Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

Um dos clubes mais regulares da Bahia nos últimos anos, o Vitória da Conquista teve um começo de ano atípico. Brigando na Copa do Nordeste, o clube brigou pelo rebaixamento no Campeonato Baiano, tendo se safado no Torneio da Morte contra o Colo Colo. No último domingo (27), a vitória por 2 a 1 sobre o Tigre manteve o Bode na primeira divisão.

Nesta segunda-feira (28), Ederlane Amorim, presidente do Conquista, fez um balanço sobre a participação da equipe no Baianão e lamentou o fato de não ter jogado mais vezes no Lomanto Júnior.

“Eu vi uma participação de regular para ruim da nossa equipe, já que nosso objetivo não foi alcançado. Fizemos oito partidas no baiano e perdemos dois jogos, o que nos credenciou a participar do rebaixamento – Juazeirense e Galícia em Salvador. Como foi um campeonato curto, não tivemos oportunidade de recuperação. Mas a situação atípica de não jogarmos no Lomantão também favoreceu a isso tudo”, disse o dirigente.

Após o fim da participação no estadual, o elenco do Bode recebeu folga. No entanto, nesta quarta-feira (29), os jogadores voltam aos treinos, visando o duelo contra o Náutico, no próximo dia 7 de abril, pela partida de volta da Copa do Brasil – o primeiro jogo foi 0 a 0, no Lomantão.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1