WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



drupal counter

:: ‘Times’

Serie A: Após 62 rodadas, nenhum dos 12 grandes está na zona de rebaixamento

Uol

imgS620I177427T20160703210501

A vitória do Botafogo sobre o Santa Cruz foi um marco para os 12 grandes clubes do futebol brasileiro: após 62 rodadas e quase dois anos, pela primeira vez nenhum deles está na zona de rebaixamento.

A última vez que isso havia ocorrido foi na 21ª rodada do Brasileiro de 2014, no dia 14 de setembro, quando Bahia, Vitória, Coritiba e Criciúma eram as equipes da zona de rebaixamento. Depois, naquele ano, o Botafogo entrou e não saiu mais.

Em 2015, o Vasco foi da quinta quarta até o final na zona da degola. Antes, nas quatro primeiras rodada daquele ano, Flamengo, Cruzeiro, Grêmio e Inter haviam passado por ali.

Este ano, nas 12 primeiras rodadas do Brasileiro, Botafogo, Cruzeiro e Atlético-MG passaram pela zona de rebaixamento.

Flu de Feira é o quinto melhor clube da Série D e Galícia amarga à penúltima posição

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

Após três rodadas de realização, o Campeonato Brasileiro da Série D chega ao final dos jogos de ida da primeira fase e traz marcas importantes para o futebol baiano na temporada. Fluminense de Feira, Juazeirense e Galícia vivem situações distintas na competição, que reúne 68 equipes de todo o Brasil na luta por uma vaga na terceira divisão nacional.

Com nove pontos em três jogos, o Altos do Piauí desponta como o melhor time da competição. Única equipe com 100% de aproveitamento, o Jacaré tem também o melhor ataque do torneio com 12 gols marcados e apenas um gol sofrido no torneio. Já entre os baianos, o mais bem colocado é o Flu de Feira com sete pontos ganhos, três gols de saldo e seis tentos marcados. Além do Touro, mais sete equipes também se encontram com a mesma pontuação, diferenciando-se apenas pelo saldo de gols e tentos marcados.

Depois de conseguir o seu primeiro triunfo no torneio, a Juazeirense se encontra entre as 14 equipes com quatro pontos ganhos. Por conta do saldo de -1 e com quatro gols marcados, o Cancão de Fogo é o 40º lugar no geral ao lado de equipes como Nacional de Manaus, Desportiva Ferroviária e Itabaiana.

Na parte de baixo da tabela, o Galícia carrega uma marca indigesta na atual edição da Série D. Com zero pontos, o Granadeiro é o 67º lugar e se diferencia do Serra Talhada-PE e Goianésia-GO apenas nos critérios de desempate. Com -8 de saldo, os baianos superam o Azulão do Vale por um gol e ficam atrás da Laranja Mecânica do Sertão pernambucano por dois tentos.

SÉRIE B: Quatro times brigam pela liderança na rodada cheia pela 9.ª rodada

Futebol Interior

728x487

A liderança do Campeonato Brasileiro da Série B está concorrida e pode ter novo dono nesta terça-feira, quando serão realizados os dez jogos da nona rodada. Empatados na pontuação, Vasco da Gama e Atlético-GO têm como concorrentes Bahia e Náutico. A briga pela zona de rebaixamento também promete ser boa.

Após perder a invencibilidade no último sábado ao ser derrotado pelo Atlético-GO, o Vasco estacionou nos 19 pontos e tem mais um confronto direto nesta terça, quando recebe o Náutico em São Januário. Embalados por três vitórias seguidas, os pernambucanos estão em quarto lugar, com 16 pontos.

Na vice-liderança, com a mesma pontuação que o Vasco, o Atlético-GO enfrenta o Joinville – 14º colocado, com nove – na Arena Joinville. Quem também briga pela ponta é o Bahia – 3º, com 17 -, que busca a quarta vitória seguida contra o Criciúma no Heriberto Hülse. O time catarinense tem 13 pontos e está em sexto lugar.

Contratado para substituir Enderson Moreira, Léo Condé assume o Goiás na 17ª posição, com seis pontos, e faz sua estreia diante do Paraná, em Curitiba. O adversário – 13º, com dez – será comandado de forma interina por Fernando Miguel, pois Claudinei Oliveira foi demitido nesta segunda-feira após a goleada sofrida para o Náutico por 5 a 1. Pela primeira vez com Gilmar Dal Pozzo no banco de reservas, o Paysandu recebe o Avaí na Curuzu. Os paraenses têm seis pontos, na 18º colocação. Já o time catarinense é o 12º, com dez.

Em um confronto direto contra o rebaixamento, o Vila Nova, ainda sob comando interino de Cuca, recebe o Sampaio Corrêa – 19º colocado, com quatro pontos -, no Serra Dourada. O time goiano tem sete e é o 16º. Na lanterna, com apenas três pontos, o Tupi recebe o Luverdense no Estádio Mário Helênio. Após vencer o Ceará, o time mato-grossense chegou aos 12 pontos e é o nono colocado.

Buscando a reabilitação para não se distanciar do G4, o Ceará – 7º, com 13 – recebe o Brasil de Pelotas na Arena Castelão. O time gaúcho tem um ponto a mais e é o quinto colocado. Outros dois jogos serão realizados nesta terça. Em Maceió, o CRB – 8º, com 12 – enfrenta o Bragantino, que têm oito pontos e é o 15º colocado. Na Arena Barueri, o Oeste recebe o Londrina. Os dois times estão empatados com 12 pontos.

Faltando apenas uma rodada, nove times disputam cinco vagas na segunda fase do municipal

Da Redação

Maru e Ponte Preta fizeram a final no ano passado

Maru e Ponte Preta fizeram a final no ano passado

Faltando apenas uma rodada para terminar a primeira fase do Campeonato Municipal de Futebol, nove equipes disputam cinco vagas na próxima fase: Grêmio (09), Brasil (08), Ponte Preta (08), Moicana (08), Kadija (08), Botafogo (08), Beira-Mar (07), Íris Sport e Vila da Conquista (05). Simonassi (04) e Vila Nova (03), brigam para não cair

O Brasil joga contra o Moicana. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. O mesmo vale para o Moicana.

O Kadija mede forças com o Simonassi. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. Já o Simonassi tem que vencer para não ser rebaixado para a sgundona.

A Ponte Preta duela contra o Íris Sport. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. O Íris tem que vencer (se possível de goleada) e torcer por varias combiçaões de resultados. O time além de ter chance de classificação, ainda corre o risco de ser rebaixada.

O Botafogo encara o Vila da Conquista. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. Já o Vila tem que vencer (se possível de goleada) e torcer por varias combiçaões de resultados. O time além de ter chance de classificação, ainda corre o risco de ser rebaixada.

O Grêmio enfrenta o Beira-Mar, se vencer ou empatar estará classificado. Se perder dependerá de outros resultados, O Beira-Mar classifica com uma vitória.

Santos (14), Maru (14) e Vitória da Conquista (11) já estão garantidos na próxima fase. Enquanto o Vila Nova (03) precisa vencer o Maru para não cair .

Confira os jogos da última rodada
Sábado (04/06)

15:45
Moicana  x Brasil
17:45
Simonassi   x Kadja
Domingo (05/06)
08:45
Marú   x Vila Nova
10:45
Iris Sport   x Ponte Preta
Sábado (11/06)
15:45
Santos   x Vitória da Conquista
17:45
Botafogo   x Vila da Conquista
Domingo (12/06)
09:45
Grêmio x Beira Mar

COPA DO BRASIL: Já são 13 times classificados na 3.ª fase

Futebol Interior

728x355

A Copa do Brasil já tem 13 clubes classificados para a terceira fase. Mais seis clubes carimbaram suas vagas, nesta quarta-feira à noite, com dois potenciais favoritos sendo eliminados em casa: o Flamengo caiu diante do Fortaleza e o Bahia ficou fora perdendo para o América Mineiro. Para estes dois acabou o sonho de chegar ao título e garantir uma vaga na Copa Libertadores da América de 2017.

Entre os clubes que continuam de olho no título estão três paulistas, dois cariocas, dois cearenses, dois mineiros e quatro de outros Estados.

Confira a relação completa:

Bragantino, Ponte Preta e Santos (São Paulo);

Fluminense e Vasco (Rio de Janeiro);

Ceará e Fortaleza (Ceará);

América e Cruzeiro (Minas Gerais);

Atlético-PR, Botafogo-PB, Chapecoense e Santa Cruz-PE.

Confira os resultados da 2ª rodada
Vasco-RJ 1 x 1 CRB
Atlético-PR 5 x 0 Dom Bosco
Chapecoense-SC 2 x 0 Paraná-PR
Botafogo-PB 1 x 0 River-PI
Bahia-BA 0 x 1 América-MG
Flamengo-RJ 1 x 2 Fortaleza-CE
Hoje
19:15
Coritiba-PR x Juventude-RS
21:30
Vitória-BA x Portuguesa
Botafogo-RJ x Juazeirense
Aparecidense-GO x Ypiranga-RS

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Série B: Seis clubes disputam uma vaga na elite do Baianão 2017

FBF

101_1745

Alagoinhas Atlético Clube, Associação Atlética Teixeira de Freitas, Atlântico Esporte Clube, Catuense Futebol S/A, Esporte Clube Ypiranga e Juazeiro Social Clube. Esses são os seis clubes que buscarão um único e em comum objetivo no futebol da Bahia, entre 10 de julho e 25 de setembro.

Neste período será realizada a Série B do Baianão 2016. Em jogo, o título e o acesso à elite do Baianão 2017. Uma única vaga, como definido há um ano e registrado em ata coma anuência dos próprios clubes das Séries A e B do Estadual. Devido à redução do número de datas imposto pela CBF no Calendário do Futebol Brasileiro, a Federação Bahiana de Futebol teve que se adequar para chegar ao número máximo de dez clubes na elite. Neste ano, dois foram rebaixados (Feirense e Colo Colo) e apenas um subirá. Em 2017, o sistema se repetirá para, em 2018, o Baianão chegar aos dez clubes necessários para obedecer ao calendário.

Nesta quinta-feira (12), os seis clubes que disputarão a Série B e a diretoria da FBF se reuniram. Na sede da entidade, foi realizada a Reunião do Conselho Técnico da competição.

Antes de tratar dos assuntos pertinentes ao encontro, o presidente Ednaldo Rodrigues, ao lado do vice-presidente Ricardo Lima e da diretora técnica Taíse Galvão deixou claro para os presentes que mais clubes tentaram se habilitar para disputar o campeonato. Porém, seja por questão de documentação, ou por não terem estádios nas suas cidades de origem em condições de receber jogos profissionais, não poderão disputar o acesso.

Cada clube ainda escolheu os dias e horários que irão mandar seus jogos. O Atlântico, que terá como casa o estádio de Pituaçu, escolheu realizar seus jogos como mandante nos sábados, às 16h. O Ypiranga, que também jogará no estádio Roberto Santos, em Salvador, optou pelos domingos, às 16h. O Atlético de Alagoinhas, que jogará no Antônio Carneiro, em Alagoinhas, fará suas partidas aos sábados, às 18h. A Catuense, que também jogará em casa, no Antônio Carneiro, escolheu os sábados, às 19h30. O Juazeiro, que mandará seus confrontos no Adauto Moraes optou pelos sábados, às 17h. Já o Teixeira de Freitas, clube filiado à CBF há mais de 20 anos e que em 2016 volta a disputar uma competição profissional jogará no estádio Antônio Rodrigues Santana, em Teixeira de Freitas, aos domingos, às 16h.

A FBF divulgará, a tabela inicial com datas, horários e locais dos jogos e o regulamento da Série B do Baianão 2016.

Confira os times que mais terminaram o Brasileirão entre os 4 primeiros na história

Futirinhas

brasileirao-20143

Confira quais foram as equipes que, de 1959 a 2016, mais vezes terminaram a Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol* entre os quatro primeiros:

1- São Paulo – 19 vezes
Primeiro lugar – 1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008
Segundo lugar – 1971, 1973, 1981, 1989, 1990 e 2014
Terceiro lugar – 2003, 2004 e 2009
Quatro lugar – 1993, 1999, 2012 e 2015
2 – Palmeiras, Cruzeiro, Internacional, Grêmio e Corinthians – 18 vezes
Palmeiras
Primeiro lugar – 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993 e 1994
Segundo lugar – 1970, 1978 e 1997
Quarto lugar – 1964, 1965, 1968, 1979, 2004, 2005 e 2008
Cruzeiro
Primeiro lugar – 1966, 2003, 2013 e 2014
Segundo lugar – 1969, 1974, 1975, 1998 e 2010
Terceiro lugar – 1968, 1973, 1989, 1995, 2000 e 2008
Quatro lugar – 1967, 1970 e 2009
Internacional
Primeiro lugar – 1975, 1976 e 1979
Segundo lugar – 1967, 1968, 1988, 2005, 2006 e 2009
Terceiro lugar – 1962, 1972, 1978, 1980, 1997 e 2014
Quatro lugar – 1973, 1974 e 1987
Grêmio
Primeiro lugar – 1981 e 1996
Segundo lugar – 1982, 2008 e 2013
Terceiro lugar – 1959, 1967, 1984, 1990, 2002, 2006, 2012 e 2015
Quatro lugar – 1963, 1967, 1988, 2000 e 2010
Corinthians
Primeiro lugar – 1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015
Segundo lugar – 1976, 1994, 2002
Terceiro lugar – 1967, 1969, 1993 e 2010
Quatro lugar – 1971, 1972, 1982, 1984 e 2014
3 – Santos – 17 vezes
Primeiro lugar – 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004
Segundo lugar – 1959, 1966, 1983, 1995, 2003 e 2007
Terceiro lugar – 1974 e 1998
Quatro lugar – 2006
4 – Atlético MG – 16 vezes
Primeiro lugar – 1971
Segundo lugar – 1977, 1980, 1999, 2012 e 2015
Terceiro lugar – 1970, 1976, 1983, 1986, 1991 e 1996
Quatro lugar – 1985, 1994, 1997 e 2001
5 – Fluminense – 15 vezes
Primeiro lugar – 1970, 1984, 2010 e 2012
Terceiro lugar – 1960, 1975, 1988, 2001 e 2011
Quatro lugar – 1966, 1976, 1991, 1995, 2002 e 2007
6 – Vasco da Gama – 12 vezes
Primeiro lugar – 1974, 1989, 1997 e 2000
Segundo lugar – 1965, 1979, 1984 e 2011
Terceiro lugar – 1968, 1992
Quatro lugar – 1959 e 1978
7 – Botafogo – 11 vezes
Primeiro lugar – 1968,1995
Segundo lugar – 1962, 1972 e 1992
Terceiro lugar – 1963, 1971
Quatro lugar – 1969, 1981, 1989 e 2013
8 – Flamengo – 8 vezes
Primeiro lugar – 1980, 1982, 1983, 1992 e 2009
Segundo lugar – 1964
Terceiro lugar – 1987 e 2007
Quatro lugar – 2011
9 – Bahia, Guarani, Náutico e Atlético PR – 5 vezes
Bahia

Primeiro lugar – 1959 e 1988
Segundo lugar – 1961 e 1963
Quatro lugar – 1990
Guarani
Primeiro lugar – 1978
Segundo lugar – 1986 e 1987
Terceiro lugar – 1982 e 1994
Náutico
Segundo lugar – 1967
Terceiro lugar – 1965 e 1966
Quatro lugar – 1961 e 1968
Atlético-PR
Primeiro lugar – 2001
Segundo lugar – 2004
Terceiro lugar – 1987 e 2013
Quatro lugar – 1983
10 – Coritiba e São Caetano – 3 vezes
Coritiba

Primeiro lugar – 1985
Terceiro lugar – 1979
Quatro lugar – 1980
São Caetano
Segundo lugar – 2000 e 2001
Quatro lugar – 2003
11 – Sport, Bragantino, Fortaleza, Goiás, Portuguesa, Santa Cruz, Vitória, América (RJ) e Bangu – 2 vezes
Sport

Primeiro lugar – 1987
Quarto lugar – 1962
Bragantino
Segundo lugar – 1991
Quarto lugar – 1992
Fortaleza
Segundo lugar – 1960 e 1968
Goiás
Terceiro lugar – 2005
Quarto lugar – 1996
Portuguesa
Segundo lugar – 1996
Quarto lugar – 1998
Santa Cruz
Quarto lugar – 1960 e 1975
Vitória
Segundo lugar – 1993
Terceiro lugar – 1999
América-RJ
Terceiro lugar – 1961
Quarto lugar – 1986
Bangu
Segundo lugar – 1985
Quarto lugar – 1987
12 – Ponte Preta, Brasil de Pelotas, Ceará , Londrina e Operário (MS) – 1 vez
Ponte Preta

Terceiro lugar – 1981
Brasil de Pelotas
Terceiro lugar – 1985
Ceará
Terceiro lugar – 1964
Londrina
Quarto lugar – 1977
Operário-MS
Terceiro lugar – 1977

* Levamos em consideração a Taça Brasil (1959–1968), Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967–1970), Campeonato Nacional de Clubes (1971–1974), Copa Brasil (1975–1980), Taça de Ouro (1981–1983), Copa Brasil 1984–1986, Copa União 1987–1988 e a Copa João Havelange (2000)

Segundo site, Ba-Vi e times de PE e CE querem Nordestão com 12 clubes e pontos corridos

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

Os grandes clubes da Bahia, Ceará e Pernambuco estudam uma mudança drástica para a disputa das futuras edições da Copa do Nordeste. Segundo informações da ESPN Brasil, os sete grandes times da região querem a redução para 12 participantes e o retorno da disputa em pontos corridos para a competição regional.

De acordo com a reportagem, clubes como Bahia, Vitória, Sport Recife, Santa Cruz, Náutico, Ceará e Fortaleza se reuniram recentemente em Recife para firmar o compromisso de se unir em prol dessa mudança, também com a meta de deixar de disputar os campeonatos estaduais com o passar do tempo.

Os planos são de seguir nos campeonatos locais até o final de seus contratos televisivos com cada certame. Na Bahia, o acordo vale até 2020 enquanto que no Ceará e Pernambuco os contratos vão até 2018. Outra mudança importante é a criação de duas divisões no Nordestão, com a Série A sendo definida inicialmente pelo ranking da CBF e a Série B pelas equipes definidas através dos estaduais.

“Até apoio que a Copa do Nordeste possa ter menos times, porém, com o estadual como critério técnico”, afirma Ednaldo Rodrigues em entrevista ao site, onde defende que o torneio deve ser reduzido a 16 clubes e ter um formato diferente do sugerido pelos grandes da região, com os sete melhores do ranking e as outras nove vagas através dos campeonatos locais.

Íris Sport, Kadija, Beira-Mar e Vila da Conquista buscam primeira vitoria no municipal

Da Redação

marielson-ordem-420

Os times do Íris Sport, Kadija, Beira-Mar e Vila da Conquista buscam a primeira vitória na rodada que acontece neste final de semana no estádio Edvaldo Flores, pelo Campeonato Municipal de Futebol, promovido pela LCDT.

No sábado (30), as equipes do Íris Sport e Kadija se enfrentam as 15h45. No mesmo dia, o Beira-Mar joga contra o Moicana.

Já no domingo (1º), as 08h45, o Vila da Conquista joga contra o Grêmio em jogo adiado na primeira rodada. As 10:45, Botafogo e Ponte Preta duelam em busca de subir na tabela de classificação.

A quarta rodada será complementada no dia 08, com a partida entre o Maru e Vila da Conquista.

40% dos times da Série A do Brasileiro já trocaram de técnico em 2016

MSN

BBseuza.img

A Série A do Campeonato Brasileiro só começa daqui três semanas, mas a dança das cadeiras dos técnicos já está a todo vapor no futebol nacional. No fim de semana, o Cruzeiro anunciou a demissão de Deivid e se tornou o oitavo clube da elite, 40% dos 20 participantes, a trocar de treinador.

Além da equipe mineira, também dispensaram os comandantes que iniciaram a temporada Atlético-PR, Figueirense, Fluminense, Palmeiras, Ponte Preta (duas vezes), Santa Cruz e Sport.

Assim como o Cruzeiro, inclusive, o Sport também ainda está sem treinador, depois que demitiu Falcão, na última semana. Por enquanto, o time do Recife é comandado interinamente por Thiago Gomes.

O caso mais emblemático é da Ponte Preta, que trocou de treinador duas vezes. Depois de um início ruim no Campeonato Paulista, Vinícius Eutrópio foi substituído por Alexandre Gallo, que, após o Estadual, acabou também caindo, preterido por Eduardo Baptista – demitido do Fluminense.

Também em São Paulo, o Palmeiras já trocou de técnico, demitindo Marcelo Oliveira, após arrancada ruim na Copa Libertadores, e contratando Cuca. Já no Nordeste, o Santa Cruz, recém-promovido, foi outro a mexer no comando: saiu Marcelo Martelotte, entrou Milton Mendes.

No Sul do país, o Figueirense já demitiu Hudson Coutinho, para contratar Vinícius Eutrópio; e o Atlético-PR trocou Critóvão Borges por Paulo Autuori.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Disputas por vagas e por título inédito movimentam o Campeonato Municipal da LCDT

Da Redação
Foto Esportes do Sudoeste

Depois de bater na trave, Maru segue  em busca do seu primeiro título

Depois de bater na trave, Maru segue em busca do seu primeiro título

Restando apenas uma partida para encerrar a terceira rodada da fase de classificação do Campeonato Municipal de Futebol, as disputas pelas oito vagas na próxima fase da competição seguem acirradas.

A diferença de pontos do último colocado para o oitavo é de apenas três pontos, ou seja, uma vitória.

O Maru lidera a competição com 09 pontos, seguido do Botafogo com 07, Brasil da Limeira e Santos com 05, Moicana, Grêmio e Ponte Preta com 04, Vitória da Conquista e Vila Nova com 03, Íris Sport e Beira-Mar com 02, Vila da Conquista e Kadija com 01 e Simonassi que ainda não pontuou.

Além das disputas por vagas, 07 equipes buscam o título inédito. São eles: Vila da Conquista, Marú, Botafogo, Brasil da Limeira, Moicana, Vitória da Conquista e Vila Nova

Os outros 07 já conquistaram o caneco pelo menos uma vez. O Santos é o maior vencedor com 11, seguido do Grêmio 02, Ponte Preta, Iris Sport, Beira Mar, Kadja e Simonassi com 01 cada.

Confira os jogos do fim de semana
Sábado

15:45
Vitória da Conquista x Moicana
17:00
Grêmio x Vila Nova
Domingo
09:45
Santos x Brasil da Limeira

COPA DO BRASIL : Ponte Preta, Chapecoense e Figueirense carimbam vagas na 2.ª fase

Futebol Interior

728x404

Agora já são 14 times garantidos na segunda fase da Copa do Brasil de 2016. Mesmo sem mostrar muita disposição e esforço, Ponte Preta e Chapecoense confirmaram suas vagas na segunda fase, nesta quinta-feira à noite, diante de seus torcedores nos jogos de volta pela fase inicial. O Figueirense foi até Porto Alegre (RS), no estádio Beira Rio, fez 2 a 0 sobre a Lajeadense e eliminou o time gaúcho já no primeiro confronto, por ter feito dois gols fora de casa.

Com estes três classificados, agora já estão garantidos 14 times na segunda fase:

São Paulo – Ferroviária e Ponte Preta
Bahia – Bahia e Vitória da Conquista
Paraná – Atlético, Coritiba e Londrina
Santa Catarina – Chapecoense e Figueirense
Outros Estados – Botafogo-PB, Santa Cruz-PE, Ypiranga-RS, CRB-AL e Fluminense-RJ

A Ponte Preta tinha vencido na ida a Caldense, em Poços de Caldas, por 2 a 1, por isso entrou no estádio Moisés Lucarelli bem tranquila. Mas só empatou em casa por 1 a 1, ficando com quatro pontos nos dois jogos.

Wellington Paulista perdeu um pênalti e a Caldense abriu o placar com Thiago Azulão, aos 41 minutos do segundo tempo. O zagueiro Douglas Grolli, porém, empatou nos acréscimos. O time paulista agora aguarda o vencedor do confronto entre Genus e ASA.

Em Chapecó (SC) o time da casa sofreu muito para superar a má fase e vencer o Princesa do Solimões, por 2 a 0, com gols de Kempes e Rodrigo Andrade, de pênalti. Com isso o time catarinense fechou a fase com quatro pontos, porque tinha empatado por 1 a 1 no Amazonas.

O próximo adversário da Chapecoense sairá do confronto entre Estanciano-SE e Paraná. O time catarinense é dirigido por Guto Ferreira, ex-Ponte Preta, que já conquistou o primeiro turno Estadual e está garantido na final.

O Figueirense descartou o jogo de volta ao vencer o Lajeadense-RS, por 2 a 0, com gols de Rafael Moura e Dudu, ambos no primeiro tempo. Na segunda fase vai pegar Sampaio Corrêa-MA ou Internacional de Lages-SC. O time catarinense é dirigido por Vinícius Eutrópio, ex-Ponte Preta.

pmvc





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia