Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

O principal duelo do estado acontecerá neste domingo (13). Às 16h, Bahia e Vitória fazem o clássico Ba-Vi, na Fonte Nova, estádio que mais abrigou a partida e que completa 84 anos em 2016. Essa será a primeira disputa dos dois na temporada. No entanto, quem geralmente ganha esse confronto inicial não se dá bem ao final do campeonato em tempos recentes. Apenas em duas oportunidades o time que venceu o primeiro derby levantou a taça do Campeonato Baiano.

Desde 2006, a primeira vez que isso aconteceu foi em 2013, quando na reinauguração da Arena o Vitória, aplicou uma goleada de 5×1 no rival, e depois conseguiu levantar o caneco do Baianão. Inclusive, os dois se reencontraram nas finais e o Vitória aplicou 8×4 no placar agregado. No ano seguinte, em 2014, o feito se repetiu, mas pelo lado do Tricolor. No primeiro Ba-Vi do ano, o Bahia venceu por 2 a 0. Nas finais, contra o Vitória, o Esquadrão levou o título baiano, vencendo na Fonte e empatando em Pituaçu, mando do Leão na época.

Nas outras oportunidades, quem venceu o primeiro confronto não levou a taça. Quando as equipes do interior venceram o estadual, o Vitória venceu o confronto no Barradão – 2 a 1 em 2006 e 3 a 0 em 2011 (títulos de Colo Colo e Bahia de Feira). Outros três empates foram computados no período.

Entre 2007 e 2010, aconteceram três triunfos do Bahia e um empate. Todos os títulos foram do Vitória ao fim do campeonato. Em 2015, o último Baianão, houve um empate entre as duas equipes no Barradão. Neto Baiano abriu o placar para o Vitória, com um chute forte. Maxi Biancucchi, marcou para o Esquadrão. Aliás, os dois jogadores são os únicos a marcarem em dois clássicos diferentes nessa contagem. O argentino é o único a marcar pelas duas equipes (2013 e 2015). Neto, além do último Ba-Vi, marcou em 2011.

Os números são parelhos no geral, apesar da ‘seca’ de títulos de quem triunfa no primeiro clássico do ano. Em 10 jogos, o Bahia venceu quatro vezes; o Vitória levou a melhor em três oportunidades e ainda houve três empates. No quesito gols marcados, o Leão marcou 13, contra 12 do Tricolor. Já na questão “casa”, outra disputa acirrada. No Barradão, duas vitórias para cada lado e dois empates. Na Fonte, um triunfo para cada equipe. Em Pituaçu, uma vitória do Bahia e um empate.