WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘Palmeiras’

Depois de sofrer goleada, Palmeiras vence no fim e respira

r7

t_82866_o-palmeiras-teve-dificuldade-para-atacar-e-conseguiu-pressionar-mais-em-lances-isolados-de-leandro-que-abriu-o-placar

Sob vaias, Gilson Kleina sofria no Pacaembu andando de um lado a outro. Neste sábado, dia do seu aniversário de 45 anos, o técnico só empatava com o Linense, no jogo seguinte à derrota por 6 a 2 para o Mirassol. Aos 45 minutos do segundo tempo, porém, uma falta cobrada por Souza desviou em Marcelo Oliveira e salvou a festa do chefe, garantindo vitória por 2 a 1.

O triunfo foi celebrado com alívio tanto em campo quanto nas arquibancadas, com torcedores e até jogadores ajoelhando no gramado. O lance nos minutos finais evitou as críticas de mais uma má atuação, que teve gol de Leandro, aos dez minutos do segundo tempo, e o empate de Gilsinho aproveitando-se de falha defensiva cinco minutos depois.

Mais confiante, com o treinador desejava, o Palmeiras faz jogo decisivo pela Libertadores na terça-feira, novamente no Pacaembu, contra o Tigre, da Argentina. No Paulista, o time chega a 28 pontos, perto da vaga nas quartas de final. Até porque o Linense, seu adversário nesta noite, para em 22 pontos.

Com 8 remanescentes de vexame, Palmeiras vive recomeço contra o Linense

Uol

gilson-kleina-reuniu-o-elenco-do-palmeiras-em-treino-na-academia-de-futebol-1362773894441_615x300

O Palmeiras junta os cacos três dias depois de passar por um dos maiores vexames de sua história quase centenária. A humilhante goleada de 6 a 2 para o Mirassol ainda está viva na lembrança de todos, e é com oito jogadores que representaram o clube na tragédia que o time busca dar a volta por cima contra o Linense, neste sábado, às 18h30, no Pacaembu, pela 16ª rodada do Campeonato Paulista.

Cinco jogadores que estiveram na goleada em Mirassol serão poupados para o duelo contra o Tigre, na terça-feira, pela Libertadores. São eles: Juninho, Weldinho, Charles, Márcio Araújo e Wesley.

Os oito remanescentes do vexame são Fernando Prass, André Luiz, Leo Gago, Ronny, Leandro, Caio, Ayrton e João Denoni, sendo que os dois últimos entraram quando o duelo já estava 6 a 2.

“O torcedor tem que acreditar em nosso trabalho, que é árduo. O que não vamos fazer é deixar de ser Palmeiras. Vamos para o sacrifício em um momento de dificuldade objetivando dar a volta por cima. Torcedor saiba que o grupo quer reagir e está sentido como ele”, destacou Kleina.

Desfalcados, Palmeiras e Santos criam, mas não saem do 0 a 0

Gazeta Esportiva

t_82332_giva-e-leo-gago-trombam-e-nenhum-fica-com-a-bola-imagem-do-fraco-classico-disputado-no-pacaembu

Com muito desfalques, Palmeiras e Santos se enfrentaram na tarde deste domingo, no Pacaembu. Apesar das boas oportunidades de gol criadas pelos dois lados durante a partida, as equipes não conseguiram ser eficientes e o placar do clássico ficou no 0 a 0, em confronto válido pela 14ª rodada do Campeonato Paulista.

O resultado manteve os santistas, momentaneamente, na segunda colocação, agora com 28 pontos. O Peixe ainda pode ser ultrapassado pela Ponte Preta, no complemento da rodada. Enquanto isso, os palestrinos caíram duas posições, ocupando o sexto lugar, com 25 pontos ganhos.

Na próxima rodada, os palmeirenses visitam o Mirassol, na quarta-feira, no José Maria de Campos Maia. No dia seguinte, o Alvinegro Praiano recebe o Mogi Mirim, na Vila Belmiro.

Leandro marca dois gols, e Palmeiras bate Botafogo-SP em noite de baixas

Uol

20032013---1363825626359_300x300

Leandro é o novo homem-gol do Palmeiras. O atacante teve a primeira chance como titular do time após balançar as redes em duas oportunidades vindo do banco de reservas (contra União Barbarense e São Caetano), e voltou a demonstrar potencial de goleador. Ele fez os dois na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista.

A nota ruim do jogo para o Palmeiras ficou por conta das baixas por problemas físicos de Henrique e Kleber Pinheiro, substituídos ainda no primeiro tempo. O zagueiro saiu com dores na coxa direita, enquanto o atacante reclamou de tendinite no joelho direito.

Com o triunfo, o Palmeiras ultrapassa o Botafogo-SP e o Corinthians, que empatou com o XV de Piracicaba por 1 a 1. O time alviverde assume a quarta colocação, com 24 pontos. Já a equipe de Ribeirão Preto caiu para a sexta posição, com 22.

Na próxima rodada, o Palmeiras faz clássico contra o Santos, domingo, às 16h, no Pacaembu. Já o Botafogo-SP encara o Linense, sábado, às 18h30min, em Ribeirão Preto.

Contra Botafogo-SP, Verdão mira G-4 para provar que merece paciência

Gazeta Esportiva

t_81846_leandro-deve-ser-a-principal-novidade-do-palmeiras-para-enfim-agradar-seu-torcedor-nesta-temporada

Ainda sofrendo com o rebaixamento no Brasileiro do ano passado e sem encantar em campo nesta temporada, o Palmeiras adotou um discurso de que não pode mais pedir paciência ao torcedor. A estratégia é provar a quem o apoia que merece confiança, o que passa por uma atuação convincente nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Pacaembu, diante do Botafogo de Ribeirão Preto.

Uma vitória deixará o Verdão, ao menos, mais perto dos quatro primeiros colocados do Campeonato Paulista, meta traçada por Gilson Kleina. E o desafio não deve ser fácil, já que o adversário está em quarto lugar com 22 pontos, um acima do Palmeiras, que está em sexto – para terminar o dia no G-4, além de vencer, a equipe precisa torcer para o Corinthians não derrotar o XV de Piracicaba fora de casa.

“O Botafogo está apresentando um futebol de alto nível, mas temos que busca os três pontos de qualquer maneira. Precisamos ter tranquilidade, cautela e humildade para passar da linha da bola, mas sabendo que os três pontos são de grande importância”, ressaltou Wesley.

Com dois a mais, Verdão vence sua ‘bagunça’ e o Paulista, e é vaiado

Gazeta Esportiva

t_81409_palmeiras-venceu-apos-ficar-tres-jogos-sem-vitoria-nem-gol-mas-recebeu-vaias-por-jogar-mal-mesmo-com-dois-a-mais

Após três jogos, o Palmeiras, enfim, venceu. Jogando quase todo o segundo tempo com dois jogadores a mais, a equipe se mostrou bagunçada em campo, mas conseguiu marcar os gols que faltaram nas últimas partidas e foi capaz de vencer o Paulista por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, no Pacaembu. Mas não agradou, a ponto de ser intensamente vaiado.

O time de Gilson Kleina precisou de menos de dois minutos para balançar as redes, mas com a ajuda do zagueiro Dráusio, que se atrapalhou com o goleiro Richard e fez contra. O clube de Jundiaí ainda empatou com Marcelo Macedo, aos 13, e até dominava no primeiro tempo. Mas um cruzamento de Patrick Vieira na cabeça de Vilson definiu o placar ainda aos 44 minutos do primeiro tempo.

Aos 45 da etapa inicial, o meia Renato foi expulso por chutar Valdivia. Aos 11 do segundo tempo, foi a vez de o volante Matheus receber o cartão vermelho. Superioridade numérica que escondeu os problemas do Verdão, com atletas mostrando não saber ou respeitar seu posicionamento em campo. Fernando Prass precisou fazer grandes defesas para evitar o empate.

Problemas táticos à parte, o Palmeiras somou três pontos e figura na sexta posição, com 20. No domingo, às 16 horas (de Brasília) o time visita o São Caetano no ABC com o objetivo de ficar entre os quatro primeiros colocados. No mesmo dia, o Paulista, 12º colocado a quatro pontos da zona de rebaixamento, recebe o Botafogo às 18h30.

Displicente, Palmeiras é castigado no fim e perde para lanterna

Terra

valdiviadesesperoafp

A disciplicência ofensiva do Palmeiras acabou por castigar o time nesta quarta-feira na Argentina. Um minuto depois de desperdiçar a chance mais clara com o atacante Kleber, já nos acréscimos, a equipe levou gol e acabou derrotada por 1 a 0 pelo Tigre na Copa Libertadores da América. O resultado complica os brasileiros no Grupo 2 e mantém os argentinos na briga por classificação.

O Palmeiras só não se complicou mais porque o Libertad, em casa, arrancou empate por 2 a 2 contra o Sporting Cristal depois de ficar com 2 a 0 atrás. Assim, o time paraguaio segue na liderança, com seis pontos, com os bolivianos com quatro na segunda colocação. Palmeiras e Tigre, com três, dividem o terceiro lugar. Uma vitória do time paulista praticamente tiraria os argentinos da disputa.

Na próxima rodada, os confrontos do Grupo 2 se repetirão. Sporting Cristal e Libertad jogam já na terça, às 19h15 (de Brasília), no Estádio San Martin de Porras, em Lima, no Peru. Palmeiras e Tigre ficarão quase um mês sem jogar pela competição até o reencontro: no Pacaembu em 2 de abril, uma terça, às 21h30.

opcao-468x60

Palmeiras tem ‘batismo’ frustrante e perde por 2 a 0 para o Libertad

Gazeta Esportiva

t_80173_diante-da-superioridade-do-libertad-de-velazquez-foi-quase-impossivel-ver-o-palmeiras-de-fernando-prass-no-paraguai

Gilson Kleina foi para o Paraguai destacando o ‘batismo’ seu e de quase todos os seus comandados, que participariam de seu primeiro jogo no exterior em uma Libertadores. Uma primeira vez para esquecer. Sem organização nem nada além de vontade, o time perdeu por 2 a 0 para o Libertad nesta quinta-feira, em Assunção.

Não só a inexperiência, mas a má postura tática e também qualidade para se igualar ao adversário foram decisivos nesta noite. Os anfitriões abriram o placar no estádio Nicolás Leoz aos 11 minutos do primeiro tempo, com Velázquez, e aos nove do segundo tempo, com Pedro Benítez, teve dois gols anulados por impedimento e perdeu muitas outras chances.

Na tentativa de se encontrar ao menos na tabela, o Verdão, que não jogará neste fim de semana pelo Campeonato Paulista, terá que mostrar força fora de casa. Na quarta-feira, o time brasileiro, terceiro colocado no grupo 2 da Libertadores, vai à Argentina enfrentar o Tigre, que precisa da vitória em casa para não se complicar.

No mesmo dia e horário (19h45 de Brasília), o Libertad recebe o Sporting Cristal, do Peru, vice-líder da chave por ter saldo de gol positivo – o Palmeiras, também com três pontos, sai de Assunção com saldo -1.

banner1

Morte em Oruro preocupa Valdivia, mas clube tem acordo com Libertad

r7

t_80028_chileno-relata-que-sempre-viu-rojos-em-estadios-mas-diretoria-diz-ter-acordo-com-paraguaios-garantindo-bom-ambiente

A morte do boliviano Kevin Espada, torcedor do San José atingido por sinalizador disparado da torcida do Corinthians em Oruro, gerou alerta até no Palmeiras. Embora a diretoria tenha feito um acordo com o Libertad para garantia de ambiente tranquilo em Assunção, Valdivia embarcou para o Paraguai sem negar sua tensão.

“Preocupa, sim, porque o que aconteceu com o torcedor pode acontecer com o jogador também”, disse o jogador, falando especificamente da presença de sinalizadores nas torcidas, algo que garante não ser um problema existente apenas entre fãs brasileiros e sul-americanos.

“Isso sempre aconteceu nos estádios, não só aqui no Brasil, mas no mundo inteiro. Sempre vemos rojão dentro de campo. Aconteceu uma fatalidade e desejamos que não aconteçam mais”, prosseguiu o meia.

Os dirigentes fazem sua parte. Acompanhando a delegação que viajou ao Paraguai na manhã desta quinta-feira, o gerente de futebol Omar Feitosa disse que procurou a diretoria do Libertad e ficou combinado um trabalho para boa recepção do Palmeiras, que promete fazer o mesmo quando o clube paraguaio vier a São Paulo.

Palmeiras sofre, mas encontra centroavantes e estreia com vitória

Gazeta Esportiva

300x250_2013-02-14_95020004b4

Em seu segundo jogo sem Barcos, o Palmeiras demonstrou ainda sentir falta de um centroavante. Mas o time tem um artilheiro, o zagueiro Henrique, que abriu o placar. E ainda contou com a entrada de Caio, de 20 anos, para fazer a jogada da vitória por 2 a 1 sobre o Sporting Cristal, do Peru, por 1 a 0 na noite desta quinta-feira no Pacaembu, na estreia do time na Libertadores.

Mas, para começar sua trajetória no torneio continental com três pontos, a equipe sofreu, assim como os quase 18 mil pagantes. À medida que sobrava vontade e raça em campo, muitas vezes faltava qualidade e só no segundo tempo Gilson Kleina resolveu colocar um centroavante para dar mais opções de ataque.

Enquanto não tinha referência na frente, o time contou com Henrique para fazer 1 a 0 aos 40 minutos do primeiro tempo, em cobrança de escanteio. Aos cinco do segundo tempo, porém, o estreante Marcelo Oliveira cometeu pênalti que Lobatón converteu. Mas aos 23 o lateral esquerdo se redimiu fazendo a jogada que Caio ajeitou para Patrick Vieira fazer 2 a 1.

Com ânimo renovado, o Verdão termina a semana na liderança do grupo B da Libertadores – o outro jogo da chave só ocorrer na próxima quinta-feira, entre Tigre e Libertad, na Argentina. O Palmeiras volta a jogar pelo torneio apenas no dia 28, visitando o Libertad no Paraguai. Antes disso, tem clássico neste domingo, diante do Corinthians, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

Desacreditado, Palmeiras estreia contra Sporting Cristal

Folha de São Paulo

Gilson-Kleina-Palmeiras-Foto-Cabral_LANIMA20130130_0023_48

O Palmeiras nunca estreou em uma Libertadores tão desacreditado quanto nesta temporada. O time enfrenta o Sporting Cristal nesta quinta-feira, a partir das 22 horas, no Pacaembu, tendo como adversário, além do próprio clube peruano, a desconfiança da torcida, da imprensa e até de seus dirigentes.

O motivo não é novidade. O Palmeiras foi rebaixado há dois meses para a Série B do Brasileiro e, apesar da contratação de oito jogadores – sendo que sete deles podem atuar nesta quinta-feira – , o sentimento é que o drama de 2012 permanece, já que o time não tem feito uma elogiável campanha no Paulistão.

Além disso, o ano começou com surpresas e notícias repetidas que incomodam a torcida. Ídolo maior e principal esperança palmeirense, Barcos foi negociado com o Grêmio e deixou o clube. E o meia Valdivia, outro que ainda é idolatrado pelos torcedores, mais uma vez se machucou e não estará em campo.

Em cima dessa proposta, o técnico Gilson Kleina resolveu criar um clima de decisão para os atletas antes da estreia. A delegação viajou na noite de terça-feira para Itu, no interior de São Paulo, e se refugiou em um resort para se concentrar totalmente no jogo desta quinta e no clássico contra o Corinthians, domingo, pelo Paulistão.

Agora sem Barcos, Palmeiras volta a contar com gols de jogadores de trás e empata com o Mogi

Uol

maikon-leite-tenta-o-drible-em-jogador-do-mogi-mirim-em-partida-que-terminou-empatada-em-2-a-2-no-interior-de-sao-paulo-1360538576584_300x300

Na primeira partida após a saída do atacante Barcos para o Grêmio, o Palmeiras mostrou que continuará precisando dos homens do sistema defensivo para balançar as redes adversárias. Se havia sido assim nos dois jogos anteriores, mesmo ainda com o atacante argentino, agora tem tudo para ser ainda maior a dependência. Foi com gols dos volantes Márcio Araújo e Souza que o alviverde empatou por 2 a 2 com o Mogi Mirim, neste domingo à noite, no estádio Romildão, em Mogi Mirim.

O resultado fez o Palmeiras subir uma posição na tabela de classificação do Campeonato Paulista. Ele agora é o quarto colocado, com 12 pontos.

Já o Mogi ficou em oitavo lugar, com 11 pontos. O próximo compromisso palmeirense será a estreia na Libertadores, na próxima quinta-feira, contra o peruano Sporting Cristal, no Pacaembu.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia