WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
vitoria da sorte




vitoria da sorte

outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  



drupal counter

:: ‘VEXAME’

Com “menino” suspenso, homens de Dunga tentam evitar mais um vexame

Globo Esportes

robinho_selecao

– Não queremos meninos, queremos homens!
O recado de Dunga foi claro. A seleção brasileira é lugar para homens capazes de tomar decisões e arcar com as consequências. Pessoas maduras, preparadas para superar desafios. O técnico falou em “profissionais”. A partir deste domingo, não há espaço para molecagens.

Neymar está suspenso. A passagem do craque pela Copa América ficará marcada mais por suas meninices, como tirar o spray do gramado, resmungar a cada marcação do árbitro ou distribuir empurrões, do que pelos lances geniais que protagonizou na estreia. Sem ele, o que não falta na Seleção são marmanjos com experiência para garantirem uma vaga nas quartas de final. Tudo depende do duelo contra a Venezuela, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), em Santiago.

Os desfalques de Dunga desmontaram a base construída. Danilo, Luiz Gustavo, Oscar e Neymar seriam nomes certos. Por outro lado, tornaram a Seleção muito mais experiente. Enquanto Luiz Gustavo tem 27 anos e os outros três apenas 23, a média de idade da equipe que deverá entrar em campo contra a Venezuela é 28,7. São sete jogadores com pelo menos 30 anos: Jefferson e Daniel Alves (32), Robinho (31), Thiago Silva, Miranda, Fernandinho e Elias (30).

unimarc-modelo-4

São Paulo dá vexame e é eliminado da Copa do Brasil

r7

8yeneuy3yt_8et2pwjre7_file

Os pouco mais de sete mil torcedores que tiveram coragem de ir ao Morumbi na fria e chuvosa noite desta quarta-feira logo se deram conta de que a ideia não tinha sido boa. Depois de encontrar um estádio completamente escuro e esperar para que a energia fosse restabelecida, o público presente – quase todo ele tricolor – viu o São Paulo atuar sem Kaká e ser derrotado por 3 a 1 pelo Bragantino, de virada, muito em função também de uma atuação não habitual de Rogério Ceni.

O resultado, que elimina a equipe da capital e classifica o adversário para as oitavas de final da Copa do Brasil, foi surpreendente. Primeiramente porque foi o São Paulo quem abriu o placar, logo aos seis minutos, em cabeceio de Paulo Miranda. Mas a equipe do interior buscou o empate ainda no primeiro tempo, em chute aceito por Ceni. No retorno do intervalo, o goleiro ainda foi mal em duas cobranças de escanteio que permitiram a virada do adversário, que havia perdido o duelo de ida por 2 a 1, em Ribeirão Preto.

O próximo adversário no torneio será conhecido em sorteio a ser realizado na semana que vem. O São Paulo, mesmo eliminado, não lamenta tanto assim, pois disputará a Copa Sul-americana.

468x60_simonassi127

Mídia mundial repercute vexame: “desonra” e “7 Maracanaços”

Terra

marcareproducaoalemanhabrasil

A imprensa mundial deu enorme destaque em seus sites à goleada da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1 pela semifinal da Copa do Mundo. Americanos, ingleses, italianos e espanhóis trataram o resultado como “eterna desonra”, “surra histórica” e consideraram uma humilhação maior que o “Maracanaço” de 1950.

“Eterna desonra”, estampou o diário esportivo Marca em sua crônica do duelo, acrescentando no subtítulo: “banho histórico da Alemanha no Brasil nas semifinais de seu Mundial com cinco gols nos primeiros 30 minutos”.

Já o jornal AS, também espanhol, qualificou a derrota como “Sete maracanaços” e apontou que a “Alemanha chegou à final após infligir ao Brasil a pior derrota de sua história”.

“Marcou cinco gols em apenas 18min no primeiro tempo. Excepcional atuação de Kroos e Khedira. Klose já é o maior artilheiro da história das Copas”, lembrou a publicação, citando a marca que pertencia a Ronaldo e agora é do atacante alemão, com 16 gols – um a mais que o ex-camisa 9.

Os italianos do Corriere dello Sport seguiram a mesma linha: “Brasil humilhado. Alemanha vence por 7 a 1 e volta a final”. Vale lembrar que a última decisão dos alemães em Copas do Mundo foi justamente contra a Seleção Brasileira, em 2002, quando os comandados por Felipão conquistaram o pentacampeonato mundial.

O The Guardian, tradicional jornal britânico, lembra da goleada, mas também faz questão de elogiar a atuação dos comandados por Joachim Löw: “Alemanha humilha anfitriões em Belo Horizonte em uma exibição espantosa”.

Os americanos do The New York Times estamparam: “Brasil fica atordoado pela Alemanha na semifinal da Copa”.

O Bild, um dos maiores jornais da Alemanha, destacou uma foto de Löw e Schürrle, um grande 7 a 1 inserida nela e a frase: “obrigado, nós te amamos”.

Sem Valdivia, Prass e técnico, Verdão tenta evitar vexame no Pacaembu

r7

t_114324_apos-estrear-com-vitoria-no-sabado-interino-alberto-valentim-precisa-vencer-o-sampaio-correa

No Pacaembu, onde acabou o sonho de título paulista no centenário com a derrota para o Ituano, o Palmeiras tenta evitar um vexame histórico nesta quarta-feira. Após ver Alan Kardec no São Paulo, o time ainda não tem técnico e não poderá contar com Fernando Prass e Valdivia na busca por vitória sobre o Sampaio Corrêa, às 22 horas (de Brasília), para não ser eliminado já na segunda fase da Copa do Brasil.

A derrota por 2 a 1 para o campeão maranhense em São Luis, na semana passada, já custou o cargo de Gilson Kleina. O Verdão segue sem Fernando Perass e Bruno César, machucados, e Valdivia, que já foi poupado no jogo de ida e agora está à disposição da seleção chilena. Caberá ao interino Alberto Valentim armar o time para vencer por 1 a 0 ou por mais de um gol de diferença e evitar a queda da equipe.

No sábado, o time voltou a vencer convencendo pela primeira vez desde o Campeonato Paulista ao bater o Goiás por 2 a 0, no Pacaembu. Da escalação que iniciou aquela partida, Mendieta será a novidade no lugar de Valdivia, com William Matheus mantido na lateral esquerda, deixando Juninho no banco.

A maior preocupação é administrar a pressão do vexame. “Precisamos de um resultado simples, 1 a 0, mas não podemos pensar que vai ser fácil. Temos que nos preparar bem, principalmente psicologicamente, manter esse clima bom, essa pegada e essa humildade de ter os pés no chão sabendo que será um jogo difícil”, discursou Lúcio.

São Paulo dá vexame no primeiro tempo e perde do Atlético-GO: 4 a 3

Gazeta Esportiva

O São Paulo constatou nesta quarta-feira como é complicado se recuperar dentro de um jogo após um péssimo rendimento em 45 minutos. A equipe foi ao Serra Dourada sonhando em terminar a 12ª rodada na zona de classificação para a Libertadores, mas viu o Atlético-GO deixar a lanterna do Brasileiro com uma vitória por 4 a 3, após ter aplicado 4 a 1 no primeiro tempo.

A etapa inicial foi a pior do Tricolor paulista nesta temporada. Marcando de longe, exatamente como Ney Franco proibiu, levou dois gols em falhas no jogo aéreo, de Marino e Patric, aos 16 e aos 30 minutos do primeiro tempo, e o goleiro Márcio converteu pênalti aos 25. Ademilson chegou a descontar, aos 41, mas Wesley estabeleceu 4 a 1 aos 43.

Na volta do intervalo, o São Paulo foi para cima e marcou em pênalti batido por Jadson, aos quatro, e em golaço de Rafael Toloi, aos 17 minutos. Mas a reação na foi suficiente. Ainda fora das quatro primeiras colocações, o São Paulo enfrenta o Flamengo no domingo, no Morumbi, enquanto o Rubro-negro goianiense encara o Sport, na Ilha do Retiro, no mesmo dia.

Bahia dá o primeiro vexame no Baianão

Futebol Bahiano

Cercado de expectativa, rodeado de um favoritismo quase unânime para conquista do título, o Esporte Clube Bahia estreou na noite desta quarta-feira no Campeonato Baiano 2012, atuando Estádio Metropolitano de Pituaçu, contra o Atlético de Alagoinhas, e de cara foi logo largando um vexame caprichado para assustar a entusiasmada torcida tricolor, quando apenas empatou com o modesto time do interior, pelo placar de 3 x 3 em um jogo repleto de alternância no placar, para surpresa de muitos e espanto de todos os tricolores presentes ou não no Estádio de Pituaçu

Junior duas vezes e Rafael marcaram para o Bahia, enquanto o veterano Fausto, Tácio e Deon jogaram areia nos planos do Bahia em conquistar seus primeiros três pontos e começar a caminhar em direção de quebrar o vergonhoso e recordista Jejum de 10 anos, sem levantar o troféu de Campeão Baiano. Dos jogadores contratados, apenas o lateral direito Boiadeiro e o meio de campo Morais, estiveram em campo atuando desde inicio do jogo

No próximo domingo o Bahia volta a campo, desta vez, deixa Salvador e em Feira de Santana, local onde pega o Bahia de Feira, atual Campeão Baiano, em jogo programado para acontecer às 17h, no Estádio Jóia da Princesa. Em alguns momentos confira todos os detalhes da partida e, logo após, o vídeo com os melhores momentos e toda movimentação pós-jogo do papelão de liga de aço registrado na noite desta quarta-feira, em Pituaçu

Brasil dá vexame nos pênaltis, erra 4 cobranças e é eliminado pelo Paraguai

Globo Esportes

A Seleção Brasileira criou chances, dominou o Paraguai e teve sua melhor apresentação na era Mano Menezes, mas deu vexame na hora da decisão por pênaltis e está eliminada da Copa América: após perder as quatro cobranças que teve (Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred, assista no vídeo ao lado), o Brasil foi derrotado por 2 a 0 pelos paraguaios e caiu nas quartas de final do torneio neste domingo, em La Plata, depois de um 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação.

Mais uma vez, a Seleção sai de uma competição nas quartas de final junto da Argentina. Na Copa do Mundo de 2006, os hermanos foram eliminados pela Alemanha e o Brasil em seguida caiu para a França. Em 2010, o time verde e amarelo tropeçou na Holanda e no dia seguinte os argentinos caíram de novo para Alemanha. Agora, no último sábado, a seleção de Messi e cia foi despachada pelo Uruguai, também nos pênaltis.

Classificado para as semifinais, o Paraguai espera o adversário do jogo entre Chile e Venezuela, ainda neste domingo, às 19h15m (de Brasíla),

Grêmio dá vexame, leva 3 a 0 do Oriente Petrolero e ouve “Olé” na Bolívia

Uol

O Grêmio passou vergonha nesta quinta-feira, na Bolívia, e perdeu para o lanterna do grupo 2 – Oriente Petrolero – que, inclusive, poupou cinco titulares por priorizar o Campeonato Boliviano. Os donos da casa fizeram 3 a 0, contando com uma jornada muito ruim do time brasileiro. A ideia de terminar em primeiro, contando com um tropeço do Junior de Barranquilla, não aconteceu e o fim da fase de grupos deixou muitas dúvidas na equipe do Olímpico. O León até fez sua parte no outro jogo do grupo, que terminou empatado, mas o time tricolor não conseguiu ganhar. Fernández, Saucedo e Arce (que teve passagem por Corinthians e Sport, no Brasil) fizeram os gols do jogo.

O León de Huánuco segurou o Junior de Barranquilla empatando em 1 a 1. Mesmo assim, o time da Colômbia encerrou a fase de grupos como líder da chave 2, com 13 pontos. O Grêmio ficou em segundo com 10. O Oriente Petrolero foi terceiro com 6, enquanto o León acabou em último com 5. Ao fim da fase de grupos, ainda sem conhecer seu adversário pela necessidade de aguardar o encerramento das demais chaves, o Grêmio não venceu um jogo sequer longe de Porto Alegre. Perdeu para o Oriente Petrolero e para o Junior de Barranquilla e empatou com o León de Huánuco.

Clubes do Brasileirão dão vexame no ranking dos melhores aproveitamentos

Fonte: Futebol Interior

Teoricamente, os melhores clubes do Brasil estão na Série A do Campeonato Brasileiro. Mas não é isso que vemos nas 20 primeiras colocações do ranking de aproveitamento que envolve os clubes em atividade nos campeonatos nacionais.

Apenas dez times representam a elite do Brasileirão. Mesmo sendo maioria, os clubes não estão nas primeiras colocações. Para se ter uma ideia, o Fluminense, líder da Série A, ocupa a terceira colocação com aproveitamento de 60,2%. Campeão da Série B, o Coritiba (foto) é o líder do ranking com aproveitamento de 64%. Logo atrás, com aproveitamento de 61,9% está o ABC, campeão da Série C.

Corinthians e Cruzeiro – postulantes ao título do Brasileirão – ocupam a quarta e sexta colocações, respectivamente. Campeão da Série D, o Guarany-CE está na sétima posição com aproveitamento de 58,3%.

Camaçari dá novo vexame e é goleado no Espírito Santo

Fonte: Futebol Baiano

O Camaçari encerrou sua sofrível campanha na Série D do Campeonato Brasileiro com mais uma derrota. Na tarde deste domingo, foi goleado pelo Rio Branco por 4 a 1, no Estádio Salvador Costa, em Vitória-ES, pela última rodada da primeira fase da competição.

Com a quinta derrota consecutiva, o Camaçari terminou a quarta divisão com apenas um ponto somado no Grupo A07. Foi a segunda pior campanha dentre os 40 participantes da competição, ficando à frente apenas do Potiguar-RN, que não somou pontos.

O time do Pólo Petroquímico agora volta as suas atenções para a Copa Governador do Estado, que terá início no mês de setembro. O campeão garante vaga na Série D de 2011.

Camaçari dá novo vexame e dá adeus precoce à Serie D

Fonte: Futebol Baiano

O Camaçari praticamente rolou por água a baixo as suas chances de seguir adiante na Série D do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, foi goleado por Uberaba-MG por 4 a 0, pela quarta rodada da competição.
Com o resultado, o Camaçari permanece na lanterna do Grupo A07, com apenas um ponto marcado. O Uberaba chegou aos 9 pontos e assumiu a liderança da chave, ficando muito próximo da classificação.

O próximo compromisso do Camaçari será no próximo domingo, contra o América-RJ, no Estádio Armando Oliveira. Na outra partida da rodada, o time carioca foi derrotado pelo Rio Branco-ES por 4 a 1.

Vexame no Mundial de Berlim vai trazer mudanças no atletismo brasileiro

Fonte: Globo Esportes


Maurren Maggi era a maior esperança de vitória do Brasil no Mundial de Berlim

Foi o terceiro Campeonato Mundial sem medalhas do atletismo brasileiro – Stuttgart-1993 e Edmonton-2001-, um Mundial em que o país virou notícia em todo o planeta antes do início da competição por conta dos casos de doping descobertos às vésperas da competição e que tiraram sete atletas da equipe. Um Mundial em que os melhores resultados foram dois quinto lugares, com Fabiana Murer no salto com vara e com a equipe feminina do revezamento 4x100m. Um Mundial que vai representar mudanças.

No último Mundial, em Osaka, em 2007, Jadel Gregório trouxe uma medalha de prata no salto triplo, a única do país na competição. Em Berlim, Maurren Maggi, campeã olímpica do salto em distância, sofreu com dores nos joelhos e terminou em sétimo. Jadel, oitavo no salto triplo, e o revezamento 4x100m masculino também chegaram à final em Berlim. Vicente Lenilson, Sandro Viana, Basílio de Moraes Jr., José Carlos Moreira, que levaram a vaga depois da desclassificação dos Estados Unidos, ficaram em sétimo na prova em que Usain Bolt conquistou seu terceiro ouro. :: LEIA MAIS »

comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia