WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



drupal counter

:: ‘PEGA’

Em clima de revanche, Grêmio recebe San Lorenzo no 1º jogo sem Bolaños

Globo Esportes

nn7a9238ws

Com o maior reforço da temporada em repouso forçado, o Grêmio enfrenta o San Lorenzo nesta quarta-feira, às 21h45, pela terceira rodada do Grupo 6 da Libertadores, em clima de revanche. O time argentino ainda está engasgado por eliminar o Tricolor gaúcho nas oitavas de final da competição em 2014 na Arena, mesmo palco desta noite. Para substituir Bolaños, internado no hospital em decorrência da cotovelada sofrida no Gre-Nal 409, Roger Machado tem Henrique e Everton como opções.

Após dois bons resultados na série da Arena, o jogo com o San Lorenzo fecha a sequência considerada decisiva pelo Grêmio em Porto Alegre. A intenção eram três vitórias, mas a goleada por 4 a 0 sobre a LDU e o empate no Gre-Nal deixam a situação bem encaminhada em termos de resultados. O problema ocorreu dentro das quatro linhas no clássico, por conta da lesão de Bolaños.

Algoz tricolor dois anos atrás, o “Ciclón” mantém uma base daquele ano, que acabou com título da América. Porém, ainda não venceu na Libertadores. Perdeu por 2 a 0 para a LDU na estreia e empatou em 1 a 1 com o Toluca. Não terá o atacante Blandi, lesionado, considerado titular no time do técnico Pablo Guede. O San Lorenzo desembarcou na terça-feira em Porto Alegre e fez treino leve no CT do Inter.

Flamengo vira e pega Corinthians na final da Copinha

Terra

flamengodanielvorleyagifgp2

Flamengo e América-MG se enfrentaram na Arena Barueri, pelas semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior, na briga por uma vaga na decisão contra o Corinthians. Após sair atrás no placar, o Rubro-Negro conseguiu a virada, venceu por 2 a 1 e garantiu presença na final.

O placar foi aberto pelo América-MG aos três minutos da primeira etapa, em gol marcado por Matheusinho. No entanto, o Flamengo empatou aos 12, com Trindade, e virou aos 28 do segundo tempo, em finalização de Lucas Paquetá, garantindo a classificação.

A final entre Flamengo e Corinthians acontece na próxima segunda-feira (25), às 10h (horário de Brasília), no Pacaembu.

Brasil pega o Chile com três meses de atraso, em estreia com cara de decisão

Globo Esporttes

neymar9

Começa nesta quinta-feira a primeira das 18 batalhas da seleção brasileira para estar na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. E começa com um duelo que, na imaginação de muita gente, deveria ter acontecido já há algum tempo.

A incapacidade da equipe brasileira, eliminada pelo Paraguai ainda nas quartas de final, impediu que o “jogo dos sonhos” se realizasse, mas a sorte – ou azar, depende do ponto de vista – agiu no sorteio das Eliminatórias, no fim de julho, na Rússia. Cruzou o caminho das seleções logo na primeira rodada. E no estádio Nacional de Santiago, que seria o palco da final. Foi lá que os chilenos bateram os argentinos nos pênaltis, e fizeram história com o título.

– Esperávamos chegar à final da Copa América contra o Chile, na casa deles, mas não foi possível. Agora temos esse jogo e esperamos vencer para suprir o que aconteceu antes – afirmou o volante Elias, que disputa com Fernandinho uma vaga na equipe titular.

– É uma situação diferente. Estamos iniciando uma caminhada, e estrear na casa deles será difícil. Eles tinham essa expectativa (de disputar a final contra o Brasil), sabem do nosso peso, seria uma festa maior, mas infelizmente não aconteceu – disse o “concorrente” Fernandinho.

Apenas três meses se passaram entre o utópico último jogo da Copa América e a importantíssima abertura das Eliminatórias. Pouco tempo, mas suficiente para mudanças profundas. Algumas forçadas, como as ausências do suspenso Neymar e do lesionado Aránguiz, outras por opção, como a não convocação de Thiago Silva.

Confira os jogos da 1ª rodada
16:00
Bolívia x Uruguai
17:30
Colômbia x Peru
18:00
Venezuela x Paraguai
20:30
Chile x Brasil
21:00
Argentina x Equador

unimarc-modelo-4

Brasil pega Costa Rica em jogo que marca um ano da 2ª era Dunga

Globo Esportes

20150901175636_55e61104cf1d7_1

Cinco de setembro de 2014. O Brasil havia acabado de ser goleado por Alemanha (7 a 1) e Holanda (3 a 0) na reta final da Copa do Mundo. As cobranças eram por renovação. E o técnico escolhido para assumir tal responsabilidade era um velho conhecido: o tetracampeão Dunga. Agora, um ano depois do primeiro compromisso diante da Colômbia (1 a 0, em Miami), o treinador volta aos Estados Unidos para enfrentar a Costa Rica, neste sábado, às 17h (de Brasília), na Arena de Nova Jersey, em um outro patamar, mas com a mesma cobrança. A de recuperar a autoestima e o bom futebol do time canarinho, recém-saído de um novo fracasso. Desta vez na Copa América do Chile.

Em sua segunda passagem pela Seleção, Dunga disputou 14 partidas até aqui. Foram 12 vitórias, um empate e apenas uma derrota. Aproveitamento de 88,09%. O tropeço aconteceu para Colômbia (1 a 0), em Santiago, justamente na partida que ocasionou a suspensão de quatro partidas imposta pela Conmebol a Neymar. O camisa 10, inclusive, é o artilheiro sob a batuta do treinador, com nove gols. Mas deverá ficar no banco diante da Costa Rica. O confronto será transmitido ao vivo pela TV Globo, Sportv e GloboEsporte.com. O site acompanha em Tempo Real.

Em sua primeira passagem, Dunga comandou a Seleção em 60 partidas. Foram 42 vitórias, 12 empates e seis derrotas – aproveitamento de 76,6%. O artilheiro na época foi o atacante Luís Fabiano, com 22 gols. Na opinião do treinador, não existem bons e maus momentos, mas sim pontos a se aprender com situação vivida no cargo de treinador da equipe nacional.

– Era o meu primeiro trabalho. Tinha de ganhar, de vencer. Não mudou muito. Tem que continuar vencendo, continuar ganhando. As coisas evoluem muito rápido. Passaram quatro anos, essa segunda passagem tem mais pressão por tudo o que passou recentemente mesmo com o Brasil chegando entre os quatro primeiros da Copa do Mundo. Existe uma pressão e ansiedade de todos. Até da nossa parte. Sabíamos que teríamos que começar bem, com vitórias, ganhando e, aos poucos, dando oportunidade aos outros. A pressão é tão grande que perdemos apenas um jogo e já se tem grandes polêmicas. Parece que não ganhamos nada até agora.

O ano no comando da Seleção em 2015 também é diferente daquele de 2007. Se há oito anos, Dunga chegava aos jogos de setembro como título da Copa América, agora a pressão ainda maior pela eliminação da equipe nas quartas de final do torneio. A necessidade de arrumar o time para as eliminatórias ficou ainda mais latente após a derrota nos pênaltis para o Paraguai. O treinador sai em defesa de seus comandados para a sequência do trabalho.

– Basta um resultado negativo que nada é satisfatório. Temos que trabalhar com isso, estar preparados para enfrentar tal situação. O jogador aqui precisa chegar pronto porque não existe esse tempo de espera. Ele não vai ter cinco ou seis jogos, quase meio ano. Ele precisa estar preparado para jogar cinco, dez, 15 ou 90 minutos. Estamos nos preparando da melhor maneira sabendo que vamos enfrentar dificuldades nas eliminatórias.

Sul-Americano sub-20: Brasil pega Argentina de olho em vaga no Mundial

Globo Esportes

gallotreino1

Mais do que a rivalidade história, o duelo entre Brasil e Argentina neste domingo, às 20h (de Brasília), no estádio Parque Central, em Montevidéu, pela terceira rodada do hexagonal final do Sul-Americano sub-20, terá caráter decisivo: o vencedor dará um passo importante para garantir a vaga no Mundial da categoria, que acontecerá em maio, na Nova Zelândia.

Empatados na liderança com quatro pontos, junto com o Uruguai, brasileiros e argentinos sabem que um triunfo praticamente assegura a classificação – na última edição do Sul-Americano, o quarto colocado, no limite para ir ao Mundial, avançou com sete pontos. Na seleção comandada pelo técnico Alexandre Gallo, a vaga no Mundial é tratada como principal objetivo no torneio; pensar em título só é permitido depois que o primeiro passo for dado.

– Tem que focar para tentar estar o mais rápido possível dentro do Mundial. O objetivo de ser campeão tem que acontecer naturalmente, não se pode atropelar. Temos que estudar adversário a adversário, tentar minimizar qualquer tipo de erro – disse Gallo.

unimarc-modelo-4

Corinthians pega time alemão nos EUA em primeiro desafio do ano

r7

8zujo5qzpo_5qpxvkk5m2_file

Se preparando para a pré-Libertadores, o Corinthians estreia na temporada 2015 nesta quinta-feira (15), contra o alemão Colônia na Flórida, nos Estados Unidos. O jogo, às 22h30 (horário de Brasília), tem clima de amistoso, mas faz parte da Copa Flórida, torneio que também conta com Fluminense e Bayern Leverkusen.

Para o primeiro jogo do ano e da volta de Tite, o técnico já adiantou a escalação que entra em campo e revelou que mudará o time todo para a segunda etapa.

Com poucos reforços — chegaram Cristian, Edílson e Steve Mendonza, além da volta de Sheik —, o técnico mantém a base do time que vinha atuando com Mano Menezes no fim de 2014. As ausências no elenco são Malcom, que está com a seleção brasileira sub-20, e Cristian e Romero, que fazem trabalhos específicos para melhorar o condicionamento físico.

Considerados os primeiros titulares da nova Era Tite, os jogadores que começam a partida contra o Colônia são: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos, Ralf, Elias, Lodeiro e Renato Augusto; Sheik e Guerrero.

Pressionado, Botafogo recebe tranquilo Atlético-PR em Volta Redonda

Gazeta Esportiva

t_132366_amargando-a-18-posicao-na-tabela-o-glorioso-precisa-vencer-para-sair-da-zona-de-rebaixamento

Pressionado pela necessidade de vencer para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, onde ocupa a 18ª posição na tabela com 33 pontos, o Botafogo recebe o Atlético-PR neste sábado, às 21h (de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), em duelo válido pela 33ª rodada. Após a derrota de 2 a 1 para o Cruzeiro, o Glorioso se viu em uma situação em que precisa da vitória em pelo menos quatro dos seis jogos restantes. Já o Furacão, embalado pelo 1 a 0 aplicado no Atlético-MG no último fim de semana, é o nono colocado com 43 pontos e navega em mares tranquilos, pois não tem muitas chances de jogar a Libertadores, mas, em compensação, o risco de queda para a segunda divisão é mínimo.

A pressão pela necessidade de ter um desempenho de campeão nas últimas rodadas realmente pesa para o Botafogo. Mas seus jogadores fogem das contas e preferem focar apenas no próximo jogo. “Temos condições de escapar do rebaixamento, mas não podemos ficar fazendo contas. Temos que ir a campo e fazer a nossa parte. Se ganharmos o próximo jogo a distância para a pontuação necessária vai cair ainda mais”, analisou o goleiro Jéfferson.

Muito próximo de seu principal objetivo – ou pelo menos o que lhe restou – no Brasileirão, o Atlético Paranaense, com 43 pontos, precisaria hoje de apenas mai suma vitória para se livrar de vez de qualquer risco de rebaixamento e consolidar sua posição entre os 10 primeiros na classificação.

Colômbia pega Grécia para confirmar expectativas na volta ao Mundial

Gazeta Esportiva

t_117499_pekerman-ve-grecia-competitiva-e-agressiva-mas-espera-triunfo-colombiano-foto-aris-messinis

Neste final de semana, a seleção colombiana encara um desafio inédito nos últimos 16 anos: uma partida de Copa do Mundo. Ausente nas três últimas edições, La Tricolor volta a disputar a principal competição do futebol com a responsabilidade de surpreender os chamados “gigantes”. Em grupo equilibrado, tem o primeiro duelo com a Grécia às 13 horas (de Brasília) deste sábado, no Mineirão.

Apesar de não saber o que é disputar Mundiais neste século, a emergente Colômbia curiosamente chega ao torneio com certo peso sobre os ombros. Mesmo com a lesão da estrela Falcao García, a seleção concentra bastante expectativa em torno de si após boa campanha nas Eliminatórias. Para dar razão aos que a consideram possível surpresa da Copa, La Tricolor precisa antes passar pelo primeiro compromisso: o jogo contra os gregos.

“Para nós o desafio é jogar como estamos jogando, para conseguir fazer grandes danos na Grécia”, afirma o técnico José Pékerman. “As expectativas são muito grandes. Estamos muito orgulhosos de que a Colômbia volta a um Mundial após dezesseis anos”, completou.

468x60_simonassi127

Chile pega Austrália para largar na frente de concorrentes gigantes

r7

t_117324_pinilla-defende-que-selecao-chilena-esta-preparada-para-o-debute-na-copa-do-mundo-foto-martin-bernetti

Terceiro colocado nas Eliminatórias da América do Sul, o Chile chega ao Brasil para a disputa da Copa do Mundo com uma das seleções mais fortes dos últimos tempos, e quer surpreender os adversários no Grupo B. A estreia chilena será às 19 horas (de Brasília) desta sexta-feira, contra a Austrália, na Arena Pantanal, e uma vitória é considerada fundamental.

Além dos australianos, o Chile vai encarar os gigantes Espanha e Holanda, em uma das chaves mais difíceis da Copa do Mundo. Os jogadores da Roja sabem que as chances de classificação para as oitavas de final passa por uma vitória nesta sexta-feira, por isso, encaram o duelo como uma verdadeira decisão logo no jogo de estreia.

Na Austrália, a Copa do Mundo é encarada como uma grande festa, e não deverá passar disso. As chances de avançar na competição são pequenas, mas nem por isso os australianos pretendem facilitar a vida dos sul-americanos. A grande estrela da equipe é Tim Cahill, que já passou com sucesso pelo futebol da Inglaterra e atualmente joga nos EUA. O atleta revela preocupação com os astros da seleção chilena.

Figueirense encara o Flamengo para deixar a lanterna

Agência Estado

t_115779_flamengo-x-figueirense

Deixar a lanterna do Campeonato Brasileiro é o objetivo do Figueirense na partida contra o Flamengo, nesta quinta-feira, às 21 horas, no estádio do Morumbi, em São Paulo, pela oitava rodada. O jogo é na capital paulista por opção do time carioca. Com 3 pontos, o clube catarinense só precisa vencer por qualquer placar para atingir o que pretende em campo.

Durante os treinamentos desta semana, o técnico Guto Ferreira indicou que vai manter o esquema tático 4-4-2, formando um losango no meio de campo. O time catarinense perdeu a última partida contra o Goiás com um gol aos 4 minutos do primeiro tempo, mas conseguiu sem sucesso pressionar durante toda a segunda etapa.

Para o jogo desta quinta, o desfalque será o atacante Éverton Santos, que se recupera de um estiramento na coxa e só deve voltar ao time após a Copa do Mundo. Mas Guto Ferreira poderá contar com a volta do volante Nem, que treinou normalmente durante a semana.

Freguês em Curitiba, São Paulo pega Atlético-PR em MG para findar jejum

Globo Esportes

aaaaaaaaa

De todos os times que disputam a Série A, nenhum é tão fatal como mandante para o São Paulo quanto o Atlético-PR. A história das duas equipes na primeira divisão do nacional mostra 20 confrontos com mando do Furacão, com apenas um triunfo tricolor, ocorrido há exatos 31 anos, pelo Brasileiro de 1982. Os paranaenses venceram em 11 ocasiões e oito empates foram registrados.

Se o retrospecto analisado envolver apenas jogos na Arena da Baixada, a casa do Furacão, a supremacia atleticana ainda é maior, com nove triunfos e cinco empates. Mas, no confronto desta quarta-feira, válido pela oitava rodada do Brasileirão, o Atlético-PR não contará com seu principal aliado, já que o estádio está nas mãos da Fifa para a disputa da Copa do Mundo. O 40º duelo entre as equipes terá o Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG), como palco, a partir das 22h.

Para o São Paulo, além de ser uma nova oportunidade para acabar com um incômodo jejum, a vitória significa ficar perto ou até entrar no G-4 do torneio, que é o principal objetivo dos comandados de Muricy Ramalho antes da parada do torneio para o Mundial.

Já para o Atlético-PR, uma vitória confirma a boa fase no torneio. Nas mãos do interino Leandro Ávila, a equipe reagiu e, nas últimas duas partidas, empatou com o Corinthians em São Paulo e derrotou o rival Coritiba no último final de semana. Este será o último dos cinco jogos fora de Curitiba ainda por conta da punição após a briga entre rubro-negros e vascaínos no final do ano passado, na Arena Joinville.

Sem vencer há dois jogos, Vitória pega o Atlético-MG em Feira de Santana

Bahia Notícias

xIMAGEM_VITORIA_5.jpg.pagespeed.ic.Ze1sVM-RYR

Sem vencer há duas partidas, o Vitória vai entrar em campo nesta quinta-feira (22), para encarar o Atlético-MG, no Joia da Princesa, em Feira de Santana, sob pressão. Um tropeço diante do Galo pode significar a entrada na zona de rebaixamento. Atualmente, o time Rubro-Negro ocupa a 15ª posição na tabela do Brasileirão. Além disso, o Leão ainda não venceu no seu mando de campo. Empatou com o Atlético-PR e perdeu para o Palmeiras.

“Vai ser um jogo difícil, mas só podemos pensar nos três pontos. Precisamos dessa vitória, seja na raça ou na técnica”, disse o zagueiro Alemão.

Para o duelo, o técnico interino Carlos Amadeu não poderá contar com o lateral-esquerdo Juan, vetado pelo departamento médico por conta de uma lesão no tornozelo. A tendência é que Danilo Tarracha seja o substituto. William Henrique e Cáceres também se recuperam no DM e estão fora.

O Galo vai entrar em campo desfalcado e não terá atletas importantes como Diego Tardelli, Ronaldinho Gaúcho, Marcos Rocha, Guilherme e Jô, que estão fora por motivo de lesão. Além dos contundidos, Levir Culpi perdeu o zagueiro Leonardo Silva e Victor, que receberam o terceiro cartão amarelo. Já o argentino Otamendi, foi liberado para defender o seu país na Copa do Mundo.

Outros jogos
19h30
Palmeiras-SP x Figueirense-SC
Goiás-GO x Santos-SP

pmvc





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia