WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
PMVC

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



drupal counter

:: ‘TITE’

Por que Tite impôs fórmula corintiana e Edu para estancar crise na seleção

Uol

edu-gaspar-gerente-de-futebol-sorri-ao-lado-do-treinador-corintiano-tite-1430837603616_615x300

A volta de Dunga à seleção brasileira não foi fracasso apenas pelos resultados. A fórmula de trabalho, a interação com os jogadores, a gestão de Neymar e a tomada de decisões foram pontos que deram errado e se refletiram no que aconteceu dentro de campo. Por tudo isso, todas as fichas foram reservadas para Tite, que leva à CBF um formato que funcionou no Corinthians.

A solicitação em ter Edu Gaspar como chefe direto foi uma decisão chave de Tite e, segundo pessoas próximas a Marco Polo Del Nero, bem aceita pela CBF. O cargo do antigo gerente de futebol do Corinthians ainda não tem nome e detalhes definidos, mas o treinador vê em Edu um elo indispensável.

Em praticamente cinco anos à frente do Corinthians, Edu Gaspar levou solicitações do treinador à diretoria e vice-versa, do treinador aos jogadores, e vice-versa. Embora criticado por certa cautela no que diz respeito ao mercado, a habilidade nesse tipo de interação foi uma virtude na passagem pelo Corinthians. O período como jogador de Arsenal-ING, Valencia-ESP, seleção e do próprio clube assegurou colegas de Parque São Jorge e ajudou no respeito perante os atletas.

Pouco participativo com Mano Menezes em 2014, Edu Gaspar sempre teve papel diferente nos períodos ao lado de Tite. Filtrou destemperos de empresários, como Fernando Garcia, o mais poderoso do Corinthians, que reclamava de ter seus clientes no banco de reservas. Quando a direção contestava alguma escolha do treinador, sobretudo o ex-presidente Andrés Sanchez, era ele que filtrava as informações. Em um ambiente como a CBF, visto por Tite como inseguro, a presença desse profissional se tornou indispensável.
A comissão técnica pode até decidir por Tite

No sistema de trabalho estabelecido pelo treinador como ideal, a comissão técnica ganha importância extra. Tite gosta de dividir o protagonismo, a ponto de tomar decisões importantes, como a escalação de um atleta, em parceria com um médico ou fisiologista, por exemplo. Ou de discutir a melhor estratégia ou delegar um treinamento para seus auxiliares, em especial Cléber Xavier, com quem trabalha há 16 anos. Ninguém tem mais confiança do técnico que ele, responsável por dividir o desenho do time, a ideia de jogo e a abordagem da equipe.

Nessa linha de delegar, Tite várias vezes recorreu ao expediente de levar um preparador físico, auxiliar ou fisioterapeuta para uma entrevista coletiva ao seu lado. Se percebe que o momento é de se abster, o treinador até mesmo pode deixar de falar à imprensa para dar voz a um colega de comissão. No Corinthians, esse tipo de decisão sempre foi tomada com o aval de Edu Gaspar. Com a confiança como um ponto-chave nesse processo, logo, Tite não poderia abrir mão de ter todo seu estafe na CBF.

Nos últimos meses de Corinthians, a presença do filho Matheus Bacchi também cresceu de importância a ponto de mantê-lo ao lado também na seleção brasileira. Com trajetória de jogador na base, estudos nos Estados Unidos, estágios no Barcelona e no Shakhtar-UCR, além de passagens como auxiliar no Caxias-RS, Matheus se tornou um auxiliar muito próximo dos atletas. Não apenas para fornecer instruções, mas também para ouvir e dar conselhos.

Embora não anunciados na comissão técnica fixa, mais quatro nomes devem ter importância indispensável se convocados por Tite para os compromissos da seleção, o que é provável.

CBF marca reunião com Tite para acertar contrato nesta quinta-feira

Globo Esportes

a3058f102591

Tite e Marco Polo Del Nero vão se encontrar nesta quinta-feira para acertar os últimos detalhes antes do anúncio do ex-treinador do Corinthians como técnico da seleção brasileira. Os dois lados dão o acerto como fechado e impossível de ser desfeito, mas dizem que ainda falta uma última conversa antes do anúncio oficial.

Entre os detalhes a serem discutidos está o salário de Tite. Tempo de contrato não é algo em discussão, porque a CBF contrata seus funcionários pela CLT. O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, disse “estar puto” com a CBF pelo assédio a Tite, e afirmou que não tentou oferecer um aumento de salário ao treinador.

De acordo com o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, o fato de Tite ter assinado um manifesto que exigia a “renúncia definitiva” de Marco Polo Del Nero “não tem a menor importância”. O documento, de autoria do Movimento Bom Senso FC, data de dezembro de 2015.

– Tite pode ter mudado de ideia. A conversa que nós tivemos aqui na CBF foi muito boa. Os dois lados saíram impressionados com o que ouviram – declarou Feldman sobre a reunião de três horas realizada na sede da confederação na noite de terça-feira. O técnico do Corinthians ainda não falou sobre o assunto.

Ao suceder Dunga, Tite levará para a seleção brasileira grande parte de sua comissão técnica no Corinthians. É certo que o auxiliar Cleber Xavier e o ex-gerente de futebol Edu Gaspar serão funcionários da CBF.

Tite vai assumir uma seleção em crise técnica numa CBF em crise de imagem. O Brasil está em sexto lugar nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 – portanto fora da zona de classificação. A estreia de Tite será em setembro, contra o Equador, em Quito.

Antes disso, a seleção brasileira vai disputar o torneio de futebol da Olimpíada. Mas, com a bênção de Tite, o treinador será Rogério Micale, que já havia dirigido o time nos amistosos de preparação.

Imprensa internacional cita caráter de Tite e relembra brigas com Neymar

Uol

jornal-as-da-espanha-faz-perfil-de-tite-1465986132188_615x300

A saída de Dunga e a provável contratação de Tite para ser técnico da seleção brasileira é também um dos principais assuntos na imprensa internacional, principalmente na Espanha, onde o principal jogador do Brasil, Neymar, atua. As publicações espanholas falaram da queda de Dunga e exaltaram Tite como um bom comandante, mas que coleciona polêmicas com o atacante do Barcelona.

O As, um dos principais jornais da Espanha, publicou um perfil de Tite, mostrando as razões por ele ser o favorito para assumir a seleção brasileira após a saída de Dunga. “Equilibrado, inovador e disciplinado. O treinador do Corinthians é um dos mais vitoriosos e respeitados do país no século XXI”, chama a publicação.

O jornal ainda diz que “o fato de Tite e Dunga serem gaúchos é a única similaridade entre os dois”. A publicação fala do currículo vitorioso do treinador pelo Corinthians e ainda cita outros clubes comandados por Tite, além de exaltar o caráter do técnico.

“O gaúcho de fala tranquila tem equilíbrio e constância, além de caráter como sua principal característica. Suas equipes são sólidas, eficientes, com alta intensidade, grande aplicação e disciplina tática”, publica o As, também lembrando que Tite já disse não à CBF em quatro ocasiões, quando a seleção já estava sob comando de outros treinadores.

O jornal Mundo Deportivo relembra polêmica entre Tite e Neymar, quando o jogador ainda atuava pelo Santos. A publicação resgata uma aspa do treinador criticando Neymar por “simular faltas” durante um clássico entre Corinthians e Santos. “O jogador poderia ser o menos feliz com a decisão da CBF, por conta de críticas do treinador. Em caso de confirmação de Tite, o bom entendimento entre os dois seria vital para o desenvolvimento da seleção brasileira”, diz.

Tite e CBF não chegam a acordo, mas prometem retomar as negociações

Terra

a3054f102445_rYp4rTj

O técnico Tite se reuniu nesta terça-feira por quase três horas com o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, mas não chegou a um acordo para substituir Dunga no comando da Seleção Brasileira. De acordo com Douglas Lunardi, diretor de comunicação da entidade, as partes tiveram “uma primeira boa conversa” e combinaram de se encontrar em breve para retomar as negociações.

O chefe de comunicação afirmou que não há uma data certa para Tite volte a conversar com a entidade. Segundo ele, a cúpula da CBF está satisfeita com o primeiro contato mantido com o técnico. Também esteve presente na reunião o auxiliar do treinador, Cleber Xavier. “Não foi frustrante. A expectativa era de se ter uma primeira conversa e de ter um alinhamento de expectativas. E isso foi feito”, disse Lunardi.

O treinador do Corinthians é o favorito da CBF para assumir o time canarinho. A urgência em acertar com ele estava concentrada na necessidade de apresentar nesta quarta-feira ao Comitê Olímpico Internacional (COI) a lista com os 35 jogadores pré-convocados para a Seleção que disputará o Rio 2016. Também devem constar no documento os nomes das 12 pessoas que integrarão a comissão técnica. Não são permitidas mudanças nessa relação.

Lunardi afirmou que a lista será apresentada por Rogério Micale, que desenvolveu o trabalho junto à equipe com idade olímpica. O diretor de comunicações não quis dizer se Micale será inscrito no lugar de Dunga como o técnico da Seleção nas Olimpíadas. “Não participei da reunião. Mas esse assunto foi colocado e ficou definido que o Micale apresentará a lista”, despistou.

Tite pode ser 4º técnico que Corinthians perde para seleção em 18 anos, mais que rivais em 50

MSN

BBrwlud.img

Na última semana, o técnico Tite foi procurado pela CBF para assumir a seleção brasileira e preferiu não deixar o Corinthians no meio da Copa Libertadores, segundo o ‘Globo Esporte’. Se tivesse dito sim ao convite (ou se disser no futuro), o treinador seria o quarto a deixar o clube paulista pelo mesmo motivo em 18 anos.

Desde 1998, quando Vanderlei Luxemburgo assumiu a equipe verde e amarela, Carlos Alberto Parreira em 2003 e Mano Menezes em 2010 também trocaram o atual clube de Tite pelo Brasil. Nos últimos 50 anos, nenhum outro time do país teve tantos treinadores na seleção quanto o Corinthians.

Neste século, inclusive, só Cruzeiro, Sport e Corinthians perderam técnicos para a seleção. Luiz Felipe Scolari estava no time mineiro em 2001, e Leão, no pernambucano, em 2000. Já Dunga, em suas duas passagens (2006 e 2014), e o próprio Felipão em 2013 estavam desempregados.

Antes disso, o Cruzeiro também perdeu seu treinador para a seleção em 1987, quando Carlos Alberto Silva aceitou convite. Nos últimos 50 anos, Palmeiras e Flamengo também “emplacaram” dois técnicos: respectivamente, Telê Santana e Osvaldo Brandão, e Claudio Coutinho e Aymoré Moreira.

Os outros comandantes do time brasileiro nos últimos 50 anos saíram de equipes menores. Sebastião Lazaroni, técnico do Brasil em 1989 e 90, saiu do Paraná; Parreira, em sua passagem de 1991 e 94, estava no Bragantino; e Telê Santana vinha de período no Al-Ahli, da Arábia Saudita, em 1985.

Técnico da seleção entre 1994 e 98, Zagallo era auxiliar de Parreira anteriormente, portanto, também não deixou nenhum clube – em suas passagens anteriores, vinha do Botafogo. Paulo Roberto Falcão, que ganhou chance em 91, nunca havia sido treinador.

Há ainda o caso de João Saldanha, que também chegou a treinar o Botafogo, mas, quando assumiu a seleção brasileira, em 1969, já estava atuando como comentarista esportivo.

unimarc-modelo-4

Tite banca renovação de Ralf e festeja manutenção do grupo campeão

Gazeta Esportiva

00831990-1024x681

Ralf será jogador do Corinthians até dezembro de 2017. As negociações para a renovação do contrato do volante, com vencimento em 31 de dezembro, evoluíram, conforme o próprio técnico Tite confirmou após a gravação do Troféu Mesa Redonda, da TV Gazeta.

“Sim”, assentiu Tite, quando questionado pela Gazeta Esportiva sobre a prorrogação do vínculo de Ralf, nesta terça-feira. “Pelo que sei, sim”, acrescentou o comandante corintiano.

As diferenças entre a diretoria do Corinthians e os empresários do meio-campista, André Costa e Alisson Costa, que reclamavam das dívidas acumuladas ao longo do acordo anterior, emperravam um acordo até então. O ex-presidente Andrés Sanchez chegou a reclamar publicamente dos procuradores e a sinalizar com um desfecho negativo para o negócio.

Nesta semana, no entanto, houve uma aproximação entre as partes, que enfim alcançaram um acordo financeiro para a permanência de Ralf. Ao ouvir uma pergunta sobre o novo compromisso, que deverá ser assinado ainda nesta semana, o diretor de futebol Eduardo Ferreira desconversou. “Não tem nada”, disse.

A sequência de Ralf no clube do Parque São Jorge é bastante comemorada por Tite. O técnico avisou diversas vezes que, para ser bem-sucedido na Copa Libertadores da América de 2016, a principal medida seria segurar os jogadores campeões do Brasileiro em 2015.

“É mais do que fundamental que o elenco seja mantido”, comemorou Tite, logo após bancar a renovação de Ralf.

Notícia sobre salário de Tite aumenta guerra entre o grupo da situação

Globo Esportes

corix

As informações de que Tite havia acertado sua volta ao Corinthians para receber um salário de R$ 700 mil só aumentaram o racha político no grupo da situação. A suspeita é de que a ala ligada ao atual presidente Mário Gobbi tenha soltado a notícia para a imprensa numa tentativa de atrapalhar a campanha de Roberto de Andrade, favorito a vencer a eleição de fevereiro. Vale lembrar que as partes ainda não chegaram a um acordo. A última proposta foi de R$ 400 mil.

Na teoria, eles fazem parte do mesmo grupo, mas, na prática, não se entendem há mais de um ano. A crise começou no processo que culminou na saída do técnico Tite e na contratação de Mano Menezes, no fim de 2013. Andrade, na época diretor de futebol, era contra a mudança. Gobbi, porém, fez valer seu maior poder e deu a palavra final para a troca.

A divulgação caiu como uma bomba no Parque São Jorge. Ilmar Schiavenato, Antônio Roque Citadini e Paulo Garcia, outros candidatos à presidência, se mostraram contrários aos termos, sobretudo pelo momento financeiro do clube não ser dos melhores – o Timão chegou a atrasar o pagamento dos direitos de imagem ao longo desta temporada.

O Corinthians tem pressa para decidir quem será seu novo treinador. A ideia do clube é divulgar a contratação nesta segunda-feira para que o técnico possa começar a participar das negociações para renovar o elenco. Até agora, o Timão está apalavrado com o lateral-direito Edilson, ex-Botafogo, e o volante Cristian, ex-Fenerbahce, da Turquia.

Mário Gobbi quer manter Tite até o final do seu mandato no Corinthians

Futnet

corinthians_treino_tite

No Corinthians, o presidente Mário Gobbi revelou que tem o sonho de manter o treinador Tite no comando da equipe até o final do seu mandato, que encerra em dezembro de 2014. O presidente está muito satisfeito com o trabalho de Tite no Corinthians.

“Você vai ficar comigo até o final do meu mandato, em dezembro de 2014?”, questionou ele, em gravação feita ainda no vestiário do Pacaembu, após o título da Recopa Sul-Americana contra o São Paulo.

Mesmo com o costume de conquistar muitos títulos com o Corinthians nos últimos anos, o treinador segue motivado para seguir trabalhando no clube e melhorar o time no Campeonato Brasileiro.

“São desafios, uma busca constante de crescimento. Já me fizeram a pergunta (sobre motivação) depois de outras conquistas, como no Brasileiro, na Libertadores e no Mundial. Mas tenho uma característica muito forte de personalidade de ser inquieto, de procurar sempre evoluir”, finalizou ele.

468x60_simonassi12

Tite diz ainda contar com Paulinho para a final da Recopa contra o São Paulo

Uol

25mai2013---paulinho-comemora-gol-que-deu-o-empate-para-o-corinthians-contra-o-botafogo-no-pacaembu-1369534506982_615x300

O técnico Tite diz ainda acreditar na possibilidade de Paulinho participar do primeiro jogo da final da Recopa, que será realizado no dia 3 de julho, contra o São Paulo, no Morumbi. O clube do Parque São Jorge já dá como acertada a venda do atleta para o Tottenham Hotspur, restando apenas a assinatura do volante para sacramentar a negociação.

Ainda sem a assinatura de Paulinho, Tite fala em usar o jogador para o clássico.

“Enquanto ele não chegar para mim e dizer que vai embora, eu fico na esperança de poder contar com ele”, declarou Tite, em entrevista coletiva nesta sexta, no CT Joaquim Grava.

O Tottenham aceitou pagar a multa rescisória do jogador. Mesmo que apareça outra equipe disposta a cobrir a oferta do clube inglês, o Corinthians dá como finalizada a transação.

O Corinthians tem metade dos direitos econômicos de Paulinho, ficando com R$ 29 milhões.

Apesar do discurso de que sonha com Paulinho para a decisão da Recopa, Na vaga do volante da seleção brasileira, o treinador utilizou Guilherme nesta sexta no jogo-treino contra o Audax, no centro de treinamento corintiano. O Corinthians venceu o jogo-treino por 4 a 1, com dois de Emerson, um de Guerrero e outro de Pato.

Tite volta a reclamar de calendário, mas admite que rendimento caiu muito

Uol

08jun2013---alexandre-pato-atacante-do-corinthians-disputa-bola-com-a-defesa-da-portuguesa-durante-jogo-pelo-campeonato-brasileiro-1370732988959_615x300

Tite voltou a reclamar do calendário do futebol brasileiro. Após o empate por 0 a 0 com a Portuguesa, o treinador afirmou que a sequência de jogos a que o Corinthians foi submetida não só prejudica o desempenho de sua equipe, como também provoca lesões em seus atletas.

No sábado, foi a vez de Alessandro e Paulo André deixarem o gramado do Estádio do Pacaembu mais cedo.

“Eu não posso chorar quando o jogador se machuca, mas, enquanto o calendário der menos de 72 horas de descanso para os jogadores… Não quero ser oportunista, mas, em menos de 72 horas de descanso, vai estourar o atleta. Aquele que é responsável por isso, precisa se responsabilizar também pelos atletas. Se dependesse de mim, eu não deixaria jogar”, disse o comandante.

Essa não é a primeira vez que o treinador reclama dos jogos em sequência. Neste sábado, no entanto, o treinador também admitiu que seus atletas estão jogando menos do que o esperado.

Por isso, Tite demonstrou preocupação com o fato de o Corinthians ter somado apenas seis pontos nas cinco rodadas que disputou. Agora, o time ganha folga e só volta a trabalhar no meio de julho, para começar a preparação para a disputa da Recopa Sul-Americana.

“A pontuação ficou abaixo do que prevíamos, do que nós imaginávamos. E, no desempenho, eu não pensei que fosse ter tantos problemas assim. Eu confesso. Nós acabamos perdendo muitos jogadores e também estamos pagando por brigar pelo título do Campeonato Paulista”, disse.

Tite faz mistério, mas indica que manterá base da Libertadores na final

Globo Esportes

tite_treinocorinthians_danielaugustojr.jpg_447

O técnico Tite não costuma fazer mistério para divulgar a escalação do Corinthians antes das partidas, mas resolveu “brincar” um pouco às vésperas da decisão do Campeonato Paulista contra o Santos, neste domingo, às 16h (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Apesar de ter deixado claro que só vai definir a equipe no treino tático de sábado, Tite deu pistas de que manterá a base do time eliminado da Taça Libertadores após o empate por 1 a 1 com o Boca Juniors, quarta-feira, no Pacaembu.

– Não quero falar sobre isso, quero passar primeiro para os atletas. Deixa o Muricy (Ramalho, técnico do Santos) trabalhar um pouco lá também. Deixa ele pensar um pouquinho. Mas aqui não é o momento de ter vaidade. Quem conhece o conjunto da obra aqui, vai acertar a escalação – afirmou Tite, em entrevista coletiva nesta sexta.

Isso significa que o Timão deve ter a seguinte formação na final: Cássio, Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Danilo, Romarinho e Emerson; Guerrero. Nenhum dos titulares apresentou problemas médicos após o duelo com o Boca, apenas um cansaço natural. Por isso, a grande maioria não foi a campo na tarde desta sexta.

Tite não garante que Pato comece o ano como titular

Agência Estado

AlexandrePato_Corinthians_treino_NiltonFukuda_Estadao_11012013_292

A previsão é que Alexandre Pato fique pelo menos três semanas trabalhando apenas a parte física para só então fazer a sua estreia no Corinthians, mas Tite não garantiu que o atacante será titular. Para o treinador, o ex-jogador do Milan terá de conquistar nos treinos a sua vaga na equipe.

“Quando toda a equipe está forte, aí sim a individualidade aparece. Só em um ambiente de competição entre os atletas é que você eleva o nível técnico do time”, justifica. O treinador não teme que o jogo de vaidades possa prejudicar o grupo caso alguma estrela vá para a reserva. “O Corinthians não pode ter medo de trazer um cara bom. Se o cara é bom, ganha todo mundo”, explica.

Para a estreia no Campeonato Paulista, domingo, contra o Paulista, em Jundiaí, Tite confirmou um time só de reservas e o chinês Zizao deve começar jogando.

Os atletas que participaram do Mundial voltaram apenas nesta segunda das férias. Eles fizerem um check-up oftalmológico e de otorrinolaringologia e uma série de exercícios de biomecânica, trabalho que serviu para medir o equilíbrio muscular de cada um.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia