Futebol Interior

Com 100% de aproveitamento na Copa Sul-Americana e líder do Campeonato Brasileiro, o Athletico quer confirmar a boa fase diante do Danubio, do Uruguai, na Ligga Arena. O time paranaense pode avançar mesmo com derrota, mas garante a classificação, sem depender de outro resultado, com uma simples vitória.

O Athletico tem 12 pontos, na primeira posição do Grupo E. O Danubio tem quatro e pode ter a eliminação decretada caso perca para a equipe brasileira, por isso tratará o jogo como uma decisão.

Já o Fortaleza tenta aplicar a primeira derrota do Boca Juniors na La Bombonera. Os dois lideram o Grupo D. O time cearense tem nove pontos, contra sete dos argentinos. Uma vitória colocará a equipe brasileira na próxima fase.

O Boca Juniors, no entanto, é um dos favoritos ao título, muito por ter sido vice-campeão da Copa Libertadores do ano passado. Mas vem de derrota para o Sportivo Trinidense, do Paraguai, por 2 a 1. Já o Fortaleza perdeu na última rodada para o Nacional Potosí, da Bolívia.

Quem também entrará em campo é o Cuiabá. O time do Mato Grosso está invicto e confia no fator casa para continuar brigando pela liderança do Grupo G. O desafio é diante do Deportivo Garcilaso, do Peru, na Arena Pantanal.

O Cuiabá é o vice-líder, com oito pontos, contra dez do Lanús, da Argentina, que enfrenta o Metropolitanos, da Venezuela. O time venezuelano ainda não pontuou no torneio.

No grupo do Internacional, o Belgrano, da Argentina, tenta se isolar na liderança contra o Real Tomayapo, da Bolívia. Invicto, o time tem seis pontos, contra um do seu rival. A equipe gaúcha tem cinco, mas apenas três partidas realizadas.

Por fim, o Always Ready, da Bolívia, tenta se isolar na liderança do Grupo A diante do Universitário César Vallejo, do Peru, que sofreu quatro derrotas consecutivas até aqui.