WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  



drupal counter

:: ‘RECEBE’

Bauza reencontra Belo Horizonte após bater Atlético-MG na Copa Conmebol de 1998

r7

Índice

Diego Aguirre e Edgardo Bauza têm mais coincidências curiosas no passado do que aparentam. Além de estrangeiros, os técnicos de Atlético-MG e São Paulo, respectivamente, apresentam nas biografias capítulos ligados à equipe adversária nesta quarta-feira, quando, em Belo Horizonte, os dois clubes brasileiros se enfrentam para definir o primeiro semifinalista da Copa Libertadores.

Decidir na capital mineira uma vaga em competição sul-americana faz Bauza se lembrar logo do primeiro trabalho como treinador. Aos 40 anos, em 1998, aceitou o desafio de trabalhar no comando do time onde iniciou a carreira e do qual é torcedor, o Rosario Central. O argentino conseguiu logo na temporada de estreia levar a equipe até uma decisão de competição sul-americana, a extinta Copa Conmebol.

O time enfrentou na semifinal o atual campeão do torneio, o Atlético-MG, liderado pelo artilheiro Valdir. No primeiro jogo, empate em 1 a 1 na Argentina. Na volta, em pleno Mineirão, os argentinos surpreenderam ao ganhar por 1 a 0 e se garantirem na decisão. “Certamente o São Paulo jogará contra um estádio lotado na quarta, a torcida marcará presença, assim como foi no Morumbi. Mas, como sempre digo, a torcida não joga”, explicou nesta terça.

A primeira oportunidade de título escapou em seguida, na final contra o Santos nesta Copa Conmebol de 1998, quando o Rosario perdeu por 1 a 0 na Vila Belmiro e ficou no empate sem gols no estádio Gigante de Arroyito. E agora, 18 anos depois, Bauza reencontra em fase decisiva de Libertadores o adversário que precisou superar para chegar pela primeira vez à decisão de um título internacional como treinador.

Já a ligação do uruguaio Diego Aguirre com o São Paulo vem de 1990. O ex-atacante, que foi o autor do gol do título do Peñarol na Libertadores de 1987, vinha de passagem pelo Inter e em julho chegou ao clube do Morumbi. O reforço veio por indicação do técnico compatriota Pablo Forlán, que já tinha no elenco outro nascido no mesmo país, o atacante Juan Ramon Carrasco, atual técnico do River Plate, do Uruguai.

A passagem de Aguirre pelo Morumbi foi curta, com 17 jogos e sete gols. Depois de Forlán deixar o cargo, em outubro, o atacante não teve mais chances com o substituto, Telê Santana. O atacante uruguaio deixou o São Paulo no fim do ano para reforçar a Portuguesa na temporada seguinte.

Matar ou morrer: Corinthians recebe o Nacional e tenta avançar às quartas

Globo Esportes

57217038b76bb

Depois do empate sem gols, em Montevidéu, o Corinthians joga por uma vitória simples contra o Nacional, nesta quarta-feira, às 21h45, em Itaquera, para chegar às quartas de final da Taça Libertadores. A partida também vale como uma chance de reação do Timão às seguidas eliminações na arena em competições no formato de mata-mata.

Tite quer escrever uma nova história e deixar de lado as quatro quedas em casa – Paulistão 2015 e 2016, Libertadores 2015 e Copa do Brasil 2015. Para isso, o treinador aposta na base montada desde o início do ano e promove apenas o retorno do meia-atacante Giovanni Augusto, recuperado de uma lesão no tornozelo esquerdo.

Os uruguaios confiam no bom retrospecto como visitante nesta edição do torneio sul-americano. A equipe ainda não perdeu fora de casa e acumula dois empates e uma vitória. Se Corinthians e Nacional empatarem 0 a 0, a decisão será nos pênaltis. Empate com gols classifica os uruguaios Quem passar, pega Boca Juniors ou Cerro Porteño, nas quartas.

O trio de arbitragem é argentino. Nestor Pitana apita a partida. Os assistentes são Diego Bonfa e Cristian Navarro são os assistentes.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Turbinado com CR7, Real recebe City sem “pilar” Casemiro por final caseira

Globo Esportes

gettyimages-527572190

Muitos idealizam uma decisão espanhola, a revanche para o Atlético de Madrid em Milão dois anos depois do sofrimento em Lisboa. Mas, para isso acontecer, o Real Madrid precisará derrotar o Manchester City, nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), no Santiago Bernabéu, seja no tempo normal, prorrogação ou pênaltis. O empate sem gols no jogo de ida dá a vantagem aos ingleses de qualquer igualdade desde que marque um gol.

O Real está turbinado pelo retorno de seu melhor jogador. Cristiano Ronaldo ficou fora dos últimos três jogos por conta de uma lesão na coxa direita, mas treinou bem e está recuperado. Seus 47 gols na temporada (16 na Champions, um a menos que o próprio recorde de 2013/14) contribuem para um time que sofreu contra o Real Socidad, sábado, pelo Espanhol – vitória magra graças ao gol de Bale.

O Manchester City também tem mudanças no time. A saída de David Silva é anunciada – o espanhol sofreu uma lesão muscular. Em seu lugar deve entrar o marfinense Yaya Touré, mesmo sem estar 100% depois de um problema na coxa. Assim, De Bruyne ocuparia mais o lado esquerdo de ataque dos Citizens, que já vivem uma experiência inédita nesta fase da Champions

Com time misto e de olho na final, Vasco recebe o Remo pela Copa

Globo Esportes

Esporte

De um lado, o Vasco, embalado pela vitória sobre o rival Flamengo e a classificação para a grande final do Campeonato Carioca, contra o Botafogo. De outro, o Remo, eliminado do Paraense e com a desvantagem de 1 a 0 no jogo de ida. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em São Januário, pelo segundo confronto da primeira fase da Copa do Brasil. O Cruz-Maltino segue com sua invencibilidade de quase seis meses. Tarefa difícil para o Leão Azul.

Depois da euforia de eliminar o Flamengo na semifinal e avançar para a grande decisão do Campeonato Carioca, o Vasco dá uma pausa na animação para tentar garantir a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Jorginho sabe da importância da partida, mas para não desgastar todos os seus jogadores poupará cinco deles: Madson, Julio Cesar, Julio dos Santos, Andrezinho e Jorge Henrique.

Eliminado na Copa Verde e no estadual, o elenco do Remo retornou aos trabalhos na manhã da última segunda, dia 25, no Baenão, sem o lateral-esquerdo João Victor, o volante Yuri, e os atacantes Silvio e Luiz Carlos, entregues ao departamento médico. Na atividade comandanda por Marcelo Veiga, a novidade foi o lateral-esquerdo Fabiano, último contratado e já regularizado. A equipe tenta surpreender o anfitrião em São Januário e marcar um gol fora de casa para igualar o placar anterior e levar o jogo para os pênaltis.

Com vantagem, Vitória recebe o Náutico-RR pelo jogo de volta da Copa do Brasil

Bahia Notícias

IMAGEM_VITORIA_5

O Vitória recebe o Náutico-RR nesta quarta-feira (27), às 21h45, na Arena Fonte Nova, em confronto válido pela partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil. O Rubro-negro tem vantagem, já que venceu o jogo de ida por 3 a 2. Para avançar, a equipe comandada pelo técnico Vagner Mancini pode perder por um gol de diferença, desde que o time roraimense não marque mais de dois gols. Se o placar se repetir, o duelo será decidido nos pênaltis.

Para o confronto, Mancini não poderá contar com o volante Amaral, que se queixou de dores no joelho. Ele será substituído por Marcelo. Outro desfalque é o atacante Kieza. O atleta vai ter que cumprir suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de uma expulsão na Série B do ano passado quando ainda defendia o arquirrival Bahia. O treinador não quis adiantar quem será substituto do K9. Ele poderá optar por Robert ou jogar sem um homem de referência no ataque.

O técnico Antonino Moreira, do Náutico-RR, destacou a motivação do seu elenco e espera surpreender os donos da casa.

“Estamos muito motivados para esse jogo, o jogo do estadual já passou, agora nosso foco total é nesse meio de semana na Copa do Brasil. Temos um elenco muito bom, não temos uma estrutura para treinar, mas temos uma equipe muito competitiva. Não sabemos qual será o resultado, mas vamos para ganhar o jogo, pois é somente a vitória que nos interessa. Queremos surpreender nosso adversário dentro de casa e iremos para lá tentar fazer um jogo não tão luxuoso assim, queremos vencer”, comentou.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Melhor do Paulistão, Corinthians recebe Red Bull Brasil pelas quartas de final

r7

ybfyp1gnk_pnwkaln9t_file

Dono da melhor campanha do Campeonato Paulista, o Corinthians terá que confirmar o seu favoritismo no Campeonato Paulista diante do Red Bull Brasil neste sábado (16) para chegar às semifinais do torneio. o palco do duelo será a Arena Corinthians, popularmente conhecido como Itaquerão, às 16h20.

Para o duelo contra o ‘Toro Loko’, o técnico Tite não deverá contar com o meia Rodriguinho, que está com uma lesão muscular na coxa e ainda não tem condições de jogo. Além dele, Danilo será outro desfalque do Timão. O atleta está com uma contratura muscular na panturrilha.

No Red Bull Brasil, o técnico Mauricio Barbieri depende apenas da confirmação da presença de Breno Lopes, lateral-esquerdo titular da equipe que está com um corte no queixo, para saber se terá a equipe completa para o jogo contra o Timão.

Vale lembrar que nesta fase da competição a vantagem do mandante é de apenas fazer o jogo em casa. Em caso de empate, o duelo será decidido nos pênaltis. Preocupado com a possibilidade, Tite treinou o fundamento durante a semana.

Internacional recebe São José em jogo cercado por polêmica

Gazeta Esportiva

foto

A participação de William é uma dúvida que deve se estender até horas antes da partida entre Inter e São José, que se enfrentam neste sábado, às 16h20, no Estádio Beira-Rio. O lateral-direito do Inter conseguiu um efeito suspensivo, concedido pelo auditor do TJD Carlos Rafael dos Santos, e está à disposição do técnico Argel Fucks para a partida. No entanto, o próximo adversário do Colorado vai tentar barrar a participação do atleta.

“Fico feliz por ter o William de volta, mas nós temos jogadores qualificados para a posição”, afirmou o técnico Argel Fucks em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira. Entretanto, a decisão do TJD não acontecerá sem polêmica – o São José alertou que vai tomar providências: “Nosso departamento jurídico entrou com uma medida para evitar que o William seja escalado”, afirmou João Lock, diretor do São José, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Sem a certeza da atuação do titular, que estava fora do Gauchão devido a uma cotovelada dada em Miller Bolaños, Paulo Magalhães e o volante Fabinho já treinavam para ocupar a lacuna na posição.

A semifinal entre os dois clubes é inédita: o São José jamais havia chegado tão longe em um campeonato gaúcho. A última grande vitória do Zequinha – ou “Zeca Vírus”, como é chamado pelos seus torcedores mais fanáticos – contra o Internacional foi um 3 a 0 no estádio Passo d’Areia, em 2010. Naquela ocasião, o técnico da equipe azul e branca era Argel Fucks.

“Nós já estivemos do outro lado, sabemos a motivação que é enfrentar um time do tamanho do Internacional. Nós temos que igualar essa motivação para chegar à final”, afirmou Argel.

Cancão recebe o Cuiabá-MT, pela Copa do Brasil, no reencontro com o Adauto Moraes

Esporte Total

Nino-atacante-Juazeirense-divulgacao1

A espera acabou. Amanhã, a partir das 20h30, o torcedor da Juazeirense poderá voltar a ver o seu time no Adauto Moraes. Neste horário, o Cancão enfrenta o Cuiabá-MT pela primeira fase da Copa do Brasil. Será a primeira partida no estádio, que passou por reformas, em 2016. “Muito feliz por estar voltando a jogar em Juazeiro. Aqui é a nossa casa, creio que o estádio vai estar lotado e os torcedores vão nos apoiar o tempo inteiro”, projeta o atacante Nino Guerreiro.

Presente nas semifinais do Campeonato Baiano, a Juazeirense muda o foco para avançar na competição nacional. Se passar pelo Cuiabá, o Cancão encara na próxima fase o vencedor do confronto entre Botafogo e Coruripe-AL. “Se trata de um campeonato diferente. Caso o time da casa perca por dois de diferença, já está eliminado. Por isso temos que entrar muito atentos, concentrados”, revela o camisa 9 do Cancão.

E Nino Guerreiro conhece bem o adversário de amanhã. O atacante defendeu o Cuiabá no ano passado, marcou 14 gols e foi campeão estadual e da Copa Verde com a camisa da equipe mato-grossense. “Vamos enfrentar uma equipe bem organizada taticamente, que vem crescendo muito. O professor Fernando Marchiori é um grande treinador, mas isso tudo fica fora das quatro linhas. Estamos em um ano muito bom, na semifinal do Baiano e tenho certeza que vamos fazer um grande jogo e vamos em busca dessa classificação”, completa.

Para o confronto, o técnico Evandro Guimarães conta com todo o elenco que disputou as quartas de final do Baiano à sua disposição. A equipe finaliza a preparação hoje à tarde no gramado do Adauto Moraes.

Com estreia de K9 e incerteza sobre VR3, Vitória recebe o Fla de Guanambi

Globo Esportes

31e5d890-7785-4436-90f5-f14ab1f40370

Mesmo com a derrota para o Flamengo de Guanambi no jogo de ida, por 1 a 0, o torcedor do Vitória tem motivos de sobra para se empolgar com o confronto deste fim de semana: a partida marcará a estreia do atacante Kieza, e há também a possibilidade de o zagueiro Victor Ramos voltar a vestir a camisa rubro-negra. O Bejia-flor do Sertão, que não tem nada a ver com isso, espera fazer valer a vantagem para chegar a uma inédita semifinal de Campeonato Baiano, e para isso precisa segurar o empate. O duelo entre as equipes está marcado para este sábado, às 18h30 (horário de Brasília), no estádio do Barradão.

A ideia de Vagner Mancini era promover as estreias de Victor Ramos e Kieza neste jogo, mas o zagueiro acusou um desconforto muscular e sua participação só será definida momentos antes da partida, quando ele será reavaliado – K9, por sua vez, está confirmado. Para reverter a vantagem do adversário e evitar um vexame dentro de casa, o técnico rubro-negro pediu intensidade e inteligência aos seus atletas. É recomendável que o gol saia o quanto antes, mas não é preciso desespero.

No time do interior, a confiança e a esperança na classificação são grandes. Segundo o diretor do clube, Thiago Dantas, a ideia é fazer história e aproveitar cada oportunidade para matar o jogo. Apesar do desgaste da viagem a Salvador – a delegação está na capital baiana desde quinta-feira -, a filosofia no clube é superar o obstáculos e segurar a pressão na casa do adversário para conquistar a histórica vaga nas semifinais.

Arilson Bispo da Anunciação apita o confronto, auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda Gussen e José Carlos Oliveira dos Santos.

Corinthians tem revanche com Cerro Porteño para retomar liderança

Gazeta Esportiva

008516501-1024x682

Derrotado pelo Cerro Porteño no Paraguai, na semana passada, o Corinthians viu o Grupo 8 da Copa Libertadores ficar embolado. Para retomar a liderança da chave e deixar sua classificação às oitavas de final bem encaminhada, a equipe alvinegra terá revanche com a formação de Assunção.

O confronto está marcado para as 21h45 (de Brasília), em São Paulo. Tite espera, no estádio de Itaquera, que seus jogadores tenham mais tranquilidade do que demonstraram no Defensores del Chaco, onde se irritaram muito com a arbitragem do peruano Diego Haro.

Por causa da contestada atuação do juiz, o Corinthians jogará sem o meio-campista Rodriguinho e o atacante André, expulsos na semana passada – Maycon e Luciano são os substitutos. Mas, mesmo julgando-se prejudicado na rodada anterior, o treinador fez uma solicitação incrível à Fiel.

“Eu peço que o torcedor não reclame da arbitragem, não faça pressão. Deixem-no apitar. Vamos entrar no campo de forma leal”, afirmou Tite, estendendo o pedido aos atletas. “Nós não temos que cuidar da arbitragem. Desconcentra. Eu não quero saber, quero jogar. Em 2012, fomos campeões superando tudo.”

O venezuelano sabe que obter um bom resultado na visita ao Brasil deixará o Cerro Porteño bem perto da próxima fase. Na tentativa de voltar a criar problemas para o Corinthians, ele vai apostar na mesma escalação que obteve sucesso no confronto anterior.

Atlético-MG recebe o Colo-Colo para encaminhar a vaga na Libertadores

Globo Esportes

25127055762_98b782f7a1_o_1

Uma vitória do Atlético-MG sobre o Colo-Colo, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência, deixará o time brasileiro bem perto da liderança do Grupo 5 da Libertadores e, consequentemente, vivo na luta pelo bicampeonato da competição continental. No entanto, para sair vencedor da partida contra o adversário chileno, o Galo terá um importante desfalque para buscar os três pontos.

Antes do último treino para a partida desta quarta, o clube divulgou a lesão no joelho do goleiro Victor, que virou santo por causa dos milagres no Horto. Em contrapartida, Aguirre poderá contar novamente com Robinho, que treinou na Cidade do Galo e foi relacionado para o segundo compromisso do Galo no Independência.

Se Diego Aguirre não conta com o seu goleiro, José Luis Sierra não terá o seu centroavante. O atacante Paredes, que é o homem gol do Colo-Colo, nem veio com a equipe para o jogo decisivo. Com a vitória do Del Valle sobre o Melgar, é fundamental somar pontos no Horto, para não se complicar na busca por uma vaga pelas oitavas de final. O time é um mistério, pois o último treino em BH foi fechado.

Em busca da classificação como líder, Bahia recebe Galícia na Arena Fonte Nova

Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

Mesmo já classificado para as quartas de finais do Campeonato Baiano, o Bahia enfrenta o Galícia, na noite desta quarta-feira (9), na Arena Fonte Nova, com um objetivo: terminar a primeira fase com a primeira classificação para garantir as vantagens na sequência da competição.

Para o confronto, o técnico Doriva terá uma série de desfalques. Além de Tinga, Moisés, João Paulo, Danilo Pires, Gustavo Blanco e Hernane, o Esquadrão não contará com Luisinho, que sofreu uma pancada no treino da última terça-feira (8) e foi poupado para este jogo. Outro que deve ser poupado é o meia Juninho.

Por outro lado, o zagueiro Gustavo retorna após ter sido poupado pelo desgaste e deve entrar no lugar de Robson.

Com as ausências de Juninho, Luisinho e Hernane, Rômulo, Cristiano e Jacó, respectivamente, devem entrar na partida.

O comandante tricolor prevê uma equipe engajada em conseguir o seu objetivo no Clássico das Cores. “É o jogo mais importante que temos pela frente. Temos que vencer, pois entraremos classificados em primeiro no clássico. Temos que fazer de tudo para continuar vencendo. Vamos colocar uma equipe competitiva, motivada e mobilizada”, afirmou, em entrevista ao Programa do Esquadrão, da Sociedade FM.

A convocação tricolor para este jogo contou com 18 atletas. Entre eles, o meia Felipinho e os atacantes Max e Geovane Itinga, escolhidos pela primeira vez.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia