Terra

fagnervestecamisamarcelosadiovascocombr

Depois do técnico Dorival Júnior e do meio-campista Juninho Pernambucano, a diretoria do Vasco da Gama apresentou mais um velho conhecido da torcida à sequência da temporada. O lateral direito Fagner retornou a São Januário depois de um ano defendendo o Wolfsburg, da Alemanha, e já recebeu a camisa 23 das mãos do presidente Roberto Dinamite.

O defensor foi emprestado pelo clube alemão e reencontrou o treinador com quem trabalhou durante a campanha vascaína na Série B em 2009. Como já está devidamente regularizado junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Fagner, revelado pelo Corinthians, espera apenas uma conversa com Dorival para saber se estreia já neste final de semana, contra o Criciúma.

O lateral ganhou a camisa 23, que estava com o também recém-chegado Reginaldo, e diz estar com saudades dos momentos que passou no Vasco. Em quase quatro anos de clube, Fagner faturou a Série B de 2009, a Copa do Brasil de 2011 e depois foi negociado com o Wolfsburg até 2016 após a eliminação para o Corinthians na Copa Libertadores do ano passado.

“Quando surgiu o interesse do Vasco pensei na minha família e muito no carinho pelo Vasco. Quando tiver para acabar meu contrato de empréstimo quero pensar no futuro da melhor maneira. Estou mais experiente, aprendi a cultura de outro país, mas senti saudade de ser o Fagner daqui. Espero voltar melhor para quem sabe buscar uma vaga na Seleção Brasileira. Foi assim que sai daqui, com todo mundo cogitando minha convocação”, projetou.