Neymar fica com Chuteira de Bronze na Copa

Globo Esportes

neuer-neymar-final-andredurao

O argentino Lionel Messi foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2014. Com quatro gols em sete jogos, o jogador conduziu a Argentina na campanha do vice-campeonato. Apesar da conquista individual, graças à análise do Grupo de Estudos Técnicos da FIFA (TSG), “La Pulga” recebeu o troféu com cara de poucos amigos. Quem também acabou premiado foi o brasileiro Neymar. Ganhou a Chuteira de Bronze, por ser o terceiro na lista de artilheiros pelos seus quatro gols.

Mesmo com o prêmio, Messi não teve atuação destacada durante a partida deste domingo. O jogador parou na boa marcação dos defensores da Alemanha. Thomas Müller ficou com a Bola de Prata, e o holandês Robben, com a de Bronze.

Campeões, os alemães ganharam um prêmio individual. Neuer conquistou a Luva de Ouro de melhor goleiro da Copa. Em sete partidas no torneio, sofreu apenas quatro gols. O volante francês Pogba ficou com o troféu de revelação, para jogadores nascidos depois de 31 de dezembro de 1992.

A Colômbia levou dois prêmios. James Rodriguez foi o Chuteira de Ouro, com seis gols em cinco partidas. Além disso, a seleção ganhou o Prêmio Fifa Fair Play, por ter sido a que passou da primeira fase e foi punida menos vezes com cartões. Foram cinco amarelos em cinco jogos. Artilheiro da Copa de 2010, o alemão Thomas Müller ficou com a Chuteira de Prata desta vez, pelos seus cinco gols em sete partidas.

Neymar acabou com a Chuteira de Bronze pelo segundo critério de desempate. Com quatro gols e uma assistência, mesmo número de Messi, ficou à frente por ter jogado menos minutos do que o argentino (457 contra 693) – Van Persie, da Holanda, balançou a rede o mesmo número de vezes, mas não deu passe para que algum companheiro marcasse.

No Mundial de 2010, na África do Sul, o uruguaio Diego Forlán foi escolhido o melhor jogador do torneio. O alemão Thomas Müller ganhou o prêmio de revelação e a Chuteira de Ouro por ter sido o artilheiro, com cinco gols.

2ª rodada da 7ª Copa Ouro de Futebol Society da AABB começa nesta sexta

Por Luciano Pina

983677_398639526944831_3751508212902320407_n

Serão realizadas na noite desta sexta (16), dois jogos válidos pela 2ª rodada da 7ª Copa Ouro de Futebol Society da AABB, organizada pela diretoria de esportes do clube

As 19h30, pela categoria máster se enfrentam Pedreira e Força Diesel e as 20h50, será a vez do confronto entre Expresso e Gouveia Chaves, na categoria adulto.

A rodada será complementada na manhã de domingo (18). As 09h30, no máster jogam os times do Cabral & Souza e Ortoderme. Já as 10h50, no adulto tem o duelo entre as equipes de Falcão e Paulão Esportes.

unimarc-modelo-4

Rodada da 7ª Copa Ouro de Futebol Society da AABB começa na noite desta sexta

Por Luciano Pina

10288739_398755976933186_2537440553168797088_n

Duas partidas que serão realizadas na noite desta sexta (18), darão inicio a segunda rodada da 7ª Copa Ouro de Futebol Society da AABB.

Pela categoria Máster, as 19h30, se enfrentam Pedreira e Força Diesel e as 20h50, será a vez do confronto entre Expresso e Gouveia Chaves, pela categoria adulto.

A rodada será complementada na manhã de domingo (18). As 09h30, os times do Cabral & Souza e Ortoderme, se enfrentam pelo máster. Já pelo adulto as equipes de Falcão e Paulão Esportes jogam as 10h50.

Confira os resultados da 1ª rodada
Máster
Cabral & Souza 2 x 1 Prestar Serviço
Ortoderme 1 x 1 Moto Car
Adulto
Falcão 4 x 5 Gouvea Chaves
Paulão Esportes 3 x 5 Mandacaru

CR7, Messi e Ribéry são finalistas da Bola de Ouro

Globo Esportes

boladeouro_finalistas_efe

Deu o óbvio. Em lista anunciada pela apresentadora brasileira Fernanda Lima na manhã desta segunda-feira, Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, Messi, do Barcelona, e Ribéry, do Bayern de Munique, foram confirmados como finalistas da Bola de Ouro da Fifa. Neymar ficou fora do trio, mas entrou pelo quarto ano seguido na última seleção para o Prêmio Puskas, dado ao gol mais bonito do ano, pelo que marcou contra o Japão, na estreia na Copa das Confederações. Concorre com o sueco Ibrahimovic, do Paris Saint-Germain, e o sérvio Matic, do Benfica. Os vencedores serão conhecidos no dia 13 de janeiro, em Zurique.

Além do Puskas, Neymar e o craque do PSG entraram na lista dos 15 melhores atacantes que disputam uma vaga na seleção do ano montada pela Fifa. Os dois concorrem com Diego Costa, brasileiro do Atlético de Madrid que optou por defender a seleção espanhola, e Agüero, do Manchester City, Balotelli, do Milan, Cavani, do Paris Saint-Germain, CR7, Drogba, do Galatasaray, Falcao García, do Monaco, Lewandowski, do Borussia Dortmund, Mandzukic, do Bayern de Munique, Van Persie e Rooney, do Manchester United, e Suárez, do Liverpool.

Outro representante do Brasil na premiação de melhores do ano da Fifa é Marta. Recordista de vitórias, com cinco, em 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010, a camisa 10 da seleção feminina concorre com a alemã Nadine Angerer e a americana Abby Wambach, vencedora de 2012.

Entre os técnicos, dois aposentados disputam o prêmio de melhor do ano: Sir Alex Ferguson, ex-Manchester United, e Jupp Heynckes, campeão da tríplice coroa com o Bayern de Munique. O outro finalista é Jürgen Klopp, do Borussia Dortmund. O brasileiro Luiz Felipe Scolari, da Seleção, estava na lista de 10 pré-selecionados.

Neymar e Paulinho concorrem à Bola de Ouro da Copa das Confederações

Gazeta Esportiva

66448_20130626182328

Detentor da marca de 100% de aproveitamento (quatro vitórias em quatro jogos) nesta edição da Copa das Confederações, o Brasil tem dois representantes na busca pelo prêmio da Bola de Ouro do torneio. Neste sábado, a Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado) divulgou a lista de atletas que concorrem ao troféu e incluiu o atacante Neymar e o volante Paulinho. Ao todo, seis jogadores participam da disputa.

Autor de três gols em quatro partidas, Neymar se consolidou como principal destaque da equipe verde-amarela. Em grande fase na Seleção, o camisa 10 recebeu o prêmio de melhor jogador em todas as partidas da fase de grupo, contra Japão, México e Estados Unidos. Único atleta a conquistar o troféu nos três duelos, o atacante foi descrito pela Fifa como “uma das grandes sensações do futebol mundial”.

Paulinho, por sua vez, assumiu titularidade absoluta sob comando de Luiz Felipe Scolari, já anotou dois gols na Copa das Confederações e pode ser o primeiro volante a ganhar o prêmio. Atrapalhado por uma lesão no tornozelo esquerdo, o atleta desfalcou o Brasil contra a Itália, mas retornou ao time contra o Uruguai e marcou o gol que garantiu vaga na final da competição. Ao todo, são 270 minutos em campo no torneio.

Além dos brasileiros, outros quatro atletas disputam a Bola de Ouro. Também finalista, a Espanha tem o meio-campista Andrés Iniesta e o zagueiro Sergio Ramos como representantes. Em busca do terceiro lugar na Copa das Confederações, Itália e Uruguai contam com o volante Andrea Pirlo e o atacante Luis Suárez, respectivamente.

A final do torneio será neste domingo, às 19 horas (de Brasília), no Maracanã. O anúncio do melhor jogador da competição será feito logo após o término da partida. Tricampeão da Copa das Confederações, o Brasil já ganhou o prêmio em quatro oportunidades, com Denílson (1997), Ronaldinho (1999), Adriano (2005) e Kaká (2009). Os franceses Pires (2001) e Thierry Henry (2003) são os outros vencedores.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia