WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  



drupal counter

:: ‘Palmeiras’

Goleiro Abílio realiza período de testes no Palmeiras

Site do Clube

DSC_5458-e1451757319700-281x300

O goleiro Abílio, de 18 anos, formado nas divisões de base do ECPP está em São Paulo, onde passará por um período de testes na Sociedade Esportiva Palmeiras.

Abílio tem 1,90m, pesa 86 kg e está há dois anos no alviverde, onde foi destaque nos campeonatos de base disputados e este ano foi emprestado ao Marilia do Maranhão e depois para o Sampaio Correia/MA, de onde retornou no final do ano.

Ele não disputará a Copa São Paulo porque estava no Sampaio Correia e quando retornou não havia tempo hábil para inscrevê-lo na copinha.

Apesar da pouca idade, Abílio já havia sido promovido a terceiro goleiro do profissional para a temporada 2016, mas surgiu a oportunidade de testes no verdão paulista.

Ele trombou e derrubou o xerifão do Palmeiras. E como prêmio foi contratado

Uol

Atlas-Palmeiras-Pena-480-Reprodução

Um atacante é contratado para defender um time grande por conta de seus gols, seu protagonismo no ataque? Não foi assim com Renivaldo Pereira de Jesus, o Penna, que chegou ao Palmeiras em 1999. Tudo aconteceu depois de um jogo entre Rio Branco x Palmeiras pelo Campeonato Paulista daquele ano. Uma trombada.

Naquele duelo do Paulistão, Penna teve seu momento de protagonismo aos olhos do então técnico palmeirense Luiz Felipe Scolari. Felipão ficou impressionado com a força física do atacante, que foi capaz de derrubar ninguém mesmo que o zagueiro Clébão, xerifão do Palmeiras na época.

“Teve um jogo contra o Palmeiras e eu trombei com o Cleber em alguns lances. O Cleber caiu em uma das divididas e o Felipão falou: ‘não, eu nunca vi o Cleber cair, um atacante derrubar o meu zagueiro? Eu quero ter esse jogador’. Então, quando a Parmalat fechou comigo, era o Palmeiras ou o Juventude e o Felipão falou que me queria. Foi uma surpresa”, recordou Penna em conversa com o UOL Esporte.

Depois do pedido especial por Penna, o atacante estreou pelo Palmeiras em setembro de 1999, contra o Sport. Só marcou mais tarde, em seu quinto jogo, mas conseguiu o apoio de quem o trouxe: Felipão. Jogou no clube que na época tinha Evair, Oséas, Asprilla, Paulo Nunes, Edmilson e conseguiu o seu lugar.

Com Felipão ganhou a Copa dos Campeões, que credenciou o Palmeiras a disputar a Libertadores; o Rio-SP; foi vice da Libertadores. O moral com o treinador era tanto que Scolari até mesmo ajudou o jogador a conseguir um aumento de salário, que no início era de R$ 20 mil.

“Ele sabia que tinha jogadores que não jogavam e ganhavam 180 mil dólares, 100 mil, 80 mil e eu ganhava 20 mil reais. Teve um intervalo e eu me envolvi em uma confusão. Esse negócio de você ser roubado, de ficar calado, vendido por um preço e recebido por outro sendo que eu já poderia ter conseguido a sua independência financeira. Eu sofri muito e neste intervalo no Palmeiras eu falei que eu queria ir embora. Eu não queria mais voltar para o Palmeiras e fui embora no final de 2000. Eu saí de um salário de R$ 20 mil para ganhar cinco, seis vezes mais que isso, então mais uma vez eu me sujeitei”, contou Penna, que deixou o Palmeiras em 2000 rumo ao Porto, de Portugal.

“Quando eu saí do Palmeiras eu fui jogar no Porto para substituir o Jardel. O Porto tinha perdido uma vaga para a Liga dos Campeões e estava naquele turbilhão. Foi quando me contrataram e eu tive a felicidade de chegar lá. Em oito jogos sempre marcava e o Porto foi para as pontas do campeonato português, fui artilheiro em Portugal e um dos goleadores da Europa”.

Peneira do Palmeiras será realizada nesta segunda (7)

Por Luciano Pina

12015052_995010703853113_926156034766463810_o

Acontece nesta segunda (7), em Vitória da Conquista, a a peneira no time do Palmeiras. Inscrições gratuitas.

Maiores informações pelo fones: 98802-5646 (Carlito) e 98829-2375 (Roberto).

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Prass brilha nos pênaltis e Palmeiras conquista a Copa do Brasil

Globo Esportes

imgS620I165748T20151203022643

O Palmeiras virou o jogo no Allianz Parque, com muito sofrimento, para conquistar a Copa do Brasil. Depois de perder para o Santos na Vila Belmiro por 1 a 0, o time alviverde venceu por 2 a 1, levou a disputa para os pênaltis e terminou a noite em festa.

Uma festa que só foi possível pelos dois gols de Dudu, ambos no segundo tempo, mas que teve como grande responsável Fernando Prass. O goleiro brilhou nos pênaltis, não só ao defender uma cobrança, mas ao converter a penalidade decisiva.

Marquinhos Gabriel perdeu o equilíbrio na primeira cobrança e mandou para o alto. Zé Roberto mandou no ângulo. Gustavo Henrique chegou pressionado e parou em Fernando Prass. Rafael Marques pegou muita distância e colocou nas mãos de Vanderlei. O Santos respirou aliviado por um instante.

Geuvânio foi o terceiro santista a bater, e o primeiro a converter sua cobrança. Jackson bateu forte para fazer Palmeiras 2 a 1. Lucas Lima cobrou com categoria e deixou tudo igual mais uma vez. Cristaldo não falhou. O Alviverde foi em vantagem para a última cobrança alternada.

Ricardo Oliveira cobrou no meio e deu esperanças ao torcedor. O título ficou nos pés de Fernando Prass, ou nas mãos de Vanderlei. O goleiro palmeirense levou melhor no duelo e correu para a torcida.

Vale a taça! Palmeiras e Santos decidem título da Copa do Brasil

Globo Esportes

rib8459

Provocações, polêmicas e sete encontros na temporada: Palmeiras e Santos encerram nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), na arena do Verdão, um ano repleto de rivalidade. O duelo vale o título da Copa do Brasil e a vaga na Taça Libertadores da América de 2016. O Peixe, que venceu o jogo de ida por 1 a 0, precisa de um empate para festejar na casa adversária. O Alviverde depende de uma vitória por dois gols para inverter a vantagem e comemorar o primeiro título em seu novo estádio – se vencer por um, o time da casa leva a decisão à penalidades (na final, o gol fora não é critério de desempate).

O Verdão conta com o apoio da torcida para pressionar os alvinegros e levar a melhor. Com ingressos para a finalíssima esgotados desde o dia 23 de novembro, o Palmeiras tem na força de quase 40 mil torcedores uma de suas principais apostas. Na arena, a equipe já eliminou Sampaio Corrêa, Internacional e Fluminense.

Nesta temporada, Palmeiras e Santos já se encontraram seis vezes, com quatro vitórias do Peixe e duas do Verdão. O duelo desta quarta vale também o planejamento para 2016: quem perder, não disputará a Libertadores, principal competição continental.

O catarinense Heber Roberto Lopes apita a partida, auxiliado pelos paulistas Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse.

Santos bate Palmeiras em jogo tenso e fica a um empate do título

Globo Esportes

rib8595

A primeira partida da final da Copa do Brasil, entre Santos e Palmeiras, nesta quarta, na Vila Belmiro, foi nervosa, catimbada, com pênalti não marcado, outro apontado e não convertido, e até com troca de juiz. No fim, prevaleceu o maior volume de jogo do Peixe, que venceu por 1 a 0 e agora joga pelo empate na quarta que vem, na arena do rival. O Verdão precisa vencer por dois gols. Se vencer por um, leva a decisão para os pênaltis. Gabriel, que perdeu pênalti no começo, se reabilitou ao marcar o gol da vitória.

A vantagem do Peixe só não é maior porque Nilson, que entrou no segundo tempo, perdeu uma chance incrível já nos acréscimos, quando teve o gol aberto à sua frente e conseguiu a façanha de errar o chute.

Torcida do Palmeiras compra 32 mil ingressos para a final em 24 horas

Uol

torcedores-do-palmeiras-durante-jogo-contra-o-joinville-no-allianz-parque-1440975195351_615x300

A torcida do Palmeiras já comprou mais de 32 mil ingressos para a segunda final da Copa do Brasil, dia 2 de dezembro, contra o Santos, às 22h, no Allianz Parque. Em 24 horas, os palmeirenses esgotaram os setores Gol Norte, Gol Sul e Central Leste. Restam entradas apenas no anel superior e na Central Oeste.

Desde a manhã de domingo os membros do Avanti têm a preferência de compra, e às 10h começou a 5ª pré-venda, aos sócios-torcedores com uma estrela, aqueles que estiveram entre 1 e 20% dos jogos do Palmeiras como mandante nos últimos dois meses. Às 14h, a comercialização seguirá para os que participam do programa, mas não estão neste ranking, e às 18h, caso restem entradas, a venda seguirá para o público em geral.

Os ingressos restantes para a final custam entre R$ 200 e R$ 400, sem contar descontos de meia-entrada, ou dos programas de sócio-torcedor do Palmeiras.

Os santistas, que diferentemente da decisão do Paulista ficarão no anel superior, ainda não tiveram os postos de compra pulgados. O valor das entradas para eles também será de R$ 200.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Atlético Paranaense e Palmeiras empatam em jogo de viradas e seis gols

Ogol

imgS620I164934T20151119011904

Atlético Paranaense e Palmeiras fizeram um jogo de viradas, muita emoção e seis gols na Arena da Baixada. O Furacão saiu na frente com gol relâmpago, viu o Alviverde reagir no segundo tempo, voltou a virar no fim, e cedeu o empate, em 3 a 3, no último lance.

Com 49 pontos, o Palmeiras termina o dia na 10ª posição na tabela. O Atlético é o 12º colocado, com 47 pontos.

Pela 36ª rodada da competição nacional, no sábado, o Palmeiras recebe o Cruzeiro em sua arena, às 19h30. No domingo, no mesmo horário, o Atlético-PR visita o Sport na Ilha do Retiro.

Nos pênaltis, Palmeiras elimina o Fluminense e marca final com o Santos

Ogol

prass

O Palmeiras agendou encontro com o Santos na final da Copa do Brasil, mas apenas depois de muito sofrimento na Allianz Arena. O time alviverde abriu dois gols de vantagem em 20 minutos, mas viu Fred diminuir para 2 a 1 no segundo tempo e quase empatar. A vaga na decisão viria nos pênaltis.

Lucas Barrios marcou duas vezes para o Palmeiras. Fred descontou para o Fluminense.

Foi uma eliminatória muito disputada, com gols, bom futebol e muita emoção. No final, a torcida alviverde fez a festa e praticamente encerrou o ano para o Fluminense, que agora foca apenas em encerrar qualquer possibilidade de rebaixamento nos jogos que restam do Brasileiro.

Rafael Marques abriu a cobrança de penalidades com uma bomba no ângulo. Jean respondeu deslocando Fernando Prass. Jackson também não falhou. Já Gustavo Scarpa viu seu arremate parar em Prass. A pressão estava do lado tricolor.

Cristaldo converteu a terceira cobrança. Gum isolou a sua. Allione foi para a batida decisiva e mandou o Palmeiras para a final inédita contra o Santos na Copa do Brasil.

Fluminense vence, mas gol fora de casa mantém Palmeiras confiante

Globo Esportes

11_2

Com o regulamento nas mãos, o Palmeiras perdeu, mas deixou o Maracanã esperançoso em chegar à final da Copa do Brasil. Com Fred em campo, o Fluminense abriu dois gols de vantagem no primeiro tempo, nesta quarta-feira, e parecia encaminhar a classificação. Sem o centroavante, substituído pouco antes do intervalo com torções no joelho e tornozelo esquerdos, o Verdão cresceu na etapa final, descontou para 2 a 1 com um pênalti duvidoso e deixou a disputa aberta. Os paulistas ainda reclamaram de um gol de Amaral anulado por impedimento.

Com diferença mínima, o Fluminense joga por um empate, na próxima quarta, em São Paulo, para ficar com a vaga. O Palmeiras avança com uma vitória simples por 1 a 0. Se placar se repetir, agora a favor dos paulistas, a decisão será nos pênaltis. São Paulo e Santos disputam a outra semifinal.

Fred deixou o campo nos acréscimos do primeiro tempo preocupando o departamento médico. Antes, abriu caminho para o Fluminense vencer. Foi dele a cabeçada que Fernando Prass fez um milagre e deu rebote para Marcos Junior abrir o placar. Em seguida, com um corta-luz, permitiu que a bola passasse por entre suas pernas após sutil desvio de Gum e entrasse no canto esquerdo. Se tivesse continuado…

O Palmeiras poderia ter obtido um placar mais favorável. Antes de sofrer os dois gols, o Verdão chegou com muito perigo ao gol de Diego Cavalieri. Vitor Hugo e Gabriel Jesus tiveram duas chances claras logo no início da partida e não aproveitaram. A defesa, tão criticada, voltou a falhar em lances de bolas paradas e atrapalhou os planos. O time só reagiu no segundo tempo, quando Zé Roberto converteu um pênalti polêmico sofrido por ele mesmo em disputa com Gum. Amaral chegou a empatar, mas o árbitro Leandro Pedro Vuaden marcou impedimento, também bastante duvidoso. No fim, a derrota por 2 a 1 não foi considerada ruim.

outdoor_pq

Flu e Palmeiras têm desfalques para a semi na Copa do Brasil

Terra

gabrieljesusfredcopadobrasilgazetagettymontagem

Algoz do Fluminense nas duas partidas disputas até então em 2015, ambas válidas pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras visita o Tricolor nesta quarta-feira, às 22h, no Maracanã, pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. A última atividade palmeirense em São Paulo foi fechada à imprensa, mas a lista de relacionados foi divulgada e o Verdão não terá o meia Robinho.

Já o time do Fluminense, por sua vez, pode ter novidade no setor de criação. O técnico Edurdo Baptista também trabalhou com portões fechados nesta terça-feira, mas testou Vinícius no lugar de Gerson, na Urca. A atividade aconteceu na Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx).

Marcelo Oliveira também não terá à disposição o zagueiro Leandro Almeida, o volante Thiago Santos e o atacante Alecsandro. Todos já atuaram na Copa do Brasil por outras equipes. Coritiba, América-MG e Flamengo, respectivamente. Na vaga do centroavante, o paraguaio Lucas Barrios entra com a camisa 8. Amaral e Zé Roberto devem assumir a função de resguardar a defesa alviverde.

No Tricolor Carioca, o mistério segue no ar. O zagueiro Marlon e o atacante Marcos Júnior treinaram e podem ser aproveitados. Ambos deixaram o último compromisso do Fluminense com problemas físicos e serão reavaliados antes do confronto no Maracanã para saber se terão ou não condições de jogo. Na lateral direita, Higor Leite pode começar jogando e disputa vaga com Wellington Silva. Breno Lopes retoma o posto pela esquerda. Fred deixou a última atividade mais cedo, por cansaço. Mesmo assim, não preocupa.

Palmeiras sofre no Palestra Itália, mas derrota Inter e está na semifinal

Gazeta Esportiva

GirottoII1-1024x681

O Palmeiras sofreu, mesmo abrindo 2 a 0 no primeiro tempo, mas conseguiu fazer a festa dos quase 34 mil pagantes na noite desta quarta-feira no Palestra Itália. Após ceder o empate, o Verdão conseguiu vencer por 3 a 2 e, com empatou a ida por 1 a 1 no Beira-Rio, garantiu sua vaga nas semifinais da Copa do Brasil.

O sufoco no fim contrasta o resultado do primeiro tempo. Apesar de não dominar, o Palmeiras fez 1 a 0 com Vitor Hugo, aos sete. Aos 36, o time saiu da pressão gaúcha e ampliou com Zé Roberto convertendo pênalti que o árbitro marcou sobre Lucas. Era só administrar o placar para avançar.

Mas o Verdão não soube usar a sua vantagem e Anderson, em jogada na qual iniciou elevando o pé à altura da cabeça de Lucas, fez gol aos 11 do segundo tempo. Aos 28, Lisandro López empatou. Contudo, dois jogadores que saíram do banco garantiram a vaga alviverde: Allione cruzou na cabeça de Andrei Girotto, aos 29.

O Palmeiras só volta a jogar na Copa do Brasil no mês que vem e se volta agora para manter a quarta colocação no Brasileiro. Às 18h30 (de Brasília) de domingo, em Santa Catarina, o time enfrenta a Chapecoense. O Inter, que tem o G4 como única meta restante em 2015, recebe o Sport às 18h30 de sábado, em Porto Alegre.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia