WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



drupal counter

:: ‘Remo’

Salgueiro se impõe, vence Remo por 1 a 0 e retorna à zona de classificação

Globo Esportes

salgueiroxremo

Melhor ao longo dos 90 minutos, o Salgueiro fez valer o mando de campo, venceu o Remo por 1 a 0 e retornou ao G4, em terceiro, com doze pontos. Já os paraenses caíram duas colocações – estão em sexto – e deixaram a zona de classificação para a segunda fase da Série C. A partida, nesta segunda, dia 4, no Cornélio de Barros, encerra a sétima rodada da competição.

No próximo domingo, dia 10, o Salgueiro visita o River, em Teresina, a partir das 16h, no Estádio Albertão. O Remo, por outro lado, recebe o Fortaleza em casa, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, às 18h30.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Vasco faz o dever de casa, vence o Remo e encara o CRB na próxima fase

Globo Esportes

26659321596_428181fbeb_o

Mesmo com um time misto, o Vasco fez bem seu dever de casa e venceu o Remo por 2 a 1, nesta quarta-feira, em São Januário, e avançou para a Segunda Fase da Copa do Brasil. Os gols foram marcados por Caio Monteiro e Rafael Vaz. Max descontou para o Leão Azul. Na partida de ida, em Belém, a equipe da Colina já havia vencido por 1 a 0.

Depois de um primeiro tempo com muitos erros e chances desperdiçadas, a equipe do Vasco se acertou no segundo tempo e fez dois gols em sequência. O gols dos paraenses não chegou a desestabilizar os cruzmaltinos, já que a vantagem era grande.

Classificado, o Vasco enfrenta o CRB-AL, que eliminou o Ivinhema na Primeira Fase. As datas ainda não foram divulgadas. Neste domingo, às 16h, no Maracanã, os vascaínos enfrentam o Botafogo no primeiro jogo da final do Carioca.

Com time misto e de olho na final, Vasco recebe o Remo pela Copa

Globo Esportes

Esporte

De um lado, o Vasco, embalado pela vitória sobre o rival Flamengo e a classificação para a grande final do Campeonato Carioca, contra o Botafogo. De outro, o Remo, eliminado do Paraense e com a desvantagem de 1 a 0 no jogo de ida. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em São Januário, pelo segundo confronto da primeira fase da Copa do Brasil. O Cruz-Maltino segue com sua invencibilidade de quase seis meses. Tarefa difícil para o Leão Azul.

Depois da euforia de eliminar o Flamengo na semifinal e avançar para a grande decisão do Campeonato Carioca, o Vasco dá uma pausa na animação para tentar garantir a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Jorginho sabe da importância da partida, mas para não desgastar todos os seus jogadores poupará cinco deles: Madson, Julio Cesar, Julio dos Santos, Andrezinho e Jorge Henrique.

Eliminado na Copa Verde e no estadual, o elenco do Remo retornou aos trabalhos na manhã da última segunda, dia 25, no Baenão, sem o lateral-esquerdo João Victor, o volante Yuri, e os atacantes Silvio e Luiz Carlos, entregues ao departamento médico. Na atividade comandanda por Marcelo Veiga, a novidade foi o lateral-esquerdo Fabiano, último contratado e já regularizado. A equipe tenta surpreender o anfitrião em São Januário e marcar um gol fora de casa para igualar o placar anterior e levar o jogo para os pênaltis.

Garotada decide, e Vasco, mesmo mal, vence o Remo pela Copa do Brasil

Globo Esportes

fup20160413546_GF521jM

Ainda não convenceu, mas venceu novamente. O Vasco segue, mesmo que deixando a desejar, sua caminhada invicta em 2016. Graças ao entrosamento de dois jovens das categorias de base, o Cruz-Maltino fez 1 a 0 sobre o Remo, nesta quarta-feira, no Mangueirão, em Belém, e largou na frente na Copa do Brasil. O cruzamento perfeito de Henrique para cabeçada estilosa de Thalles, já aos 40 minutos do segundo tempo, e uma série de bias defesas de Martín Silva, foram suficientes para aumentar para 20 jogos, 16 nesta temporada, a invencibilidade vascaína – com 14 vitórias e seis empates. (assista aos melhores momentos)

Com o resultado, vascaínos e remistas voltam a medir forças no próximo dia 27, às 21h45 (de Brasília), em São Januário, com vantagem do empate para os cariocas. Antes disso, o Vasco viaja até Manaus para encarar o Fluminense, domingo, às 16h, na Arena da Amazônia, em duelo que vale o título da Taça Guanabara, e tem ainda a semifinal do Estadual no fim de semana seguinte, com adversário a ser definido. O Remo, por sua vez, já está eliminado do Estadual e aguarda o reencontro com o Cruz-Maltino.

Vasco visita o Remo para tentar evitar partida de volta pela Copa do Brasil

Terra

nene

O Vasco visita o Remo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Mangueirão, em Belém (PA), em duelo válido pela estreia das duas equipes na Copa do Brasil. O Cruz-Maltino, que está nas semifinais do Campeonato Carioca, tenta vencer por dois ou mais gols de vantagem para se classificar eliminando a necessidade do choque de volta, previsto para 27 de abril, em São Januário. Já os remistas querem se recuperar, pois depois do empate por 1 a 1 com o São Raimundo, no fim de semana, o time foi eliminado do Campeonato Paraense.

Em termos de escalação, Jorginho não quis antecipar o time que vai mandar a campo, mas deverá preservar alguns titulares. Porém, como o grupo viajou completo para o Pará, a formação será divulgada minutos antes da partida. O Cruz-Maltino viajou com a delegação recheada para o Norte porque no domingo vai enfrentar o Fluminense, em Manaus (AM), na decisão da Taça Guanabara.

Pelo lado do Remo, a chance de garantir pelo menos o duelo da volta serve de alento, não apenas pela questão financeira, mas para amenizar um pouco a tristeza pela eliminação no Campeonato Paraense. O técnico Marcelo Veiga espera contar com o apoio da torcida.

Para este compromisso, o Remo tem o desfalque do lateral esquerdo Murilo, que sofreu uma cirurgia na face. Igor João será o substituto. Os destaques do time são o experiente goleiro Fernando Henrique, ex-Fluminense, e a dupla de ataque, composta por Ciro e Luiz Carlos Imperador.

Internacional goleia Remo em Belém e elimina jogo de volta

Terra

rafaelmouracomemorathiagogomesfp

Com grande desempenho no Estádio do Mangueirão, em Belém-PA, o Internacional confirmou classificação à segunda fase da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira. Em sua estreia na competição, o time gaúcho massacrou o Remo e goleou por 6 a 1 para eliminar o jogo de volta – vitória por dois gols de diferença já seria suficiente para isso.

O Internacional volta a campo no domingo, quando encara a Lajeadense fora de casa pelo Campeonato Gaúcho. A partida está marcada para as 16h (de Brasília), no Estádio Alviazul, em Lajeado. Na Copa do Brasil, o próximo adversário sai do confronto entre Barbalha-CE e Cuiabá-MT. .

No Mangueirão, o Internacional dominou a partida e saiu na frente aos 18min, com desvio de cabeça de Fabrício após cobrança de escanteio. A pressão colorada foi mantida, e aos 42min o segundo gol foi anotado: Gilberto passou para Rafael Moura dentro da área, pela direita, e o jogador bateu cruzado para vencer o goleiro Fabiano.

O Remo voltou para o segundo tempo tentando anotar um gol para pelo menos levar a decisão para a segunda partida, mas sofreu um baque aos 7min, quando Max fez gol contra ao tentar cortar cruzamento de Jorge Henrique – o zagueiro se esticou para evitar que a bola rasteira chegasse aos pés de Rafael Moura, mas empurrou para dentro.

Já sem a mesma resistência, o Inter tratou de aumentar o marcador. Aos 24min, Aránguiz foi derrubado por Eduardo Ramos dentro da área, e o árbitro anotou pênalti. O próprio meia bateu forte e alto para fazer o quarto gol. Três minutos depois, Alex aumentou ao acertar cobrança de falta da intermediária. O Remo tentou e, aos 36min, Val Barreto descontou. Mas Rafael Moura, com chute colocado de fora da área aos 42min, fechou a goleada.

Com três de Hernane, Fla vence o Remo e avança na Copa do Brasil

Globo Esportes

hernane_flamengo_flaimagem.jpg_95

Definitivamente, o Flamengo reencontrou o bom momento em Volta Redonda. Após vencer o Fla-Flu no último domingo pelo Campeonato Carioca, a equipe do técnico Jorginho repetiu pela primeira vez a escalação, a boa atuação, e venceu Remo por 3 a 0 na noite desta quarta-feira, pela Copa do Brasil, no Raulino de Oliveira. Estádio este onde a equipe tem 100% de aproveitamento em quatro jogos na temporada. Local que também trouxe a fase de goleador de volta a Hernane. O Brocador, que há quatro dias quebrou um jejum de cinco partidas sem marcar, fez todos os gols do triunfo e chegou a ouvir gritos de “melhor que Neymar” e “Hernane é Seleção”. Um jogador não balançava a rede três vezes num mesmo jogo com a camisa do Fla desde novembro de 2011 (ou 87 partidas). O último tinha sido Thiago Neves, na goleada por 5 a 1 sobre o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro.

– Não poderia ser melhor. A gente se entristeceu muito por um lado, mas por outro vamos ter um tempo bom para trabalhar. A forma como a gente jogou contra o Fluminense e hoje contra o Remo… O time conseguiu virar completamente a página – disse o técnico Jorginho, referindo-se ao fato de o Fla estar eliminado no Campeonato Carioca, mas ter vencido os últimos dois jogos.

No meio de 3.614 pessoas presentes ao estádio (2.578 pagantes), o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, assistiu à vitória num camarote com seis sócios-torcedores. A renda da partida foi de R$ 52.605,00. E o placar eliminou os paraenses e classificou o Rubro-Negro, que já havia vencido por 1 a 0 em Belém, para a segunda fase da Copa do Brasil. O adversário será o Campinense, da Paraíba, que eliminou o Sampaio Corrêa nos pênaltis, no Maranhão. O primeiro jogo está previsto para ser realizado no dia 1º ou 8 de maio. A volta, caso não elimine o adversário fora de casa, será em 15 ou 22 do mesmo mês.

Antes, o Fla volta a campo pela última rodada da Taça Rio neste sábado, contra o Macaé, no Moacyrzão. Já o Remo volta suas atenções para o Campeonato Paraense. O time tem pela frente o clássico com o Paysandu, também no sábado, no Mangueirão, pela semifinal do segundo turno do estadual.

Fla joga para o gasto, vence o Remo, mas ainda não garante a classificação

Globo Esportes

rafinha_vipcomm_neymarcondes

Foi pouco. Muito pouco. Mas, ao menos dessa vez, o Flamengo venceu. Com um futebol nada animador, o Rubro-Negro conseguiu espantar a má fase que o deixou em situação delicada no Campeonato Carioca e largou na Copa do Brasil com vitória por 1 a 0 sobre o Remo, nesta quarta-feira, no Mangueirão, em Belém do Pará. Rafinha, em noite de renascimento após série de atuações ruins, foi o herói, com um golaço em jogada individual.

Apesar da derrota, o Remo, que sequer tem um lugar garantido na Série D do Brasileirão, deixou o campo com um de seus objetivos conquistado: a realização do segundo jogo. Com a vitória magra dos cariocas, as equipes voltam a se enfrentar no próximo dia 17, em local indefinido. O Fla jogará pelo empate. O vencedor do confronto encara na segunda fase da competição Campinense, da Paraíba, ou Sampaio Corrêa, do Maranhão, que duelam em Campina Grande, no dia 10.

Com Wallace e Hernane como caras novas, o Flamengo não demonstrou força ofensiva, apesar do triunfo, e passou por apuros na defesa. Além de Rafinha, o jovem Gabriel foi outro destaque da partida. Léo Moura, por sua vez, deixou o campo lesionado. O Rubro-Negro encara agora o Duque de Caxias, sábado, às 16h (de Brasília), em Moça Bonita, pela quinta rodada da Taça Rio. O próximo compromisso do Remo é o clássico com o Paysandu, sábado, pela semifinal da Taça Estado do Pará (segundo turno do Campeonato Paraense).

Outros resultados
Bangu 1 x 2 Betim-MG
Naviraiense 0 x 0 Portuguesa
Brasil de Pelotas 0 x 1 Atlético-PR
Cianorte 2 x 1 Grêmio Barueri
Resende 2 x 1 Caxias
Nacional-AM 2 x 0 Águia de Marabá
Noroeste 0 x 0 Criciúma
Veranópolis 1 x 0 Santo André
Guarani de Juazeiro 1 x 2 Santa Cruz-PE
Ceilândia 0 x 0 Ceará

Remo vence Águia por 1 a 0 e enfrenta o Paysandu na semifinal

Globo Esportes

foto_marcelo_seabra_6_3

Com um pênalti aos 45 minutos do segundo tempo, o Remo venceu o Águia nesta quinta-feira, dia 28, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, em jogo válido pela sétima e última rodada do segundo turno do Campeonato Paraense 2013. Com o resultado, o Leão conquistou a classificação em terceiro colocado e enfrentará o Paysandu, enquanto o Azulão acabou rebaixado para a Primeira Fase do Parazão.

A outra semifinal será entre Tuna Luso e Paragominas, que também se enfrentaram nesta quinta, com o Jacaré levando melhor por 3 a 2. O primeiro jogo da semifinal será no sábado, dia 6, com o clássico Rei da Amazônia, no Mangueirão, a partir das 16h. A outra equipe rebaixada é o Cametá, que empatou na última quarta com o São Francisco.

Bahia perde para o Remo e precisa de triunfo para seguir na Copa do Brasil

A Tarde

Nesta quarta-feira, 11, o Bahia foi surpreendido em Belém do Pará e perdeu para o Remo, pela partida de ida da segunda fase da Copa do Brasil. O placar de 2 a 1, no entanto, ainda é confortável para o Esquadrão de Aço, que agora busca a classificação, no Pituaçu, bastando apenas um triunfo simples.

O resultado ainda é confortável para o Esquadrão de Aço, que, por conta do gol marcado fora de casa, precisa apenas do triunfo por 1 a 0 no jogo de volta para avançar na Copa do Brasil. A partida acontece na quinta-feira, 19, no Estádio de Pituaçu. Qualquer placar acima de 2 gols de diferença para o tricolor classifica-o. O empate dá Remo e outro 2 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Antes da partida decisiva, o Bahia volta as suas atenções para o Campeonato Baiano. A última rodada acontece no domingo, 15, às 16h, quando o tricolor enfrenta o Atlético de Alagoinhas, no Estádio do Carneirão. A equipe de Falcão já está classificada para a fase final do estadual.

Com torcida de mais de 1 milhão, Remo terá semestre sem jogo oficial

Globo Esportes

Givanildo parece não encontrar horizonte para a situação do Remo (Foto: Marcelo Seabra / O Liberal)

O clube da Região Norte com maior torcida, segundo números de pesquisa do Ibope em 2010, vive um período de profunda tristeza. Além de passar em branco novamente no Campeonato Paraense, ao ser eliminado pelo Independente de Tucuruí na semifinal do returno, o Remo nem sequer conseguiu uma vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro. Com isso, não tem mais o que disputar até o fim desta temporada.

E ainda terá de assistir ao grande rival Paysandu na decisão do estadual (contra Independente ou Cametá) e na Série C nacional. Com tamanha crise, a torcida de aproximadamente 1,3 milhão de pessoas busca explicação para a queda vertiginosa do clube no cenário nacional. Há três semanas no comando da equipe, Givanildo Oliveira externou a sua versão sobre o momento do Remo.

– O Remo é um clube enorme deste país. No entanto, não vive um período muito bom. Além de estar há três anos sem ganhar um turno que seja do Campeonato Paraense, o clube terá de ficar até o fim do ano sem disputar uma partida oficial, já que não adquiriu direito de disputar o Campeonato Brasileiro. Essa torcida não merece isso. Em qualquer jogo, eles levam mais de 10 mil pessoas ao estádio. O problema maior está na base do clube, que praticamente não é aproveitada. Também falta um CT suficientemente bom para trabalhar – declarou o técnico, entristecido.

Vitória acerta empréstimo de Rafael Cruz ao Remo

Arena Nordeste

A diretoria do Vitória acertou o empréstimo do lateral-dreito/meia Rafael Cruz ao Remo-PA até o meio do ano, com contrato até o dia 30 de junho de 2011.

O jogador já não era considerado titular do time do treinador Antônio Lopes e perdeu mais espaço ainda no Rubro-negro baiano após a promoção dos laterais Léo e Romário, além da contratação dos armadores Geovanni, Lucas Nania e Vander.

Rafael Menezes da Cruz, também conhecido como Rafael Granja, tem 27 anos e foi contratado pelo Vitória após se destacar no Vitória da Conquista, no Campeonato Baiano de 2008. Especulado para retonar ao interior do estado, o polivalente jogador já esteve emprestado ao América-RN, em 2009.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia