WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘Palmeiras’

Palmeiras do Simão é campeão do Campeonato da Zona Rural

Esportes do Sudoeste

simma1

Neste domingo (26) a equipe do Palmeiras do Simão, conquistou o titulo de campeão, do 7º Campeonato de Futebol da Zona Rural, promovido por Reinaldo Freitas. No jogo de ida o Simão venceu a equipe do Corta Lote por 1 × 0. No jogo de volta, o Simão empatou em 1 × 1, resultado suficiente para o Simão levantar o troféu de campeão 2013.

Participaram do campeonato 25 povoados, o Palmeiras do Simão conquistou o titulo de campeão com: 13 Jogos, 08 Vitórias, 04 empates, 02 derrotas, Gols Prós 30 gols, gols contra 14. Este ano foram vários prêmios, alem de troféus, medalhas e R$6.500,00 em dinheiro, foram entregue bolas para às duas equipes finalistas.

banner1

Em Itu, Palmeiras começa com vitória magra sua trajetória na Série B

Gazeta Esportiva

t_87347_maikon-leite-jogou-menos-de-meia-hora-para-aproveitar-contra-ataques-acertou-a-trave-e-perdeu-um-gol-incrivel

A torcida não compareceu como se esperava, provavelmente por conta dos ingressos que custavam R$ 60 ou R$ 200, mas o estádio Novelli Junior, em Itu, sediou uma estreia eficiente do Palmeiras na Série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo sem encantar, o time fez o suficiente para vencer o Atlético-GO por 1 a 0 neste sábado.

O autor do gol que garantiu os primeiros três pontos na caminhada alviverde para tentar voltar à elite nacional foi Tiago Real. Aos sete minutos do segundo tempo, o meia aproveitou cruzamento preciso de Ayrton para balançar as redes. E foi uma das poucas reais oportunidades que a equipe criou.

Mal em boa parte do primeiro tempo, o time de Gilson Kleina se encontrou em campo pouco antes do intervalo e se consolidou com o gol de Tiago Real. Teve um gol de Ayrton anulado e ainda acertou a trave em arremate de Maikon Leite. Como o Atlético-GO não fez mais do que um chute em que Bruno salvou o Verdão, o desempenho foi suficiente para o triunfo.

O Palmeiras volta a campo na terça-feira, quando visita o ASA, em Arapiraca (AL), em partida marcada para as 21h50 (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Dragão do Centro-Oeste busca sua recuperação no Serra Dourada diante do Joinville.

Outros Resultados
Figueirense 3 x 2 América-RN
Joinville 3 x 0 Bragantino
Icasa 2 x 1 Sport
ABC 0 x 2 Paraná Clube
Palmeiras 1 x 0 Atlético-GO
Guaratinguetá 1 x 0 América-MG

Tijuana vence com falha de Bruno e acaba com o sonho do Palmeiras

Gazeta Esportiva

t_86445_bruno-ficou-desolado-com-a-falha-que-culminou-no-primeiro-gol-do-tijuana-nas-oitavas-de-final

Bruno foi um dos jogadores mais festejados por torcedores quando o placar eletrônico do Pacaembu anunciou a escalação do Palmeiras para a partida contra o Tijuana, na noite desta quarta-feira. O goleiro já era candidato até a se firmar como titular no lugar do lesionado Fernando Prass. Foi uma falha dele, contudo, o estopim para a derrota por 2 a 1 para os mexicanos.

Agora fora da Copa Libertadores da América, o Palmeiras contava com a impressionante raça demonstrada na fase de grupos para ir além das oitavas de final do torneio. Aos 26 minutos do primeiro tempo, o desejo foi abalado quando Bruno deixou passar um chute fraco de Riascos. A situação piorou no início da etapa complementar, com gol de Arce. Nem o pênalti convertido por Souza e a expulsão de Aguilar foram suficientes para o Tijuana se abalar.

Os mexicanos, que haviam empatado por 0 a 0 com o Palmeiras no jogo de ida, enfrentarão agora o embalado Atlético-MG nas quartas de final da Libertadores. Aos palmeirenses, acordados do sonho que alimentaram no primeiro semestre, resta se concentrar principalmente para a missão de retornar à Série A do Campeonato Brasileiro.

petala-500-100

Contra o Tijuana, Palmeiras joga para passar às quartas e consolidar reação

Globo Esportes

gilsonkleina_ae_piervifonseca

Desacreditado, humilhado, rebaixado. Não faltaram adjetivos negativos para falar da queda alviverde no Brasileirão de 2012. Nesta terça-feira, contra o Tijuana, a partir das 22h (horário de Brasília), no Pacaembu, quase seis meses depois do rebaixamento, o Palmeiras tem a chance de virar a página e dar uma prova concreta de que o trabalho de reconstrução está no caminho certo.

Após um empate sem gols no jogo de ida, no México, uma vitória coloca o Verdão nas quartas de final da Taça Libertadores da América, algo visto como improvável pelos críticos no começo do ano. Principalmente pela demora na reformulação: mais de 20 atletas deixaram o clube e apenas dois foram contratados até o início da pré-temporada. O elenco foi completado apenas em fevereiro, após Paulo Nobre assumir a presidência.

Com o orçamento comprometido, a nova direção do Palmeiras aposta no sucesso no torneio internacional para ter tranquilidade durante o difícil processo de reorganizar as finanças e colocar ordem na casa. A própria Copa do Brasil, conquistada no meio do ano passado e que deu ao Verdão a chance de retornar à Libertadores, foi vista internamente e até entre torcedores como um acidente de percurso em meio à bagunça administrativa que envolveu o clube nos últimos anos.

Diante dos problemas, fazer parte do grupo dos oito melhores times do continente daria confiança ao time para o restante da temporada, além de ser um sinal positivo da nova gestão e, principalmente, serviria para colocar a equipe em vantagem em relação ao rival São Paulo, que mesmo com reforços milionários, como Paulo Henrique Ganso, caiu nas oitavas com duas derrotas para o Atlético-MG.

Palmeiras aposta na camisa para bater grama, cansaço e Tijuana

Globo Esportes

treino_palmeiras02_alexandrelozetti_15

Foram mais de 15 horas em aeroportos e aviões até a delegação do Palmeiras chegar a Tijuana, pouco mais de 24 horas antes da partida. A equipe ainda teve de reconhecer a temida grama sintética do estádio Caliente, onde vai atuar nesta terça-feira. De quebra, desfalques importantes ficaram no Brasil, como o artilheiro Leandro, que não está inscrito, e meia Valdivia e o goleiro Fernando Prass, que estão lesionados. Por fim, o Verdão ainda terá pela frente um time que, apesar de ter terminado em segundo no seu grupo, fez mais pontos na fase anterior, e impôs ao campeão Corinthians sua única derrota na Libertadores nas últimas 20 partidas.

Num clima de “contra tudo e contra todos”, o Palmeiras aposta na tradição para conseguir um bom resultado diante do Tijuana no primeiro jogo das oitavas de final da competição continental. Tradição de um clube que já participou da competição 15 vezes, e foi campeão em 1999, enquanto o adversário desta noite foi fundado apenas em 2007. São 99 anos de história contra seis. Fator que pode não decidir, mas o técnico Gilson Kleina e seus comandados querem fazer pesar dentro de campo.

Mesmo na Série B do Campeonato Brasileiro, fato ressaltado pela imprensa mexicana, o Palmeiras é respeitado como um grande no país do primeiro duelo. Até porque, segundo os jornais locais, “os clubes brasileiros estão acostumados a colocar fim ao sonho dos mexicanos”. Além do bom time do Tijuana, o Verdão terá de superar uma viagem desgastante. Após conseguir marcar os jogos para as datas que gostaria, a diretoria não conseguiu reservar lugares em vôos com maior antecedência, chegando ao local somente na tarde de segunda-feira.

A grama sintética também será inimiga. Fernando Prass, goleiro titular, já havia tido uma experiência com esse tipo de piso quando atuava em Portugal. E nem com isso o Verdão poderá contar, já que ele teve uma luxação na clavícula e será substituído por Bruno. Por fim, o retrospecto negativo fora de casa é mais um trauma a ser superado. Até agora, foram três derrotas em três jogos como visitante na Libertadores: contra Tigre na Argentina, Libertad no Paraguai, e Sporting Cristal no Peru. A partida diante do Tijuana terá início às 22h30 (horário de Brasília), 18h30 no fuso horário da cidade mexicana.

Santos elimina o Palmeiras nos pênaltis e avança às semifinais

Gazeta Esportiva

300x398_2013-04-27_fbd7f21f35

O Santos está nas semifinais do Campeonato Paulista. Após empate por 1 a 1 com o Palmeiras no tempo regulamentar, a equipe comandada por Muricy Ramalho fez 4 a 2 sobre o rival na decisão por pênaltis e confirmou a sua classificação para a próxima fase neste domingo, na Vila Belmiro. Os atacantes Kleber e Leandro desperdiçaram as suas cobranças.

Apesar de ter levado alguns sustos no início da partida, o Santos assumiu o controle do clássico quando abriu o placar com Cícero, que completou um chute de Neymar após cobrança de escanteio. A partir de então, o Palmeiras foi acuado e teve reduzidas as suas chances de acertar a rede. Naquela que foi praticamente a última delas, aos 38 minutos do segundo tempo, Kleber (herói e vilão no clássico) igualou o marcador com uma bela cabeçada.

O Palmeiras agora se concentra para começar a competir nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. O primeiro confronto com o mexicano Tijuana será já na noite de terça-feira, no Estádio Caliente. Por sua vez, o Santos terá mais tempo de preparação para o seu próximo compromisso na Copa do Brasil. Enfrentará o Joinville apenas em 8 de maio, fora de casa, pela segunda fase do torneio.

Menos disposto, Palmeiras é derrotado no Peru, mas avança como líder

Gazeta Esportiva

t_84378_o-palmeiras-nao-teve-sangue-na-veia-como-definiu-seu-presidente-nas-ultimas-cinco-vitorias-e-contou-com-a-sorte-para-ser-lider

A raça e disposição que marcou o Palmeiras que venceu seus últimos cinco jogos não apareceram no Peru. Por isso, o time perdeu do já eliminado Sporting Cristal por 1 a 0 e vai às oitavas de final. Mas um gol nos acréscimos do Libertad, que perdeu por 5 a 3 para o Tigre em Assunção, garantiu a classificação dos brasileiros como líder do grupo 2 da Libertadores.

Os paraguaios foram eliminados, mas diminuíram sua derrota e fizeram o Verdão ficar à frente da equipe argentina no saldo de gols (0 contra -1), já que tanto Tigre quanto Palmeiras encerraram a fase com nove pontos.

Em seu trabalho, o Verdão deu espaço para o time da casa atacar como quisesse e levou um golaço de Ávila aos três minutos do segundo tempo. Quando teve raça, faltou qualidade e inteligência para a equipe de Gilson Kleina somar algum ponto como visitante nesta fase da competição. E a despedida desta etapa foi com derrota, mas a decisão de vaga nas quartas de final será no Pacaembu, como todos no clube queriam.

Antes da Libertadores, o Palmeiras ainda encerra sua participação na primeira fase do Paulista visitando o Ituano, em Itu, em jogo marcado para as 16 horas (de Brasília) no domingo. No Estadual, o clube já está classificado e briga para ficar entre os quatro primeiros colocados e jogar como mandante nas quartas de final.

Verdão se aproveita do rebaixado Guarani, goleia e vence 5ª seguida

Gazeta Esportiva

t_84045_mesmo-com-muitos-reservas-o-palmeiras-mostrou-a-raca-que-tem-sido-a-marca-da-equipe-e-ja-evitou-um-choque-rei-nas-quartas-de-final

O Guarani, que teve seu rebaixamento confirmado no Campeonato Paulista antes mesmo de entrar em campo, não foi capaz de atrapalhar o embalo do Palmeiras. No Pacaembu, com time misto, o Verdão alcançou sua quinta vitória seguida ao vencer por 4 a 1 neste domingo e já garantiu que não enfrentará nas quartas de final o São Paulo, líder antecipado da primeira fase do Estadual.

Mais do que evitar um clássico na próxima etapa do torneio, os três pontos conquistados pela equipe de Gilson Kleina neste fim de semana a deixam com 34, próximo de cumprir o objetivo de terminar a fase entre os quatro primeiros colocados e atuar nas quartas de final como mandante.

Confira os resultados da rodada
Sábado
União Barbarense 0 x 4 Santos
São Paulo 0 x 1 XV de Piracicaba
Penapolense 1 x 1 São Caetano
Domingo
Palmeiras 4 x 1 Guarani
Linense 2 x 1 Corinthians
Botafogo-SP 1 x 0 Bragantino
Ponte Preta 2 x 0 Mirassol
São Bernardo 1 x 2 Mogi Mirim

Palmeiras vence Libertad e se classifica para oitavas da Libertadores

r7

Charles 450

Os quase 34 mil torcedores que pagaram ingresso para entrar no Pacaembu nesta quinta-feira não viram um espetáculo, mas saíram do estádio com largos sorrisos. Mesmo desorganizado e com um a menos durante mais de meia hora, o Palmeiras venceu o Libertad por 1 a 0 e, diante do seu maior público no ano, garantiu com uma rodada de antecipação a vaga nas oitavas de final da Libertadores.

Em meio a improvisações e muitos volantes, não faltou vontade ao Verdão. E foi assim que as redes foram balançadas, aos sete minutos do segundo tempo, quando Wesley chutou de fora da área e a bola sobrou para Charles, então posicionado como centroavante, bater na saída do goleiro e fazer o Pacaembu explodir de alegria.

Nove minutos depois, Wesley, que passou todo o primeiro tempo em discussões desnecessárias com adversário e levou amarelo, foi expulso por cometer falta dura. Mas o ambiente no estádio era tão favorável que o volante saiu aplaudido. E o time soube se segurar para garantir os três pontos.

O Palmeiras chega a nove pontos e, às 19h45 (de Brasília) da próxima quinta-feira, enfrenta o eliminado Sporting Cristal, no Peru, com a chance de terminar a fase de grupos na liderança de sua chave. Abaixo dele estão o Libertad, com oito pontos, e o Tigre, com seis, sendo que ambos se enfrentam também às 19h45 de quinta-feira no Paraguai.

Antes do compromisso pela Libertadores, o Verdão, também já classificado antecipadamente no Campeonato Paulista, entra em campo no domingo pelo Estadual, às 16 horas, para duelar contra o Guarani, novamente no Pacaembu.

opcao-468x60

Leandro quebra a invencibilidade da Ponte e classifica o Palmeiras

Gazeta Esportiva

t_83528_leandro-nao-precisou-de-descanso-depois-de-atuar-pela-selecao-brasileira-e-garantiu-a-vitoria-do-palmeiras-sobre-a-ponte-preta

Leandro acrescentou um feito à melhor fase de sua carreira até hoje. Um dia após estrear com gol pela Seleção Brasileira, o atacante garantiu a vitória do Palmeiras por 2 a 1 no estádio Moisés Lucarelli que encerrou a invencibilidade da Ponte Preta na temporada e classificou o Verdão para as quartas de final do Campeonato Paulista.
Vaiado em seu retorno ao estádio Moisés Lucarelli, o técnico Gilson Kleina, que treinou a Macaca entre novembro de 2010 e setembro de 2012 antes de chegar ao Verdão, optou por escalar uma equipe mista visando o confronto contra o Libertad na quinta-feira pela Copa Libertadores.

A aposta deu certo, com Tiago Real abrindo o placar com apenas três minutos de jogo ao cabecear um levantamento de Wendel na pequena área. O empate veio com Cachito Ramírez, que desviou um cruzamento de Uendel no contra-ataque aos 41 minutos.

Autor de um gol na vitória por 4 a 0 da Seleção Brasileira sobre a Bolívia em Santa Cruz de la Sierra no sábado, Leandro apareceu aos 27 minutos do segundo tempo para bater forte de canhota após um cruzamento de Juninho e garantir a vitória do Palmeiras, que ainda ficou com um a mais após os 43 minutos, quando Cléber foi expulso por se desentender com Ronny.

Assim, o Verdão acaba com a maior sequência invicta da história da Ponte Preta. A equipe não perdia há 19 jogos oficias contando, além do Campeonato Paulista, a Copa do Brasil e o final do Campeonato Brasileiro do ano passado. Só no estadual, foram 16 jogos invictos, garantindo a marca de último time paulista a ser derrotado na temporada.

Outros resultados
Corinthians 2 x 0 São Bernardo
Ponte Preta 1 x 2 Palmeiras
Botafogo-SP 1 x 3 São Paulo
Atlético Sorocaba 3 x 2 Mirassol

Desfalcado, Palmeiras mostra raça e vence e convence para ressurgir

Gazeta Esportiva

t_83072_verdao-teve-de-encarar-o-ja-conhecido-jogo-duro-dos-argentinos-do-tigre-nesta-terca-feira

O Palmeiras saiu de Mirassol após perder por 6 a 2 há seis dias dizendo que aquela humilhação seria um “divisor de águas”. E o time mostrou ser possível o que prometeu. Nesta terça-feira, o Pacaembu se encheu de verde e branco e a equipe, em sintonia com as arquibancadas, superou 11 desfalques para vencer o Tigre por 2 a 0 e entrar na zona de classificação no grupo 2 da Libertadores.

Um time inteiro do elenco não pôde atuar nesta noite, e, aos quatro minutos, Patrick Vieira ainda saiu machucado. Mas nada conseguiu conter os escolhidos por Gilson Kleina, que dominaram um adversário que só sabia bater e balançaram as redes com Caio, aos 18 minutos do primeiro tempo, e Charles, aos sete da etapa final.

A confiança era tanta que a equipe, cheia de jovens, não caiu na catimba do Tigre, que passou a cometer faltas violentas e colecionar cartões, pouco ameaçando Fernando Prass. Um cenário que fazia os torcedores abrirem sorrisos e se abraçarem, celebrando a ressurreição de um gigante, a ponto de gritarem “olé” e até chamarem o adversário de “timinho”.

Agora o Verdão soma seis pontos em quatro partidas, superando o Sporting Cristal, que tem cinco, e ficando a dois do Libertad, que soma oito – o Tigre permanece na última posição do grupo 2 da Libertadores, estacionado nos três pontos.

Se antes do jogo o Verdão corria sério risco de eliminação, pode até se classificar com uma rodada de antecedência no dia 11, caso ganhe do Libertad, no Pacaembu, e o Tigre derrotar o Sporting Cristal, na Argentina, na próxima terça-feira. Antes, o Palmeiras visita a Ponte Preta em Campinas, às 18h30 de domingo, pelo Campeonato Paulista.

Outros resultados
Emelec 2 x 0 Peñarol
Deportes Iquique 1 x 3 Vélez Sarsfield
Independiente Santa Fe 1 x 0 Cerro Porteño
Real Atlético 0 x 3 Deportes Tolima

naturagua

Desfalcado, Palmeiras tenta recuperação na Libertadores contra Tigre

Gazeta Esportiva

t_82960_pressionado-por-bons-resultados-gilson-kleina-comanda-o-palmeiras-em-jogo-decisivo-na-libertadores

Derrotado por Libertad e Tigre em seus dois últimos jogos válidos pela Copa Libertadores da América, o Palmeiras encara novamente o time argentino em busca de reabilitação, nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no estádio Pacaembu. Em seu segundo duelo como mandante no torneio continental, o time alviverde terá importantes desfalques, mas contará com o apoio da torcida para obter seu segundo triunfo dentro de casa e assumir a segunda colocação do Grupo 2.

Após vencer o Sporting Cristal (Peru) por 2 a 1 em sua estreia nesta edição da Libertadores, o Palmeiras não manteve o embalo e, atuando como visitante, sucumbiu diante de Libertad e Tigre. De volta ao Pacaembu, o time alviverde reassumirá a vice-liderança da chave se triunfar nesta terça-feira, chegando aos seis pontos e ultrapassando o clube peruano, com cinco pontos. No entanto, se for derrotada, a equipe paulista ficará na última posição da chave, enquanto a agremiação argentina assume a segunda colocação. O Libertad, com oito pontos, é o líder.

“Criamos muitas oportunidades no jogo contra o Tigre, mas não tivemos felicidade e sofremos um gol no final. Se tivéssemos vencido aquela partida, a conversa hoje seria outra. Sabemos que temos chances de conseguir a classificação e buscaremos este objetivo”, disse em entrevista ao canal Fox Sports o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira, autor do gol decisivo na vitória por 2 a 1 sobre o Linense no último fim de semana.

Outros jogos de hoje
19h15
Deportes Iquique x Vélez Sarsfield
Real Atlético x Deportes Tolima
21h30
Palmeiras x Tigre
ndependiente Santa Fe x Cerro Porteño
23h45
Emelec x Peñarol





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia