WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



drupal counter

:: ‘PREOCUPADO’

Lira preocupado com rendimento do time no 2° tempo

Jornal Folha do Estado

49373-2

Mesmo com a vitória do Fluminense de Feira por 3 a 1 diante do Murici, de Alagoas, no Joia da Princesa, no último domingo (19), resultado que levou o Touro do Sertão á liderança do grupo A9 da Série D do Campeonato Brasileiro, com quatro pontos, o técnico Arnaldo Lira, não se mostrou totalmente satisfeito com o time.

O treinador reconheceu que o Fluminense de Feira precisa melhorar muito caso queira brigar por uma das vagas para a Série C da competição nacional. “Em uma competição como essa, que tem apenas seis rodadas, o mais importante é vencer e buscar a primeira colocação do grupo. Mas a gente tem que procurar evoluir a cada jogo. E pelo desempenho do time contra o Murici, deu para ver que precisamos melhorar bastante para alcançar o nosso objetivo. Gostei muito do primeiro tempo, porém na segunda etapa tivemos uma queda de rendimento, situação essa que precisa ser revista e ajustada para não sermos surpreendidos em casa”, disse Lira.

Ainda de acordo com Arnaldo Lira, enfrentar equipes mais fortes como foi a partida diante do Murici e o Campinense, da Paraíba, no próximo domingo (26), exige bem mais atenção por parte de todos. Lira pede que sua equipe aprenda a “matar” o jogo na hora exata, para que não precise mais passar por dificuldades.

“Temos que impor nosso ritmo de jogo sempre com intensidade e sabedoria para sufocarmos o adversário e não darmos espaços para que o time visitante não passe a gostar do jogo e consequentemente nos pressionar. Temos que aproveitar os jogos dentro de casa, o apoio do nosso torcedor para garantirmos os 100% de aproveitamento em nosso domínio”, finalizou.

O Fluminense de Feira volta a campo no próximo domingo (26), quando recebe no Joia da Princesa, ás 16 horas, o Campinense, em partida válida pela terceira rodada da Série D.

Presidente do Vitória da Conquista mostra preocupação com tabela da Copa Estado

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.i1KlqOsAKV

O Vitória da Conquista empatou em 2 a 2 com o Bahia de Feira, na estreia da Copa Governador do Estado de 2015, e, agora, vai enfrentar o Bahia, sábado (24), em Pituaçu.

Em entrevista ao Bahia Notícias, o presidente do clube alviverde, Ederlane Amorim, falou sobre o confronto decisivo e mostrou certa preocupação.

“A gente tem que acreditar sempre no time. Acabei de fazer uma palestra para os jogadores. O histórico da Copa Estado é de jogos difíceis contra Bahia e Vitória na capital e a gente nunca sabe qual time o Bahia vai mandar para jogar. O que preocupa é que são apenas três jogos na primeira fase e o nosso time tem muito a evoluir ainda”, comentou o presidente do Vitória da Conquista.

O time, que está no grupo 2 do campeonato ao lado de Bahia, Bahia de Feira e Colo Colo, viaja para Salvador nesta sexta-feira (23). Depois, encerrará a participação na primeira fase enfrentando o Colo Colo, no estádio Edvaldo Flores.

Fifa está preocupada com gramados de sete estádios da Copa

Gazeta Esportiva

t_117082_no-gramado-do-maracana-foram-disputados-90-jogos-desde-a-copa-das-confederacoes-ate-a-entrega-do-estadio-para-a-copa-do-mundo

Sete palcos de partidas da Copa do Mundo no Brasil preocupam a Fifa. Isso porque, de acordo com a entidade, os gramados não estão nas condições exigidas para a realização da competição. Os problemas foram avistados nos estádios de Curitiba, Cuiabá, Natal, Porto Alegre, Brasília, Manaus e Rio de Janeiro.

Segundo os especialistas da Fifa, os gramados não deverão apresentar muitos problemas na primeira rodada. No entanto, para as seguintes partidas a grama pode ser mais danificada, o que aumenta o risco de lesões dos jogadores.

A entidade ainda indica que o estádio Beira-Rio (Porto Alegre), e as arenas Pantanal (Cuiabá), Amazônia (Manaus), Arena das Dunas (Natal) e da Baixada (Curitiba), não obedeceram às exigências, não utilizando equipamentos de iluminação artificial importantes para o tratamento da grama. As luzes iluminariam, à noite, as partes do gramado que ficam encubertas pela cobertura dos estádios.

O gramado do Maracanã também preocupa devido ao número de jogos realizados no estádio desde sua reinauguração. Foram disputadas 90 partidas desde a Copa das Confederações, em 2013, até a entrega do “Maior do Mundo” para o Mundial.

A Arena da Baixada e o estádio Mané Garrincha também apresentam outros problemas. A Fifa pede para que seja feito o plantio da grama, fato que não ocorreu nesses dois palcos, que prefiriram colocar a grama em blocos.

De acordo com a avaliação da entidade reguladora do futebol, os estádios que apresentam os melhores gramados são: Itaquerão (São Paulo), Fonte Nova (Salvador), Arena Pernambuco (Recife), Mineirão (Belo Horizonete) e Castelão (Fortaleza).

São Paulo está preocupado com efeitos da altitude

r7

spnota

O São Paulo embarcou nesta segunda-feira (28) para o jogo de volta da fase preliminar da Libertadores com a tranquilidade de ter vencido a primeira partida contra o Bolívar por 5 a 0, mas preocupado com os efeitos dos 3,6 mil metros da altitude de La Paz. O goleiro Rogério Ceni ressaltou a necessidade de ter atenção com a situação para não ser surpreendido.

— A bola é mais rápida lá. Além do chute, há o perigo da bola cruzada, que perdemos um pouco do tempo. Quando acha que vai chegar, precisa dar um passinho para trás. Deixar passar para não ser enganado, principalmente porque não teremos tempo para treinar. Vai ser só o aquecimento do jogo.

A comissão técnica definiu que o São Paulo vai ficar em Santa Cruz de la Sierra até o dia do jogo com o Bolívar, quando vai para La Paz. Na opinião do meia Jadson, o time precisa se impor para não ser surpreendido.

— A equipe deles não é boba, está acostumada com a altitude e vão querer nos surpreender, mas nós já os conhecemos e precisamos impor nosso ritmo de jogo para sair com a vitória.

naturagua

Vitória preocupado com o filme de 2006

Tribuna da Bahia

Vinte e oito de maio de 2006. Vitória e Colo-Colo se enfrentam pela final do segundo turno do Campeonato Baiano. O time do interior do estado, campeão do primeiro turno, havia vencido a partida de ida por 4 a 3 e precisava de um empate para ficar com o título estadual. Depois de abrir 2 a 0, o Vitória levou a virada, foi derrotado por 4 a 2 e ficou com o vice-campeonato.

Qualquer torcedor do Vitória se lembra desta partida. O rubro-negro havia acabado de descer para a Série C do Brasileiro e buscava no título estadual a força para começar bem a temporada. “Eu ainda me lembro de 2006 porque eu tava na torcida também”, contou Elkeson (foto).

Hoje titular do time de Antônio Lopes, o atacante era mais um rubro-negro na arquibancada do Barradão. “Lembro que Edinei fez gol, David Luiz era o zagueiro. Foi um dia triste, chuvoso, o gramado estava ruim e o Barradão tava cheio”, disse.

Essa lembrança tem sido usada pela comissão técnica e pelos jogadores para evitar nova surpresa e garantir a conquista do inédito pentacampeonato para o Vitória. Ontem mesmo, o presidente Alexi Portela chamou alguns jogadores para conversar.

Viáfara, Alison e Geovanni ouviram do presidente os pedidos para que o filme de 2006 não se repita. “Estamos cumprindo com nossas obrigações e precisamos da resposta deles agora”, afirmou o dirigente.

Presidente do Ipitanga preocupado com a situação do time

Por: Luciano Pina
Arena Nordeste

Sassá é a esperança de gol do Ipitanga

Sete pontos conquistados em 30 disputados. Duas vitórias, um empate e sete derrotas. Este é o cenário do Ipitanga a duas rodadas para o final da primeira fase do Campeonato Baiano. As chances de a equipe se classificar para a segunda fase existem, mas são remotas.

Para evitar o Grupo da Morte, na briga contra o rebaixamento para a Segunda Divisão, o Ipitanga teria que vencer as duas partidas restantes e torcer pelas derrotas de Camaçari, Fluminense e/ou Serrano.

A matemática é complicada e não convence nem mesmo o presidente do clube. “Eu jogo a toalha”, afirmou Renato Braz.

O Ipitanga enfrenta o Vitória da Conquista, nesta quarta (09), no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia