WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘RACING’

Em jogo repleto de aperitivos, Galo e Racing decidem vaga no Horto

Terra

Índice

Se não bastasse a tradicional rivalidade entre Brasil e Argentina, Atlético-MG e Racing entram em campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência, com alguns ingredientes a mais para o duelo que vale a classificação para as quartas de final da Libertadores.

O principal dos aditivos para o confronto decisivo encontra origem na partida de ida entre os clubes, que terminou empatada por 0 a 0, no estádio El Cilindro. Antes do jogo, o goleiro do Racing, Saja, motivou seus companheiros, afirmando que os brasileiros “se borram” quando jogam na Argentina. Diante das declarações do arqueiro, os jogadores atleticanos prometem uma “pressão de verdade” sobre o time argentino no Horto.

“Agora que ele disse isso, ele vai poder provar aqui em Belo Horizonte. Agora ele vai ver o que é pressão de verdade e vamos usar isso ao nosso favor”, colocou o volante Júnior Urso.

Além da provocação argentina, outro ingrediente importante para a partida desta quarta-feira está presente numa “armadilha” do regulamento. Apesar do bom empate sem gols no jogo de ida, o Galo poderá se ver em situação complicada caso sua defesa seja vazada pelo Racing no Independência.

Pensando em atacar e pressionar o Galo no Independência, o Racing terá um importante reforço para a partida. Recuperado recentemente de um edema na coxa esquerda, o atacante Gustavo Bou, artilheiro da Libertadores do ano passado, foi relacionado para o jogo em Belo Horizonte, e, assim como o ídolo Diego Milito, será uma boa opção no banco de reservas para o técnico Facundo Sava, que repetirá a equipe titular do duelo de ida contra o Atlético-MG.

Galo neutraliza Racing, perde chances e volta com o empate da Argentina

Gazeta Esportiva

13063216_10154111833942552_3320287402812406210_o-1024x683

Teve objeto lançado no gramado, cobrança de escanteio sob escudos, gritos da torcida, porém a tão comentada pressão do Racing no estádio El Cilindro não foi tão intensa como muito foi falado ao longo da semana. Isto, porque o Atlético-MG soube se portar muito bem defensivamente na casa do rival argentino e, por muito pouco, não saiu com a vitória, ficando num bom empate por 0 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores

Apesar de ter carimbado a trave atleticana e obrigado o goleiro Victor a algumas intervenções durante a partida, o Racing abusou dos lances de bola parada e cruzamentos na área, que paravam na boa e eficiente marcação atleticana.

Bem na defesa, o Galo pode lamentar o desperdício de alguns contra-ataque e importantes chances no segundo tempo, que poderiam deixar o Atlético-MG em ótima condição para o a partida de volta, marcada para a próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Belo Horizonte.

Galo encara pressão do El Cilindro em duelo de ida contra o Racing

Gazeta Esportiva

26160834890_272d784844_o-1024x683

Desde 2013, quando foi campeão da Copa Libertadores, o Atlético-MG não sabe o que passar das oitavas de final da competição continental. Eliminado na primeira fase do mata-mata nos últimas dois anos, o Galo, porém espera começar a escrever um roteiro diferente nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na partida de ida contra o Racing, no estádio El Cilindro, em Buenos Aires, na Argentina.

Quarto melhor primeiro colocado da primeira fase, com 13 pontos, o time mineiro terá pela frente um dos mais tradicionais clubes argentinos que, além de jogadores experientes e rodados no futebol europeu, possui em seu estádio um dos principais caldeirões do país. Em razão disso, o volante Leandro Donizete, destaca que o Atlético-MG precisará saber lidar com a pressão de jogar no campo adversário para começar, a construir, fora de casa, o caminho para classificação na Libertadores.

“Temos que saber jogar fora de casa para a gente se sair bem nesta primeira partida. Temos que entrar firme, como entramos em todas as competições, e neste ano temos que entrar mais firmes ainda, porque ficamos duas vezes para trás nas oitavas. Isso não pode. Uma equipe qualificada como a nossa tem que brigar pelo título, então vamos entrar bem focados e certinho para fazermos um bom resto de Libertadores”, colocou o volante, presente nas últimas campanhas do Galo na Libertadores e que completará 200 jogos pelo clube nesta quarta.

Diante do Racing, o técnico Diego Aguirre deve repetir a mesma equipe que venceu a URT no sábado, garantindo a classificação para a decisão do Campeonato Mineiro. Com isso, Dátolo será mantido no meio-campo, que terá novamente três volantes: Rafael Carioca, Leandro Donizete e Júnior Urso. No banco, o comandante atleticano contará com o atacante Clayton, novidade entre os inscritos para as oitavas de final.

Racing de Montevidéu bate Cerro Porteño e pressiona o Corinthians no Grupo 1

Fonte: Globo Esportes

O jogo era em casa, mas a torcida quase não compareceu. Mesmo assim, o Racing de Montevidéu conseguiu uma importante vitória sobre o Cerro Porteño, por 2 a 1, nesta terça-feira, pela segunda rodada do Grupo 1 da Taça Libertadores.

Com o resultado, o time uruguaio pressiona agora o Corinthians, que joga nesta quarta contra o Independiente Medellín, às 21h50m, no estádio El Campín, na Colômbia. Isso porque a vitória levou o Racing aos três pontos – o mesmo que o Timão, que lidera a chave por causa do saldo de gols.

Outros resultados de ontem:
Bolívar 0x0 Estudiantes
U. Católica 2×2 Univ. de Chile
Deportivo Cuenca 2×0 Morelia





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia