WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: ‘pontos’

Vitória da Conquista e Flamengo-PI prontos para o embate pela Copa do Nordeste

Da Redação
Foto Luciana Flores

12742669_1051517841536050_6299678776857835764_n

As equipes do Vitória da Conquista e Flamengo-PI, estão prontas para o confronto que acontece na noite desta quinta (25), as 21h30, no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus, pela terceira rodada da Copa do Nordeste.

No Vitória da Conquista, o treinador Evandro Guimarães (foto) já tem o time que inicia partida: Carlos Artur, Sílvio, Leandro Cardoso e Todinho, Maicon Costa, Edimar, Diego Aragão, Kleber, Rafael da Granja e Tatu.

Porém, em entrevista ao site Bahia Notícias, o comandante disse que está em dúvida entre iniciar com Tatu ou Célio Codó: “Talvez Célio Codó entre no lugar de Tatu, nós estamos fazendo um revezamento por conta da parte física, graças à maratona de jogos. Não podemos forçar demais os atletas. Não queremos contusões”, disse.

Caso vença o jogo, o Bode terminará rodada na segunda colocação do Grupo E, com seis pontos, um a menos que líder Sampaio Corrêa, que tem sete.

No Flamengo-PI, o treinador Athirson resolveu poupar o goleiro Paulo Sérgio e o meia Robertinho para o confronto direto contra o Picos pelo Campeonato Piauiense valendo a liderança e a classificação antecipada para as semifinais do primeiro turno.

Na última colocação, o Mais Querido b usca a primeira vitória na competição.

As duas equipes voltam a se enfrentar na outra quinta (3), as 21h30, no estádio Alberto Silva, em Teresina-PI

Por escalar atletas irregulares, Colo Colo perde três pontos na Série D

Galáticos Online

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.tv8XuYhW2r

Julgado nesta segunda-feira (3) no STJD, o Colo Colo não conseguiu escapar de uma punição. O Tigre perdeu três pontos na Série D pela escalação de dois atletas irregulares na primeira rodada da competição.

Gianlucas e Guilherme entraram em campo sem terem sido registrados no BID da CBF. Na oportunidade, o time de Ilhéus foi derrotado por 2 a 0 pelo Serra Talhada (PE).

Com a punição, a situação do clube baiano se complicou ainda mais. O Colo Colo perdeu seus dois pontos ganhos.

Na lanterna do Grupo A3, a equipe ilheense ainda ficará com um ponto a ser descontado nas próximas rodadas, em casos de empate ou vitória.

Sindicato solicita perda de pontos do Santos na Série A do Brasileirão

Galáticos Online

santos 123

O Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo (Sapesp) encaminhou um ofício ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva pedindo para que o Santos perca pontos no Campeonato Brasileiro da Série A. O órgão alega que o clube paulista está com atrasos nos pagamentos dos salários dos atletas e, por isso, deve ser punido.

O Sapesp utilizou como base da sua reclamação o artigo 18 do Regulamento do Campeonato Brasileiro, que informa que por ausência de pagamento o time pode perder três pontos. O procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, não acredita que o processo seja levado à frente pela ausência da assinatura dos jogadores do Santos.

Confira o artigo 18 do Campeonato Brasileiro:

“O Clube que, por período igual ou superior a 30 (trinta) dias, estiver em atraso com o pagamento de remuneração, devida única e exclusivamente durante a competição, conforme pactuado em Contrato Especial de Trabalho Desportivo, a atleta profissional registrado, ficará sujeito à perda de 3 (três) pontos por partida a ser disputada, depois de reconhecida a mora e o inadimplemento por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)”.

América-MG, Avaí e Ceará denunciam Boa Esporte no STJD por Romão

Terra

Campeonato_Brasileiro_s_rie_B

O Joinville e a Ponte Preta brigam pelo título da Série B e já têm o acesso à elite garantido, enquanto o Vasco deve ser a terceira equipe confirmada no G-4. Brigando pela quarta vaga, estão o Boa Esporte, com 56 pontos, o Avaí, com 56, o América-MG, com 55, e o Ceará, com 54. Nesta quinta-feira, a disputa ganhou força também fora de campo, com a informação de que os três últimos clubes mencionados podem denunciar o Boa por um suposto desrespeito ao limite de contratações nesta temporada, conforme detalhado no artigo 7 do Regulamento Específico da Série B de 2014. Caso seja considerado culpado, o clube de Varginha pode despencar para a zona da degola com a perda de quase 40 pontos.

Segundo o artigo em questão, “um atleta poderá ser transferido de um clube para outro durante o Campeonato Brasileiro da Série B, desde que tenha atuado em um número máximo de seis partidas pelo clube de origem, sendo permitido que cada atleta mude de clube apenas uma vez. Cada clube poderá receber até cinco atletas transferidos de outros clubes do Campeonato da Série B; de um mesmo clube da Série B poderá receber até três atletas”.

Na denúncia elaborada pelo departamento jurídico dessas equipes, o atacante Romão se transferiu ao Boa após ser relacionado pela Lusa em oito partidas na Série B, excedendo o limite de seis jogos estipulado pelo artigo 7 citado acima.

Além disso, o artigo também teria sido infringido pelo fato de Romão ter sido a sexta contratação do time na temporada, acompanhado pelos zagueiros Lula e Denner, o lateral-direito Eric, o volante William Magrão e o também atacante Francis.

Dessa forma, o clube pode ser enquadrado no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o CBJD, punido com a perda de 27 a 39 pontos na tabela, além de uma multa avaliada de 100 a 100 mil reais.

Contatado pelo portal Superesportes, o advogado do América-MG, Henrique Saliba, confirmou o envio da informação à Procuradoria do Tribunal.

“A gente está apontando uma infração no artigo 7 do REC, que fala que o clube pode receber até cinco atletas. Pelo nosso apontamento, o Boa recebeu o sexto atleta, que é o Romão. Ele chegou da Portuguesa e foi relacionado em oito jogos. Se constatada a irregularidade, o Boa perderia entre 27 e 39 pontos”, explicou Saliba.

Dessa forma, o time de Varginha cairia da quarta posição para a zona de rebaixamento. No Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, apenas Eric e William Magrão constam como atletas registrados pelo Boa Esporte Clube. O restante dos nomes, dos jogadores Lula, Francis, Denner e Romão, aparecem como atletas do Guarani-MG, Coimbra-MG, Corinthians e Capivariano-SP, respectivamente.

A denúncia chega no pior momento possível para o time mineiro, já que restam apenas duas rodadas – seis pontos – em disputa na Série B. Ironicamente, o América-MG perdeu seis pontos no STJD graças à uma denúncia feita pelo Boa Esporte e o Joinville, acerca da escalação irregular do lateral-esquerdo Eduardo no triunfo sobre o ABC, por 1 a 0, ainda pela 14ª rodada do Campeonato.

Número mágico contra queda vai a 45 pontos, diz matemático; G-4 exige 66

Globo Esportes

info_colocacao-final_serie-a_anos-anteriores12

Dos dez últimos colocados no Campeonato Brasileiro, apenas dois conseguiram vencer na rodada passada: Botafogo e Vitória. A patinada de boa parte das equipes que brigam contra o rebaixamento acabou reduzindo a projeção de pontos para se evitar a queda. Segundo o matemático Tristão Garcia, o número mágico para a salvação caiu de 46 para 45 pontos. E pode diminuir ainda mais.

– Agora o número para escapar é 45 pontos. Ocorreu essa redução pelo comportamento conjunto dos clubes na última rodada. Não conseguiram pontuar, e agora a pontuação de que precisam é menor. O campeonato está terminando também, faltam só sete rodadas. Se os times continuarem pontuando pouco, esse número para se salvar pode reduzir ainda mais – disse o matemático.

O Criciúma é quem tem mais chances de cair, pelos cálculos de Tristão Garcia: 85%. É o lanterna da disputa, com 30 pontos, quatro atrás do Vitória, o primeiro fora da área de rebaixamento. Precisa de 15 pontos em 21 para não cair. Bahia (76% de risco), Coritiba (62%) e Botafogo (59%) também estão muito ameaçados. Vitória (44% de risco), Chapecoense (21%), Palmeiras (20%), Figueirense (20%) e Sport (11%) são outros sob ameaça real. Flamengo e Atlético-PR têm apenas 1% de chance de queda cada.

Para se alcançar uma vaga na Libertadores, o número não mudou: 66 pontos. O Cruzeiro está praticamente garantido: 99% de chances (precisaria de apenas mais cinco pontos). O São Paulo tem 83%, o Atlético-MG chega a 61%, e o Corinthians soma 56%.

O Timão tem mais chances que o Inter (45%), mesmo tendo a mesma pontuação dos gaúchos, na visão do matemático. Dos sete jogos restantes, os paulistas fazem quatro em casa, ao passo que os colorados têm apenas três (um dos duelos como visitante, porém, é o Gre-Nal). Grêmio (30%) e Fluminense (23%) seguem na disputa. O Santos (3%) corre por fora.

O Cruzeiro segue com o título muito bem encaminhado, apesar de a distância para o São Paulo, segundo colocado, ter caído de sete para cinco pontos. A Raposa tem 85% de chances de ser a campeã brasileira de 2014, contra 8% do clube do Morumbi. Ainda há esperanças para Atlético-MG (2%), Corinthians (2%), Inter (1%), Fluminense (1%) e Grêmio (1%).

O G-4 tem se mostrado um pouco mais mutável do que o Z-4 entre a 31ª e a 38ª rodada, considerando-se as oito edições desde 2006 (todas com 20 participantes).

Em relação à parte de cima da tabela, três edições não apresentaram qualquer mudança entre os quatro primeiros colocados (ignorando as variações do número de times que se classificaram para a Libertadores). Ou seja, os integrantes do G-4 eram os mesmos na 31ª e na 38ª rodada. Em três edições houve a troca de um time, e em duas houve duas trocas.

O Z-4 de quatro dos oito campeonatos teve os mesmos integrantes. Houve uma mudança de time em três edições e duas mudanças em uma edição.

O gráfico abaixo mostra como foi a pontuação no limite do G-4 (o quarto e o quinto colocado) e do Z-4 (o 16º e o 17º colocado) nos Brasileiros desde 2006, o primeiro com 20 participantes. A pontuação do quarto colocado variou entre 61 e 66; a do 16º, entre 42 e 46.

América-MG perde pontos no STJD e vira lanterna da Série B

Terra

williansamericamgxvascogilleonardilancepress

Em julgamento realizado na tarde desta segunda-feira, o América-MG foi considerado culpado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por escalar o lateral esquerdo Eduardo de forma irregular na Série B do Campeonato Brasileiro. O clube perdeu 21 pontos no STJD, terá de pagar uma multa no valor de R$ 4 mil e não só entra na zona de rebaixamento como passa a ocupar a última colocação.

Henrique Saliba, advogado do América, disse que entrará com o pedido de efeito suspensivo em um primeiro momento. Na sequência, o clube entrará com um recurso no Pleno do STJD.

A equipe mineira foi condenada por 4 votos a 1. Acompanhando o voto de Luiz Felipe Bulus Alves Ferreira, auditor relator do julgamento, William Figueiredo e Felipe Bevilacqua votaram a favor da condenação. Assim, Washington Oliveira foi voto vencido ao optar contra a punição. O auditor presidente, Paulo Valed Perry, também escolheu por tirar pontos do time. A pedido do STDJ, a CBF terá de explicar a razão de não ter atestado a irregularidade do atleta.

O inferno astral do América-MG é refletido em campo. O técnico Moacir Júnior foi demitido no último sábado, quando o time perdeu a terceira seguida na Série B. A equipe passa a ocupar a última colocação, com 12 pontos, 11 abaixo do Bragantino, que agora sai da zona da degola.

América-MG pode perder 21 pontos na Série B por conta de escalação irregular

Esportes.br

324730C8374E714AA4764745CFFAF7

Líder da Série B, com 33 pontos somados, o América-MG pode sofrer uma punição que o tiraria do sonhado acesso à elite do futebol brasileiro. A diretoria do Joinville alegou nesta sexta-feira que o clube mineiro escalou o lateral Eduardo de forma irregular em quatro partidas, o que resultaria na perda de 21 pontos. Desta forma, o América-MG despencaria para a lanterna da competição.

Eduardo jogou a Copa do Brasil pelo São Bernardo e depois se transferiu para a Portuguesa, clube pelo qual atuou na Série B do Brasileiro. Desta forma, o jogador já havia atuado por dois times diferentes em competições organizadas pela CBF, o que o impediria de defender o América-MG.

Pela equipe de Belo Horizonte, no entanto, Eduardo jogou apenas uma partida, mas esteve inscrito em outras três oportunidades. Desta forma, se o tribunal julgar que o atleta estava irregular, o time mineiro perde os 12 pontos referentes aos quatro compromissos, além dos nove que conquistou nestas partidas.

O departamento jurídico do Joinville foi o responsável por descobrir esta irregularidade, baseada no artigo 49 do Regulamento Geral de Competições 2014 da CBF. Sendo assim, já protocolou uma notícia de infração na justiça desportiva. O caso deve ser analisado nos próximos dias. Responsável pela denúncia, o representante jurídico do Joinville, Roberto Pugliese Junior, explicou como surgiu a suspeita de escalação irregular.

“Um fato que ocorreu há alguns dias. Eu fui procurado por uma pessoa que me informou sobre a existência de um jogador irregular na Série B. Fiz uma pesquisa em cima dessa informação e concluí que realmente tinha um atleta irregular. A diretoria me deu carta branca na situação e concluímos hoje (sexta-feira), protocolamos junto ao STJD, uma notícia de infração contra o América”, disse, em entrevista divulgada pelo Portal Joinville.

“No nosso entendimento, o atleta chamado Eduardo, lateral-esquerdo, teria atuado irregular em quatro partidas, três como suplente e uma atuando. Isso resultará na perda de 12 pontos pelos jogos e mais os pontos ganhos. Nesses jogos, o América ganhou três partidas. Notificamos o procurador geral do STJD, ele está ciente, mas não sei se recebeu a documentação. A partir de agora é o trabalho da procuradoria saber se vai denunciar, se vai determinar a perda de x ou y pontos e saber se vai julgar pela condenação ou não do América”, acrescentou.

“Um clube não poderá incluir em sua equipe, na mesma temporada, um atleta que já tenha atuado por dois outros clubes, em quaisquer das competições coordenadas pela CBF, com exceção das copas regionais, em consonância com as determinações da FIFA sobre a matéria”, diz o artigo do regulamento.

Treinador do Confiança-SE projeta reação proletária fora de casa: “Quero voltar com 6 pontos”

Globo Esportes

betinho

Em uma competição como o Campeonato Brasileiro, em qualquer divisão, é assim: se perder pontos em casa, passa a ser uma obrigação recuperá-los longe de seus domínios. É essa a missão que o Confiança terá nos dois próximos compromissos pela Série D. O empate na estreia em 1 a 1 contra o Porto de Caruaru, no Presidente Médici, deixou o time proletário com aquela sensação de que não somou um ponto, e sim perdeu dois.

Diante deste cenário, o dragão do bairro Industrial terá de buscar a reabilitação. Os dois próximos jogos são longe de casa. No próximo sábado, o time joga contra o Vitória da Conquista no Lomanto Júnior. Em seguida, encara o Globo no Rio Grande do Norte.

– Quero voltar com seis pontos. Precisamos disso. Antes de pensar na frente, no Globo, vamos pensar no Vitória da Conquista. Vamos em busca dos três pontos primeiro e depois dos outros três. Em casa ou fora nosso objetivo sempre vai ser em busca da vitória. Em certas situações do jogo o empate pode ser bom, mas na nossa cabeça sempre temos que projetar a vitória – disse o treinador proletário, Betinho.

O técnico comentou ainda sobre o empate em 1 a 1 do último domingo contra o Porto de Caruaru. Apesar de ter gostado do rendimento da equipe, para ele faltou um pouco de maturidade, sobretudo no segundo tempo.

– Poderíamos ter tido um pouquinho mais de paciência, principalmente no início do segundo tempo. Continuamos conduzindo a bola e acabamos facilitando que o adversário marcasse e saísse no contra-ataque. O time deles acabou gostando do jogo e empatou.

Nas próximas rodadas, a expectativa é de que o time sofra mudanças. Geraldo, Jailton, Thiago Santos e o próprio Jean, que começaram na reserva, devem ganhar vaga entre os titulares. Atualmente, o Confiança é o quarto colocado no grupo A4 com um ponto ganho.

468x60_simonassi127

Criciúma é punido por escalação irregular e perde 3 pontos

Por Luciano Pina

criciumacomemorafernandoremoragpal

Nesta terça-feira, o STJD divulgou que o Criciúma será punido com a perda de três pontos e multa de R$ 1 mil pela escalação irregular do atacante Cristiano. Quando defendia o Naviraiense, em 2013, o jogador foi expulso em jogo da Copa do Brasil e punido pelo STJD com cinco jogos. Antes de cumprir a pena integralmente em competições nacionais, ele foi relacionado pelos catarinenses e entrou em campo contra o Goiás, na segunda rodada do Brasileiro.

Cristiano foi julgado por uma expulsão no jogo de ida contra o Paysandu, em maio de 2013, pela segunda fase da Copa do Brasil. Após agredir o adversário com uma cabeçada na testa. O jogador recebeu o vermelho diretamente e foi julgado por ?praticar agressão física?, conforme descrito no artigo 254-A do CBJD, que prevê gancho de quatro a 12 partidas. Como a punição não é para a edição subsequente de competição, tem que ser cumprida em outros torneios da CBF.

Com a punição, o Criciúma ficará com oito pontos, assim como a Chapecoense, 15º lugar, e Bahia, 16º lugar. O primeiro clube na zona de rebaixamento, o Coritiba, na 17ª posição, tem sete pontos. A diretoria do Criciúma já divulgou que vai recorrer à decisão do STJD.

STJD tira pontos da Lusa, mas mantém clube na Série B

Gazeta Esportiva

xIMAGEM_NOTICIA_2.jpg.pagespeed.ic.gApBYlJEVd

A quarta-feira (7) foi movimentada para a Portuguesa. Após ter abandonado o campo contra o Joinville por conta de uma liminar, o clube foi ao banco dos réus no STJD.

O resultado foi uma punição pesada para os cofres do time paulista e seus dirigentes e a perda da partida. Porém, o que muitos esperavam, a exclusão da Lusa da Série B, não aconteceu.

A 5ª comissão disciplinar do Tribunal determinou que o Joinville seja considerado o vencedor do duelo pelo placar de 3 a 0. Além disso, aplicou multa de R$ 50 mil à Portuguesa, suspensão de quatro jogos ao técnico Argel Fucks e suspensão de 240 dias para o presidente Ilídio Lico e seu filho, Marcos Rogério, responsável por tirar o time de campo. Os dirigentes também foram multados em R$ 100 mil e R$ 80 mil, respectivamente.

No julgamento, que durou cerca de quatro horas, o STJD ainda estabeleceu prazo de uma semana para que os punidos pagassem as multas. Porém, como foi em primeira instância, a Lusa pode recorrer da decisão.

unimarc-modelo-4

Cinco pontos atrás, Bahia encara clássico como chance de ter vantagem na final

Bahia Notícias

xIMAGEM_BAHIA_5.jpg.pagespeed.ic.I9vzxZANuT

Bahia e Vitória estão garantidos entre os quatro finalistas do Campeonato Baiano. Os dois, inclusive, terminarão a segunda fase como líderes dos seus respectivos grupos, com a vantagem de jogar por dois resultados iguais e, no segundo duelo, atuar como mandante. Mas, para o tricolor, o clássico deste domingo (23) tem outro objetivo.

Conforme regulamento do Campeonato Baiano, o Bahia está cinco pontos atrás do Vitória na classificação geral: 19 x 14. No entanto, a possibilidade de entrar em uma eventual final do estadual com a vantagem não está descartada.

Para jogar por dois resultados iguais, além do segundo jogo como mandante, o clube precisa ser líder na classificação geral, somando a segunda fase e os dois confrontos válidos pela semifinal. Ou seja, para o Bahia, o clássico deste final semana representa uma grande possibilidade de seguir vivo na briga para ter a vantagem nos dois jogos da final, caso consiga a classificação para disputa do título.

Um triunfo tricolor, neste domingo (23), diminuirá a vantagem rubro-negra para dois pontos, restando seis a ser disputado na semifinal. Por outro lado, uma vitória do rival concretizará a vantagem do leão na decisão, se assegurar uma das duas vagas.

Por isso, apesar de já estar classificado, o Bahia vê no jogo contra o Vitória uma grande oportunidade de tentar reverter o quadro de vantagem rubro-negra.

Juiz paulista manda CBF devolver pontos ao Flamengo no Brasileirão

MSN

501255F5A75D72DDD2917DA350B866

O Campeonato Brasileiro de 2013 ganhou mais uma de suas intermináveis rodadas na manhã desta sexta-feira. A 42ª Vara Cível de São Paulo entrou em cena, concedeu uma liminar a um torcedor e determinou que a CBF devolva os quatro pontos retirados do Flamengo por conta da escalação irregular de André Santos na última rodada da competição.

A ação foi movida pelo torcedor flamenguista Luiz Paulo Pieruccetti Marques e é baseada no artigo 35 do Estatuto do Torcedor, que determinaria que uma suspensão só pode ser efetiva após ser publicada no site oficial da entidade. No caso, o site da CBF só publicou a suspensão de André Santos na semana seguinte ao jogo contra o Cruzeiro.

O juiz Marcello do Amaral Perino foi quem concedeu a liminar. “A decisão proferida pela justiça desportiva – que aqui se discute – desrespeitou o disposto no artigo 35, ‘caput’ e parágrafo 2o, do Estatuto do Torcedor, na medida em que não verificou com correção a data em que foi publicada a suspensão do atleta André Santos. Efetivamente, a data da publicidade da referida decisão se deu em momento posterior ao jogo contra o Cruzeiro, conforme demonstrado na exordial e documentos (fls. 67 p.ex.), de forma que o referido atleta estava em condições regulares para participar da partida da ‘entrega das faixas’. Em sendo assim, a punição imposta referente à perda de pontos e cobrança de multa é irregular e merece, portanto, ser suspensa até decisão final do processo”, decidiu.

Por enquanto, a decisão da Justiça paulista não altera em nada a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Ela abre, porém, uma jurisprudência para que qualquer torcedor da Portuguesa consiga um julgamento similarmente favorável. Se o clube paulista também recuperar os quatro pontos perdidos no tribunal pela escalação irregular de Héverton, o Fluminense mais uma vez seria o rebaixado, mantendo o resultado de dentro dos gramados.

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia