WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

março 2020
D S T Q Q S S
« fev    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  



drupal counter

:: ‘violência’

Jacobina teme violência na final da 2ª Divisão em Ilhéus

Galáticos Online

jegue_da_chapada

Dirigentes do Jacobina, conhecido como “Jegue da Chapada”, procuraram a imprensa nesta terça-feira (20) para informar que a delegação teme o jogo de volta contra o Colo Colo, domingo, em Ilhéus, quando as duas equipes se enfrentam decidindo o título de Campeão da 2a divisão.

Os dois times já subiram para a 1a divisão, mas o clima é de tensão. A Federação Bahiana de Futebol tomou conhecimento de que jogadores e comissão técnica do Colo Colo foram hostilizados em Jacobina e agora temem a vingança na volta.

Segundo dirigentes do Jacobina, o árbitro da primeira partida apitou o jogo contundido. Joedson de Jesus Oliveira teria mancado durante todo o tempo em que esteve em campo. O primeiro confronto acabou no empate em 0 a 0. O Colo Colo precisa de mais um empate para levantar a taça em Ilhéus.

unimarc-modelo-4

Tigre alega violência de seguranças para desistir da Sul-americana

Gazeta Esportiva

A decisão da Copa Sul-americana dava mostras de que seria polêmica desde que o ônibus do Tigre chegou ao estádio do Morumbi, cerca de duas horas antes de a bola rolar na partida contra o São Paulo, e foi alvejado por pedradas e outros objetos atirados por parte da torcida tricolor. Depois de um primeiro tempo com cinco cartões amarelos e reclamações dos dois lados, o time argentino desistiu de entrar em campo na etapa complementar e a partida foi suspensa, decretando o time brasileiro como campeão.

Trinta minutos após o tempo previsto para o retorno dos jogadores do Tigre ao gramado, o árbitro Enrique Osses decidiu interferir e prometeu esperar apenas mais cinco minutos, suspendendo a partida logo que o prazo expirou. Nicolas Leoz, presidente da entidade, foi o responsável por tomar a decisão final e oficializar o fim de jogo. Ainda existe a possibilidade de o Tribunal da Conmebol anular esta decisão em um segundo momento. Os jogadores do São Paulo faziam aquecimento no momento em que souberam da decisão e viram a empresa organizadora do evento armar o palco para a entrega da taça.

Em entrevistas rápidas à imprensa latina, o técnico do Tigre, Néstor Gorosito, deu sua versão para a desistência de entrar em campo no segundo tempo: de acordo com o treinador, seguranças do São Paulo teriam sacado armas no túnel, perto da porta do vestiário da equipe argentina. O clube do Morumbi nega com veemência a afirmação, dizendo que seus profissionais não andam armados.

Toda a confusão que encerrou a partida precocemente ocorreu no fim do primeiro tempo, quando o meia-atacante Lucas, autor do primeiro gol do São Paulo, tirou um pedaço de algodão no nariz e mostrou ao lateral Orban, do Tigre, que havia desferido uma cotovelada no atleta são-paulino instantes antes. O primeiro a proteger Lucas foi Wellington, mas o verdadeiro entrevero ocorreu entre Díaz e Paulo Miranda, que foram expulsos no vestiário. Por meio de sua página oficial na internet, o Tigre se manifestou dizendo que a “Polícia local golpeou os jogadores” após o encerramento do primeiro tempo.

Após triunfo fora de casa, Antonio Lopes critica excesso de faltas do Feirense

Ibahia

O jogo foi duro, literalmente. O Vitória venceu o Feirense por 3×1 na bola, mas na porrada só deu o time de Feira. Foram cinco cartões amarelos e um vermelho para os donos da casa contra nenhum para o Vitória. No final do jogo, o técnico rubro-negro, Antonio Lopes, reclamou do excesso de violência em cima dos atletas.

“Eles deram pancadas o tempo todo. Estamos com vários jogadores lesionados por isso. Poderíamos ter vencido por mais, mas o excesso de faltas prejudicou”, opinou. Durante o jogo, Nino, Mineiro e Reniê tiveram que ser substituídos após apanharem em campo.

Apesar do jogo duro, Lopes reconheceu a boa atuação do elenco. “Fizemos uma boa apresentação, erramos menos na parte técnica. Apesar do campo ser irregular e das pancadas que levamos, fomos bem hoje”, completou o técnico.

Um dos mais caçados no gramado do Joia da Princesa, o atacante Elkeson preferiu enaltecer a sequência de triunfos do Leão neste Baiano: já são sete. “A equipe do Feirense conseguiu marcar forte no 2º tempo. Mas tá bom. Temos sete vitória seguidas no campeonato e vamos tentar manter isso pra chegar bem na terceira fase”, comentou.

Corintiano é assassinado em confronto com vascaínos

do Globoesporte

Um encontro entre torcedores de Corinthians e Vasco, reforçado por palmeirenses, terminou com a morte de um corintiano nesta quarta-feira, em São Paulo. Segundo informou a Rádio Globo, a briga entre eles aconteceu na altura da Ponte das Bandeiras, um dos acessos à Marginal Tietê, pouco antes do empate por 0 a 0 que colocou o clube do Parque São Jorge na final da Copa do Brasil.

A identidade do corintiano morto ainda não foi divulgada. Diferentemente do que foi informado anteriormente, ele não foi assassinado a tiros e sim a pauladas e facadas e já chegou morto ao Hospital de Santana, para onde também foram levados oito feridos. A dificuldade para identificar o torcedor morto se deve ao fato de ter chegado ao hospital somente de cuecas, sem qualquer documento. Alguns dos envolvidos na confusão foram encaminhados para o 13º DP da Polícia Militar, na Casa Verde, zona norte da capital paulista, onde estão prestando depoimento.

Nas imediações do estádio do Pacaembu, mais vandalismo. Um dos ônibus da torcida do Vasco foi queimado por corintianos, o que provocou o atraso na saída dos fanáticos pela equipe carioca do local. Outros dois carros também foram atingidos. Uma barreira de policiais foi formada perto de onde o veículo pegava fogo e não foi permitida maior aproximação.

pmvc




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia