WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








julho 2024
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

drupal counter

:: ‘Futebol’

Imprensa lusa reflete euforia da conquista da Eurocopa

Terra

2016-07-10t221026z_111190226_mt1aci14477971_rtrmadp_3_soccer-euro-por-fra_Hak3ss1

A imprensa portuguesa refletiu nesta segunda-feira a euforia que tomou conta do país depois que a seleção de Portugal conquistou sua primeira Eurocopa ao derrotar a França por 1 a 0 com gol de Éder, com a palavra “campeões” estampadas em quase todas as capas.

“Orgulho de Portugal. Somos campeões da Europa”, apontou o jornal “A bola”, que utilizou uma fotografia do atacante Cristiano Ronaldo levantando a taça para ilustrar sua capa.

“Épico”, destacou o “Recorde”, que acrescentou que “a conquista do primeiro título da história do futebol português ocorreu no país organizador”.

O jornal “O Jogo” usou a palavra “Eternos” e qualificou a partida como “uma explosão de heroísmo e felicidade”, destacando que “Éder foi o herói inesperado de uma final que perdeu Ronaldo aos 25 minutos”.

“10 de julho, Dia de Portugal”, estampa a capa do “Público”, que brinca com a data da festa nacional lusa, em 10 de junho, sobre uma fotografia de Éder marcando o gol da vitória.

Por sua vez, o “Jornal de notícias” exclamou “É nossa!” e exalta que Ronaldo “levantou uma taça conquistada com esforço e lágrimas”.

Uma fotografia de Cristiano Ronaldo e de Éder toma conta da capa do “Diário de Notícias”, que contou que o atacante do Real Madrid “chorou de tristeza e de alegria no dia mais feliz de sua carreira”.

Independiente Del Valle vira sobre o Boca e sai na frente por vaga na final

Gazeta Esportiva

000_CX90R-1024x713

O Independiente del Valle saiu na frente na disputa por uma vaga na final da Copa Libertadores da América. Nesta quinta-feira, a surpresa equatoriana mostrou sua força no estádio Atahualpa, em Quito, venceu o poderoso Boca Juniors de virada por 2 a 1 e garantiu a vantagem para a partida de volta.

Os mandantes foram superiores desde o início, mas viram Pablo Pérez abrir o marcador para o Boca logo aos 12 minutos de jogo. A virada veio na etapa final: Cabezas empatou em falha da defesa argentina e Julio Angulo fez o gol da vitória aos 30 minutos, após bela jogada.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), no caldeirão de La Bombonera. Com a vantagem, o Independiente del Valle jogará por um empate. Já o Boca Juniors, devido ao gol marcado longe dos seus domínios, passará de fase com uma vitória simples de 1 a 0.

Sem Calleri, Argentina divulga lista de 18 nomes para a disputa da Olimpíada

Globo Esportes

lista_18_nota1

A Argentina já definiu o nome dos 18 jogadores convocados para a seleção que disputará o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Em seu site oficial, a Associação de Futebol da Argentina (AFA) divulgou a lista do técnico Julio Olarticoechea, confirmado também nesta quarta-feira para o comando da equipe.

Sem o atacante Jonathan Calleri, do São Paulo, a lista conta com o filho do técnico Diego Simeone, Gio Simeone, que pertence ao River Plate. Quem também está entre os 18 é o meia Manuel Lanzini, de apenas 23 anos, que já defendeu o Fluminense e hoje atua pelo West Ham. Os atacantes Ángel Correa e Luciano Vietto, ambos do Atlético de Madrid, também foram convocados.

Mas a lista não está livre de problemas. Em declaração ao jornal Olé, o Independiente disse que foi notificado da convocação do zagueiro Victor Cuesta, mas afirmou que não vai liberá-lo.

A Argentina está no Grupo D dos Jogos Olímpicos, ao lado de Honduras, Argélia e Portugal. A estreia dos hermanos será contra a seleção portuguesa, dia 4 de agosto, no Engenhão.

Veja a lista divulgada pela AFA:

Goleiros: Gerónimo Rulli (Real Sociedad) e Axel Werner (Atlético Rafaela)

Defensores: José Luis Gómez (Lanús), Lisandro Magallán (Boca Juniors), Victor Cuesta (Independiente), Lautaro Gianetti (Vélez Sársfield), Alexis Soto (Banfield) e Leandro Vega (River Plate)

Meio-campistas: Mauricio Martínez (Unión de Santa Fe), Ascacibar (Estudiantes), Lucas Romero (Cruzeiro), Giovani Lo Celso (Rosario Central) e Manuel Lanzini (West Ham)

Atacantes: Ángel Correa (Atlético de Madrid), Joaquín Correa (Sampdoria), Cristian Espinoza (Huracán), Luciano Vietto (Atlético de Madrid) e Giovanni Simeone (River Plate)

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Em Marselha, Alemanha e França duelam para definir segundo finalista da Eurocopa

Atarde

Índice

Na véspera do aniversário de dois anos da goleada histórica da Alemanha em cima do Brasil – o famoso 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo de 2014, a seleção alemã mais uma vez encara os anfitriões, desta vez a França, na luta por um lugar na decisão de um grande torneio, neste caso a Eurocopa. O jogo desta quinta-feira, às 16 horas (de Brasília), será no estádio Vélodrome, em Marselha.

A lembrança da esmagadora vitória no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, surgiu nas entrevistas dos jogadores alemães. O meia-atacante Thomas Müller mostrou bom humor ao relembrar o triunfo. “A França, como anfitriã, estará sob pressão. Eles sabem que jogarão contra um ótimo time. É o tipo de jogo em todos querem ver. E queremos jogar bem. Mas nós não achamos que vamos vencer por 7 a 1”, disse, aos risos.

O assuntou voltou a ser lembrado na entrevista do técnico Joachim Löw. Para ele, é difícil fazer uma comparação, por conta do raríssimo placar da partida em 2014. “Não tem muito o que tirar daquele jogo para trazer para esse duelo. Nossos jogadores estão acostumados a sentir pressão. Os brasileiros ficaram chocados porque levaram três ou quatro gols em pouquíssimos minutos. Uma semifinal daquela não vai acontecer a cada dois anos. E além disso, a França é muito mais sólida defensivamente do que eram os brasileiros há dois anos”.

Do lado da França, o técnico Didier Deschamps disse que a sua seleção precisa se impor em campo. “A Alemanha sempre domina o adversário, tem mais posse de bola. Mas não podemos chegar lá e pensar somente em nos defender. Temos a oportunidade, queremos jogar nosso máximo, com todo o respeito que temos pelos alemães, atuais campeões mundiais”, disse o treinador.

Nesta Eurocopa, franceses ou alemães terão pela frente a seleção de Portugal na grande decisão de domingo, no Stade de France, em Saint-Denis. Nesta quarta-feira, os portugueses avançaram ao baterem o País de Gales por 2 a 0, em Lyon.

Finais do Campeonato de Futebol da Zona Rural terá um gesto de solidariedade

Da Redação
Foto Facebook

13529184_1002069389910543_384411201274708768_n

A organização do Campeonato de Futebol da Zona Rural em parceria com o Blog e Programa Cidade Esportes promovem um gesto de solidariedade nas finais da competição que acontecerão na tarde deste domingo (10), no estádio Edvaldo Flores.

Nas partidas entre Cruzeiro da Gameleira e Lazio do Simão que decidirão o título de campeão da categoria de aspirantes e Flamengo da Lagoa das Flores e Real Barça da Matinha valendo o título da categoria de titulares. O torcedor deverá levar 01 KG de alimento não perecívil (Não é obrigário levar o alimento).

Os alimentos serão doados para a Casa do Amor (antiga Casa do Cancer) e ASPE (Ação Solidária Paroquial).

Fim da espera: após 49 dias, São Paulo vai a campo pela semi da Liberta

Globo Esportes

mena_sao_paulo

O torcedor do São Paulo passou quase 50 dias sonhando com o jogo desta quarta-feira (21h45, de Brasília), no Morumbi, contra o Atlético Nacional, da Colômbia, pela semifinal da Libertadores.

Desde a épica classificação contra o Atlético-MG, no Independência, muita coisa mudou no Tricolor. Assim como muito mudou no time colombiano, que também passou sufoco nas quartas, diante do Rosario Central.

A pausa de 49 dias na Libertadores se deu por conta da Copa América Centenário. Nesse período, o São Paulo perdeu dois titulares importantes por lesão (Ganso e Kelvin) e outros dois não estão 100% fisicamente (Mena e Hudson, ambos recuperados recentemente de contusão). O Tricolor ainda perdeu dois reservas (Wilder Guisao e Rogério), mas inscreveu um reforço (Ytalo) e três da base (Lucas Kal, Artur e Pedro).

Do Atlético Nacional que eliminou o Rosario, dois jogadores não estarão à disposição de Reinaldo Rueda: Copete, que saiu e fechou com o Santos, e Berrío, que foi expulso após fazer o gol da classificação. Além deles, Ibarbo, que havia perdido espaço entre os titulares, também não está mais no elenco (foi para o Panathinaikos, da Grécia).

Outros dois também já foram vendidos, mas seguem na equipe até o fim da participação na Libertadores: o zagueiro Davinson Sánchez, que já até se apresentou no Ajax, da Holanda, e o volante Mejía, vendido para o León, do México. Além deles, os zagueiros Peralta e Londoño e o meia Roviro, que eram considerados reservas, também foram negociados.

Por conta de todas essas mudanças, os técnicos Edgardo Bauza e Reinaldo Rueda precisaram fazer ajustes nas equipes, mas mantiveram o esquema 4-2-3-1.

Portugal encara Gales na rota de feito ‘quase’ inédito

Atarde

650x375_cristiano-ronaldo_1648975

A abertura das semifinais da Eurocopa – nesa quarta-feira, 6, às 16h (da Bahia), em Lyon (França) – traz um confronto mais do que inusitado. De um lado, estará País de Gales, debutante na competição. Do outro, Portugal, que vai atrás do título inédito com uma campanha maluca.

Após três jogos na primeira fase e dois no mata-mata, os lusos se mantêm vivos no torneio mesmo sem nenhuma vitória no tempo normal. Foram três empates na etapa de grupos e, nos duelos eliminatórias, ganharam uma vez na prorrogação e outra na disputa de pênaltis.

Caso supere desta forma seus dois últimos desafios rumo à taça, Portugal alcançará um feito ‘quase’ inédito. Nos principais torneios entre seleções da história – contando todos os continentais, além da Copa do Mundo e das Confederações – apenas uma equipe conseguiu erguer o troféu sem vencer nenhum duelo nos 90 minutos regulamentares: a antiga Tchecoslováquia na Euro de 1976, quando a fase principal da competição reunia apenas quatro times e o caminho para o título tinha dois jogos. Atualmente, são 24 equipes e é preciso atuar sete vezes para chegar à conquista.

O embate desta quarta tem como principal atrativo o encontro entre Gareth Bale e Cristiano Ronaldo, companheiros de Real Madrid. Duelo particular minimizado pelo galês: Madrid Cristiano Ronaldo. “Isso não é apenas sobre dois jogadores, é sobre duas nações em uma semifinal, 11 homens contra 11 homens”.

Quanto às escalações, País de Gales tem o maior problema: a ausência do meia Aaron Ramsey, um de seus destaques, por suspensão. Portugal não poderá contar com o volante William Carvalho.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Quem vencer pega o ganhador de França x Alemanha, jogo que acontece na quinta, 7.

Cartola argentino diz que seleção de futebol pode não vir para Olimpíada

MSN

AAi7Y3N.img

A crise pela qual passa o futebol argentino pode deixar o país sem equipe na Olimpíada do Rio de Janeiro. De acordo com o presidente do Comitê Olímpico Argentino (COA), Gerardo Werthein, as chances são de 50% de os hermanos não apareceram no Brasil.

– De 1 a 10, hoje tem 50% de chances da Argentina não apresentar equipe de futebol masculino nos Jogos Olímpicos. É um pouco do que acontece com a AFA (Associação de Futebol da Argentina). Faz 20 meses que não fala conosco – disse o dirigente, à rádio “Mitre”.

O cartola revelou que teve que dialogar com os clubes para negociar a liberação dos jogadores para a competição.

– A AFA não se mexe, não toma decisões, é uma AFA muda. O futebol é uma representação muito importante para o país. E hoje não se poder formar um elenco para competir no Rio é uma vergonha.

Devido à crise na entidade, o técnico Gerardo Martino teve que adiar em uma semana o planejamento de preparação para o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos. A expectativa era que começasse na última segunda-feira.

Messi perdeu pênalti contra o Chile na Copa América (Foto: AFP)

A perda do título da Copa América Centenário nos pênaltis para o Chile acentuou ainda mais a crise na entidade. O presidente Luis Segura renunciou ao cargo recentemente. O craque Lionel Messi fez duras críticas à AFA e ameaçou que não jogaria mais pela seleção.

Jornal espanhol lista as dez ‘pérolas’ do futebol brasileiro

Terra

574bc77a7d90c

A ‘Geração é ruim’. A famosa frase usada para explicar a má fase do futebol brasileiro se mostra duvidosa, pelo menos para o jornal espanhol AS. Eufórica com a possível contratação de Gabriel Jesus, a imprensa da Espanha buscou outras promessas brasileiras e montou um top-10.

A bola da vez é Gabriel Jesus, do Palmeiras, que seria disputado principalmente por Barcelona e Real Madrid. O artilheiro do Campeonato Brasileiro já foi sondado também por times italianos.

Além dele, o AS destaca alguns que já estão na Europa, como o goleiro Alisson, ex-Internacional, o meia Lucas Evangelista, de 21 anos, revelado na base do São Paulo e hoje no Panathinaikos, da Grécia, o zagueiro Marlon, de 20 anos, que pertence ao Fluminense e deve ser emprestado ao Barcelona B, o meia Gerson, ex-Fluminense, de 19 anos, e os atacantes Kenedy, de 20 anos, do Chelsea, e Malcom, ex-Corinthians e hoje no Bordeaux, de 19 anos.

Dos que atuam no Brasil, as outras ‘pérolas brasileiras’ são o volante Walace, do Grêmio, de 20 anos, e os atacantes Gabigol, do Santos, 19 anos, e Clayton, do Atlético-MG, 19 anos.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

França goleia Islândia, espanta zebra e chega à semifinal

Terra

evraefe

Fazendo valer o favoritismo e apoiada por mais de 60 mil torcedores no Stade de France, a seleção francesa enfrentou a Islândia neste domingo e venceu com facilidade por 5 a 2. Com o resultado, os donos da casa conseguiram, finalmente, conquistar a confiança dos torcedores e contaram com a estrela de seus principais jogadores para espantar a zebra, selar a classificação e garantir vaga no confronto com a Alemanha, pela semifinal da Eurocopa.

Logo nos instantes iniciais, os franceses conseguiram abrir 2 a 0, com Giroud tirando o 0 a 0 do placar, após belo lançamento de Matuidi, e com um gol de cabeça do astro Paul Pogba. Apesar de não conseguirem ser mais tão incisivos, os Bleus aplicaram 4 a 0 no fim da primeira etapa, com verdadeiros golaços de Payet e Griezmann, um atrás do outro. Apesar de se manter dominante na segunda etapa, a seleção campeã do mundo em 1998 acabou sendo surpreendida pela Islândia, que marcou dois gols, mas tratou de assegurar o resultado positivo, com mais um gol de seu camisa 9.

Mesmo com a derrota, a campanha da seleção islandesa entra para a história, por se tratar da estreia da equipe em Eurocopas e, principalmente, pelo bom futebol que mostrou ao longo da competição.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia